segunda-feira, 22 de março de 2010

FURACÕES, TORNADOS, CICLONES/QUAIS SÃO AS DIFERENÇAS?



VOCÊ JÁ ENCONTROU AS DIFERENÇAS ?

DIFERENÇAS ENTRE : FURAO, CICLONE, TUFÃO E TEMPESTADE TROPICAL.


área de alta e baixa pressão atmosférica


olho do furacão

Os termos "furacão" e "tufão", são nomes regionais dados a um forte ciclone tropical.
Ciclone tropical é um termo genérico, dado a um sistema não frontal de larga escala, baixa pressão e convecção organizada e que se forma e desenvolve sobre águas tropicais ou sub-tropicais.
As características desse sistema são os temporais e circulação ciclônica dos ventos de superfície. Ciclones tropicais com ventos sustentados máximos inferiores a 61 km/h são chamados de depressão tropical.
Quando os ventos sustentados de um ciclone tropical atigem 61/Km/h são chamados de tempestade tropical. Se os ventos atingem a marca de 119 km/h passam a ter a seguinte denominação regional:
Furacão, quando ocorrem no Atlântico Norte e Pacífico nordeste e Pacífico Sul.
Tufão, sistema formados
sobre o Pacífico noroeste.
Ciclone Tropical Severo.
Quando se formam sobre as águas do Pacífico sudoeste e sudeste do oceano Índico.
Tempestade Ciclônica Severa. Para sistemas sobre o a região norte do oceano Índico.
Ciclone Tropical, na região sudoeste das águas do Índico.



DIFERENÇA ENTRE FURACÕES E TORNADOS:

Embora ambos sejam vórtices(redemoinhos) atmosféricos, eles tem muito pouco em comum.
Tornados, tem diâmetros de centenas de metros e são produzidos por uma única tempestade convectiva. Por outro lado, ciclones tropicais tem diâmetros da ordem de centenas de quilômetros, sendo comparável a dezenas de tempestades convectivas.
Além disso, enquanto tornados requerem um forte cisalhamento vertical do vento para sua formação,
ciclones tropicais requerem valores baixos de cisalhamento vertical para se formar e crescer.


Os tornados, são fenômenos primariamente continentais, de modo que o aquecimento solar sobre o continente usualmente contribui favoravelmente para o desenvolvimento da tempestade que dá início ao tornado (embora também existam tornados sobre o mar, que são chamados de trombas d'água).
Em contraste, ciclones tropicais são fenômenos puramente oceânicos que morrem sobre o continente devido à quebra no suprimento de umidade. Seu ciclo de vida é de alguns dias, enquanto que o ciclo de vida de um tornado é tipicamente alguns minutos.
* Um ponto interessante é que quando um ciclone tropical está sobre o continente seus ventos de superfície decaem mais fortemente com a altura promovendo, assim, forte cisalhamento vertical do vento que permite a formação de tornados.

TAREFA :
1- EXPLIQUE O QUE É: CICLONE, TUFÃO, FURACÃO, TORNADO E TROMBAS DE ÁGUAS:
2-QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM TORNADO? ONDE ELES SÃO MAIS COMUNS?
3- EXPLIQUE AS ÁREAS DE ALTA PRESSÃO E ÁREAS DE BAIXA PRESSÃO?
4-POR QUE , OS INVERNOS E VERÕES , SÃO MAIS RIGOROSOS NO HEMISFÉRIO NORTE DO QUE NO HEMISFÉRIO SUL?
5- O QUE SÃO CORRENTES OCEÂNICAS OU MARINHAS?




61 comentários:

Anônimo disse...

Conceição, adorei a postagem, agora com certeza eu sei o que é cada um deles, porque antes, eu estava em dúvidas!
Beijos!
Victoria Pezzini 8aA

Anônimo disse...

MARIÁ - 8A

Adorei a postagem! Diferencia bem tufões, furacões, tornados e ciclones. Não sabia que a velocidade de cada um influenciava na classificação, por exemplo. As imagens estão lindas e os vídeos são bem escolhidos

Anônimo disse...

Adorei a postagem Conceição, as imagens são ótimas!! Tirei minhas dúvidas sobre tufões, furações, tornados e ciclones, e, agora já sei diferenciar cada um deles.
Beijos!!
(Maria Eduarda nº22 8ªA)

Anônimo disse...

Conceição gostei muito de saber sobre a diferença entre furacões , tornados e ciclones .
Tirei muitas duvidas e agora vou saber responder essa pergunta , para quem precisar.
Beijos
Ana Mello 8ªA Nº 4

Anônimo disse...

Coneceição adorei suas postagens no seu blog.Concerveja eu aprendi muito.
abraços!
(Rômulo 8ªsérie A)

Anônimo disse...

Conceição gostei muito de suas postagens elas foram muito importantes para apredizagem de nosso grupo. Agora não temos mais duvidas.

( Henrique Veber 8ªA)

Anônimo disse...

Conceição, adorei a idéia de botar esse tema aqui no blog! Apenas com aquela pesquisa feita na tarefa,ainda era um pouco complicado para consgeguir diferenciar estes fenômenos.
Tenho certeza que me ajudou muito neste conteúdo!
As imagens estão muito legais e achei o vídeo super interassante...Adorei, beijos
(Eduarda 8ªA)

Anônimo disse...

