sexta-feira, 8 de abril de 2011

AQUÍFERO GUARANI E ALTER DO CHÃO

RECURSOS HÍDRICOS


1 ORIGEM E DENOMINAÇÃO As regiões do aquífero compunham um deserto pré-histórico. Com o passar do tempo, os ventos acumularam grandes depósitos arenosos (na Bacia Sedimentar do Paraná), representando um extenso campo de dunas que foi recoberto por um dos mais volumosos episódios de vulcanismo intracontinental do planeta, cuja lava solidificada originou a Formação Serra Geral, que vem a ser uma capa protetora do Aquífero Guarani. Esses mecanismos geológicos é que originaram as rochas (formações geológicas), em cujos poros armazenam-se as águas do Aquífero Guarani. O termo Guarani foi sugerido pelo geólogo Danilo Antón em uma conversa informal com os colegas Jorge Montaño Xavier e Ernani Francisco da Rosa Filho, geólogos da Universidad de la Republica do Uruguai e Universidade Federal do Paraná, respectivamente, em 1994, e aprovado com o respaldo dos quatro países em uma reunião em Curitiba, em maio de 1996. O objetivo era unificar a nomenclatura das formações geológicas que formam o aquífero, e que recebem nomes diferentes nos quatro países e, simultaneamente, prestar uma homenagem aos índios guaranis que habitavam a área de sua ocorrência, na época do descobrimento da América.
2 GEOGRAFIA
O Guarani é um dos maiores aquíferos do mundo, cobrindo uma superfície de quase 1,2 milhões de km². Está inserido na Bacia Geológica Sedimentar do Paraná, localizada no Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina, e constitui a principal reserva de água subterrânea da América do Sul, com um volume estimado em 46 mil km³. A população atual na área de ocorrência do Aquífero Guarani está estimada em aproximadamente 29,9 milhões de habitantes. Nas áreas de afloramento a população é de cerca de 3,7 milhões de pessoas (12,5 % do total). Do total de sua área (1.195.500 km²), 12,8% estão representados pelas zonas de afloramento, ou seja, 153 mil km² (ANA, 2001), sendo que 67,8% (104 mil km³) localizam-se no Brasil; 30,1%, no Paraguai e 2,1%, no Uruguai. Até o presente momento não foram identificadas áreas de afloramento na Argentina. A área do Guarani, na Argentina, é de 225.500 km²; no Paraguai é de 71.700 km²,; no Uruguai é de 58.500 km² , e no Brasil é de 840 mil km² (ARAÚJO et al., 1995), espalhando-se pelo subsolo de oito estados (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) num total de 70,2% da área total do aquífero. A área de ocorrência do Guarani caracteriza-se por concentrar as zonas agropecuárias mais importantes de cada país. Além disso, a região caracteriza-se por terras férteis e solos com altos índices de produtividade onde são desenvolvidas as culturas de soja, milho, trigo, cevada, sucro-alcooleira, etc., e com excelente potencial de desenvolvimento da pecuária de corte de grande diversidade de raças, além de uma indústria bastante diversificada, destacando-se a automobilística e a de beneficiamento de produtos agropecuários (agroindústria - frigoríficos, laticínios).

3 USO DO AQUÍFERO GUARANI O uso mais intensivo das águas extraídas do Guarani está concentrado em território brasileiro, com uma maior diversidade de aplicações (abastecimento público, turismos termal, irrigação, etc.). Já, nos demais países, o principal uso se baseia no hidrotermalismo com fins recreativos e de hidroterapias.
4 VULNERABILIDADE DO AQUÍFERO GUARANI O Aquífero Guarani sendo constituído por arenitos relativamente permeáveis, devido à sua origem fundamentalmente eólica, apresenta na sua zona de recarga a maior vulnerabilidade à contaminação. A vulnerabilidade do Guarani diminui à medida que a formação se aprofunda e adquire condições de confinamento, subjacente aos basaltos da Formação Serra Geral. Um dos principais problemas existentes com relação à exploração das águas do Guarani é o risco de deterioração do aquífero, em decorrência do aumento dos volumes explotados e do crescimento das fontes de poluição pontuais e difusas.5 CARACTERIZAÇÃO GEOLÓGICA O Aquífero Guarani é constituído de várias rochas predominantemente arenosas, que foram sedimentadas em ambiente flúvio-lacustres e eólicas do Triássico e do Jurássico. Os estratos do Triássico encontram-se na base do aquífero e correspondem às unidades correlatas às Formações Pirambóia e Rosário do Sul, no Brasil e Buena Vista, no Uruguai. Os estratos do Jurássico encontram-se no topo do aquífero e correspondem às unidades correlatas da Formação Botucatu (no Brasil), Misiones (no Paraguai) e Tacuarembó (no Uruguai e na Argentina).
6 CARACTERÍSTICAS GERAIS
O Guarani é um aquífero do tipo poroso e confinado por cerca de 90% da sua área total. Ele encontra-se recoberto pelas espessas camadas de rochas basálticas da Formação Serra Geral. De acordo com Araújo etal. (1995), a espessura total do Aquífero Guarani varia de valores superiores a 800 metros (Alegrete, RS) até a ausência completa em áreas internas da bacia (Muitos Capões, RS). O confinamento do aquífero impõe condições de surgência natural (artesianismo) a partir de algumas dezenas de quilômetros de distância das áreas de afloramento. A explotação da água através de poços profundos permite a extração por unidade de captação de até 1.000.000 L/h (1.000 m³/h), como por exemplo, em um no município de Pereira Barreto (SP), (GUALDI, 1999). Nas áreas de maior confinamento, as águas do Guarani não são, sem tratamento, adequadas para o consumo humano devido ao elevado teor de sólidos totais dissolvidos, bem como por causa de uma concentração elevada de sulfatos e presença de flúor acima dos limites recomendáveis. Segundo Araújo etal. (1995), a temperatura média da água do manancial é de 25ºC a 30oC, podendo alcançar temperaturas mais elevadas que variam de 30 e 68ºC.



Aquífero Alter do Chão tem água suficiente para abastecer população mundial
Uma enorme dimensão física formada por fauna, flora, rios e diversos ecossistemas, componentes fundamentais de manutenção do equilíbrio dinâmico da Terra e de relevância estratégica para toda a humanidade: não é de hoje que a região amazônica atrai olhares do mundo inteiro. A biodiversidade da maior floresta tropical do planeta é tida como uma fonte inestimável de possibilidades econômicas à espera de estudos e descobertas. E é nesse cenário que se localiza o Aquífero Alter do Chão, uma reserva com cerca de 86,4 quatrilhões de litros de água subterrânea, suficiente para abastecer a população mundial em cerca de 100 vezes. É isso mesmo: 86,4 quatrilhões de litros de água potável, localizados em uma formação geológica sob os Estados do Amazonas, Pará e Amapá. Esse número impressionante foi obtido com base em pesquisas realizadas pelo professor André Montenegro Duarte, do Instituto de Tecnologia, da Universidade Federal do Pará. “Os poços da pesquisa de petróleo perfurados pela Petrobras, por exemplo, foram fontes importantes de informação, porque, sendo bastante profundos, fornecem indicações sobre a espessura dos aquíferos. Já com os poços para abastecimento, chegamos a parâmetros hidrogeológicos fundamentais para se ter ideia do volume e da produtividade de água do Alter do Chão”, explica o orientador da pesquisa, professor Francisco Matos. Cerca de 40% do abastecimento de água de Manaus é originário do aquífero Alter do Chão, como também é o caso de Santarém e de outras cidades situadas sobre a Bacia Sedimentar Amazônica. Protegida da contaminação O aquífero é um tipo de formação geológica capaz de armazenar e liberar a água. Há outras unidades que podem armazenar, mas não permitem que a água que está dentro delas seja utilizada. Para fazer uma analogia, o aquífero seria como uma esponja, como as que servem para lavar louças em casa. A esponja fica cheia d’água, mas se ela for movimentada ou pressionada, a substância é liberada. O nome Alter do Chão se dá em referência a uma das mais belas praias do País, situada na região de Santarém. Segundo Francisco Matos, a existência desse aquífero já é conhecida na literatura da área desde a década de 50. “Ainda não temos uma avaliação exata sobre a sua real extensão e a quantidade de água que contém. A novidade da pesquisa de André Montenegro é, justamente, o valor apontado de 86,4 quatrilhões de litros de água, que é, realmente, uma coisa fabulosa em termos de reserva”, ressalta o professor Francisco Matos. As águas subterrâneas representam a maioria das águas no mundo. “Se você pensar, por exemplo, no caso da Amazônia, as águas visíveis, ou seja, as contidas nos rios, lagos, chuvas, representam 16% do total existente, enquanto 84% correspondem à água subterrânea”, explica o professor. Isso quer dizer que os aquíferos são grandes depósitos de água de qualidade, pois as águas subterrâneas são muito mais protegidas do que as águas superficiais, uma vez que estão menos sujeitas a processos externos de contaminação. É assim que os aquíferos da Amazônia, na relação que estabelecem com as outras formas de ocorrência de água, dentro do chamado ciclo hidrológico, agregam grande valor ambiental, econômico e estratégico. Além do Alter do Chão, outro aquífero importante na região é o denominado Pirabas, situado em profundidades entre 100 e 120 metros. Ele oferece água de excelente qualidade na Região Metropolitana de Belém e é responsável por, aproximadamente, 20% do abastecimento público. No Brasil, há outros aquíferos importantes, como é o caso do Guarani, considerado o maior aquífero nacional . No Nordeste, estão os aquíferos Urucuia (BA), Serra Grande(PI) e Cabeças (MA).VALOR ESTRATÉGICO DA RESERVA Extrapolando o contexto amazônico e analisando o contexto mundial, a água é um recurso que, em grande parte do planeta, está se tornando escasso. Do total de água existente no mundo, 97,5% são de águas que se encontram nos oceanos, ou seja, água salgada, restando apenas 2,5% de água doce, dos quais, 1,75% se encontra em calotas e geleiras polares. Sobra, portanto, tão somente 0,75% que ainda precisa ser repartido entre cerca de sete bilhões de pessoas (total de habitantes da Terra). 1- COMO ACONTECE A FORMAÇÃO DOS AQUÍFEROS?
2-EXISTEM OUTROS AQUÍFEROS NO BRASIL, ALÉM DE ALTER DO CHÃO E DO GUARANI? QUAIS SÃO? ONDE ESTÃO LOCALIZADOS ?3-QUAIS A PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E DIFERENÇAS ENTRE OS MAIORES AQUÍFEROS DO MUNDO?
4- ESTRATEGICAMENTE COMO VOCÊ ANALISA A POSIÇÃO DO BRASIL EM RELAÇÃO AOS RECURSOS HÍDRICOS EM COMPARAÇÃO COM OUTROS PAÍSES E QUAIS CUIDADOS DEVEM SER CONSIDERADOS DE FORMA GLOBAL?
TAREFA :

64 comentários:

Anônimo disse...

eu conclui que o AQUÍFERO GUARANI e o AQUÍFERO DE ALTER DO CHÃO são uma grande riqueza que temos e que devia ser mais cuidados e usados por nos e não por empresas de fora, devemos também cuidar mais dessa riqueza que possuímos pois a grande maioria das aguas superficiais de nosso território estão poluídas e se não cuidarmos desses aquiferos ele podem ser contaminados pela poluição causada por nos mesmos; se soubermos administrar e utilizar essa agua "nunca" faltaria esse recurso tão importante para a vida.
Eu também conclui que o acumulo desse recurso natural aqui na américa do sul poderia causar conflitos pois daqui ah uns anos o resto do planeta vai estar com uma escassez de agua por isso desde já deveríamos ver meios de proteger essa riqueza natural.

Rafael de carvalho

n°37 3°B

Anônimo disse...

É um reservatório natural em que a água preenche por completo o volume de vazios do mesmo, solo saturado. É limitado superior e inferiormente por materiais impermeáveis, em que a água é sujeita a uma pressão hidrostática superior à pressão atmosférica.
Além do Guarani e do Alter, o Brasil possui vários outros, como o aquífero Serra Grande que tem sua porção aflorante na região limítrofe entre os estados do Piauí e Ceará e ao sul do Piauí, o aquifero Cabeças, na Paraíba, aquífero Poti-Piauí, no Piauí.
A conjugação de duas características, porosidade e permeabilidade, permite caracterizar os reservatórios de água subterrânea.
Alguns servem para abastecimento doméstico, para irrigação, dependendo de suas características.
O Brasil é um país privilegiado quando se trata de aquiferos, tendo vários, e os maiores do mundo. É uma riqueza muito grande para o país, e por isso é bom o governo saber administrar. Como a água daqui a alguns anos será escassa, também será sinônimo de riqueza e de conflitos, que podem transformar o país em um grande alvo.

Thiago Brigoni n39 3A

Anônimo disse...

1. As regiões de aquíferos hoje, foram antigamente lugares de desertos. Que com o passar do tempo foram acumulando grandes depósitos de areia, representando um extenso campo de dunas. E depois de certo período, foi recoberto por episódios de vulcanismo. Esses mecanismos geológicos é que originaram as rochas, em cujos poros armazenam-se as águas dos aquíferos.

2. No Brasil, há outros aquíferos, como é o caso do Pirabas, localizado na mesma região do Aqupifero Alter do Chão, situado em profundidades entre 100 e 120 metros. Ele oferece água de excelente qualidade na Região Metropolitana de Belém e é responsável por, aproximadamente, 20% do abastecimento público. Além desses, no Nordeste, estão os aquíferos Urucuia (BA), Serra Grande(PI) e Cabeças (MA).

3. O Aquífero Guarani é maior do que o Aquífero Alter do Chão se comparado a extensão. Porém o Alter do Chão é o maior em volume de água potável do mundo, com 86 mil Km³. Em termos comparativos, a reserva Alter do Chão tem quase o dobro do volume de água potável que o Aquífero Guarani - com 45 mil km³ de volume.
"A região amazônica é menos habitada e por isso menos poluente. No Guarani, há um problema sério de flúor, metais pesados e inseticidas usados na agricultura. A formação rochosa é diferente e filtra menos a água da superfície. No Alter do Chão as rochas são mais arenosas, o que permite uma filtragem da recarga de água na reserva subterrânea"
Uma outra diferença entre os aquíferos é a sua localização. O Aquífero Guarani localiza-se no Brasil (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), Paraguai, Uruguai e Argentina. Já o Aquífero Alter do Chão localiza-se somente no Brasil sob os estados do Amazonas, Pará e Amapá.

