quinta-feira, 1 de outubro de 2009

ETANOL PRODUZIDO NO BRASIL


BRASIL : FONTES ALTERNATIVAS DE ENERGIA

A discussão entre a produção de alimentos versus energia vem ganhando força, sobretudo devido a disponibilidade cada vez mais limitada de recursos naturais, como terra e água, e os impactos altistas nos preços de commodities como milho e óleos vegetais. Na edição de 06 de dezembro, a revista britânica The Economist trouxe em seu editorial duras críticas à política de subsídios ao etanol à base de milho, que seria um dos principais responsáveis pela alta de preço dos alimentos no mundo. Em determinado momento coloca-se a frase: “encha o tanque de um carro utilitário esportivo com etanol e você terá gasto milho suficiente para alimentar uma pessoa por um ano inteiro". E essa não foi a primeira vez que a revista tocou nesse tema.

OBSERVE A PRODUÇÃO DO ETANOL EM ALGUNS PAÍSES.


A participação dos biocombustíveis na matriz energética mundial é próxima de 1% mas os investimentos nessa área estão acontecendo de forma expressiva. Além disso, as perspectivas de esgotamento de fontes energéticas de origens fósseis, com o caso do petróleo, reforçam as políticas energéticas dos países para essas novas fontes renováveis.

O etanol, também conhecido como álcool etílico encontra uma ampla aplicação na vida cotidiana do brasileiro seja como solvente industrial, anti-séptico, conservante, componente de diversas bebidas, em desinfetantes domésticos e hospitalares, solvente de fármacos importantes. Além do uso caseiro ou industrial o etanol se tornou uma molécula estratégica para a economia brasileira como uma alternativa energética viável, já que Brasil tem tradição e conhecimento na produção deste biocombustível para a substituição gradativa do petróleo.

GRÁFICO : PRODUÇÃO DA CANA DE AÇÚCAR E O CUSTO


O etanol como combustível

Ao contrário do que se pensa, o uso do álcool como combustível acompanha o nascimento dos automóveis. Tem como características técnicas ser menos inflamável e menos tóxico que a gasolina e o diesel. Ele pode ser produzido a partir de biomassa (resíduos agrícolas e florestais). No Brasil, ele é gerado principalmente da cana-de-açúcar. Nos Estados Unidos, o milho é o mais usado.


OBSERVE NO GRÁFICO, A VANTAGEM DA PRODUÇÃO DO ETANOL DA CANA- DE- AÇÚCAR EM RELAÇÃO A OUTROS PRODUTOS.

O uso de álcool combustível teve seu primeiro ápice no país a partir da década de 70, com a crise de petróleo no mundo e o nascimento do Proálcool (Programa Nacional do Álcool) em 1975, que incentivava o cultivo da cana-de-açúcar e provia recursos para construção de usinas, e tinha como apelo o fato de ser uma fonte de energia renovável e menos poluidora que os derivados do petróleo, o que possibilitou o desenvolvimento de uma tecnologia 100% nacional. Entretanto o projeto enfrentou a valorização do açúcar e o fim da crise do petróleo e tornou-se inviáveis.

TEMOS CAMINHOS PARA TRILHAR.

MAIORES PROBLEMAS :




Existem problemas que precisam ser resolvidos para que o álcool se torne realmente uma alternativa sócio e ambientalmente sustentável no Brasil.

São eles:CORTADOR DE CANA- EXPLORAÇÃO

* Monocultura da cana-de-açúcar;
* Condição social e trabalhista da mão-de-obra empregada;
* Primitivo processo de colheita (que obriga à queima da cana);
* Produção de vinhoto (resíduos da fermentação do álcool)


O VINHOTO PODE SER LARGAMENTE APROVEITADO COMO ADUBO


Existem alternativas?

* Geração de energia com o bagaço da cana;
* Utilização do vinhoto como fertilizante;
* Fim da colheita com o método de queimada;
* Justiça Social e fiscalização trabalhista no trabalho dos cortadores de cana;

Produção brasileira de cana-de-açúcar

O etanol é produzido no Brasil essencialmente nas regiões sudoeste e nordeste do Brasil. O Brasil tem uma área total de 851 milhões de hectares, sendo que, somente em 6 milhões de hectares, está concentrado o cultivo de cana-de-açúcar. A plantação de milho e soja ocupa atualmente 34 milhões de hectares e pecuária, outros 220 milhões.