Eu sempre pensei que FURACÃO, CICLONE, TUFÃO E TEMPESTADE TROPICAL fosse a mesma coisa, mais depois de ler as informações dadas, percebi que existe diferenças entre eles.. Eu não sabia que a velocidade de cada um influenciava na classificação deles!
Parabéns pelo blog, beijinhos
(Helena Provesi nº15 8ªA)

Anônimo disse...

Achei muito interessante que ventos que atingem 119km/h são denominados por diferentes regiões que acontecem.Furacão, ciclone, tufão e tempestade tropical, varia de cada região. Por exemplo no Atlântico Norte e Pacífico nordeste e Pacífico Sul é furacão. Gostei muito do contéudo e das imagens!

David Martins nº9 - 8ªA

Anônimo disse...

Conceição, estou com bastante dúvidas nessa questão dos furacões, tornados, tufões e ciclones, ja fiz bastantes pesuisas em casa, mas não estou conseguindo diferencia-los. Mas a sua postagem me trouxe curiosidades, como: um ciclone atingindo 119km/h passar a ser um furacão, podendo atingir o Atlântico Norte e Pacífico nordeste e Pacífico Sul. Concerteza o a sua postagem está otima, mas n consigo diferencia-los. As imagens estão muito interessantes também!

Marianna Siqueira de Oliveira 8ªA nº: 26

Anônimo disse...

Mariana Scharf - nº 25 - 8ª A

Conceição, gostei muito dessa postagem, pois com ela pude perceber a ideia errada que tinha sobre furacões, tufões e ciclones.
Adorei também as imagens, são impressionantes! Agradeço por tirar minhas dúvidas, beijos

VINICIUS disse...

Oi Conceição gostei muito da sua postagem, porque me ajudou a identificar e saber o que cada um deles é, como funcianam, qual sua velocidade e se interfere em alguma coisa.
Muito Obrigado!
Beijos.
Vinicius Schiefferdecker 8ªA

Anônimo disse...

Achei muito interessante, pois explica bem as diferenças, que ainda era meio confuso para mim. Gostei muito das imagens, principalmente as que falam das temperaturas, me ajudaram muito. Adorei o olho do furacão, incrível!

Alexandra nº1 8A

Anônimo disse...

Está muito bom, agora sei a diferenças de cada um, antes achava que era tudo a mesma coisa, agora sei o tamanho,diâmetro e velocidade são bem diferentes, esclareceu muitas duvidas.
Rodrigo(nº30)8série A

Anônimo disse...

''FURACÕES,TORNADOS, CICLONES E TUFÕES. QUAL A DIFERENÇA?''

As carcterísticas desse sistema são os temporais e circulação dos ventos de superfície.
Ciclones tropicais são com ventos sustentados máximos, inferiores á 61 km/h, são chamados de depressão tropical; se os ventos aumentarem, recebem a denominação regional: Furacão. Tufão sistema formado sobre o Pacífico Noroeste. Ciclone tropical severo; e por fim Tornados que é a formação de fortes ventos no ar, que se juntam até o solo. Suas características: Fortes ventos, que podem chegar á muitos km/h, podendo provocar destruições. São mais fortes no Norte e mais fracos no Sul.

Curiosidades:
Com o aquecimento global, esses fenômenos ambientais, estão cada vez mais intensos e frequentes, e por consequêñcia mais perigosos, destruindo construções, cidades, e principalmente famílias.

Beijos,

Sabrina- 8A

Anônimo disse...

Este conteúdo é muito interessante, porque aprendi coisas importantes como: a diferença entre esses fenômenos naturais, chamados furacões, tornados, ciclones e tufões é da formação dos ventos, a intensidade e velocidade de cada um.

Gabriel dos Reis- 8A

Anônimo disse...

Consegui diferenciar os furacões, ciclones, e descobri que os furacões e tufões são nomes que eles rebebem em certas regiões, e isso sempre causa duvida. As velocidades podem interferir na "clasificação" dos ciclones, como os ciclones com ventos de 61km/h são considerados depressões tropicais, e com ventos acima de 61km/h são chamados de tempestade tropical. UM ciclone só é considerado furacão quando o vento atige cerca de 120km/h. O tornado é continental, ou seja, em certos continentes favorecem mais a formação dos tornados, um dos fatores para a formação é o aquecimento solar,também há tornados no mar e eles recebem o nome de trombas d'água. Há uma diferença de ciclones tropicais e tornados. Os ciclones ocorrem no mar e duram alguns dias e quando chegam a superfície(continente) se "desmontam" por causa da quebra da umidade, e os tornados duram apenas alguns minutos, porém causam mais distruição do que o ciclone. Achei interessante o dado de que quando os ciclones atingem o continente seus ventos de superfície decaem com a altitude, e endem a formar tornados.
(Jean, nº 17 8ªsérie A)

Anônimo disse...

Muito legal o seu blog Conceição. Muitas dúvidas foram esclarecidas em relação aos FURACÕES, CICLONES, TUFÕES, TORNADOS e CICLONES TROPICAIS, por exemplo:
Furacões:são nomes regionais dados a um forte ciclone tropical!!
Tufões: recebe o mesmo significado de Furacões!!!
Tornados: tem diâmetros de centenas de metros e são produzidos por uma única tempestade.
Ciclone tropical: é caracterizado por um sistema de baixa pressão, por trovoadas e que produz ventos fortes e chuvas torrenciais
Eu também aprendi que quando os ventos ultrapassam os 119/km e ocorrem no Atlântico Norte, no Pacífico nordeste ou Pacífico Sul também são denominados Furacões e quando ultrapassam os 119/km mas são formados sobre o Pacífico noroeste!!!
Valeu Conceição, agora já entendo um pouco mais sobre essas catástrofes que se originam "naturalmente"...
Beijos...
André nº 5 8ª A

Felipe disse...

obrigado muitoooooooooo agora consigo fazer meu trabalho

Anônimo disse...

liçao de casa esta feita obri

Anônimo disse...

nossa que legal uma lição para nós nunca é d+ aprender mais um pouquinho eu não sabia dessas coisas mais agora eu fiquei sabendo não só isso e sim mais coisas além disso legal
bjs,bjs!!!