4. O Brasil é privilegiado em relação aos recursos hídricos. Ele possui os dois maiores e mais volumosos aquíferos com água potável do mundo e uma quantidade enorme de rios. Porém se considerada de forma global, a água é um recurso que está se tornando escasso, em grande parte do planeta."Do total de água existente no mundo, 97,5% são de águas que se encontram nos oceanos, ou seja, água salgada, restando apenas 2,5% de água doce, dos quais, 1,75% se encontra em calotas e geleiras polares. Sobra, portanto, tão somente 0,75% que ainda precisa ser repartido entre cerca de seis bilhões de pessoas (total de habitantes da Terra)."

Sarah nº39 3ºB

nicolly disse...

Nicolly Andrade Serrao - 30
3º ano A - EM

1. Aquífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento.
Uma formação geológica para ser considerado um aquífero deve conter espaços abertos ou poros repletos de água e permitir que a água tenha mobilidade através deles.

2.Sim. Sistema aqüífero Cabeças, com 0,6% de sua recarga na região hidrográfica, é
considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba. Sistema aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica,
compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão. Sistema aqüífero Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica,
correspondente a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás,
Paraná e São Paulo.Sistema aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, aflora
nos estados do Maranhão e Pará. Entre outros...

3. Os maiores aquiferos ja descobertos no mundo sao o Guarani e o Alter do Chao. A principal diferenca entre esses dois aquiferos é o volume. O Alter do chão tem uma capacidade de armazenamento de água muito maior. O Guarani está localizado numa região mais cristalina, uma área mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar, ou seja, é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, consequentemente, o volume de água também.

4. O Brasil possui o maior potencial hídrico da Terra, o que corresponde a aproximadamente 11% da parcela mundial da água que escoa nos rios (um volume de mais de 5.700 km3).Mas apesar de abundantes, os recursos hídricos no Brasil não são distribuídos igualmente pelas regiões do país.

Anônimo disse...

As regiões onde agora são os aqüíferos, antigamente eram desertos, que com o tempo se tornaram depósitos arenosos e foram cobertos por uma camada de lava, vinda das atividades vulcânicas, que se tornaram como uma capa protetora do aqüífero, pelos poros das rochas a água vai se armazenando durante anos.
Além dos Aqüífero Guraraní e Alter do Chão o Brasil possui outros Aqüíferos, como Urucuia situado na Bahia, o Serra Grande situado no Piauí, o Cabeças situado em Manaus e o Pirabas, situado na região metropolitana de Belém.
O aqüífero Guarani tem formação de rochas porosas e por isso é considerado poroso é coberto por rochas basálticas, cobre cerca de 1,2 bilhões de km². Abrange 4 países, Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai. Já o Aqüífero Alter do Chão, hoje considerado a maior reserva de água subterrânea do mundo está localizado apenas no Brasil, mais precisamente nos estados do Pará, Amapá e Amazônia, funciona como uma esponja, que retém a água porém quando necessário libera. Tem cerca de 86,4 quatrilhões de litros de água potável.
O Brasil, sem sombra de dúvidas é um país privilegiado por possuir esses recursos em seu solo, porém é necessário o cuidado com a poluição dessas enormes reservas. A poluição vinda do lixo pode chegar a esses reservatórios através do chorume, por isso é preciso muito cuidado, porque esses reservatórios serão muito importantes com o passar dos anos, pois serão fonte de água para muitas pessoas.

Lucas Moser
n° 25 3°B

Anônimo disse...

1)Os aquiferos são formados quando a água proveniente de precipitações infiltra-se no solo( que funciona como uma ''esponja'') ou em outros materiais superficiais e fica armazenada em camadas de areia ou arenitos,formando assim um enorme reservatório de água.

2)Existem sim outros aquíferos: aquífero Cabeças, aqüífero Urucuia-Areado,que está localizado em parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão, aqüífero Furnas que está localizado nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo, aqüífero Itapecuru que aflora
nos estados do Maranhão e Pará entre outros.

3)A primeira grande diferença entre eles é que os aquíferos podem ser tanto livres quanto confinados.A grande diferença entre os maiores aquídefos do Brasilé que o Guarani está localizado numa região mais cristalina, com áreas mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar( é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, consequentemente, o volume de água também).Existem também semelhanças entre os aquíferos como a resistência a permeabilidade entre outros. Os aquíferos são constituídos em sua maioria de rochas arenosas que foram sedimentadas que facilitam a entrada de água.

4)O Brasil é um país privilegiado, pois possui dentro de seus territórios inúmeros aquíferos capazes de abastecer uma boa parcela da população mundial.Essa água toda é de inúmera utilidade para o povo brasileiro, gera energia,atrai turistas e é usada para alimentação e higiene.Outros países muitas vezes até mais desenvolvidos, não tem esse recurso natural como nós.Todos dizem que daqui à alguns anos a água acabará,mas pesquisas comprovam que aqui no Brasil isto de certo modo é ''impossível'' de acontecer.Mas também nos leva a pensar :' se a água do mundo acabar,o Brasil será atacado por outros países? ou pior nossa água será privatizada?

Brenda Bonvini nº03 3ºA EM

3)

Anônimo disse...

1- Aqüífero é uma formação geológica, formada por rochas permeáveis seja pela porosidade granular ou pela porosidade fissural, capaz de armazenar e transmitir quantidades significativas de água. O aqüífero pode ser de variados tamanhos. Eles podem ter extensão de poucos km2 a milhares de km2, ou também, podem apresentar espessuras de poucos metros a centenas de metros. A composição dos aqüíferos pode ser bastante variada, mas de forma geral, podemos subdividi-lo em dois grupos principais. Nos aqüíferos sedimentares, formados por sedimentos de granulação variada, a água circula através dos poros formados entre os grãos de areia, silte e argila. Os aqüíferos cristalinos são formados por rochas duras e maciças, onde a circulação da água se faz nas fissuras e fraturas abertas devido ao movimento tectônico.

2- Sim. Existe o Sistema aqüífero Cabeças, com 0,6% de sua recarga na região hidrográfica, é considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba, sendo explorado sob condições livres e confinado, e com águas de boa qualidade.
*Sistema aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica, compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão. Sendo principalmente do tipo livre, ocorre recobrindo em grande parte as rochas do Bambuí. E a água é considerada de boa qualidade.
*Sistema aqüífero Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica, correspondente a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo, e é explorado sob condição livre a confinada. Suas águas enquadram-se na classe de águas bicarbonatadas sódicas a bicarbonatadas cloretadas potássicas a mistas, caracterizando-se ainda pelo baixo grau de mineralização, com valor de sólidos totais dissolvidos situados entre 15 a 50 mg/L
*Sistema aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, aflora nos estados do Maranhão e Pará. É utilizado na pecuária e no abastecimento humano no interior do Estado do Maranhão, e para abastecimento doméstico na cidade de São Luís. Nesta cidade, o Itapecuru apresenta predominantemente águas carbonatadascloretadas com predominância do tipo sódica.

3- Aqüífero Guarani está localizado numa região mais cristalina, uma área mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar, ou seja, é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, conseqüentemente, o volume de água também.

4- O Brasil ocupa uma posição privilegiada em relação à disponibilidade de recursos hídricos. No mundo, 1,2 bilhão de pessoas não têm acesso a água potável e cerca de 5 milhões morrem a cada ano por doenças simples relacionadas à falta de abastecimento.
Já o Brasil conta com 12% dos recursos hídricos do planeta. Por isso, o volume distribuído por pessoa é 19 vezes superior ao mínimo estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) – de 1.700 m3/s por habitante por ano. No entanto, esse recurso vital não chega para todos os brasileiros na mesma quantidade e regularidade.
O consumo humano, na média nacional, equivale a cerca de 1/3 do total de água utilizada no Brasil. Já a irrigação consome 46% dos recursos e as atividades industriais, 18%.

Thaysi Imeton
n° 38 3°A

Anônimo disse...

1- Um aquífero é uma formação ou grupo de formações geológicas que pode armazenar água subterrânea. São rochas porosas e permeáveis, capazes de reter água e de cedê-la. Esses reservatórios móveis aos poucos abastecem rios e poços artesianos.
2-Mato Grosso do Sul (213 700 km²)
Rio Grande do Sul (157 600 km²)
São Paulo (155 800 km²)
Paraná (131 300 km²)
Goiás (55 000 km²)
Minas Gerais (51 300 km²)
Santa Catarina (49 200 km²)
Mato Grosso (26 400 km²)
3-O Aquífero Guarani é maior do que o Aquífero Alter do Chão se comparado a extensão. Porém o Alter do Chão é o maior em volume de água potável do mundo, com 86 mil Km³. Em termos comparativos, a reserva Alter do Chão tem quase o dobro do volume de água potável que o Aquífero Guarani - com 45 mil km³ de volume.
"A região amazônica é menos habitada e por isso menos poluente. No Guarani, há um problema sério de flúor, metais pesados e inseticidas usados na agricultura. A formação rochosa é diferente e filtra menos a água da superfície. No Alter do Chão as rochas são mais arenosas, o que permite uma filtragem da recarga de água na reserva subterrânea".
4- O Brasil possui o maior potencial hídrico da Terra, o que corresponde a aproximadamente 11% da parcela mundial da água que escoa nos rios (um volume de mais de 5.700 km3).Mas apesar de abundantes, os recursos hídricos no Brasil não são distribuídos igualmente pelas regiões do país.

Luciana Voigt, 22 3°A

Anônimo disse...

1- Devido à antigas formações geológicas, surgiram grandes áreas rochosas, capazes de absorver agua. Durante as chuvas, essas rochas absorvem a água, que fica armazenada no subsolo. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento. Antigamente essas regiões eram desertos, que depois de certo período, foram recobertos por episódios de vulcanismo. Esses mecanismos geológicos é que originaram as tais rochas.

2- Além do Aquífero Guarani, e Alter do Chão, há outros menos conhecidos no Brasil. São esses: aquífero Cabeças, Urucuia-Areado (que está localizado em parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão), aqüífero Furnas (que está localizado nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo), e o aqüífero Itapecuru que fica nos estados do Maranhão e Pará, entre outros.

3- Guarani e Alter do Chão são os maiores aquíferos do mundo. A diferença mais significativa entre eles é o volume. O Guarani possui uma área mais extensa, porém um volume bem menor que o do Alter do Chão. Isso acontece pois no de mais volume, a porosidade é muito maior, permitindo o armazenamento maior de água.

4- Acho que o Brasil possui o maior potencial hidrográfico do mundo e não sabe aproveitar isso de uma forma sustentável. Poderia fazer um grande aproveitamento dessas áreas, abastecendo cidades onde há falta de água, mas ao mesmo tempo cuidar quanto à poluição dos aquíferos. É preciso cuidar para que essa riqueza não seja tomada por outros países, podendo comprometer a nossa água.

Leonardo Contezini - 3º A - nº 18

Anônimo disse...

Lucas Tomio nº: 21 7ºB

1-pelo o que eu vi na 5ª fig. do site, a maioria dos IDHs aumentaram.
2-As principais alterações foram o aumento de todos os IDHs, ao longo dos anos.
3-1º Noruega, 2º Austrália e 3º Nova Zelândia
4-O Brasil é o 11º melhor IDH da América Latina, Cuba lidera este ranking.
5-De acordo com o relatório, educação foi apontada como principal problema O Brasil ocupa o 73 º no ranking de 169 nações segundo relatório do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).
Abraço Conceição!!

Ana Luísa nº 02 - 3ªº A disse...

1-Um aqüífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento.
Uma formação geológica para ser considerado um aqüífero deve conter espaços abertos ou poros repletos de água e permitir que a água tenha mobilidade através deles.
2-Sistema aqüífero Cabeças, com 0,6 % de sua recarga na região hidrográfica, é considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba.
Sistema aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica, compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão.
Sistema aqüífero Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica,corresponde a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul,Goiás, Paraná e São Paulo.
Sistema aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, aflora nos estados do Maranhão e Pará.
Sistema aqüífero Bauru-Caiuá, com 0,2% de sua recarga na hidrográfica,ocorre recobrindo o sistema aqüífero Serra Geral e ocupa grande parte do oeste do Estado de São Paulo.
3. Uma das diferenças entre os aquíferos é a sua localização. O Aquífero Guarani localiza-se no Brasil (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), Paraguai, Uruguai e Argentina. Já o Aquífero Alter do Chão localiza-se somente no Brasil sob os estados do Amazonas, Pará e Amapá.
O Aquífero Guarani é maior do que o Aquífero Alter do Chão se comparado a extensão. Porém o Alter do Chão é o maior em volume de água potável do mundo, com 86 mil Km³. Comparando-os, a reserva Alter do Chão tem quase o dobro do volume de água potável que o Aquífero Guarani - com 45 mil km³ de volume.
No Alter do Chão as rochas são mais arenosas, o que permite uma filtragem da recarga de água na reserva subterrânea.No Guarani, há um problema sério de flúor, metais pesados e inseticidas usados na agricultura. A formação rochosa é diferente e filtra menos a água da superfície.
4- O Brasil possui o maior reservatório de água do mundo, e isso é um fator de suma importância para nós brasileiros, é um bem super precioso que deve ser sigilosamente cuidado, pois o nosso consumo e exploração dos recursos da natureza devem ter limites para não prejudicar o aqüífero, comecemos pelo lixo e pelo desperdício, apartir daí formaremos um cuidado maior.

Anônimo disse...

André Minikowski Nº4 3ºB

1-Aquífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento.

2-No Brasil, há outros aquíferos, como é o caso do Pirabas, localizado na mesma região do Aqupifero Alter do Chão, situado em profundidades entre 100 e 120 metros. Ele oferece água de excelente qualidade na Região Metropolitana de Belém e é responsável por, aproximadamente, 20% do abastecimento público. Além desses, no Nordeste, estão os aquíferos Urucuia (BA), Serra Grande(PI) e Cabeças (MA).

3-Aqüífero Guarani está localizado numa região mais cristalina, uma área mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar, ou seja, é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, conseqüentemente, o volume de água também.