Etanol brasileiro é considerado “avançado” e o de milho é vetado nas novas regras dos EUA

As novas regras para as metas de combustíveis renováveis nos Estados Unidos foram divulgadas nesta terça-feira, 5, e classificam o etanol de cana-de-açúcar brasileiro como mais eficiente na redução de emissões de poluentes do que o de milho produzido no país. Com isso, as usinas brasileiras poderão concorrer às cotas de “biocombustíveis avançados” que até 2020 chegarão a 80 bilhões de litros.

O etanol de milho, em comparação com a gasolina, reduz em 16% as emissões de poluentes, enquanto o de cana reduz em 44%, como anunciou a Agência de Proteção Ambiental, a Secretaria de Agricultura e a Secretaria de Energia. Os índices levam em conta a emissão de poluentes durante o transporte e a distribuição pela queima de combustível nas usinas.
O combustível, para ser considerado “avançado”, precisa reduzir em pelo menos 50% a emissão dos poluentes, com uma tolerância de 10%. Desta maneira, o etanol de cana, com 44%, está qualificado para abastecer os 80 bilhões de litros de combustíveis avançados que estão na meta da lei de combustíveis renováveis e o etanol de milho ficou de fora, sendo considerado apenas como “renovável”.
Também é considerado o cálculo do uso indireto da terra, que mostra que, com o aumento da demanda por milho ou cana para produzir etanol, o preço dessas commodities cresce e a área cultivada em outros lugares também aumenta, o que irá causar desmatamento e, logo, emissão de poluentes. O governo dos EUA adotou o cálculo por pressão de grupos ambientais que se mostram preocupados com os efeitos dos biocombustíveis no preço dos alimentos e no desmatamento .






FONTES : IBGE
WWW.G1.COM.BR

ATIVIDADES:
1- O QUE REPRESENTA PARA O BRASIL A UTILIZAÇÃO DO ETANOL?
2- QUAIS AS PRINCIPAIS VANTAGENS DO ETANOL DO BRASIL EM RELAÇÃO AO ETANOL DOS ESTADOS UNIDOS?
3-COLOQUE TRÊS CONSEQUÊNCIAS POSITIVAS E TRÊS NEGATIVAS, QUE A INTENSA UTILIZAÇÃO DO ETANOL PODE TRAZER PARA OS CONSUMIDORES E PARA O MEIO AMBIENTE:
4- EXPLIQUE O QUE É O VINHOTO E COMO ELE PODE SER UTILIZADO?

39 comentários:

Rafaella disse...

rafaella 8ªD
pois é, com todos as desvantagens, o governo continua a prejudicar o meio ambiente, e sempre atráz de lucro para si próprio, e nunca pensando no futuro do nosso planeta. Se bem que existem as alternativas, mas porque o governo não se move logo? por que para isso tem que investir, e o eles não a menor vontade de ajudar o planeta!!!

Matheus César da Costa 8ª D Nº 22 disse...

O avanço técnico-científico estuda diversos tipos de energia sabendo que a principal fonte de energia hoje é o petróleo, o petróleo é um recurso natural não renovável, os estudos sobre o biocumbustivel é de aproximadamente 1% mundial, sabendo que o álcool combustível, na década de 70 com a crise do petróleo foi bastante usado, e houve um grande incentivo de cultivo de cana de açúcar, pois é uma fonte de energia renovável e menos poluidora.
O etanol no Brasil ele é gerado pela cana de açúcar e nos E.U.A o milho é o mais usado. O etanol no uso doméstico ou industrial tornou energia alternativa e uma melhoria para o nosso planeta. No Brasil é utilizado em diversas bebidas, desifetantes, etc. Existem alguns problemas com o álcool para que ele se torne uma alternativa de desenvolvimento sustentável( mono cultura, condições sociais e trabalhista ...) Provavelmente deve ter soluções.
No Brasil as terras são utilizadas para o cultivo de soja e para a pecuária, apenas 6 hectares são cultivado a cana de açúcar. O cultivo está concentrado nas regiões do Sudoeste e Nordeste do Brasil.
O etanol de milho reduz 16% das emissões de poluentes e a cana de açúcar 44% em relação a gasolina sendo assim a cana de açúcar é menos poluente e é também um recuso natural renovável, que soluciona os futuros problemas de eneregia e do ambiente

Matheus César da Costa Nº22 8ª "D"

Camila disse...