Anônimo disse...

Conceição, ai vai as respostas para as suas perguntas e meu comentário:
1- Os furacões nascem no meio dos oceanos, em locais de pouco vento e águas quentes, acima de 27 °C. Nessas áreas, a evaporação é intensa: a água do mar esquenta, vira vapor e forma grandes nuvens. É o começo do fenômeno. No local em que a água evapora, a pressão do ar é mais baixa do que nos arredores. Isso faz o ar se deslocar das áreas onde a pressão é maior para o centro do furacão. Esse ar vem cheio de umidade, que evapora e faz crescer o furacão. Se durante anos não existiam provas firmes de que o aquecimento global estivesse a tornar os furacões mais fortes, o ano de 2005 fez com que ocorressem mudanças de opinião, pois ao analisarem a potência total dos furacões em todo o planeta verificou-se que ao longo das últimas três décadas a capacidade destrutiva destes quase duplicou. Contudo estas afirmações geram polemica sendo que ainda não se têm a certezas de que será mesmo assim ou não, visto que não existem dados antigos sobre furacões para se poder elaborar teorias bem fundamentadas
2- O tornado é uma tempestade em forma de redemoinho. A força dele é capaz de "sugar" o que está na terra e arremessar para o alto. Para confirmar a passagem dos tornados levamos em consideração,imagens, por exemplo, das casas que foram destruídas. Um tornado tem o efeito do movimento circular do vento. Outras pistas também ajudam na conclusão são árvores que tem os troncos cortados, carros que são virados com a roda pra cima e relato de pessoas que foram arremessadas a algumas distâncias, ou seja, isso são características de um tornado. Nosso estado tem sido ¨visitado¨ por alguns tornados, que devastaram cidades, como por exemplo a cidade de Guaraciaba que em 2009 um tornado passou por ali.
3- Os ciclones podem ser classificados em extratropicais e tropicais. No primeiro grupo, como diz o nome, estão os ciclones formados fora da faixa entre os trópicos de Câncer e Capricórnio. Eles se formam geralmente em áreas continentais próximas ao oceano e atingem sua máxima intensidade sobre os oceanos, com um deslocamento sempre do Oeste para o Leste (como ocorre no Brasil). Os ciclones extratropicais são muito comuns na região Sul do País. No nosso estado, o grande receio é que ocorra uma situação anormal, semelhante à de 2004, que deu origem ao Catarina, o primeiro furacão do Atlântico Sul. Naquela ocasião, havia ventos soprando a mais ou menos 10 metros de altura e em uma velocidade de até 200 quilômetros por hora, que empurravam tudo o que havia pela frente.
4- Conceição, essa pergunta eu não consegui achar a resposta, porem pesquisando ache isso: Os invernos nos hemisférios são iguais. O problema que no hemisfério norte praticamente existe 80% da população mundial, enquanto no hemisfério sul a maior parte é de oceanos. É claro que as conseqüências à população aparecem de forma maior no hemisfério norte, dando a impressão de um inverno mais rigoroso. A menor temperatura do planeta foi na Antartica, medida por uma equipe de pesquisadores russos, 74° C abaixo de zero
Izabella M. Borges n°15 9C

Anônimo disse...

conceição, achei a postagem muito interessante, pois não sabia diferenciá-los, mas agora entendi tudo e tirei minhas dúvidas!
Gabriel Pezzini n°09 9°C

Anônimo disse...

Aqui estão as respostas da “Tarefa” do seu post:

1- O sol emite radiação solar sobre o oceano (nas regiões tropicais do planeta) durante um longo tempo, a massa de ar da superfície é aquecida. O efeito do aquecimento aumenta a condensação do vapor d’água, formando nuvens de tempestade. A massa de ar já estará numa temperatura consideravelmente quente e só influenciará para que o fenômeno aconteça, aumentando a potência e a velocidade do furacão, ou seja, quanto mais calor e umidade mais o furacão ganhará força. O vento combinado com a rotação do planeta faz com que o furacão ganhe sua forma circular. O “olho” do furacão (localizado na parte central) fica instável e calmo, enquanto a parte lateral gira em alta velocidade acumulando mais vento e ficando cada vez maior. Esse mesmo efeito de rotação do planeta o ajudará a se locomover até solo terrestre, nisso ele irá perder as forças entre casas e árvores (cujo estarão sendo devastadas) até se transformar numa tempestade comum. Muitos cientistas e pesquisadores apontam como principal motivo dos furacões estarem tão freqüentes o aquecimento global; Ele influencia para uma condensação e aumentos de temperatura ainda maiores que os comuns.