4-O Brasil possui o maior potencial hídrico da Terra, o que corresponde a aproximadamente 11% da parcela mundial da água que escoa nos rios (um volume de mais de 5.700 km3).Mas apesar de abundantes, os recursos hídricos no Brasil não são distribuídos igualmente pelas regiões do país, com isso gerando a grande quantidade de agua em um local, e a pouca em outro...

Anônimo disse...

1)
Aquífero é uma formação geológica, formada por rochas permeáveis seja pela porosidade granular ou pela porosidade fissural, capaz de armazenar e transmitir quantidades significativas de água. O aquífero pode ser de variados tamanhos. Eles podem ter extensão de poucos km2 a milhares de km2, ou também, podem apresentar espessuras de poucos
metros a centenas de metros.
2)
Existem outros aquíferos: aquífero Cabeças, aqüífero Urucuia-Areado,que está localizado em parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão, aqüífero Furnas que está localizado nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo, aqüífero Itapecuru que aflora
nos estados do Maranhão e Pará entre outros.
3)
O Guarani está localizado numa região mais cristalina, uma área mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar, ou seja, é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, consequentemente, o volume de água também", isto explicado por André Montenegro Duarte graduado em engenharia civil.
4)

O Brasil possui o maior potencial hídrico da Terra, o que corresponde a aproximadamente 11% da parcela mundial da água que escoa nos rios (um volume de mais de 5.700 km3).Mas apesar de abundantes, os recursos hídricos no Brasil não são distribuídos igualmente pelas regiões do país.
Leonardo Biu Ilkiu 3°B 21

Anônimo disse...

Lisandra Martins. 3ºB nº:22.

1-Aquífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas porosas e permeáveis capazes de absorver e ceder água. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento.

2-Além do Aquífero Guarine e Altor do Chão existe o aquífero Serra Grande com 8,5% de distribuição é também uma das maiores reservas de água subterrânea, ou também o aquífero Cabeças que se localiza em Parnaíba com 8,7%.

3- Os maiores aquiferos que já descobertos no mundo são o Aquífero Guarani e o Alter do Chão.Existem várias diferenças entre esses dois aquíferos umas delas é o volume. O Alter do chão tem uma capacidade de armazenamento de água muito maior. O Guarani está localizado numa região mais cristalina, uma área mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas.Já o Alter do Chão é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, consequentemente, o volume de água também.

4-O Brasil possui o maior reservatório de água do mundo.Essee reservatório deve ser muito bem cuidado possuindo um dos dois maiores e mais volumosos aquíferos com água potável do mundo e uma quantidade enorme de rios.

Anônimo disse...

Pedro Luiz Maba, 36. 3ºB

Os aqüíferos são formados a partir da água das chuvas que infiltra-se no solo ou outras formações rochosas e a água fica armazenada em camadas de areia ou arenitos.

No Brasil os principais aqüíferos são o guarani e o alter do chão, porém existem outros menores, como o aqüífero Bauru e o aqüífero Tubarão no estado de São Paulo.

Além da localização a principal diferença entre dois dos maiores aqüíferos do mundo, o Guarani e o Alter do Chão, é o volume e a extensão, enquanto o aqüífero Guarani é muito mais extenso, estendendo-se pelo Brasil (840.000l Km²), Paraguai (58.500 Km²), Uruguai (58.500 Km²) e Argentina (255.000 Km²), O aqüífero Alter do Chão tem 86 mil quilômetros cúbicos de água, quase o dobro do volume do Guarani.

O Brasil é o país com a maior quantidade de recursos naturais em todo o mundo, esses dois aqüíferos, que poderiam “abastecer” o mundo por alguns séculos, comprovam isso. Como esses dois aqüíferos, patrimônios da humanidade, estão em nosso território, são nossa responsabilidade e é nosso dever preservá-los e proteger da ganância humana, pois há muitos países(e pessoas) poderosos que fariam qualquer coisa para poder se aproveitar desses dois aqüíferos.

Anônimo disse...

1)São formados quando a água proveniente de precipitações infiltra-se no solo ou em outros materiais ficando assim armazenadas em camadas de areia ou arenitos que funcionam como uma ''esponja''.

2)existem outros aquiferos como Sistema aqüífero Cabeças,Pirabas(localizado na mesma região do Aquifero Alter do Chão,Sistema aqüífero Urucuia-Areado,localizado entre os estados da Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão,aqüífero Furnas etc..

3)Os maiores Aquiferos são o Guarani e o Alter do Chão, em questão de extensão o Aquífero Guarani é maior do que o Aquífero Alter do Chão mas o Alter do chão tem maioe capacidade de armazenamento.Isso ocorre porque no de maior volume, a porosidade é muito maior, permitindo o armazenamento maior de água.

4)O Brasil possui vários recursos hidricos,mas são mal distribuidos por isso certas regiões tem ''pouca'' água e outras fazem com que ela se torne atração turistica.Devemos cuidar para que toda essa riqueza não seja ''roubada'' dos brasileiros.
Gesieli Oliveira 3ºB nº12

Anônimo disse...

Aluno: Roger G. Bittencourt - 38 3ºB do EM

1- Os aquíferos são provenientes de um deserto pré-histórico. Com os ventos ao passar dos anos, é acumulado grandes montes/depósitos de areia Com o passar do tempo, os ventos acumularam grandes depósitos arenosos, chamados de dunas que foi recoberto por lavas que se solidificaram, esse procedimento ocorreu nos episódios de vulcanismo intracontinental do planeta, essa lava formaria uma capa protetora para o Aquifero. Esses mecanismos geológicos é que originaram as formações geológicas (rochas), onde os poros armazenam as águas no determinado Aquifero, geralmente proveniente da chuva.

2- Além do Alter do Chão e do Aquifero Guarani, outro aquífero importante na região metropolitana de Belém é o Pirabas, situado em profundidades entre 100 e 120 metros. Ele oferece água de excelente qualidade e é responsável por, aproximadamente, 20% do abastecimento público. Além do Pirabas há também o Urucuia (BA), o Serra Grande (PI) e Cabeças (MA), ambos no nordeste.

3- Quando comparado no sentido de extensão, o Aquífero Guarani é maior do que o Alter do Chão, entretanto o Aquífero Alter do Chão, possui quase o dobro da quantidade de água em relação ao Guarani. O Alter do Chão, hoje, está sendo considerado o Aquífero de maior quantidade volumétrica de água potável do mundo (aprox. 86 mil km³).
Outra diferença é a localização. O Aquífero Guarani está no Brasil (MT, MS, GO, MG, SP, PR, SC e RS) e também atravessa fronteiras, na qual é a do Paraguai, Uruguai e Argentina.
Além desses fatores, a região amazônica é menos habitada, consequentemente menos poluente e a formação de suas rochas são mais arenosas, o que permite uma filtragem da recarga de água na reserva subterrânea. Já no Aquífero Guarani, a região possui um problema sério de flúor, metais pesados e de inseticidas, que são utilizados na agricultura e há uma filtração menor da água da superfície.

4- O Brasil é privilegiado em termos de recursos hídricos, possui o maior potencial hídrico da Terra, além de abrigar o mais extenso (Aquífero Guarani) e o mais volumoso (Aquífero Alter do Chão) com água potável do mundo.
Entretanto, apesar dessas grandes reservas de água, rios, fauna e flora a água está se tornando escassa, em grande parte do planeta e apesar de abundantes, os recursos hídricos no Brasil não são distribuídos igualmente pelas regiões do país.

Anônimo disse...

Gabriel Henrique Nº10 3ºB EM

Atualmente os aquíferos são reservas naturais de água fundamentais para certas localidades do Brasil e do Mundo. Em si é uma formação subterrânea de rochas que funcionam como um reservatório pluvial. A partir das chuvas, a água infiltra nas rochas porosas que formam o aquífero por serem permeáveis e capazes de reter e ceder água. E o que os torna tão importantes é pelo fato de que os aquíferos fornecem água para poços e nascentes em grandes proporções, essas suficientes para fornecer água em grande quantidade para uma grande área e grande população.
Os aquíferos mais conhecidos e abrangentes situados em grande parte no Brasil são o Guarani e o Alter do Chão. A principal diferença entre eles basicamente é o volume de água onde a capacidade do Alter do Chão é maior. Isso se dá, pois o Alter do Chão é todo formado por rochas sedimentares, onde ocupa uma área muito abrangente e onde as rochas tem uma porosidade maior, resultando numa capacidade maior no acúmulo de água. Já o Guarani situa-se em uma região onde as rochas não são tão porosas, mas sim cristalinas, onde nesse caso a água deposita-se nas fendas e fraturas. Porém ainda assim existem outros espalhados pelo território nacional que também desempenham um importante papel. São esses Urucuia-Areado (localizado na Bahia, Minas Gerais, Goiás, Maranhão e Piauí), Furnas (localizado no Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná), Itapecuru (localizado no Maranhão e no Pará) e muitos outros.
Sendo assim é fácil entender o motivo pelo qual o Brasil possui o maior potencial hídrico da Terra. Esse que representa a aproximadamente 11% da parcela mundial da água que escoa nos rios (um volume de mais de 5.700 km3). Mas apesar de abundantes, os recursos hídricos no Brasil não são distribuídos igualmente pelas regiões do país. Mesmo tendo grandes aquíferos nos proporcionando reservas constantes de água pecamos em outras questões como a distribuição e a poluição hídrica sem necessidade. Fatores esses que se fossem revistos nos tornariam tão privilegiados quanto muitas regiões africanas e européias.

Bruna Petter disse...

1- COMO ACONTECE A FORMAÇÃO DOS AQUÍFEROS?
Os aqüíferos eram extensões de solo arenoso que com tempo, os movimentos terrestres e o vulcanismo tornaram-se os reservatórios que conhecemos atualmente. O antigo solo arenoso deixa a água penetrar em seus poros e armazenar até que encontre uma camada mais interior impermeável.

2-EXISTEM OUTROS AQUÍFEROS NO BRASIL, ALÉM DE ALTER DO CHÃO E DO GUARANI? QUAIS SÃO? ONDE ESTÃO LOCALIZADOS ?
O Brasil conta com outros aquíferos, além do Alter do Chão e do Guarani. Entre eles destacam-se os aquíferos Urucuia (BA), Serra Grande(PI) e Cabeças (MA), situados na região Nordeste.

3-QUAIS A PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E DIFERENÇAS ENTRE OS MAIORES AQUÍFEROS DO MUNDO?
Os maiores aqüíferos do mundo encontram-se no Brasil, e são o Guarani e Alter do Chão. Enquanto o primeiro é maior em extensão, o segundo é maior em volume de água reservada. Situam-se em áreas diferentes: o aqüífero guarani abrange 4 países ( Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina), o Alter do Chão localiza-se apenas no Brasil, nos estados no Amapá, Pará e Amazonas. O Alter do Chão, por ser mais profundo está menos exposto a contaminação.

4- ESTRATÉGICAMENTE COMO VOCÊ ANALISA A POSIÇÃO DO BRASIL EM RELAÇÃO AOS RECURSOS HÍDRICOS EM COMPARAÇÃO COM OUTROS PAÍSES E QUAIS CUIDADOS DEVEM SER CONSIDERADOS DE FORMA GLOBAL?
O Brasil é um país privilegiado quanto aos recursos hídricos, pois conta com mais de 20% da água doce mundial, e com os 2 maiores aqüíferos do mundo. Por isso, é importante uma consciência do poder que temos em nosso território e do nosso dever de preservá-lo, evitando contaminações e a exploração abusiva.

Bruna Petter nº 6 -3ºB-

Anônimo disse...

26 - Luiz Henrique Rodrigues de Almeida - 3º "B"

Os Aquíferos são reservatórios subterrâneos formados principalmente por rochas porosas, que, quando há chuva, a água passa pelos poros e se deposita em um grande volume vazio. Para que seja considerado um aquífero, é necessário que haja espaços por onde a água possa se deslocar.
Além dos dois já citados no Blog (Aquífero Guraraní e Alter do Chão), o Brasil possui outros Aqüíferos, como o Serra Grande situado no Piauí; o Pirabas, na região metropolitana de Belém (próximo ao Aquífero Guaraní); o Cabeças, em Manaus e o Urucuia localizado na Bahia.
O Aquífero Guarani é o maior aquífero em termos de extensão, porém o Alter do Chão é maior em volume. O grande volume do Alter de Chão explica-se por ter uma porosidade maior, o que permite uma maior capacidade para o armazenamento de água.
Nós, Brasileiros, somos privilegiados por possuir o maior pontencial hídrico da Terra, porém, esses recursos devem ser cuidadosamente protegidos contra lixos, e principalmente e contaminação do chorume produzido pelos lixões. O Alter do CHão, por estar localizado grande parte na Amazônia, já está em vantagem em relação aos outros quando se trata de lixo...

Anônimo disse...

Os aqüíferos derivam de um deserto, e ao passar do tempo acumularam depósitos arenosos trazidos pelos ventos dando origem a um extenso território de dunas cobertas por lava solidificada a partir de abalos sísmicos resultando em vulcões, assim fazendo uma capa protetora do mesmo. Essas ‘’dunas’’ são formadas por rochas que tem a capacidade de armazenar a água e funcionam como uma ‘’esponja’’. Esses fatores podem juntamente com os lençóis freáticos formam grandes reservatórios subterrâneos com um nível hidrostático dependendo do terreno, a pluviosidade costumeiras ou torrenciais, e a declividade do terreno.

No Brasil existem diversos aqüíferos, mais nenhum deles com a grandeza do Guarani, nem do Alter do Chão, alguns deles são: Cabeças e Urucuia-Areado, abrangendo os estados da Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão. Furnas localizadas nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo. Itapecuru, no Maranhão e Pará. O aqüífero Serra Grande situado no Piauí e o Pirabas, situado na região metropolitana de Belém. Resumindo o Brasil tem um grande poder/proporção hídrica.

Aqüífero Guarani é um dos maiores do mundo cobrindo grande parte do sul da America, com 1,2 milhões de km2 e volume 46 mil km³. A população que estende no aqüífero concentra zonas agropecuárias devido às terras férteis e solo produtivo, possibilitando o desenvolvimento de uma diversidade de raças tanto vegetal com animal, assim atraindo indústrias com grande poder econômico como a automobilística. Alem de tudo sua maior concentração no território brasileiro possibilita o abastecimento publico, já nos outros apenas e inserção dos fins recreativos. Por estar perto do solo às áreas de recargas o aqüífero sofre com a poluição, tanto das chuvas acidas, como da exploração que deixara o aqüífero mais vulnevarel, assim tendo sua proteção nas zonas mais profundas.