Camila Marchi Blatt, Nº7,8ªD.
Sem dúvidas, a produção do etanol como fonte energética é uma ótima alternativa para o futuro, pois as principais fontes utilizadas atualmentes são limitadas e prejudiciais ao meio ambiente. A produção do etanol também tem seus problemas, principalmete quando feito da cana-de-açúcar, mas são problemas que podem se tornar um apoio ou solução. O que é necessário é implantação e apoio do governo brasileiro para a produção desse alcool. O Brasil já possui uma produção de etanol signiicativa e relação ao mundo, porém os números podem ser maiores e podemos impressionar o mundo e incentivar outras nações a fazer o mesmo, construindo um planeta melhor e mais limpo. Assim, garantiremos um futuro melhor para nós e para as gerações que estão por vir.

Anônimo disse...

Matheus Nº23 8ªD
eu achava que o etanol só podia ser produzido com cana ou milho mas pode ser feito com trigo e beterraba.acho que o etanol é uma boa alternativa para minimizar a produçao de combustivel a partir do petroleo. mas o desperdicio de comida é alto se for feito com milho. no caso do Brasil a cana é muito bem utilizada já que o desperdicio é menor e existem vantagens como emprego e aproveitamento do vinhoto.

Anikay 8ªD disse...

Anikay 8ªD
- Este assunto é muito polemico, o governo pode tomar muitas medidas preventivas para tentar minimizar os efeitos negativos da produção do Etanol aqui no Brasil.
Felizmente existem “ONGS” que se preocupam com as questões globais que envolvem este assunto como: a fome e o desmatamento no planeta!

Anônimo disse...

Acredito que o etanol brasileiro é bem mais eficiente do que americano, e também acho que deveríamos investir mais em etanol.Mas devemos ter o bom senso de não abandonar outras culturas só porque a cana dá um maior giro de capital e consequentemente um lucro maior.....
Maria de Lourdes Deglmann 2°B n°29

Bruno Serpa 8ª D Nº06 disse...

O etanol no Brasil ele é gerado pela cana de açúcar e nos E.U.A o milho é o mais usado. O etanol no uso doméstico ou industrial tornou energia alternativa e uma melhoria para o nosso planeta. No Brasil é utilizado em diversas bebidas, desifetantes, etc. Existem alguns problemas com o álcool para que ele se torne uma alternativa de desenvolvimento sustentável( mono cultura, condições sociais e trabalhista ...) Provavelmente deve ter soluções.
Eu achava que o etanol só podia ser produzido com cana ou milho mas pode ser feito com trigo e beterraba.Acho que o etanol é uma boa alternativa para minimizar a produçao de combustivel a partir do petroleo.O que é necessário é implantação e apoio do governo brasileiro para a produção desse alcool.O Brasil já possui uma produção de etanol signiicativa e relação ao mundo, porém os números podem ser maiores e podemos impressionar o mundo e incentivar outras nações a fazer o mesmo, construindo um planeta melhor e mais limpo.

camila_simi disse...

camila simioli 8ªD poisé, como a camila disse, o etanol é uma otima alternativa pro futuro, muitas as fontes de energia que usamos, são predudiciais a saude e ao meio ambiente. mas se o etanol for feito com milhoo desperdicio de comida é alto, mas se for feito com cana de açucar o desperdicio é menor,ela também é menos poluente...

Anônimo disse...

n° 09 2B

O Brasil deveria valorizar mais o seu produto, e o governo devia parar de prejudicar o meio ambiente e só querer o lucro para si, ao invés de investir fora devia investir em nosso país.

Anônimo disse...

Thaynara, nº 29, 8ªD, eu também acho que o etanol é uma alternativa para o futuro.
achei muito interessante essa matéria, pois fiquei sabendo que o etanol a base de milho é responsável pela alta do alimento, fiquei sabendo também o que é venhoto, e que o etanol é importante para nós, como: anti-séptico, sovente industrial e muitos outros. Gostei bastante do conteúdo...