2- O tornado tem a forma de um funil, ou seja, suas dimensões horizontais (o comprimento) dependem do tamanho vertical. Os tornados são nuvens brancas (transparentes) de umidade que muitas vezes não são percebidas a longa distância como os furacões, entretanto podem ser percebidos pela forma escura que vai adquirindo ao passar por chuvas, plantações e dejetos na terra ou pela devastação deixada por eles é o que inclui árvores e carros derrubados, casas e lojas destruídas, etc. Os tornados são classificados de F0 até F5, sendo o F0 o mais fraco e o F5 o mais forte. Caso a circulação de vento supere os 64km/h é considerada um tornado, é claro, do nível mais fraco. Mesmo sendo possíveis em qualquer parte do planeta já que é um fenômeno meteorológico, os tornados são mais comuns em territórios de montanhas rochosas, áreas tropicais e durante meses de Primavera e Verão. Essas características territoriais são correspondentes as da América Central e do Norte, principalmente os Estados Unidos, cujo chegou a atingir mais de 70 tornados em 24 horas.

3- Ciclones extratropicais são comuns no Brasil, mas não são sentidos por se formarem geralmente longe da costa. Entre os meses de abril e setembro, a freqüência desse fenômeno pode ser maior, mas isso não impede que ele possa ocorrer em outros períodos e em outras regiões. Em 2008 foram registrados dois ciclones seguidos, o primeiro formou-se junto à costa de São Paulo no dia 27 de janeiro de 2008. Meteorologistas acreditaram que o ciclone poderia se tornar um furacão por causa do seu centro "quente". Porém isso não aconteceu, o ciclone causou poucos estragos nas áreas afetadas. O Segundo ciclone extratropical atingiu o sul do Brasil na noite de 02/05/08, foram registradas fortes ondas no sul de Santa Catarina e no Rio Grande Do Sul, 5 metros em algumas praias, o ciclone destruiu casas e árvores, e milhares de pessoas ficaram ilhadas por causa das chuvas fortes, duas pessoas morreram.

4- Achei poucas informações sobre isso, mas creio que elas tenham explicações significativas... O afélio terrestre ocorre em Janeiro, quando é verão no Hemisfério Sul. O Hemisfério Norte atinge maiores temperaturas no verão, mas a duração do verão é menor. As mesmas relações podem ser transferidas para o inverno. As latitudes das localidades habitadas são maiores no Hemisfério Norte. Há mais área emersa nas proximidades do Círculo Polar Ártico do que nas proximidades da Antártica. Em outras palavras, o Hemisfério Norte está localizado num ponto que há poucos mares e oceanos, os mares e oceanos influenciam no controle da temperatura. Além disso, o Hemisfério Norte fica próximo ao que muitos chamam de “Gelo Eterno” ou até mesmo Pólo Norte, que também influencia muito na temperatura.

Victor 9ºC Nº35

Anônimo disse...

1 - Os furacões formam-se depois que os raios do Sol incidem durante vários dias sobre o oceano, provocando o aquecimento da massa de ar situada próximo de sua superfície líquida, quando a sua umidade se eleva. Os cientistas já perceberam que o aumento dos gases do efeito estufa (como dióxido de carbono emitido pela queima de combustíveis fósseis) aquece o planeta e pode aumentar , elevando assim o potencial da atividade convectiva, que forma os furacões. Além do aquecimento global.

2- Os metereologistas dizem que tanto os tornados como os furacões são vórtices atmosféricos que não é nada mais que um forte redemoinho de ar! Tornados acontecem principalmente sobre a terra, ao passo que furacões só nascem sobre mares quentes – quando alcançam a terra, furacões perdem força, pois não encontram umidade, seu principal combustível.

3- Em dezembro de 2007 um ciclone atingiu Santa Catarina, deixando casas destruídas e pessoas desabrigadas. Professores dizem que o que ocorreu foi uma combinação atípica de ventos fracos nas camadas mais altas da atmosfera e do chamado bloqueio atmosférico que atrapalham a circulação normal dos ventos,que no caso de Santa Catarina, impediu a frente fria que em situações normais deteria a transição para ciclone tropical. Mas climatologistas dizem que isso foi só um diagnostico e não pode ser considerado como algo preciso, pois o fenômeno pode ter sido influenciado pelo aquecimento global, o aumento da temperatura faz com que ocorra maior evaporação das águas dos oceanos potencializando este tipo de catástrofe climática.

4- A proximidade de grandes quantidades de água exerce influência na temperatura. A água demora a aquecer, enquanto os continentes aquecem rapidamente. Por outro lado, ao contrário dos continentes, a água demora a irradiar a energia absorvida. Por isso, o hemisfério Norte tem Invernos mais rigorosos e Verões mais quentes, devido a quantidade de terras emersas ser maior, ou seja, sofre influência da continentalidade.

Rafaeça Streit nº31 9ºC

Anônimo disse...

antes não sabia diferencia-los
Tufão - concentração da tempestade formada geralmente em litorais.

Furacão -furacão é um tipo de sistema de baixa-pressão que geralmente se forma nas regiões trópicas, onde constitui uma parte importante do sistema de circulação atmosférica ao mover calor da região equatorial para as latitudes mais altas.

Tornado - Um tornado é um pequeno, porém, intenso redemoinho de vento, formado por um centro de baixa pressão durante tempestades. Se o redemoinho chega a alcançar o chão, a repentina queda na pressão atmosférica e os ventos de alta velocidade (que podem alcançar mais de 350 km/h) fazem com que o tornado destrua quase tudo o que encontrar no meio de seu caminho.