As águas do aqüífero Alter do Chão, pelo seu solo permeável e a areia serve como peneira, saindo uma água limpa assim com os seus 86,4 quatrilhões de litros de água subterrânea tem a capacidade abastecer em nível mundial durante anos, e atualmente fornece sua riqueza a cidade de Manaus. Diferente do Guarani o Alter do Chão é protegido de contaminação devido a sua maior profundidade e também o ciclos de chuva dos aqüíferos tem bastante importância para seu abastecimento. Ele é ‘’mais valorizado’’ economicamente e ambientalmente devido a sua maior qualidade.

A grande diferença esta no volume e a qualidade da água que sai dali, mesmo assim o saneamento básico das regiões abastecidas pelos aqüíferos tem que ser cuidadosa devido às águas terem um grande teor de flúor, provocando a população fluorasse.

O Brasil esta muito bem quanto aos recursos naturais, recursos hídricos, energias, bicombustíveis e agora que a fonte natural esta sendo muito valorizado, o Brasil pode ser firmar como uma potencial mundial. Tivemos claramente isso nesses últimos dias com a presença do presidente americano, vendo que o contexto mundial, a água é um recurso que, em grande parte do planeta, está se tornando escasso buscasse ‘’parcerias’’ para não sofrerem danos em seu território. O processo de globalização econômica acaba demonstrando num campo global a desigualdade, assim o Brasil tem que tomar cuidado com as empresas transnacionais onde privatizam essa água como um monopólio, exemplo da França.

Thiago Sagaz nº40 3ºA EM

Anônimo disse...

Hemily Cunha Nº16 3ºB

1. COMO ACONTECE A FORMAÇÃO DOS AQUÍFEROS?
Com o passar do tempo, os ventos acumularam grandes depósitos arenosos (na Bacia Sedimentar do Paraná), representando um extenso campo de dunas que foi recoberto por um dos mais volumosos episódios de vulcanismo intracontinental do planeta, cuja lava solidificada originou a Formação Serra Geral, que vem a ser uma capa protetora do Aqüífero Guarani. Esses mecanismos geológicos é que originaram as rochas (formações geológicas), em cujos poros armazenam-se as águas do Aqüífero Guarani.
2. EXISTEM OUTROS AQUÍFEROS NO BRASIL, ALÉM DE ALTER DO CHÃO E DO GUARANI? QUAIS SÃO? ONDE ESTÃO LOCALIZADOS?
Existe sim, Sistema aqüífero Cabeças, com 0,6 % de sua recarga na região hidrográfica, do Parnaíba.
Sistema aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica, compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão.
Sistema aqüífero Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica, corresponde a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul,Goiás, Paraná e São Paulo.
Sistema aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, nos estados do Maranhão e Pará.
Sistema aqüífero Bauru-Caiuá, com 0,2% de sua recarga na hidrográfica,ocorre recobrindo o sistema aqüífero Serra Geral e ocupa grande parte do oeste do Estado de São Paulo.
3. QUAIS A PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E DIFERENÇAS ENTRE OS MAIORES AQUÍFEROS DO MUNDO?
Uma enorme dimensão física formada por fauna, flora, rios e diversos ecossistemas, componentes fundamentais de manutenção do equilíbrio dinâmico da Terra e de relevância estratégica para toda a humanidade: não é de hoje que a região amazônica atrai olhares do mundo inteiro. A biodiversidade da maior floresta tropical do planeta é tida como uma fonte inestimável de possibilidades econômicas à espera de estudos e descobertas. E é nesse cenário que se localiza o Aqüífero Alter do Chão, uma reserva com cerca de 86,4 quatrilhões de litros de água subterrânea, suficiente para abastecer a população mundial em cerca de 100 vezes.
O Guarani é um dos maiores aquíferos do mundo, cobrindo uma superfície de quase 1,2 milhões de km². Está inserido na Bacia Geológica Sedimentar do Paraná, localizada no Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina, e constitui a principal reserva de água subterrânea da América do Sul, com um volume estimado em 46 mil km³. A população atual na área de ocorrência do Aqüífero Guarani está estimada em aproximadamente 29,9 milhões de habitantes.

4. ESTRATÉGICAMENTE COMO VOCÊ ANALISA A POSIÇÃO DO BRASIL EM RELAÇÃO AOS RECURSOS HÍDRICOS EM COMPARAÇÃO COM OUTROS PAÍSES E QUAIS CUIDADOS DEVEM SER CONSIDERADOS DE FORMA GLOBAL?
O Brasil ocupa uma posição privilegiada em relação à disponibilidade de recursos hídricos global. Ele possui os dois maiores e mais volumosos aqüíferos com água potável do mundo e uma quantidade enorme de rios. No mundo, 1,2 bilhão de pessoas não têm acesso a água potável e cerca de 5 milhões morrem a cada ano por doenças simples relacionadas à falta de abastecimento. Apesar de abundantes, esses recursos não chegam igualmente pelas regiões do país.

Anônimo disse...

1.Aquífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento. Uma formação geológica para ser considerado um aquífero deve conter espaços abertos ou poros repletos de água e permitir que a água tenha mobilidade através deles.
2.Sim. Sistema aqüífero Cabeças, com 0,6% de sua recarga na região hidrográfica, é
considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba,
sendo explotado sob condições livres e confinadas, e com águas de boa qualidade. Sistema aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica,
compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão.
Sendo principalmente do tipo livre, ocorre recobrindo em grande parte as rochas do
Bambuí. Sistema aqüífero Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica,
correspondente a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás,
Paraná e São Paulo, e é explotado sob condição livre a confinada. Sistema aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, aflora
nos estados do Maranhão e Pará. É utilizado na pecuária e no abastecimento humano
no interior do Estado do Maranhão, e para abastecimento doméstico na cidade de São
Luís. Sistema aqüífero Bauru-Caiuá, com 0,2% de sua recarga na região hidrográfica,
ocorre recobrindo o sistema aqüífero Serra Geral e ocupa grande parte do oeste do
Estado de São Paulo, e é explotado sob condição poroso e livre a semiconfinado.
3.O Guarani está localizado numa região mais cristalina, uma área mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar, ou seja, é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, consequentemente, o volume de água também, isto explicado por André Montenegro Duarte graduado em engenharia civil.
4.O Brasil é privilegiado em relação aos recursos hídricos. Ele possui os dois maiores e mais volumosos aquíferos com água potável do mundo e uma quantidade enorme de rios. Porém se considerada de forma global, a água é um recurso que está se tornando escasso, em grande parte do planeta."Do total de água existente no mundo, 97,5% são de águas que se encontram nos oceanos, ou seja, água salgada, restando apenas 2,5% de água doce, dos quais, 1,75% se encontra em calotas e geleiras polares. Sobra, portanto, tão somente 0,75% que ainda precisa ser repartido entre cerca de seis bilhões de pessoas (total de habitantes da Terra)."

nome: Roberta Quaresma
nº 34
3ºA

Guilherme 13 3ºB disse...

Guilherme Cabral Almeida 13 3ºB

1- Um aquífero é uma formação ou grupo de formações geológicas que pode armazenar água subterrânea. São rochas porosas e permeáveis, capazes de reter água e de cedê-la. Esses reservatórios móveis aos poucos abastecem rios e poços artesianos.

2-Mato Grosso do Sul (213 700 km²)
Rio Grande do Sul (157 600 km²)
São Paulo (155 800 km²)
Paraná (131 300 km²)
Goiás (55 000 km²)
Minas Gerais (51 300 km²)
Santa Catarina (49 200 km²)
Mato Grosso (26 400 km²)

3- O Aquífero Guarani é maior do que o Aquífero Alter do Chão se comparado a extensão. Porém o Alter do Chão é o maior em volume de água potável do mundo, com 86 mil Km³. Em termos comparativos, a reserva Alter do Chão tem quase o dobro do volume de água potável que o Aquífero Guarani - com 45 mil km³ de volume.

4- Mesmo possuindo o maior potencial hídrico da Terra, o que corresponde a aproximadamente 11% da parcela mundial da água que escoa nos rios, os recursos hídricos no Brasil não são distribuídos igualmente pelas regiões do país

Anônimo disse...

As regiões de aquíferos hoje, foram antigamente lugares de desertos. Que com o passar do tempo foram acumulando grandes depósitos de areia, representando um extenso campo de dunas. E depois de certo período, foi recoberto por episódios de vulcanismo. Esses mecanismos geológicos é que originaram as rochas, em cujos poros armazenam-se as águas dos aquíferos.
No Brasil, há outros aquíferos, como é o caso do Pirabas, localizado na mesma região do Aqupifero Alter do Chão, situado em profundidades entre 100 e 120 metros. Ele oferece água de excelente qualidade na Região Metropolitana de Belém e é responsável por, aproximadamente, 20% do abastecimento público. Além desses, no Nordeste, estão os aquíferos Urucuia (BA), Serra Grande(PI) e Cabeças (MA).
Os maiores aquiferos ja descobertos no mundo sao o Guarani e o Alter do Chao. A principal diferenca entre esses dois aquiferos é o volume. O Alter do chão tem uma capacidade de armazenamento de água muito maior. O Guarani está localizado numa região mais cristalina, uma área mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar, ou seja, é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, consequentemente, o volume de água também.
O Brasil possui o maior reservatório de água do mundo, e isso é um fator de suma importância para nós brasileiros, é um bem super precioso que deve ser sigilosamente cuidado, pois o nosso consumo e exploração dos recursos da natureza devem ter limites para não prejudicar o aqüífero, comecemos pelo lixo e pelo desperdício, apartir daí formaremos um cuidado maior.


loreane 3b n:23

Anônimo disse...

MARIANA TOTH Nº 25 3ºA

1- Aquífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento.

2- Temos a Bacia do Paraná, onde está localizado o Aquífero Guarani; a Bacia Sedimentar do Maranhão, onde temos uma série de aquíferos (como o Cabeças e o Serra Grande); a Bacia Sedimentar do Amazonas, onde tem-se falado mais recentemente do Aquífero do Alter do Chão

3- Dependendo de seu destino, os aqüíferos servem para abastecimento doméstico, irrigação... Duas características são importantes: a porosidade e permeabilidade, que permitem diferenciar os aqüíferos do mundo.

4- O Brasil é privilegiado em relação ao abastecimento de recursos hídricos, apresentando a maior parcela de 11% de água no mundo. Acho que não aproveitamos isso de maneira positiva, podendo abastecer cidades que tem falta de água, etc. Mas é preciso cuidar com a poluição desses reservatórios, a decomposição do lixo(chorume) pode chegar até essas águas subterrâneas e contaminá-las. Temos que cuidar também, para que essa água não seja tomada por outros países.

Anônimo disse...

Carlos H. Nº7 3ºB EM

1- Onde antigamente era um grade deserto, com o vento começaram a formação de locais com muita areia, onde com atividades vulcânicas mais tarde veio a formação dessas rochas porosas que possuem grande capacidade de absorver e ceder água.

2- Temos na região nordeste, o Serra Grande, que possui afloramento na divisa entre Ceará e Piauí, na Paraíba temos o Poti-Piauí, e ao sul do Piauí o aquifero Cabeças.

3- A capacidade de absorção e capacidade de armazenar, os pontos em que se reabastece. No caso a diferença entre o Alter do Chão, e o Guarani é a capacidade de armazenamento, onde o Alter do Chão possui muito mais capacidade por ser todo sedimentar, ou seja, a capacidade armazenamento é muito maior.

4- O Brasil em recursos hídricos é sem duvida alguma o mais vantajoso, pois temos desde a floresta amazônica com o maior rio do mundo, até dois dos maiores aquiferos do mundo, o que precisamos fazer é evitar a contaminação deles, e fazer bom uso desses recursos, que mesmo sendo muito grande há a necessidade de se pensar no seu uso.

Anônimo disse...

1 - Aquífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Uma formação geológica para ser considerado um aquífero deve conter espaços abertos ou poros repletos de água e permitir que a água tenha mobilidade através deles.

2 - Existem sim: aquífero Cabeças, aqüífero Urucuia-Areado, que está localizado em parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão, aqüífero Furnas que está localizado nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo, aqüífero Itapecuru que aflora
nos estados do Maranhão e Pará entre outros.

3 - Aqüífero Guarani está localizado numa região mais cristalina, uma área mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar, ou seja, é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, conseqüentemente, o volume de água também.

4 - O Brasil possui o maior reservatório de água do mundo.Essee reservatório deve ser muito bem cuidado possuindo um dos dois maiores e mais volumosos aquíferos com água potável do mundo e uma quantidade enorme de rios

Diego Arthur - nº 9 - 3ºB

Anônimo disse...

Elaine Jasper nº9 3ºA
1)São regiões onde haviam desertos, que com ventos acumularam grandes depósitos arenosos, constituindo uma formação geológica capaz de absorver, armazenar e liberar água.
2)Sim. Na região do Aquífero Alter do Chão há outro aquífero importante denominado Pirabas, situado em profundidades entre 100 e 120 metros. Ele oferece água de excelente qualidade na Região Metropolitana de Belém e é responsável por, aproximadamente, 20% do abastecimento público. No Nordeste, estão os aquíferos Urucuia (BA), Serra Grande(PI) e Cabeças (MA).
3) O Aquífero Guarani é maior que o Aquífero Alter do Chão em termos de extensão, porém o Alter do Chão é incrivelmente mais volumoso. A diferença é que o Guarani está localizado numa região mais cristalina, com áreas mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares, e o Alter do Chão é todo sedimentar, onde a porosidade é muito maior e, consequentemente, o volume de água também.
4)Pode-se dizer que o Brasil é um país privilegiado nos recursos hídricos, pois possui vários aquíferos, incluindo os dois maiores do mundo. Conta com 12% dos recursos hídricos do planeta. Apesar do volume distribuído por pessoa ser 19 vezes superior ao mínimo estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) – de 1.700 m3/s por habitante por ano, esse recurso vital não chega para todos os brasileiros na mesma quantidade e regularidade. E pensando em escala global, estes índices privilegiados trazem medo, pois apesar o mundo sofre com a falta de água, e quando ela acabar em outros países, o Brasil será alvo de ataque.