Anônimo disse...

acho que a produção do etanol com milho e cana-de-açúcar tem suas vantagens e desvantagens , ao mesmo tempo em que o etanol é eficiente e menos poluente , ele é feito com alimentos , enquanto pessoas passam fome outras gastam com combustível. Mas na verdade quem deve tomar uma providencia é o governo , envestir mais nas pessoa e tentar unir o útil ao agradável .
nathalia 8D 25

Bruna disse...

Como estudos no capítulo anterior, na década de 70 houve aumento do preço da barril do petróleo. E com o objetivo de evitar a dependência do petróleo o Brasil, investiu no PROÁLCOOL. E com isso foram produzidos cerca de 5,6 milhões de veículos a álcool no período de 1975 a 2000. A partir de 1986, a situação do mercado petrolífero se altera. Os preços do barril caíram de um patamar de US$ 30 a 40 para um nível de US$ 12 a 20.Os baixos preços pagos aos produtores de álcool a partir da abrupta queda dos preços internacionais do petróleo (que se iniciou ao final de 1985) impediram a elevação da produção interna do produto. Porém como na época das crises do petróleo dos anos 70, o mundo ainda está empenhado em encontrar uma solução para problema energético.
Bruna N° 07 2°B

rodrigo nº30 8ªA disse...

Rodrigo nº 30 8ªsérie A
Esse assunto é muito polemico ...
apesar de ser um combustivel limpo
existe ainda o problema de que alguns países como EUA utilizam o milho para a produção do etanol,e por desperdiçar muito alimento para a produção, muitas pessoas acabam sem alimento.
Mas se trocasem o milho por cana na minha opinião não exitiria o problema de desperdicio

Anônimo disse...

Rodrigo nº 30 8ªsérie A
Esse assunto é muito polemico ...
apesar de ser um combustivel limpo
existe ainda o problema de que alguns países como EUA utilizam o milho para a produção do etanol,e por desperdiçar muito alimento para a produção, muitas pessoas acabam sem alimento.
Mas se trocasem o milho por cana na minha opinião não exitiria o problema de desperdicio

Anônimo disse...

O Brasil tem as alternativas para não prejudicar o meio ambiente,porém nem sempre ele usa essas alternativas.Se o Brasil investisse no etanol do milho ou pelo menos na cana de açúcar poderá,imitir menos gases à atmosfera,mas ele sempre pensa em lucro e não ecológicamente e nem sempre pensa no futuro do mundo, ou até mesmo das pessoas.Essas fontes,na minha opnião são umas fontes que no futuro poderia ou poderá ser usada com frequência ou sempre.E creio que apesar de tudos os prejuisos,o Brasil deveria investir no etanol,pois ele pode ser prejuiso,porém é um lucro para a sociedade que viverá sem popluentes e uma grande vantagem para o futuro.
Luis Paulo Hemmer nº19 8ªA

Anônimo disse...

O etanol é um biocombustível muito bom para economia brasileira.E o Brasil usa muito a cana-de-açúcar para gerar o etanol e já nos EUA o milho é mais utilizado. E isso é muito bom para nos brasileiros pois eu acho que quando feito com cana-de-açúcar bem utilizada o desperdício de comida é menor , e com essa atitude teremos cada vez mais o país melhor.

Ana Nº4 8ªA

Anônimo disse...

''ETANOL PRODUZIDO NO BRASIL''

VANTAGEM OU DESVANTAGEM?

Em nosso país, historicamente o cultivo de cana-de-açucar sempre teve grande destaque na produção econômica, tanto que era também denominada ''OURO BRANCO DA COLÔNIA''. Atualmente, as plantações de cana-de-açucar ocupam grande parcela de nosso território. Aqui a produção de cana-de-açucar tem dois destinos, para a produção de açuçar ou a de etnol.Se a produçao de cana for destinada exclusivamente para a produção de etanol provavelmente haverá diminuição da produção de açuçar.. Esses destinos geram muita polêmica, é um caso de prudução de alimento versus energia... Como escolher?
A produção de alimento é fundamental, é algo necesário, mais nos dias de hoje a energia é cada vez mais importante.

Os cortadores de Cana
Podem chegar a cortar 18 toneladas por safra. Ganham por mês entre 1.800 até 12.00.