Ciclone - Área de pressão de circulação fechada, com ventos convergentes e circulares, no centro da qual há um mínimo de pressão relativa. A circulação do vento segue a direção horária no Hemisfério Sul e anti-horária no Hemisfério Norte. É o nome dado para um ciclone tropical no Oceano Índico, mas também pode ser chamado de sistema de baixa pressão.

Matheus 9C

Anônimo disse...

1-O furacão é uma tempestade ciclônica com ventos muitos fortes, que se forma nos oceanos, entre as regiões tropicais, pois é de lá que ele obtém a sua energia. Sua curva se assemelha a uma parabólica, e giram no sentido horário (no hemisfério sul) ou anti-horário (no hemisfério norte) e medem de 200 km a 400 km de diâmetro.
Por razões históricas, os furacões que se formam no Oriente (no oceano Índico e no leste do oceano Pacífico) são geralmente chamados de tufões.

2-O tornado é uma tempestade ciclônica intensa, que pode se formar sobre a terra ou sobre o mar, com aparência de uma coluna móvel afunilada, caracterizada pela rápida ascensão de ar quente e úmido de baixa altitude em direção as partes mais altas da atmosfera.
Tornados são observados em todos os continentes, exceto na Antártida. No entanto, a grande maioria dos tornados no mundo ocorrem na "Alameda dos Tornados" ou, em inglês, Tornado Alley, uma região dos Estados Unidos, embora possam ocorrer quase em qualquer lugar na América do Norte. Eles também ocorrem ocasionalmente no centro-leste e sul da Ásia, nas Filipinas, no norte e centro-leste da América do Sul, África do Sul, noroeste e sudeste da Europa, oeste e sudeste da Austrália e Nova Zelândia. Os tornados podem ser detectados através de radares de impulsos Doppler, assim como visualmente, por caçadores de tempestades.

3-Estes ciclones são chamados de "extratropicais" porque se formam quase que exclusivamente fora das regiões tropicais, e também por se originarem de massas de ar de origem não-tropical. Estes sistemas também são chamados de "ciclones" devido à sua natureza ciclônica. No Hemisfério norte, os ciclones extratropicais giram em sentido anti-horário e, no Hemisfério sul, giram em sentido horário. Dependendo de sua localização geográfica e de sua intensidade, os ciclones extratropicais recebem outras designações, tais como ciclone de médias latitudes,depressão extratropical, baixa extratropical, ciclone frontal, baixa não-tropical e, em casos específicos, ciclone pós-tropical.

4-O inverno (AO 1945: Inverno) é uma das quatro estações do ano. O inverno do hemisfério norte é chamado de "inverno boreal", e o do hemisfério sul é chamado de "inverno austral". O "inverno boreal" tem início com o solstício de inverno no hemisfério norte, que ocorre por volta de 21 de dezembro, e termina com o equinócio de primavera, que acontece perto de 20 de março nesse mesmo hemisfério. O "inverno austral" tem início com o solstício de inverno no hemisfério sul, que ocorre por volta de 21 de junho, e termina com o equinócio de primavera, que acontece perto de 23 de Setembro nesse mesmo hemisfério. O inverno é caracterizado, principalmente, pelas baixas temperaturas. Durante a estação, várias espécies de animais, principalmente de pássaros, migram para outras regiões mais quentes. Outros animais, como ursos, hibernam nesse período, reduzindo grandemente sua atividade metabólica. Em muitas regiões, pode ocorrer a incidência de neve e geadas.
Engloba parte dos meses de Dezembro, Janeiro, Fevereiro e Março no hemisfério norte, e Junho, Julho, Agosto e Setembro no hemisfério sul.
Isto acontece porque os raios solares incidem praticamente perpendicularmente no hemisfério onde acontece o verão e consequentemente, têm uma incidência tangencial no hemisfério oposto, causando o tempo invernoso.

Arthur Gustavo Rufino Nº2 9ºC
(reenviando) o outro esqueci de colocar o nome :B

Daniela disse...

1- COMO SE FORMA UM FURACÃO? POR QUE ELES ESTÃO SE TORNANDO MAIS FREQUENTES?

Os furacões são fenômenos climáticos (ciclones) caracterizados pela formação de um sistema de baixa-pressão. Formam-se, geralmente, em regiões tropicais do planeta. São eles os responsáveis pelo transporte do calor da região equatorial para as latitudes mais altas.

Veja abaixo uma relação das áreas de maior incidência:
- Oceano Pacífico Norte Ocidental
- Oceano Pacífico Norte Oriental
- Oceano Pacífico Ocidental Sul
- Oceano Índico Norte
- Oceano Índico sudeste
- Oceano Índico sudoeste
- Bacia Atlântico norte (região do Golfo do México)

Devido à ligação entre as temperaturas mais altas dos oceanos e os furacões, especula-se que os furacões aumentarão em sua frequência ou intensidade, num mundo mais quente, apresentando velocidades dos ventos mais altas e maior precipitação pluviométrica. Já foi observado que a frequência dos furacões não tem aumentado, em média, ao longo do tempo. Contudo os cientistas acreditam que o aquecimento global resultará em furacões mais intensos, visto que o aumento da temperatura da superfície dos mares proporcionará a energia necessária para a intensificação das tempestades. Um estudo do "Massachusets Institute of Technology - MIT", publicado recentemente , fornece a primeira análise de dados que indicam que as tempestades tropicais estão, realmente, tornando-se mais poderosas.

2- QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM TORNADO? ONDE ELES SÃO MAIS COMUNS?