Anônimo disse...

Elaine Jasper nº9 3ºA
1)São regiões onde haviam desertos, que com ventos acumularam grandes depósitos arenosos, constituindo uma formação geológica capaz de absorver, armazenar e liberar água.
2)Sim. Na região do Aquífero Alter do Chão há outro aquífero importante denominado Pirabas, situado em profundidades entre 100 e 120 metros. Ele oferece água de excelente qualidade na Região Metropolitana de Belém e é responsável por, aproximadamente, 20% do abastecimento público. No Nordeste, estão os aquíferos Urucuia (BA), Serra Grande(PI) e Cabeças (MA).
3) O Aquífero Guarani é maior que o Aquífero Alter do Chão em termos de extensão, porém o Alter do Chão é incrivelmente mais volumoso. A diferença é que o Guarani está localizado numa região mais cristalina, com áreas mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares, e o Alter do Chão é todo sedimentar, onde a porosidade é muito maior e, consequentemente, o volume de água também.
4)Pode-se dizer que o Brasil é um país privilegiado nos recursos hídricos, pois possui vários aquíferos, incluindo os dois maiores do mundo. Conta com 12% dos recursos hídricos do planeta. Apesar do volume distribuído por pessoa ser 19 vezes superior ao mínimo estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) – de 1.700 m3/s por habitante por ano, esse recurso vital não chega para todos os brasileiros na mesma quantidade e regularidade. E pensando em escala global, estes índices privilegiados trazem medo, pois apesar o mundo sofre com a falta de água, e quando ela acabar em outros países, o Brasil será alvo de ataque.

Anônimo disse...

1- é formação geológica, por rochas permeáveis capaz de armazenar e transmitir água. A água se acumlava e formava-se as reservas, hoje tão importantes e significativas.
2- Outros aquíferos são: Serra Grande, na região entre os estados do Piauí e Ceará e ao sul do Piauí, o aquifero Cabeças, na Paraíba, aquífero Poti-Piauí, no Piauí.
3- A maior diferença, resume-se no volume de água, que no Alter do chão é quase duas vezes maior que o Guarani (maiores aquíferos do mundo).
4- O Brasil é o país do mundo com maior número de rios e fontes de água potável, como os aquíferos. Mas essa quantidade ainda é escassa em escala global, pois a maioria da quantidade de água no planeta é de água salgada e com a poluição, agrava ainda mais a situação.

Júlia Moser nº15 3ºA-EM

Pedro disse...

Pedro Rafihi Peixoto nº35 - 3B

1. Existem diferentes formas de formação dos aquiferos, porém todas elas resultam em um quadro parecido, ou seja, normalmente um campo arenoso sofre ações geológicas, formando rochas com características porosas. Estas rochas porosas são de grande importância para a concervação do aquifero pois, atravez delas a água da chuva consegue passar, ser filtrada e com isso reabastece os aquíferos.

2. Sim, existem, porém suas capacidades de água potavel são inferiores das dos aquíferos Alter do Chão e Guarani. Estes são: Urucuia (BA), Serra Grande(PI), Cabeças (MA), Pirabas a(PA).

3. Os maiores aquíferos do mundo são o Guarani e o Alter do chão. Estes estão localizados em locais diferentes e possuem diferenças em sua formação geológica. O aquífero Guarani é bem maior em extensão em relação ao Alter do Chão, porém recentemente foi descoberto que o Ater do chão possui um volume de água bem maior que o Guarani, quase o dobro, sendo assim o Alter do chão é o maior aquífero do mundo. Outra diferença entre eles, é o fato de que, por o Alter do chão estar localizado em locais com menor número de habitantes, a poluição dele é menor que a do Guarani que sofre com poluições como metais pesados, fluor, e pesticidas agrícolas. Um fator de coincidência entre estes aquíferos é o processo de recarga da água, onde em ambos existem áreas da superfície, que são ricas em rochas porosas, e estas irão absorver a água das chuvas, filtralas, e manda-las para o aquífero.

4. O Brasil é o país que está em melhor posição em relação a recursos hidricos, afinal os dois maiores aquíferos mundiais estão localizados aqui, e também contamos com vários rios ao longo do país. Porém a água é um recurso que esta se tornando cada ano mais precioso, e o Brasil pode se tornar uma grande potência pelo fato de possuirmos água em abundância, mas para isso precisamos cuidar de nossos aquíferos e rios, para que estes estejam em boas condições não só hoje, mas sempre.

Anônimo disse...

1. Aqüífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo reabastecida quando ocorrem as chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento e consumo.
Uma formação geológica para ser considerado um aqüífero deve conter espaços abertos ou poros repletos de água e permitir que a água tenha mobilidade através deles.

2. Aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, aflora nos estados do Maranhão e Pará. É utilizado na pecuária e no abastecimento humano no interior do Estado do Maranhão, e para abastecimento doméstico na cidade de São Luís. Nesta cidade, o Itapecuru apresenta predominantemente águas carbonatadas, cloretadas com predominância do tipo sódica.
Aqüíferas Cabeças, com 0,6% de sua recarga na região hidrográfica, é considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba, sendo explorado sob condições livres e confinado, e com águas de boa qualidade.
Aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica, compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão. Sendo principalmente do tipo livre, ocorre recobrindo em grande parte as rochas do Bambuí. E a água é considerada de boa qualidade.
Aqüíferas Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica, correspondente à parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo, e é explorada sob condição livre a confinada. Suas águas enquadram-se na classe de águas bicarbonatadas sódicas a bicarbonatadas cloretadas potássicas a mistas, caracterizando-se ainda pelo baixo grau de mineralização, com valor de sólidos totais dissolvidos situados entre 15 a 50 mg/L.
3. Guarani e Alter do Chão são os maiores aqüíferos do mundo. A diferença mais
significativa entre eles é o volume. O Guarani possui uma área mais extensa, porém um volume bem menor que o do Alter do Chão. Isso acontece, pois no de mais volume, a porosidade é muito maior, permitindo o armazenamento maior de água.

4. O Brasil é um país privilegiado, pois tem os dois maiores aqüíferos do mundo e mais quatro aqüíferos significantes para o abastecimento de água no Brasil, o Guarani e o Alter podem abastecer uma boa parte da população mundial, mas temos que cuidar desse bem que é nosso, para que daqui alguns anos isso ajude a salvar muitas vidas que não terem mais água potável em seus solos, mas fazer esse recurso ser nosso e não deixar empresas estrangeiras chegarem aqui e privatizar esse bem brasileiro para si. Por que esses grandes reservatórios de água pode ser uma solução no futuro para salvar o planeta Terra da escassez de água potável.
Bruna Caroline Maia nº04 3ºA

Anônimo disse...

Laura Martendal - nº: 17
3º ano A

É um reservatório natural em que a água preenche por completo o volume de vazios do mesmo, solo saturado. É limitado superior e inferiormente por materiais impermeáveis, em que a água é sujeita a uma pressão hidrostática superior à pressão atmosférica.
Temos a Bacia do Paraná, onde está localizado o Aquífero Guarani; a Bacia Sedimentar do Maranhão, onde temos uma série de aquíferos (como o Cabeças e o Serra Grande); a Bacia Sedimentar do Amazonas, onde tem-se falado mais recentemente do Aquífero do Alter do Chão como um grande reservatório.
Tipos de Aquiferos: - Porosos - a água circula através de poros. As formações geológicas podem ser detríticas (ex. areias limpas), por vezes consolidadas por um cimento.
- Fraturados e/ou fissurados - a água circula através de fracturas ou pequenas fissuras. As formações podem ser granitos, gabros, filões de quartzo
- Cársticos - a água circula em condutas que resultaram do alargamento de diaclases por dissolução. As formações são os diversos tipos de calcários.
Dos quatro países do Mercosul, o Brasil é o que mais tem feito uso do Aqüífero. Segundo relatório da Cetesb de 1997, 72% dos 645 municípios do Estado de São Paulo “são total ou parcialmente abastecidos por água subterrânea e 47% deles são inteiramente abastecidos por água subterrânea”8. Naquele Estado, “o Guarani é explorado por mais de 1000 poços”9, muitos deles perfurados sem nenhuma preocupação ou controle. O uso principal da água do Guarani no Brasil é para o consumo humano (70%). Em seguida, para o setor industrial (25%) e para o “hidrotermalismo recreativo e terapêutico” (5%)”.

Anônimo disse...

1. Servindo como fontes de abastecimento, os aqüíferos são reservatórios subterrâneos de água potável, sendo alimentada pelas chuvas. Cedem e retém água devido a sua formação porosa e permeável.
2. Além dos aqüíferos Guarani e Alter do Chão, o Brasil possui o Aqüífero Cabeças, em Manaus, o Aqüífero Pirabas, em Belém, o aqüífero Urucuia, na Bahia, e o Aqüífero Serra Grande, localizado em no Piauí.
3. Números já comprovam que o aqüífero Alter do Chão é o maior aqüífero do mundo, seguido pelo Aquífero Guarani, estando os dois localizados no Brasil. O Guarani é maior em extensão, ocupando oito Estados brasileiros e parte da Argentina, Uruguai e Paraguai. Já o Alter do Chão possui um volume muito maior que o Guarani, devido a sua formação porosa e ter suas terras pouco habitadas.
4. Tendo os dois maiores aqüíferos do mundo, o Brasil possui um grande potencial hídrico. A preservação dessa riqueza depende do nível de exploração e da possível poluição, causada principalmente pela contaminação de chorume e flúor.

Nathalia Jastrombek - nº 34 - 3º B

Anônimo disse...

No caso do aquifero Guarani,a origem se deu através de uma area arenosa,onde havia uma grande area vulcanica,essa lava ficou sólida originando a formação Serra Geral que se consiste na diminuição da infiltração de água e dificulta seu recarregamento, também age isolando da zona mais superficial e porosa do solo, evitando a evaporação e evapotranspiração da água do seu interior.Essas rochas formados são porosas e tem grande capacidade de armazenar aguá.
Já no caso do aquifero alter do chão,se trata de um solo arenoso ou de rochas,com grande capacidade de infiltragem da água,a aguá penetra na areia com que faz um especie de filtro e água sai no subsolo muito limpa.Mas há fatores que influenciam na formação desses aquiferos,como o solo que tem que ser arenoso ,as chuvas que não podem ser intensas mas tem que ser constante,o relevo ,pois faz com que água não escoe.
Além desses dois maiores aquiferos do brasil temos outro como o sistema aqüífero Cabeças, com 0,6% de sua recarga na região hidrográfica, é considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba;
Sistema aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica,compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão;
Sistema aqüífero Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica, correspondente a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo;
Sistema aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, aflora nos estados do Maranhão e Pará;
Sistema aqüífero Bauru-Caiuá, com 0,2% de sua recarga na região hidrográfica, ocorre recobrindo o sistema aqüífero Serra Geral e ocupa grande parte do oeste do Estado de São Paulo.
O Aquífero Alter do Chão é uma formação geológica no interior do solo que armazena a água nos poros ou nos vazios. São espaços nos quais, durante milhões de anos, foi armazenada água. Tem grande extensão territorial e abrange os estados do Pará, Amapá e do Amazonas.
O aquifero alter do chão é aproximadamente duas vezes mjaior que o aquifero Guarani,também “O Guarani está localizado numa região mais cristalina, uma área mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar, ou seja, é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, consequentemente, o volume de água também”.
Os recursos hídricos são de fundamental importância no desenvolvimento de diversas atividades econômicas,o Brasil tem uma grande disponibilidade de agua, até porque possui os dois maiores aquiferos do mundo,porém há paises que há falta de água gerendo um desequilibrio.Mas de forma geral tanto no Brasil onde a agua é abundante,até paises onde a falta dessa água causa mortes,a preservação e cuidados com o tratamento são muito importante,pois fará,com que esse produto que hoje já não é mais um recurso inesgotavel ,acabe.
joyse Nogueira Foss nº19 3º B

Anônimo disse...

Amanda Müller - 03 3ºB

Os aquíferos são uma formação rochosa ou arenosa(no caso do Alter do chão)onde tem capacidade de armazenar água,compondo um reservatório de água subterrâneo.Foram formados através de depósitos arenosos (no período pré histórico) que foi recoberto com lava onde se solidificou.
No Brasil há outros aquíferos além do Alter e do Guarani existe o de Pirabas,situado na Região Metropolitana de Belém.No Nordeste, estão os aquíferos Urucuia (BA), Serra Grande(PI) e Cabeças (MA).
O aquífero Alter do Chão é maior que o guarani, não em extensão mais em volume.Contém mais que o dobro de água.A sua formação é arenosa,um filtro natural onde limpa a água.O aquífero Guarani tem a sua formação rochosa, é porosa e sua extensão pega países como Argentina,Paraguai, Uruguai e o Brasil.Tem maior vulnerabilidade de contaminação pela sua absorção.
Muitos países estão sem água ou com ela contaminada. O Brasil tem uma grande quantidade de água límpida que pode abastecer toda a população mundial por muito tempo.Ele poderá ajudar futuramente,mas primeiro, ele precisa cuidar com a suas indústrias principalmente químicas e petrolíferas que podem contaminar essas rochas. Também agropecuária e plantação, essas regiões de aquíferos necessitam um cuidado muito especial,para garantir o sustento de água mineral Mundial e do Brasil futuramente, ou já.

Anônimo disse...

1-Aquífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento.

2-Mato Grosso do Sul (213 700 km²)
Rio Grande do Sul (157 600 km²)
São Paulo (155 800 km²)
Paraná (131 300 km²)
Goiás (55 000 km²)
Minas Gerais (51 300 km²)
Santa Catarina (49 200 km²)
Mato Grosso (26 400 km²)

3- Guarani e Alter do Chão são os maiores aquíferos do mundo. A diferença mais significativa entre eles é o volume. O Guarani possui uma área mais extensa, porém um volume bem menor que o do Alter do Chão. Isso acontece pois no de mais volume, a porosidade é muito maior, permitindo o armazenamento maior de água.