O ETANOL
O Etanol é produzido essencialmente no sudoeste e nordeste do Brasil. O Etanol de milho em comparação com a gasolina reduz 16% as emissões poluentes, a cana chega até 44%. O ETANOL É MENOS POLUIDOR DO QUE OS DERIVADOS DO PETRÓLEO.
problemas para resolver para que o alcool se torne uma alternativa sócio e ambientalmente sustentável no Brasil.
* Monocultur da cana-de-açucar
*Condição social e trabalhista da mão de obra empregada
*primitivo processo de colheita (que obriga queima da cana).
*produção de vinhoto (resíduos de fermentação do álcool).

Solução/alternativas
*Geração de energia com o bagaço da cana
*utilização do vinhoto como fertilizante
*fim da colheita com o método da quiemada
*Justiça social e fiscalização trabalhista no trabalho de cortadores de cana.

Acredito que não precisamos escolher entre um dos dois, pois produção de alimento e energia são pontos que trazem benefícios quanto malefícios, só precisamos rever nossas posturas. Mudanças climáticas já estão acontecendo e não se pode correr o risco de agravá-las por falta de responsabilidade. NÃO COMPROMETA O FUTURO DAS NOVAS GERAÇÕES...

Sabrina, 32 8A.

Anônimo disse...

Amanda Nº36 8ªA

Este assunto é muito polemico mais sem dúvidas, a produção do etanol como fonte energética é uma ótima alternativa para o futuro.
O etanol é uma boa alternativa para minimizar a produçao de combustivel a partir do petroleo.

Uma análise do crescimento experimentado pelo setor permite contestar o argumento de que a cultura da cana-de-açúcar voltada para a produção de etanol é danosa ao meio ambiente. Os biocombustíveis, ao contrário, têm tido impacto sócio¬ambiental positivo, ao recuperar áreas previamente desflorestadas, propiciar o rodízio e o arejamento de terras dirigidas à produção de alimentos, além de empregar quase um milhão de trabalhadores, inclusive por meio do sistema de cooperativas familiares. Por outro lado, o aumento significativo que se tem verificado na agricultura da cana-de-açúcar no Brasil – concentrada, basicamente, no estado de São Paulo, longe da região amazônica e ocupando apenas 0,6% do território nacional – decorre, sobretudo, de ganhos de produtividade e de pesquisas empreendidas pela EMBRAPA.
A indústria sucro-alcooleira está entre os setores produtivos que mais empregam no Brasil.

Anônimo disse...

Rômulo 8ªA Nº:31

Em comparação, o entanol produzido no Brasil é maior do que a produção nos Estados Unidos e Canadá, mas comparando com o mundo o Brasil produz cerca de 17 bilhões de lintros e o restando do mundo 28, é uma diferença grande mas se o Brasil se esforçar da para chegar mais perto.Mas também existe o problema da cana-de-açucar em ser usada para fabricar etanol, pois esse cultivo traz más condições social e trabalhistas de mão de obra empregada e promitivos processos de colheita, como queimar a cana que deixa o solo infertil e pode traser doenças.Se o Brasil investir em outros métodos como: geração de energia com o bagaço da cana, fim da colheita com o método de queirma e muitos outros o Brasil vai para frente e concerteza crescera muito.

Anônimo disse...

A produção do etanol beneficia não só o meio ambiente como também o agricultor que produz a cana-de-açúcar.Essa alternativa de biocombustível ainda fortalece a economia brasileira e a exportação do Brasil

Bernardo Marucco Silva 8A n6

Anônimo disse...

Achei muito interressante o fato de que o álcool(etanol) poder ser produzido a partir de biomassa e que no Brasil ele é feito a partir da cana-de-acúcar e nos Estados Unidos, o milho é o mais usado(apesar de ser vetado e considerado "pior" que a cana-de-acúcar). Também é interessante que o uso do álcool combustível teve o seu primeiro grande aumento no país a partir da década de 70, com a crise de petróleo no mundo e o nascimento do Proálcool, em 1975, que incentivava o cultivo da cana-de-açúcar e provia recursos para construção de usinas, e tinha como apelo o fato de ser uma FONTE DE ENERGIA RENOVÁVEL e MENOS POLUIDORA que os derivados do petróleo, o que possibilitou o desenvolvimento de uma tecnologia 100% nacional.
Parabéns conceição, continue assim fazendo matérias exelentes e com muita vontade heim!!!
André Passos, 05, 8A

Anônimo disse...