Características:

• O tornado é uma coluna de ar giratória, que se desloca a uma velocidade de 30km/h a 60km/h em volta de um centro de baixa tensão. Apesar de pequeno, é um intenso redemoinho de vento que ocorre quando uma nuvem em movimento alcança a terra.
• Os tornados acontecem com a chegada de frentes frias, em regiões onde o clima é mais quente e instável.
• A largura de um tornado pode ser menor que 30 metros ou ultrapassar 2,5 quilômetros. Os menores tornados são denominados mínimos e os maiores, de máximos. Um mínimo irá durar não mais do que alguns minutos, deslocar-se um quilômetro e meio e ter ventos com velocidade de até 160km/h. O chamado máximo pode deslocar-se 320 quilômetros ou mais, durar até três horas e ter ventos com velocidade superior a 400km/h.
• O tornado tem um tempo de vida de alguns minutos e raramente ocorre por mais do que uma hora.
• Os tornados se formam a partir de uma única nuvem de chuva e podem possuir vários redemoinhos.

3- PESQUISE E ESCREVA SOBRE OS CICLONES EXTRA TROPICAIS QUE ATINGIRAM O BRASIL.

Algumas regiões, chamadas ciclogenéticas, são características por serem as áreas onde se formam os ciclones. Na América do Sul, as principais regiões ciclogenéticas são o Nordeste da Argentina, o Uruguai, o Paraguai, o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
Ciclones extratropicais são comuns no Brasil, mas não são sentidos por se formarem geralmente longe da costa. Entre os meses de abril e setembro, a freqüência desse fenômeno pode ser maior, mas isso não impede que ele possa ocorrer em outros períodos e em outras regiões
No Brasil, os ciclones extratropicais passam mais pelo mar, causam ressaca, provocam danos com ventos e ondas fortes.

“Em Março de 2004, um ciclone tropical extraordinariamente raro formou-se próximo à costa de Santa Catarina, Brasil. Este ciclone tropical atingiu a costa de Santa Catarina em 28 de Março com força equivalente a um furacão de categoria 2 na Escala de furacões de Saffir-Simpson.”

4- POR QUE , OS INVERNOS E VERÕES , SÃO MAIS RIGOROSOS NO HEMISFÉRIO NORTE DO QUE NO HEMISFÉRIO SUL?

O Hemisfério Norte tem de 47% a 49% de terras emersas, enquanto o Sul tem menos de 10% e uma tendência a invernos mais brandos. A água absorve muita energia e libera quando há um déficit dela. É como se fosse uma pilha, que carrega e emite a energia de volta.
Daniela Diniz nº05 9ºano C

Anônimo disse...

Alguns conceitos:

Furacão: Nome dado a um ciclone tropical de núcleo quente, com ventos contínuos de 118 quilômetros por hora (65 nós), ou mais, no Oceano Atlântico Norte, mar caribenho, Golfo do México e no norte oriental do Oceano Pacífico. Este mesmo ciclone tropical e conhecido como tufão no Pacifico ocidental.

Ciclone: Tempestade caracterizada por um sistema de baixa pressão, por trovoadas e por um núcleo morno, que produz ventos fortes e chuvas. Este fenômeno meteorológico forma-se nas regiões trópicas, onde constitui uma parte importante do sistema de circulação atmosférica ao mover calor da região equatorial para as latitudes mais altas.

Tornado: acontecem quando uma coluna de ar que gira muito rápido se liga, ao mesmo tempo, a uma nuvem de chuva e ao solo. Os ventos que formam esta coluna podem soprar a mais de 500 km/h. Tornados tem diâmetros de centenas de metros e são produzidos por uma única tempestade. Na maioria das vezes a formação ocorre no final da tarde, pois nesse período a atmosfera apresenta maior instabilidade, contém em média 100 metros de extensão, e, ao contrário dos furacões, sua duração é de poucos minutos.

Com essa postagem eu aprendi os conceitos de Furacão, Tornado, Ciclone e Tufão e também aprendi as diferenças entre eles.

Gabriela Lacerda, 9ºC . Nº10

Anônimo disse...

Conceição, não estava conseguindo postar, mas, adorei a postagem, agora posso diferenciar bem tufões, furacões, tornados e ciclones, muito bom.
Furacão ou Tufão(como é chamado em alguns países) é uma tempestade um pouco menor mas mais vigorosa do que um Tornado, está localizada na zona tropical, com sua banda de nuvens com giro em forma circular, apresentando vento com velocidade acima de 64 nós. O diâmeto de um Furacão é de cerca de 800 km. A área circular no seu centro é conhecida como o Olha do Furacão.
Tornado é o distúrbio mais violento da atmosfera; é uma coluna de ar com rotação intensa que se estende a partir da base de uma nuvem de tempestade. Algumas vezes chamados de "twisters" ou CICLONE, podem aparecer como trombas ou grandes cilindros circulares. A maioria tem menos que 1 km e muitos são menores que um campo de futebol. Os ventos em um Tornado nunca alcançam o solo e a maior parte surge da base da nuvem como um funil com rápida rotação. Geralmente mergulham para a superfície e sobem novamente desaparecendo.
Formação de um tornado:
1- Antes do desenvolvimento da tempestade, uma mudança na direção do vento e um aumento da velocidade com a altura criam uma tendência de rotação horizontal na baixa atmosfera. Essa mudança na direção e velocidade do vento é chamada de cisalhamento do vento.
2- Ar ascendente da baixa atmosfera entra na tempestade inclinada e o ar em rotação da posição horizontal muda para a posição vertical.
3- Então há a formação de uma área de rotação com comprimento de 4-6 km, que corresponde a quase toda extensão da tempestade. A maioria das tempestades fortes e violentas são formadas nestas áreas de extensa rotação.
4- A base da nuvem e sua área de rotação são conhecidas como wall cloud. Esta área é geralmente sem chuva.
Ciclone é um movimento de grande escala que pode ocorrer tanto na atmosfera como no oceano, caracterizado por um giro realizado pelo ar ou pela água ao redor de uma área de baixa pressão na atmosfera ou no oceano.
São os responsáveis pelas instabilidades climáticas em quase todas as regiões da Terra, ou seja, é uma formação produzida por grandes massas de ar em alta velocidade de rotação, e que favorece a formação de nuvens e precipitações.
Os ciclones classificam-se em tropicais e extratropicais. Os ciclones tropicais tendem a ser mais violentos que os de latitudes médias e às vezes causam grande devastação.
Nícolas - 9º C – 28