4- O Brasil é o país com a maior quantidade de recursos naturais em todo o mundo, esses dois aqüíferos, que poderiam “abastecer” o mundo por alguns séculos, comprovam isso. Como esses dois aqüíferos, patrimônios da humanidade, estão em nosso território, são nossa responsabilidade e é nosso dever preservá-los e proteger da ganância humana, pois há muitos países(e pessoas) poderosos que fariam qualquer coisa para poder se aproveitar desses dois aqüíferos.

João Henrique Albino de Carvalho n 13 3ªºA

Anônimo disse...

1-Aquífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento.

2-Mato Grosso do Sul (213 700 km²)
Rio Grande do Sul (157 600 km²)
São Paulo (155 800 km²)
Paraná (131 300 km²)
Goiás (55 000 km²)
Minas Gerais (51 300 km²)
Santa Catarina (49 200 km²)
Mato Grosso (26 400 km²)

3- Guarani e Alter do Chão são os maiores aquíferos do mundo. A diferença mais significativa entre eles é o volume. O Guarani possui uma área mais extensa, porém um volume bem menor que o do Alter do Chão. Isso acontece pois no de mais volume, a porosidade é muito maior, permitindo o armazenamento maior de água.

4- O Brasil é o país com a maior quantidade de recursos naturais em todo o mundo, esses dois aqüíferos, que poderiam “abastecer” o mundo por alguns séculos, comprovam isso. Como esses dois aqüíferos, patrimônios da humanidade, estão em nosso território, são nossa responsabilidade e é nosso dever preservá-los e proteger da ganância humana, pois há muitos países(e pessoas) poderosos que fariam qualquer coisa para poder se aproveitar desses dois aqüíferos.

João Henrique Albino de Carvalho n 13 3ªºA

Bruna de Menezes 3B EM disse...

Um aquífero é uma formação ou grupo de formações geológicas que pode armazenar água subterrânea. São rochas porosas e permeáveis, capazes de reter água e de cedê-la. Esses reservatórios móveis aos poucos abastecem rios e poços artesianos. Podem ser utilizadas pelo homem como fonte de água para consumo. Tal como ocorre com as águas superficiais, demandam cuidados para evitar a sua contaminação. O uso crescente pela indústria, agricultura e consumo humano ameaça os aquíferos e coloca esse assunto na agenda ambiental global.
Aquífero Amazonas, um reservatório transfronteiriço de água subterrânea, que o Brasil divide com o Equador, Venezuela, Bolívia, Colômbia e Peru. Sua extensão é de quase quatro milhões de quilômetros quadrados (3.950.000) sendo constituído pelas formações dos aquíferos Solimões, Içá e Alter do Chão. Com uma extensão três vezes maior que o aquífero Guarani, o Amazonas é uma conexão hidrogeológica, com grande potencialidade hídrica, mas ainda pouco conhecida.
Existem três tipos de aquíferos:
Porosos - a água circula através de poros. As formações geológicas podem ser detríticas (ex. areias limpas), por vezes consolidadas por um cimento (ex. arenitos, conglomerados, etc.)
Fraturados ou fissurados - a água circula através de fraturas ou pequenas fissuras. As formações podem ser granitos, gabros, filões de quartzo
Cársticos - a água circula em condutas que resultaram do alargamento de diaclases por dissolução. As formações são os diversos tipos de calcários.
O Brasil é o país onde se tem mais água doce do mundo, então como o Brasil tem grande abundância dessa água a maioria dos brasileiros não se preocupam com a nossa água, os cuidados que devem ser tomados para que o Brasil continue em primeiro lugar neste ponto, é economizar o máximo possível de água potável, não ficando muito tempo no banho, desligando a torneira ao lavar louça, escovar os dentes, etc. E muitos outros cuidados que devem ser tomados para que possamos continuar nos abastecendo e a outros países por um bom tempo.

Carolina Gonçalves n°8 3°B disse...

1- Aqüíferos são reservas subterrâneas, onde um dia já foram desertos. Que com o passar do tempo acumulo-se grandes depósitos de areia, onde depois de certo tempo foi recoberto por episódios de vulcanismos.
É um tipo de formação geológica capaz de armazenar e liberar água de qualidade já que estão menos sujeitas á agentes externos de contaminação. A água provém da chuva que infiltra no solo por entre poros rochosos ou passam por camadas arenosas, assim são filtradas.

2- No Brasil existem mais aqüíferos, como Pirabas localizado na mesma região do aqüífero Alter do Chão, Cabeças (MA), Serra Grande (PI), Urucuia (BA), entre outros.

3- O Aqüífero Guarani e o Alter do Chão são os maiores aqüíferos mundiais. O Guarani (com 45 mil km³) é mais extenso comparado ao Alter do Chão, porém o ultimo tem maior volume de água, com 86 mil km³. A região da Amazônia é menos habitada, por isso menos poluente. Já o Guarani está localizado em uma área predominante agrícola, onde o uso de inseticidas são comuns. No Alter as rochas são arenosas o que permite a filtragem da água, já no Guarani a filtragem já não é tão eficiente.

4- O Brasil em relação á outros países, possui os dois maiores e mais volumosos aqüíferos com água potável do mundo, além de muitos rios. A água, é uma questão de preocupação mundial, onde de toda água existente sobram 0,75% que devem ser repartidos entre os habitantes da Terra.Sabemos que apesar de ser um recurso abundante no país, ele não é distribuído igualmente. Apesar disso é de suma importância que essas reservas permaneçam em bom estado, porém o chorume não coletado dos lixões, e os inseticidas utilizados afetam a qualidade da água, onde um dia serão a única fonte para muitas pessoas. O país privilegiado poderá um dia ser o único com água existente, será esta água fonte de economia para este país do captalismo?

Carolina, 08, 3B

Luiza Biasuz. disse...

Luiza Biasuz - 3º A - 23.

As regiões do aquífero compunham um deserto pré-histórico. Com o passar do tempo, os ventos acumularam grandes depósitos arenosos, representando um extenso campo de dunas que foi recoberto por um dos mais volumosos episódios de vulcanismo intracontinental do planeta.
No Brasil, há também o aquífero Cabeças (localizado no Maranhão), Urucuia-Areado (localizado nos estados da Bahia), Serra Grande (localizado no Piauí), Furnas (localizado nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo), e o aqüífero Itapecuru (localizado nos estados do Maranhão e Pará).
Os dois maiores aquíferos do mundo são o Alter do Chão e o Guarani. A principal diferença entre eles é a extensão e o volume, onde o aquífero Guarani tem maior extensão e a o Alter do Chão tem maior volume.
O Brasil em termos de reservatórios naturais de água é um país muito privilegiado, pois possui a quantidade de água potável capaz de abastecer a população mundial inúmeras vezes. Por conta disso, deve-se preservar, em questão também de fauna e flora a área onde esses aqüíferos estão localizados, para fazer uso dessa água e evitar a escassez de água no mundo.

Anônimo disse...

Franco 3ºA nº 11

1. Há cerca de 150 milhões de anos, nossa região era um enorme deserto. Um intenso vulcanismo provocou o derramamento de lavas, cobrindo a maior parte de suas areias. Ao se resfriarem, as lavas se solidificaram formando uma rocha dura chamada basalto.
O peso do basalto compactou e agregou as areias do antigo deserto até formar uma rocha porosa chamada arenito. O arenito ficou comprimido debaixo do basalto, restando apenas algumas bordas descobertas, denominadas áreas de afloramento ou de recarga. Por ali, as águas das chuvas passaram a penetrar lentamente no antigo deserto ao longo de milhões de anos, formando o reservatório de águas subterrâneas chamado Aqüífero Guarani.
2. No Nordeste, estão os aqüíferos Urucuia (BA), Serra Grande(PI) e Cabeças (MA).
3. O Alter do Chão tem aproximadamente o dobro da quantidade de água existente no Guarani. Outra diferença é a localização, o Guarani faz parte também de três outros países. Já o Alter do chão é exclusivamente brasileiro.
4. Os recursos hídricos brasileiros superam qualquer país atualmente. Certamente, em um futuro próximo, muitos países serão dependentes do Brasil em relação à água. Com os dois maiores aquíferos do mundo, o Brasil é capaz de abastecer durante anos o planeta inteiro. Por isso, temos que ficar atentos aos acordos que faremos no futuro para não sermos enganados e perdermos esse recursos que são nossos, assim como já perdemos muitos recursos para outros países. Um exemplo é a usina hidrelétrica de Itaipu. Hoje somos dependentes do Paraguai, devido a um acordo assinado por nós. Por isso, os governantes não devem tomar decisões precipitadas em relação à esses Aquíferos.

Anônimo disse...

1)COMO ACONTECE A FORMAÇÃO DOS AQUÍFEROS?
Aquífero é uma formação geológica, formada por rochas permeáveis seja pela porosidade granular ou pela porosidade fissural, capaz de armazenar e transmitir quantidades significativas de água. O aquífero pode ser de variados tamanhos. A composição dos aquíferos pode ser bastante variada, mas de forma geral, podemos subdividi-lo em dois grupos principais. Nos aquíferos sedimentares, formados por sedimentos de granulação variada, a água circula através dos poros formados entre os grãos de areia, silte e argila. Os aquíferos cristalinos são formados por rochas duras e maciças, onde a circulação da água se faz nas fissuras e fraturas abertas devido ao movimento tectônico.
2-EXISTEM OUTROS AQUÍFEROS NO BRASIL, ALÉM DE ALTER DO CHÃO E DO GUARANI? QUAIS SÃO? ONDE ESTÃO LOCALIZADOS?
Serra Grande, região entre os estados do Piauí e Ceará e ao sul do Piauí. Cabeças, na Paraíba. Aquífero Poti-Piauí, no Piauí. Pirabas, localizado na mesma região do Aquífero Alter do Chão correspondente a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.
3-QUAIS A PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E DIFERENÇAS ENTRE OS MAIORES AQUÍFEROS DO MUNDO?
Encontram-se no Brasil, e são o Guarani e Alter do Chão. O Guarani é maior em extensão e o Alter do Chão é maior em volume de água reservada. Situam-se em áreas diferentes: o aquífero Guarani abrange 4 países ( Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina) e o Alter do Chão localiza-se apenas no Brasil, nos estados do Amapá, Pará e Amazonas. O Alter do Chão, por ser mais profundo está menos exposto a contaminação.
4- ESTRATÉGICAMENTE COMO VOCÊ ANALISA A POSIÇÃO DO BRASIL EM RELAÇÃO AOS RECURSOS HÍDRICOS EM COMPARAÇÃO COM OUTROS PAÍSES E QUAIS CUIDADOS DEVEM SER CONSIDERADOS DE FORMA GLOBAL?
Somos uma nação privilegiada quanto aos recursos hídricos, pois conta com mais de 20% da água doce mundial, e com os 2 maiores aquíferos do mundo, porém esses recursos devem ser cuidadosamente protegidos contra lixos, e principalmente e contaminação do chorume produzido pelos lixões. O Alter do CHão, por estar localizado grande parte na Amazônia, já está em vantagem em relação aos outros quando se trata de lixo.
Guilhermo Casini/ n:14/ Série:3B

Anônimo disse...

Manuella Gonçalves da Silva.3B 28

1) O que chamamos hoje de aquiferos antes eram desertos que vieram sofrendo transformações ao longo dos tempos, incluindo vulcanismo, até encontrarmos o que são hoje, grandes rochas que tem a capacidade de reter água.

2)Os maiores aquiferos do Brasil são sem dúvida o Aquifero Guarani e Alter do Chão, mas existem outros como: Cabeças,Urucuia-Areado,Furnas,Bauru-Caiuá e Itapecuru.

3) A maior diferença entre os aquiferos de Alter do chão e o Guarani e que o segundo é mais extenso que o primeiro, mas Alter do chão tem mais volume.

4)o Aquifero Alter do chão tem uma reserva com cerca de 86,4 quatrilhões de litros de água subterrânea, suficiente para abastecer a população mundial em cerca de 100 vezes. Muitos desse milhões de litros não são usados, que poderiam ser ultilizados para beneficiar a populão mundial que está sofrendo com a falta de água.

Anônimo disse...

1- COMO ACONTECE A FORMAÇÃO DOS AQUÍFEROS?

No caso do Aqüífero Guarani, a região onde hoje ele se encontra, era um deserto, formado assim por um solo arenoso (Bacia Sedimentar do Paraná). Tempos depois, ocorreu um grande derramamento de lava (rocha basáltica, que forma a Serra Geral, camada protetora do Aqüífero Guarani). O clima se modificou após a solidificação da lava e a formação da rocha basáltica, é a época das grandes glaciações. Após, veio o degelo a com isso a erosão das rochas, com conseqüente afloramento das áreas arenosas. A partir dessas áreas arenosas, a água das chuvas se infiltrou e se acumulou em baixo do basalto. Com a água se renovando a partir dos afloramentos e de rochas basálticas fraturadas, o Aqüífero Guarani foi formado.

2- EXISTEM OUTROS AQUÍFEROS NO BRASIL, ALÉM DE ALTER DO CHÃO E DO GUARANI? QUAIS SÃO? ONDE ESTÃO LOCALIZADOS ?

No Nordeste, por exemplo, existem os aquíferos Serra Grande(PI), Urucuia (Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão), Itapecuru (Maranhão e Pará), Furnas (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo), Bauru-Caiuá (São Paulo), Cabeças (MA - Bacia Sedimentar do Parnaíba), entre outros.


3- QUAIS A PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E DIFERENÇAS ENTRE OS MAIORES AQUÍFEROS DO MUNDO?

Os aquíferos podem ser de dois tipos. Os chamados livres, ou freáticos, são de formação geológica permeável e parcialmente saturadas e a base é formada de uma camada impermeável, ou semi-permeável. Neste tipo de aqüífero há uma superfície livre de água que se encontra sob pressão atmosférica (superfície piezométrica). O nível da água varia segundo a quantidade de chuva. Este é o tipo de aqüífero mais explorado pelo homem e também os que apresentam maiores problemas de contaminação.

Alessandra Elisa Thomsen Nº 01 3ºA – Ensino Médio

Anônimo disse...

continuação...