Vincius de Menezes Schiefferdecker
nº:34 8ªA

Gostei muito desta postagem Conceição. Não tinha a minima ideia que o Brasil produzia mais etanol do que os Estados Unidos e o Canadá.
O vídeo também explicou muito bem o que é preciso fazer para conseguir a cana de açucar e o trabalho que essas pessas passam pra fazer isso.
O Brasil produz muito etanol principalmente nas regiões sudoeste e nordeste com 851 milhões de hectares mas só 6 milhões é ocupado pelo cultivo de cana de açúcar.
O etanol de cana-de-açúcar brasileiro é classificado como mais eficiente na redução de emissões de poluentes do que o de milho.

Anônimo disse...

Esse assunto traz muitas discussões, mas com certeza o Etanol é uma ótima fonte de energia alternativa. No Brasil, o Etanol está sendo produzido com a cana-de-açúcar e em outros países como os Estados Unidos está sendo produzido com milho. Nos Estados Unidos a produção gera polemica, pois um tanque de um carro cheio com etanol a base de milho, poderia ser o suficiente para alimentar uma família por um ano. No Brasil a cana-de-açúcar abre uma grande vantagem sobre o milho, pois reduz 44% das emissões, e com a tolerância de 10% o etanol a base da cana consegue ser considerado “avançado”. O álcool (etanol a base de cana que é utilizado como gasolina) também traz outras vantagens, pois existe a possibilidade de gerar energia com o bagaço da cana, e a utilização do vinhoto (resíduo do caldo) como fertilizante, e neste caso para cada litro de álcool produzido, 12 litros de vinhoto são deixados como resíduo, e muitas vezes este vinhoto é jogado em rios. Mas também há desvantagens na produção do etanol a base de cana-de-açúcar, a maior delas seriam o trabalho dos bóias-frias (cortadores), que muitas vezes é escravo, e também é o primitivo processo de colheita que obriga a queimada da cana.

Aluno: Jean Nº 17 8 ª série A

Anônimo disse...

Gostei muito da postagem pois realmente, com o esgotamento dos combustíveis fósseis voltamo-nos para as diversas fontes energéticas que possuímos e verificamos a existência de uma alternativa que nos seduz por todos os benefícios ambientais e potencial rendimento energético: os biocombustíveis.
Porém, começando a utilizá-los em grande escala, podemos estar perante uma tragédia com resolução impossível: uma crise de alimentos. É esta a provável crise que enfrentaremos depois do petróleo e da crise financeira acabarem.

Aluno: Alisson Steffens Henrique Nº:02 8ªA 2010.

Anônimo disse...

"Etanol Produzido no Brasil"

Muitos se preocupam com o estado onde o planeta se encontra e como podemos fazer para cuidar do que ainda resta deste. Com isso, propõem-se alternativas. Uma destas, são os Biocombustíveis. Índices de redução da poluição com os Biocombustíveis nos fazem pensar que produzindo estes tudo ficará bem. Porém, como toda alternativa, trazem vantagens e desvantagens.
O Etanol, que pode ser produzido a partir da biomassa, agride menos o meio ambiente que os combustíveis fósseis (e não renováveis). Mas será que é a melhor solução?
No Brasil ele é gerado pela cana-de-açucar, e reduzindo 44% de emissões, comparado com a gasolina. Nos EUA, é produzido com milho, que diminui cerca de 16%. Isso faz com que o Brasil seja considerado avançado em relação a produção do Etanol. Porém, para isso, necessita-se muita mão-de-obra para a extração da cana, e o custo benefício depende do cortador, fazendo com que o trabalho seja muito pesado e árduo.
Outra desvantagem sobre o Etanol, é que este (assim como o restando dos biocombústíveis) pode gerar uma crise alimentícia, pois boa parte da produção é destinada na sua fabricação.
Resta-nos uma dúvida, vale ou não vale a pena fabricar o Etanol?

Mariana Scharf - nº 25 - 8ªA

Anônimo disse...