Anônimo disse...

Renan-33 9C

1- Os furacões são fenômenos climáticos (ciclones) caracterizados pela formação de um sistema de baixa-pressão. Formam-se, geralmente, em regiões tropicais do planeta.
2- O tornado pode ser uma tempestade só que em forma de redemionho. O tornado tem efeito do movimento em círculos do vento. Já foram registrados alguns tornados no Brasil como o que aconteceu em 2009 no oeste do estado de sc( na divisa com a argentina)na cidade de Guaraciaba.
3- No Brasil um ciclone extratropical afetou mais de 100 mil pessoas no Sul do país e deixou dois mortos. No município de Ermo (SC), o Rio Itoupava transbordou e alagou o centro da cidade e comunidades rurais depois do temporal provocado pelo ciclone extratropical na Região Sul do país.

Anônimo disse...

1- Os furacões se formam quando o oceano é aquecido pelo sol durante algum tempo causando o aquecimento da massa de ar que se situa nas proximidades dos líquidos aumentando a umidade. Como os furacões são fenômenos meteorológicos que se alimentam do calor liberado através da umidade do ar e da condensação do vapor de água, eles estão se tornando cada vez mais frequentes por causa do aquecimento global.
2-Os tornados são caracterizados por um espiral, em forma de funil de vento, que gira em torno de um centro de baixa pressão atmosférica, são produzidos por uma única tempestade convectiva. Os países que ocorrem tornados com maior regularidade, são: Estados Unidos, Uruguai, Argentina e o sul do Brasil.
3- Os ciclones extratropicais são um fenômeno meteorológico caracterizados por fortes tempestades e ventos. Ao total aconteceram 13 ciclones extratropicais no Brasil, tendo seu auge em abril e setembro no ano de 2007.
4-Não encontrei muito bem a resposta, mas o que conclui foi que a proximidade de grandes quantidades de água exerce influência na temperatura. Os continentes aquecem mais rápido e a agua demora mais para aquecer. Por isso, o hemisfério Norte tem Verões e Invernos mais rigorosos , devido a quantidade de terras serem maiores.
Evelyn Cunha nº07 9ºC

Anônimo disse...

1-Como qualquer chuvinha, o furacão se forma a partir da evaporação de água para a atmosfera. Óbvio que o furacão não é uma chuvinha qualquer: é uma megatempestade, com torós que podem durar uma semana e ventos que ultrapassam os 200 km/h. A evaporação de água também ocorre em grandes proporções, numa área de centenas de quilômetros, e em condições especiais: no meio dos oceanos, em regiões de águas muito quentes e ventos calmos. Por isso, os furacões são fenômenos tipicamente tropicais. No Brasil, os cientistas achavam que era impossível ocorrer algum furacão - as águas do Atlântico Sul têm temperatura inferior aos 27 ºC necessários para gerar o fenômeno. Mas muitos pesquisadores mudaram de opinião em março do ano passado, quando a tempestade Catarina atingiu o sul do país. "Naquela época, a temperatura da água estava acima do normal, permitindo a formação do primeiro furacão brasileiro. E a estrutura do Catarina era idêntica à de um furacão", diz o meteorologista Augusto José Pereira Filho, da Universidade de São Paulo (USP). Também vale a pena esclarecer uma dúvida comum: qual a diferença entre furacão, ciclone, tufão e tornado? Furacão, ciclone e tufão são nomes diferentes para o mesmo fenômeno: na Índia e Austrália, as tempestades oceânicas são chamadas de ciclones. No Japão e na Indonésia, tufões. E na América, a denominação mais comum é furacão. Já os tornados são outra coisa. Eles se formam no continente e são muito menores - têm entre 100 e 600 metros de diâmetro - duram alguns minutos e são bem mais destruidores: seus ventos podem ultrapassar 500 km/h.

2-O tornado é uma tempestade ciclônica intensa, que pode se formar sobre a terra ou sobre o mar, com aparência de uma coluna móvel afunilada, caracterizada pela rápida ascensão de ar quente e úmido de baixa altitude em direção as partes mais altas da atmosfera.
Tornados são observados em todos os continentes, exceto na Antártida. No entanto, a grande maioria dos tornados no mundo ocorrem na "Alameda dos Tornados" ou, em inglês, Tornado Alley, uma região dos Estados Unidos, embora possam ocorrer quase em qualquer lugar na América do Norte. Eles também ocorrem ocasionalmente no centro-leste e sul da Ásia, nas Filipinas, no norte e centro-leste da América do Sul, África do Sul, noroeste e sudeste da Europa, oeste e sudeste da Austrália e Nova Zelândia. Os tornados podem ser detectados através de radares de impulsos Doppler, assim como visualmente, por caçadores de tempestades.