Já o outro tipo de aqüífero, o confinado ou artesiano, a água é confinada sob uma pressão superior a pressão atmosférica, isto, devido à existência de uma camada confinante impermeável acima do aqüífero. Por se encontrar a uma pressão maior à atmosférica, quando se faz um furo para extração da água, ela sobe até a superfície piezométrica, dando origem a um furo artesiano. Deste modo, a água atinge a superfície sob a forma de repuxo, sendo o furo artesiano chamado de furo repuxante.

Os aquíferos podem ainda serem denominados de porosos, fraturados ou cársticos, de acorod com a rocha armazenadora. Os porosos estão associados a rochas porosas, por onde a água circula. Geralmente são solos sedimentares ou arenosos. Representam a maior parte dos aquíferos. Os aquíferos fraturados também podem ser chamados de aquíferos fissurados. Neles, a água se acumula em fissuras (fraturas) abertas. Geralmente são os de rochas ígneas e metamórficas.Os aquíferos cárstico são formados em rochas carbonáticas e suas fissuras podem tornar-se maiores pela dissolução do carbono em água, podendo formar assim grandes rios subterrâneos.

Em relação aos aquíferos Guarani e Alter do Chão (maiores do mundo), o Guarani pode ser considerado o maior em relação a sua extensão, percorrendo quatro países, incluindo aí oito estados brasileiros. Já o Alter do Chão se encontra em apenas três estados brasileiros (Amazonas, Amapá e Pará). No entanto, seu potencial hídrico é quase o dobro do Guarani. O fato da região onde o Aquífero Guarani se encontra ser mais habitada propicia sua poluição. Na região do Alter do chão, o aqüífero é formado a partir de solo arenoso. O guarani também possui bacias sedimentares, no entanto a maior parte da água fica armazenada em fissuras.

4- ESTRATÉGICAMENTE COMO VOCÊ ANALISA A POSIÇÃO DO BRASIL EM RELAÇÃO AOS RECURSOS HÍDRICOS EM COMPARAÇÃO COM OUTROS PAÍSES E QUAIS CUIDADOS DEVEM SER CONSIDERADOS DE FORMA GLOBAL?

O Brasil é um país muito privilegiado em recursos hídricos. Conta com o magnífico complexo da Amazônia, com os dois maiores aqüíferos do mundo, o Guarani e o Alter do Chão. Além de utilizar seu potencial hídrico para o abastecimento da população, irrigação... Pode ainda utilizá-lo para a construção de hidrelétricas e o uso da água para o lazer e o turismo, como parques de águas termais, por exemplo. É necessário cuidar para que tanto as águas superficiais, quanto as subterrâneas não sejam poluídas, pela deposição incorreta do lixo, utilização de agrotóxicos... Bem como não pode haver o uso excessivo das águas.


Alessandra Elisa Thomsen Nº 01 3ºA – Ensino Médio

Anônimo disse...

continuação...


Já o outro tipo de aqüífero, o confinado ou artesiano, a água é confinada sob uma pressão superior a pressão atmosférica, isto, devido à existência de uma camada confinante impermeável acima do aqüífero. Por se encontrar a uma pressão maior à atmosférica, quando se faz um furo para extração da água, ela sobe até a superfície piezométrica, dando origem a um furo artesiano. Deste modo, a água atinge a superfície sob a forma de repuxo, sendo o furo artesiano chamado de furo repuxante.

Os aquíferos podem ainda serem denominados de porosos, fraturados ou cársticos, de acorod com a rocha armazenadora. Os porosos estão associados a rochas porosas, por onde a água circula. Geralmente são solos sedimentares ou arenosos. Representam a maior parte dos aquíferos. Os aquíferos fraturados também podem ser chamados de aquíferos fissurados. Neles, a água se acumula em fissuras (fraturas) abertas. Geralmente são os de rochas ígneas e metamórficas.Os aquíferos cárstico são formados em rochas carbonáticas e suas fissuras podem tornar-se maiores pela dissolução do carbono em água, podendo formar assim grandes rios subterrâneos.

Em relação aos aquíferos Guarani e Alter do Chão (maiores do mundo), o Guarani pode ser considerado o maior em relação a sua extensão, percorrendo quatro países, incluindo aí oito estados brasileiros. Já o Alter do Chão se encontra em apenas três estados brasileiros (Amazonas, Amapá e Pará). No entanto, seu potencial hídrico é quase o dobro do Guarani. O fato da região onde o Aquífero Guarani se encontra ser mais habitada propicia sua poluição. Na região do Alter do chão, o aqüífero é formado a partir de solo arenoso. O guarani também possui bacias sedimentares, no entanto a maior parte da água fica armazenada em fissuras.

4- ESTRATÉGICAMENTE COMO VOCÊ ANALISA A POSIÇÃO DO BRASIL EM RELAÇÃO AOS RECURSOS HÍDRICOS EM COMPARAÇÃO COM OUTROS PAÍSES E QUAIS CUIDADOS DEVEM SER CONSIDERADOS DE FORMA GLOBAL?

O Brasil é um país muito privilegiado em recursos hídricos. Conta com o magnífico complexo da Amazônia, com os dois maiores aqüíferos do mundo, o Guarani e o Alter do Chão. Além de utilizar seu potencial hídrico para o abastecimento da população, irrigação... Pode ainda utilizá-lo para a construção de hidrelétricas e o uso da água para o lazer e o turismo, como parques de águas termais, por exemplo. É necessário cuidar para que tanto as águas superficiais, quanto as subterrâneas não sejam poluídas, pela deposição incorreta do lixo, utilização de agrotóxicos... Bem como não pode haver o uso excessivo das águas.


Alessandra Elisa Thomsen Nº 01 3ºA – Ensino Médio

Anônimo disse...

Matheus Provesi
28 3A

1- Aquífero é uma formação geológica, formada por rochas permeáveis seja pela porosidade granular ou pela porosidade fissural, capaz de armazenar e transmitir quantidades significativas de água. O aquífero pode ser de variados tamanhos. Eles podem ter extensão de poucos km2 a milhares de km2, ou também, podem apresentar espessuras de poucos metros a centenas de metros.

2- Sistema aqüífero Cabeças, com 0,6% de sua recarga na região hidrográfica, é
considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba.
Sistema aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica,
compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão.
Sistema aqüífero Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica,
correspondente a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás,
Paraná e São Paulo, e é explotado sob condição livre a confinada.
Sistema aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, aflora
nos estados do Maranhão e Pará.
Sistema aqüífero Bauru-Caiuá, com 0,2% de sua recarga na região hidrográfica,
ocorre recobrindo o sistema aqüífero Serra Geral e ocupa grande parte do oeste do
Estado de São Paulo, e é explotado sob condição poroso e livre a semiconfinado.

3- Ambos tem grande capacidade de armazenação de água e se localizam no Brasil. Alter do chão é o maior aquifero do mundo, tendo 86 mil km³ de água, já o guarani é o segundo, 45 mil km³.
A qualidade da água do aquífero Alter do Chão é superior a do aquífero Guarani por haver menos poluição na região Norte do que na região Sul e Sudeste do Brasil, que sofre contaminação de metais pesados, flúor e inseticidas usados na agricultura.

4- O Brasil deve ter extremo cuidado em relação a sua reserva natural de água, já que certamente o motivo de guerras que acontecerão no século XXI, será pela disputa de água potável, que já está acabando em países como a Africa, Oriente médio e até mesmo na Europa.
Se aliar a países poderosos com os Estados Unidos por exemplo, pode se uma alternativa para um país emergente, como o Brasil, possa se livrar de futuros ataques de bombas nucleares...

Anônimo disse...

Amanda Machado 3ºB nº2
1-Muitos dos melhores aquíferos são arenitos ou rochas sedimentares clásticas. Contudo, qualquer rocha o pode ser, desde que seja suficientemente porosa e permeável - como, por exemplo, um calcário poroso, um basalto fraturado ou um granito com diáclases e erodido.

2- Existem vários outros aquíferos, Pirabas, localizado na mesma região do Aqupifero Alter do Chão, situado em profundidades entre 100 e 120 metros. Ele oferece água de excelente qualidade na Região Metropolitana de Belém. Os aquíferos Urucuia (BA) compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão, Serra Grande(PI) Cabeças (MA) com 0,6% de sua recarga na região hidrográfica, é considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba. E outros mais...

3- O Aquífero Alter do Chão teve sua formação por solo arenoso, é maior com quase o dobro de água com 86 mil Km³ e possui menos contaminação por ser uma região menos habitada, enquanto o Guarani possui 45 mil km³ de volume, possue níveis de Fluor acima do normal e é de formação por rochas basálticas( menos permeáveis que a areia).

4- O Brasil é o país que abriga as maiores reservas de água doce do mundo que precisam ser preservadose bem aproveitados. Do total de água existente no mundo, 97,5% são de águas que se encontram nos oceanos, ou seja, água salgada, restando apenas 2,5% de água doce, dos quais, 1,75% se encontra em calotas e geleiras polares. Sobra, portanto, tão somente 0,75% que ainda precisa ser repartido entre cerca de seis bilhões de pessoas (total de habitantes da Terra).

Anônimo disse...

Nome: Victor Hugo Branco Piccoli
Numero: 41
Serie: 3ª

1-Devido à antigas formações geológicas, surgiram grandes áreas rochosas, capazes de absorver agua. Durante as chuvas, essas rochas absorvem a água, que fica armazenada no subsolo. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento. Antigamente essas regiões eram desertos, que depois de certo período, foram recobertos por episódios de vulcanismo. Esses mecanismos geológicos é que originaram as tais rochas.

2-Sistema aqüífero Cabeças, com 0,6 % de sua recarga na região hidrográfica, é considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba.
Sistema aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica, compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão.
Sistema aqüífero Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica,corresponde a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul,Goiás, Paraná e São Paulo.
Sistema aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, aflora nos estados do Maranhão e Pará.
Sistema aqüífero Bauru-Caiuá, com 0,2% de sua recarga na hidrográfica,ocorre recobrindo o sistema aqüífero Serra Geral e ocupa grande parte do oeste do Estado de São Paulo.

3-Aqüífero Guarani está localizado numa região mais cristalina, uma área mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar, ou seja, é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, conseqüentemente, o volume de água também.

4- Acho que o Brasil possui o maior potencial hidrográfico do mundo e não sabe aproveitar isso de uma forma sustentável. Poderia fazer um grande aproveitamento dessas áreas, abastecendo cidades onde há falta de água, mas ao mesmo tempo cuidar quanto à poluição dos aquíferos. É preciso cuidar para que essa riqueza não seja tomada por outros países, podendo comprometer a nossa água.

Anônimo disse...

01.Um aquífero é uma formação ou grupo de formações geológicas que pode armazenar água subterrânea. São rochas porosas e permeáveis, capazes de reter água e de cedê-la. Esses reservatórios móveis aos poucos abastecem rios e poços artesianos.

02.Sistema aqüífero Cabeças, com 0,6% de sua recarga na região hidrográfica, é
considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba.Sistema aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica,
compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão. Sistema aqüífero Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica,
correspondente a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás,Paraná e São Paulo. Sistema aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, aflora nos estados do Maranhão e Pará.

03.A grande diferença entre os maiores aquídefos do Brasilé que o Guarani está localizado numa região mais cristalina, com áreas mais rochosa, por isso a água fica armazenada mais nas fraturas, embora lá também existam depósitos de água nos pacotes sedimentares. Já o Alter do Chão é todo sedimentar( é uma área muito grande, onde a porosidade é muito maior e, consequentemente, o volume de água também).Existem também semelhanças entre os aquíferos como a resistência a permeabilidade entre outros.

04.O Brasil é um país privilegiado, pois possui dentro de seus territórios inúmeros aquíferos capazes de abastecer uma boa parcela da população mundial.Poderia fazer um grande aproveitamento dessas áreas, abastecendo cidades onde há falta de água, mas ao mesmo tempo cuidar quanto à poluição dos aquíferos.

Leonardo Mez@ n19

Anônimo disse...

1- COMO ACONTECE A FORMAÇÃO DOS AQUÍFEROS?
Aquífero é uma formação geológica subterrânea que funciona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuvas que se infiltram no subsolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Fornece água para poços e nascentes em proporções suficientes, servindo como proveitosas fontes de abastecimento.
Uma formação geológica para ser considerado um aquífero deve conter espaços abertos ou poros repletos de água e permitir que a água tenha mobilidade através deles.

2-EXISTEM OUTROS AQUÍFEROS NO BRASIL, ALÉM DE ALTER DO CHÃO E DO GUARANI? QUAIS SÃO? ONDE ESTÃO LOCALIZADOS?
Aquífero Guarani - Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai;
Aquífero Alter do Chão - Pará, Amapá e Amazônas;
Aquíferos Poti-Piauí, Cabeças, Serra Grande, Urucuia-Areado, Corda, Barreiras, Motuca e Exu - Região hidrográfica do Parnaíba;
Aquífero Furnas - Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo;
Aquífero Itapecuru - Maranhão e Pará;
Aquífero Bauru-Caiuá - São Paulo;
Aquífero Beberibe - Recife;
Aquífero Solimões - Acre e Amazonas;
Aquífero Boa Vista - Roraima;
Aquífero Cristalino - Presente nas regiões Nordeste, Centro-oeste, Sudoeste e Sul;
Aquífero Serra Geral - Paraná;
Aquífero Açu - Bacia Potiguar;
Aquífero Jandaira - Rio Grande do Norte;
Aquífero Bambuí - Minas Gerais, Bahia, Tocantins e Goiás;
Aquífero São Sebastião - Bahia;
Aquífero Cuiabá - Mato Grosso;

3-QUAIS A PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E DIFERENÇAS ENTRE OS MAIORES AQUÍFEROS DO MUNDO?
Os maiores aquíferos do mundo são o Guarani e o Alter do Chão, além de sua localização, uma diferença bem significativa entre eles é a quantidade de água que cada um possui e suas extensões. O aquífero Guarani possui maior extensão territorial, porém o Alter do Chão possui o maior em volume de água potável do mundo, com 86 mil Km³, quase o dobro do volume da água potável do aquífero Guarani. Isso acontece, pois as rochas presentes do Alter do Chão são mais arenosas, o que permite maior absorvimento de água.