Com o esgotamento - cada vez mais rápido e intenso - dos recursos naturais, o jeito é investir em soluções alternativas. O Brasil, vem investindo no Etanol,produzido através da cana-de-açúcar, porém, por mais soluções que este traga (como a redução de gases em 44% em relação a gasolina), ainda existe o outro lado da história. Se esta alternativa está trazendo bons resultados para o país e o mundo, deveria ser investido no controle e na fiscalização.
Evitando problemas como a exploração dos "bóia-fria", garantido-lhes uma boa condição de trabalho, o desperdício do vinhoto (que seria mais um tipo de alternativa para utilizar-se como fertilizante) sem poluir os rios. Além de não causar as queimadas, na produção deste recurso.
Os EUA vetou a utilização do milho, por gastar muito mais e render muito menos do que o etanol.O Brasil está na frente de muitos outros países, com a decisão desta produção, melhorando sua economia e claro, ajudando meio ambiente.
E também devemos nos lembrar que o etanol não só é utilizado na produção de combustíveis, como também está presente no nosso cotidiano, em farmácias, produtos domésticos, hospitais...Essa grande variedade de aplicações que tem é uma ótima solução para reduzir o desperdício do tão uitlizado, explodrado e cobiçado petróleo.
Este tema é super legal e atual. Adorei!

Eduarda nº 11 /8ª série A

Anônimo disse...

Alexandra, nº1 - 8A

Apesar de o Brasil ser muito avançado no etanol (já que temos a cana-de-açucar), acredito que muito espaço está sendo gasto para um só "produto"(o etanol). Muitas trabalhadores sofrem com isso, e acho que precisa ser mudado. Se as medidas corretas fossem tomadas, mais pessoas seriam empregadas e a cana seria melhor utilizada. Os outros países não chegam aos pés do que o Brasil produz de etanol. Nos EUA, o milho é muito utilizado, o que é um absurdo, pois isso poderia estar alimentando muita gente que não tem o que comer.

Anônimo disse...

O etanol é um biocombustível brasileiro que trazz muita renda ao país.Por isso, devemos apoiar os produtores de cana de açúcar,investir em mão de obra e divulgar essa riqueza brasileira por todo o planeta.Além do etanol fortalecer a economua brasileira e gerar muitos empregos,ela ajuda o meio ambiente e renova o ciclo com a Terra, já que estamos destruindo tanto ela.
O etanol deve ser apoiado e produzido em nosso país.
Bernardo Marucco 8A 6

Anônimo disse...

Mariana Busarello / N° 24 / 8ª A

Em relação ao Etanol produzido por outros países, o Brasil vem avançando de forma significativa. A produção de Etanol da cana-de-açúcar possibilita um maior rendimento por área plantada e tem menos emissão de gases poluentes. Porém as queimadas empobrecem o solo, são prejudiciais aos trabalhadores, e em contra partida, a mecanização das lavouras de cana-de-açúcar tem deixado muitas pessoas sem emprego.

Anônimo disse...

Esse assunto é sem dúvidas muito polemico... Nos EUA o desperdício de milho é alto, pois o utilizam para a produção do Etanol, e isso é um grande problema, pois poderiam estar alimentando várias famílias que passam por necessidades. No Brasil a cana-de-açúcar abre uma grande vantagem sobre o milho, pois reduz 44% das emissões, e com a tolerância de 10% o etanol a base da cana consegue ser considerado “avançado”. Adorei esse tema Conceição, parabéns!

Maria Eduarda, Nº22, 8ªA.

Anônimo disse...

O Brasil está muito avançado em questão da produção do etanol, acho que seria uma ótima forma de energia, que traria recursos e não seria tão caro, devido a alta produção da cana de açúcar aqui no Brasil.. É um assunto muito polêmico que ainda vai ser discutido por muito tempo!

Victoria Pezzini (33) - 8ªA

Anônimo disse...

Aprodução do etanol como fonte energética é uma exlentealternativa para o futuro,porque principais fontes utilizadas são limitadas e prejudiciais ao meio ambiente. A produção do etanol tem seus problemas, quando feito da cana-de-açúcar.são problemas que podem se tornar uma solução. é necessário aimplantação e apoio do governo brasileiro para a produção desse alcool. O Brasil possui uma produção de etanol signiicativa e relação ao mundo, mas os números podem ser maiores e podemos impressionar o mundo e incentivar outras nações a fazer o mesmo, construindo um planeta melhor e mais limpo. Marianna Siqueira 8ªA

Anônimo disse...