4- ESTRATÉGICAMENTE COMO VOCÊ ANALISA A POSIÇÃO DO BRASIL EM RELAÇÃO AOS RECURSOS HÍDRICOS EM COMPARAÇÃO COM OUTROS PAÍSES E QUAIS CUIDADOS DEVEM SER CONSIDERADOS DE FORMA GLOBAL?
Ele possui os dois maiores e mais volumosos aquíferos com água potável do mundo e uma quantidade enorme de rios. Essa água toda é de inúmera utilidade para o povo brasileiro, gera energia, atrai turista e é usada para alimentação e higiene.
Com todo o volume de água presente em nosso país, pode-se dizer que a população mundial não ficará sem água por muitos anos. Porém, por possuirmos tal recurso corremos o risco de no futuro sofrer ataque de outros países, além de poder haver a privatização da água presente em nosso subsolo.

Maria Eduarda __ nº24
3ºA

Anônimo disse...

1- São formações geológicas de rochas porosas que tem a capacidade de armazenar água. Os aqüíferos têm diferentes tamanhos, podendo ter poucos metros quadrados até milhões de metros quadrados.

2- Alem dos aqüíferos Guarani e Alter do Chão, existe no Brasil mais 21 aquiferos. São eles: Solimões, Boa Vista, Barreiras, Itapecuru, Poti-Piaui, Cabeças, Beberibe, Açu, Jandaira, Bambui, São Sebastião, Cristalino Nordeste, Urucaia/Areado, Cristalino Centro, Cristalino Sudoeste, Cristalino Sul, Serra Geral, Bauru-Caiuá, Cuiabá, Furnas e Ponta Grossa. Estes aqüíferos estão localizados pela região costeira do país, sul, centro oeste, nordeste e três deles na região norte.

3- O que diferencia os maiores aqüíferos é o volume de água que eles comportam, autalmente o aqüífero Alter do chão é o maior aqüífero existente com 86 mil Km³ seguido do aqüífero Guarani com 55 mil km³.

4- O brasil tem grande privilegio pois em seus territórios estão partes dos maiores aqüíferos do mundo, fazendo com que tenha o maior potencial hídrico da mundo. Porem todo esse volume pertencente ao nosso pais não é bem dividido entre as régios.

Guilherme D.
Nº12
3ºA

Taís disse...

1 - São rochas porosas e permeáveis, capazes de reter água e de cedê-la. Esses reservatórios móveis aos poucos abastecem rios e poços artesianos. Podem ser utilizadas pelo homem como fonte de água para consumo. Tal como ocorre com as águas superficiais, demandam cuidados para evitar a sua contaminação.

2 - Além do Aquífero Guarani e Alter do Chão existe o Aquífero Serra Grande com 8,5% de distribuição é também uma das maiores reservas de água subterrânea, ou também o Aquífero Cabeças que se localiza em Parnaíba com 8,7%.

3 - Os maiores aqüíferos do mundo encontram-se no Brasil, e são o Guarani e Alter do Chão. Enquanto o primeiro é maior em extensão, o segundo é maior em volume de água reservada. Situam-se em áreas diferentes: o aqüífero guarani abrange 4 países ( Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina), o Alter do Chão localiza-se apenas no Brasil, nos estados no Amapá, Pará e Amazonas. O Alter do Chão, por ser mais profundo está menos exposto a contaminação.

4 - O Brasil ocupa uma posição privilegiada em relação à disponibilidade de recursos hídricos globais. Ele possui os dois maiores e mais volumosos aqüíferos com água potável do mundo e uma quantidade enorme de rios. No mundo, 1,2 bilhões de pessoas não têm acesso à água potável e cerca de cinco milhões morrem a cada ano por doenças simples relacionadas à falta de abastecimento. Apesar de abundantes, esses recursos não chegam igualmente pelas regiões do país.

Taís Maciel de Oliveira
3ºB - E.M
Nº42

Anônimo disse...

Nathalia Pereira nº29 3ºa

1-.O depósito de sedimentos vai formando, ao longo do tempo, rochas porosas que facilmente absovem agua. tais rochas formam os aquiferos, que são reservas naturais de agua doce subterrânea

2-aqüífero Cabeças, na Bacia Sedimentar do Parnaíba;aqüífero Urucuia-Areado,compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão; aqüífero Furnas, correspondente a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás,
Paraná e São Paulo;aqüífero Itapecuru, flora
nos estados do Maranhão e Pará.

3-os dois maiores aquiferos do mundo, alter do chão e guarani, estão localizados no brasil, sob duas grandes bacias hidrograficas: a do rio amazonas e do rio paraná. sua maior diferença é a formação sedimentar, enquanto alter do chão é arenoso, guarani é formado por rochas porosas. além disso, o aquifero guarani é maior em área, mas o volume do aquifero alter do chão é muito maior.

4- o brasil possui um território vasto e privilegiado tanto em biodiversidade, quanto em reservas de petróleo e água doce. contudo, este fato deixa o país exposto a interesses de governos e empresas internacionais. é necessário que o brasil fortaleça a defesa em seus limites teritórias e desde já crie acordos visando a utilização principalmente dos recursos hidricos, evitando futuros confrontos por sua água.

Anônimo disse...

1 – É um grupo de rochas porosas, capazes de armazenar água (através das chuvas) e de ceder água para o meio externo.
2 – No estados de Bahia, Minas Gerias, Goiás, Maranhão e Piaui, estão localizados os Aqüíferos Cabeças e Urucuia-Areado. Também há o aqüífero Furnas, que se encontra nas regiões do Paraná, Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Por fim, o aqüífero Itapecuru está localizado nos estados do Maranhão e do Pará.
3 – Os maiores aqüíferos (Guarani e Alter-do-Chão) tem como diferença o tamanho de suas áreas e o volume de água neles existente. O Alter do Chão, tem volume maior que o do Guarani, tendo quase o dobro do volume do Guarani. Além disso, o Alter do Chão é sedimentar, tendo uma porosidade maior, assim como sua área, enquanto o Guarani, é de uma região mais cristalina, contendo mais rochas.
4 – Acho que em relação ao potencial hídrico, o Brasil não tem preocupação, ou não deveria ter, pois os dois maiores aqüíferos mundiais estão em áreas brasileiras. Dessa forma, pode-se muito bem utilizar da água provida desses dois aqüíferos. E futuramente, o Brasil, com a falta de água, será alvo de negociações, devido a essa grande quantidade.

João Vitor - 3ºB - Nº18

Melina K. S. - N 32 - 3B disse...

1- Formações geológicas que pode armazenar água subterrânea. São rochas porosas e permeáveis, capazes de reter água e de cedê-la. Esses reservatórios móveis aos poucos abastecem rios e poços artesianos. Podem ser utilizadas pelo homem como fonte de água para consumo.

2- Sim. Sistema aqüífero Cabeças, com 0,6% de sua recarga na região hidrográfica, é
considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba,
sendo explotado sob condições livres e confinadas, e com águas de boa qualidade. Também há o sistema aqüífero Urucuia-Areado, com 2,3% de sua recarga na região hidrográfica,
compreende parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão.
Sendo principalmente do tipo livre, ocorre recobrindo em grande parte as rochas do
Bambuí.

3- Os maiores e mais conhecidos, tem o número de sua recarga na região hidrográfica maior. A reserva Alter do Chão tem quase o dobro do volume de água potável que o Aquífero Guarani. Condutividade elétrica, pH, o local aonde estão e etc.

4- O Brasil tem os dois maiores aquíferos do mundo. Nas últimas décadas, tem-se atribuído um papel significativo aos reservatórios hídricos subterrâneos em todo o mundo. Esses recursos são vistos como de primordial importância para alavancar o desenvolvimento econômico e social e para garantir o abastecimento urbano.
Por outro lado, pesquisas buscam detalhar as características dos aquíferos mundiais e traçar mecanismos necessários para uma utilização sustentável.
O Projeto de Proteção Ambiental e Desenvolvimento Sustentável do Sistema Aquífero Guarani, finalizado em 2009, fez o mapeamento do reservatório, durante seis anos, e apontou estratégias e instrumentos para garantir o uso adequado dos recursos hídricos nas regiões onde está localizado (em oito estados brasileiros, mais Uruguai, Paraguai e Argentina).

Anônimo disse...

Sérgio Heusi de Almeida, 36. 3A


1. Aquífero é uma formação geológica que funsiona como reservatório de água, sendo alimentado pelas chuva que se infiutrao no subesolo. São rochas com características porosas e permeáveis capazes de reter e ceder água. Elas fornece água de ótima qualidade e alto índice de qualidade no Inmetro.

2.Claro, pq cistema aqüífero Cabeças, com 0,6% de sua recarga na rejião hidrográfica, é
considerado o de melhor potencial hidrogeológico na Bacia Sedimentar do Parnaíba. Estados: Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão. Sistema aqüífero Furnas, com 0,9% de sua recarga na região hidrográfica,
correspondente a parte dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás,
Paraná e São Paulo.Sistema aqüífero Itapecuru, com 5,0% de sua recarga na região hidrográfica, aflora
nos estados do Maranhão e Pará. Entre otros...

3. O maior aquiféro do Brasil e do mundo é o Aquiferó do Guarani, em Guarani, obviamente onde ocorrem várias características aonde o aquiferô interaje.

4. O Brasil possui o maior potensia dos acuiféros do brasil e do mundu. Pqe tem o aquiferós do Guarani em guarani onde é muito bom para a produssaum de agua.

Uma ideia sustentavel disse...

O aquifero de guarani e alter do chão é o futuro da agua no mundo.É claro que ira gerar muitos conflitos
mundiais,porque paises desenvolvidos estão de olho nesses reservatórios naturais riquizimos como os EUA.

Renan 7 serie
Escola EMEF guilherme de almeida dre penha são paulo sp

Abutre disse...

Conta de água exorbitante
Com tanta água nesse nosso país e pagamos as taxas mais caras de água do mundo. Quando viramos o verso da conta de água, é que vemos a verdadeirra razão: Essas empresas jogam na cara da população todos os seus impostos e encargos que SOMENTE A ELAS PERTENCEM. Não o consumidor. Lá tem: IPTU, ICMS, ISS, CSLL, IOF (imposto sobre aplicações financeiras e até IPVA.
As campanhas por redução de consumo chega às rais do ridículo: falam até em filtrar as águas de fossas e esgotos para o reaproveitamento da população. Além de serem sistemas inventados recentemente sem nenhuma garantia, são caríssimos e perigosos. Você já pensou em beber uma água em que tanto você, como milhares de indivíduos defecaram e urinaram, al;ém de outras imundices? E a filosofia que os "ecochatos" querem impingir à população. O alto custo da água no Brasil se deve não à carência do "precioso líquido", mas da ganância e interesses muito diversos do ecológico. Vejo matérias jornalisticas distorcidas, verdadeiros jabás, em que jogam a culpa pela poluição dos rios e mares à população. Mas quem polui mesmo são justamente as companhias de água e saneamento. Elas jogoam todos os detritos fecais e industriais, além das enxurradas das ruas nos mananciais. Os sistemas de tratamento de esgoto são ridiculamente ineficientes. Consistem em jogar o esgoto para o alto, a pretexto de "oxigenar" a água. Depois, deixam precipitar a imundice no fundo de tanques por algum tempo. A água que fica por cima é atirada nos rios, lagos e mares, com todas as bactérias, ovos, cistos e larvas de vermes mortais. Estas empresas se vangloriam em seminários e propagandas dizendo que "90 por cento dos esgotos são filtrados!" É mesmo? Significa que 10 por cento de imundice a população pode beber?
A água é um bem de caráter divino e sagrado, e todos os cidadãos comuns têm direito à ela. Desconfiemos quando dizem: "Ah! a água será a razão da terceira guerra mundial!". "Poupe água! Fique sem banho!" ou coisas do tipo: "A água é fonte estratégica de ... etc.".
"O aquífero tal poderá abastecer o mundo durante quatrocentos anos!!!".
Tudo isto é parte de uma campanha esperta para fazer com que as populações reduzam o consumo a um nível absurdamente baixo, mantendo-se assim o faturamento dessas empresas sem precisar fazer maiores investimentos em adutoras e distribuição. Além desses também grupos estrangeiros estão de olho gordo nesses recursos para faturar alto. Paras quem viu o filme "Mr. Brooks" ele diz ao vilão otário porque ele tem um cemitério: "Ora, água e cemitérios são investimentos seguros!"E a população do mundo inteiro cai no golpe ecomentiroso.
É hora das pessoas se esclarecerem mais e mudar isso.

Paloma W.K 3A disse...

1) Um Aqüífero é uma formação geológica, formada por rochas permeáveis seja pela porosidade granular ou pela porosidade fissural, capaz de armazenar e transmitir quantidades significativas de água.
2) Além do Aquífero Guarani, e Alter do Chão, há outros menos conhecidos no Brasil. São esses: aquífero Cabeças, Urucuia-Areado (que está localizado em parte dos estados de Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Maranhão), aqüífero Furnas (que está localizado nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo), e o aqüífero Itapecuru que fica nos estados do Maranhão e Pará
3) -O Aquífero Guarani é maior do que o Aquífero Alter do Chão se comparado a extensão. Porém o Alter do Chão é o maior em volume de água potável do mundo, com 86 mil Km³. Em termos comparativos, a reserva Alter do Chão tem quase o dobro do volume de água potável que o Aquífero Guarani - com 45 mil km³ de volume.
"A região amazônica é menos habitada e por isso menos poluente. No Guarani, há um problema sério de flúor, metais pesados e inseticidas usados na agricultura. A formação rochosa é diferente e filtra menos a água da superfície. No Alter do Chão as rochas são mais arenosas, o que permite uma filtragem da recarga de água na reserva subterrânea".
4) O Brasil é um dos melhores países que em questões de potencial hidrográfico ,possuímos diferentes bacia e uma grande extensão de terra ao longo do mar, mas ainda assim não sabemos aproveitar. Com o desvio de verbas dessas hidroelétricas, não conseguimos suprir a própria população brasileira, como no sertão, aonde temos vilas que se movimentam mais de 10 km por dia para encherem um balde de água.

Anônimo disse...

eu estou abismado com essa riqueza que temos no nosso país,infesmente não temos politicos competentes para adimistrar bem esta riqueza.mas eu acredito no Deus que tudo fez,eque é dono do Aquífero guarani e Alter do châo, que Deus inlumini a mente desses humanos.

Anônimo disse...

adorei uma coisa tao rica