O Brasil é um pais com muitos recursos naturais para aplicar as novas fontes de energia no país e, talvez, no mundo.
A produção com a cana pode trazer crise de alimento, subindo preços de outros produtos, produzindo menos açúcar e prejudicando agricultores, mas com certeza está inovando no cenário mundial e ajudando a tentar reduzir a emissão de gases CO2, que era enorme com o uso de petróleo.
O milho dos Estados Unidos é menos em conta do que a cana do Brasil que está chamando atenção, mas ainda são necessário ajustes para fazer com que o nosso etanol possa causar poucas ou, talvez, nenhuma nova crise, ajudando o planeta e a economia.

Mariá Moritz Tomazoni - 23 - 8A

Anônimo disse...

Esse assunto é realmente muito interessante, pois o Brasil está muito avançado no etanol (por conta da cana-de-açucar). Em outros países como os Estados Unidos está sendo produzido com o milho, o que gera uma grande polêmica, porque um tanque de carro com etanol a base de milho, poderia ser o suficiente para alimentar uma família inteira por um ano. No Brasil a cana-de-açúcar abre uma grande vantagem sobre o milho, pois reduz 44% das emissões, e com a tolerância de 10% o etanol a base da cana consegue ser considerado “avançado”. O álcool (etanol a base de cana que é utilizado como gasolina) também traz outras vantagens, pois existe a possibilidade de gerar energia com o bagaço da cana, e a utilização do vinhoto (resíduo do caldo) como fertilizante, e neste caso para cada litro de álcool produzido, 12 litros de vinhoto são deixados como resíduo, e muitas vezes este vinhoto é jogado em rios.
Claro que também há desvantagens na produção de etanol a base de cana-de-açúcar, a maior delas seria o trabalho dos bóias-frias, que na maioria das vezes é escravo e o primitivo processo de colheita que obriga a queimada da cana.
Se as medidas corretas fossem tomadas, mais pessoas acabarim empregadas e a cana-de-açucar seria melhor utilizada.
Fernanda Dalpiaz Nº 13 - 8ª A.

Anônimo disse...

Pois bem com a certa certeza absoluta, o Etanol tem que ser investido e muito pelo Brasil. Primeiro porque gera lucros para a economia, e também porque reduz a emissão de gases poluentes. E ainda mais quando se é feito de cana-de-açucar porque assim ira reduzir 44% da emissão de gases. Então é só parar e pensar. 44% a menos é muita coisa! Com o mundo que estamos vivendo cheio de revés climaticos é muito bom e tem que ser investido. E os EUA na minha opinião tinha que trocar o milho pela cana-de-açucar ( e se nao conseguir melhor pro Brasil pois lucra mais!). Então Conceição acho que mereço um 10 depois desse grande texto que fiz. Tchau
DAVID SANMARTIN MARTINS Nº 9 8ªA

Anônimo disse...

Pois bem com a certa certeza absoluta, o Etanol tem que ser investido e muito pelo Brasil. Primeiro porque gera lucros para a economia, e também porque reduz a emissão de gases poluentes. E ainda mais quando se é feito de cana-de-açucar porque assim ira reduzir 44% da emissão de gases. Então é só parar e pensar. 44% a menos é muita coisa! Com o mundo que estamos vivendo cheio de revés climaticos é muito bom e tem que ser investido. E os EUA na minha opinião tinha que trocar o milho pela cana-de-açucar ( e se nao conseguir melhor pro Brasil pois lucra mais!). Então Conceição acho que mereço um 10 depois desse grande texto que fiz. Tchau
DAVID SANMARTIN MARTINS Nº 9 8ªA

Anônimo disse...

Gostei muito da postagem, vi no blog que é muito dificil a vida de quem trabalha cortando cana de açucar para a produção do etanol,
mais que está sendo aos poucos substituidos por maquinas, também vi a criticas de jornais e revistas, que acham ''ruim'' o desperdicio de alimentos com o etanol
mais que na minha opinião, diminui a poluição e pode ser uma fonte que substitui o petróleo, com isso,preserva o petróleo e ajuda no desenvolvimento do país

Gabriel Reis - 8ªA - Numero 14

Anônimo disse...

Na minha opinião, o Brasil está avançando cada vez mais com o desenvolvimento do etanol, ele é muito com para o país, pois pode ser como fonte alternativa, invez de usar o petroléo, usamos o etanol, e assim podemos preservar o petroléo que nos resta !

Renan Zenni
n 29

Rosa disse...

Adorei seu blog, muito bom, adorei tbm as estrelinhas saindo do mouse...