3-São comuns no Brasil, principalmente no Sul, são chamados assim pois estão fora das regiões tropicais. Dependendo de sua localização geográfica e de sua intensidade, os ciclones extratropicais recebem outras designações, tais como ciclone de médias latitudes,depressão extratropical, baixa extratropical, ciclone frontal, baixa não-tropical e, em casos específicos, ciclone pós-tropical.

4- São mais quentes pela baixa quantidade de oceanos, onão há tanta evaporação, quanto menos evaporação, menos umidade. Não achei muita informação sobre essa questão, mas, acho que isso já ajuda.
Paulo César - 29 - 9º C

Anônimo disse...

Estou reenviando a questao 4 que eu não havia respondido.

4- Essa diferença ocorre pois no hemisfério Norte existe mais continente que oceano, aumento a amplitude térmica, ou seja, no Norte tem invernos mais rigorosos e verões mais quentes que no Hemisfério Sul.

Renan-33 9C

Anônimo disse...

1- Os furacoes se forman-se depois que os raios do Sol incidem durante vários dias sobre o oceano, provocando o aquecimento da massa de ar situada próximo de sua superfície líquida, quando a sua umidade se eleva. Quanto mais ar quente e úmido sobe, mais a temperatura diminui, o que favorece a condensação do vapor em gotas de chuva para formar as nuvens. Quanto mais umidade e calor existirem, mais evaporação irá ocorrer, o que poderia provocar o surgimento de várias centenas de tempestades.
2- A maioira dos tornados possui a forma de um estreito funil, com algumas poucas centenas de metros de comprimento e com uma pequena nuvem de pó e dejetos em sua base, próxima ao solo. Os tornados podem ficar obscurecidos por completo devido a chuva ou aos dejetos por ele levantados.Os tornados, não obstante, podem se manifestar sob várias formas e tamanhos. Pequenos e relativamente fracos.Podem ser notados por causa do pequeno redemoinho de pó formado por eles, sobre o solo. Ainda que o funil de condensação possa não se estender até o solo.
3- Comunidades isoladas Santa Catarina
Em Santa Catarina, 33 cidades foram afetadas pela passagem do ciclone. O maior problema é no Sul do estado, onde ainda há comunidades isoladas. Nove municípios decretaram situação de emergência e a Defesa Civil corre contra o tempo para levar alimentos e cobertores para os desabrigados, já que os próximos dias devem ser bem frios.
No município de Ermo (SC), o Rio Itoupava transbordou e alagou o centro da cidade e comunidades rurais depois do temporal provocado pelo ciclone extratropical na Região Sul do país.
4-Os invernos nos hemisférios são iguais. O problema que no hemisfério norte praticamente existe 80% da população mundial, enquanto no hemisfério sul a maior parte é de oceanos. É claro que as conseqüências à população aparecem de forma maior no hemisfério norte, dando a impressão de um inverno mais rigoroso.
Adorei a postagem muito dinamica , parabens mais uma vez conceição.
Juliana Paula Meirinho - 18 - 9°C

Anônimo disse...

1 Os furacões nascem no meio dos oceanos, em locais de pouco vento e águas quentes, acima de 27 °C. Nesses locais a evaporação é intensa, a água do mar esquenta, onde ocorre a evaporação e que assim forma nuvens. No local, a pressão do ar é mais baixa do que o resto. O que faz o ar mover-se das áreas onde a pressão é maior para o centro do furacão. O ar vem com muita umidade e essa umidade evapora e faz com que o furacão aumente seu tamanho. Desde 2005 ocorreram mudanças nos furacões, pois ao analisarem a potência total dos furacões em todo o planeta verificou-se que ao longo das últimas três décadas a capacidade destrutiva destes quase duplicou.
2-Um tornado é um pequeno, porém intenso, redemoinho de vento, formado por um centro de baixa pressão durante tempestades. Se o redemoinho chega a alcançar o chão, a repentina queda na pressão atmosférica e os ventos de alta velocidade (que podem alcançar mais de 500 km/h) fazem com que o tornado destrua quase tudo o que encontrar no meio de seu caminho.
3 são formados entre os trópicos de câncer e capricórnio , se formam em áreas continentais próximas aos oceanos e se movem de oeste para leste e isso é comum no Brasil. Entre os meses de abril e setembro, a freqüência desse fenômeno pode ser maior. No município de Ermo (SC), o Rio Itoupava transbordou e alagou o centro da cidade e comunidades rurais depois do temporal provocado pelo ciclone extratropical na Região Sul do país.
4 o Hemisfério norte tem muito mais terra que o Hemisfério sul, o que faz o ar frio descer.


Nome Luis Fernando Trentin 9 C n° 23





:D

Anônimo disse...

1-Os furacões formam-se depois que os raios do Sol incidem durante vários dias sobre o oceano, provocando o aquecimento da massa de ar situada próximo de sua superfície líquida, quando a sua umidade se eleva. Pois o aquecimento global esta cada vez mais elevado e os furacões se formam através do calor.
2- maioira dos tornados possui a forma de um estreito funil, com algumas poucas centenas de metros de comprimento e com uma pequena nuvem de pó e dejetos em sua base, próxima ao solo. Eles ocorrem ocasionalmente no centro-leste e sul da Ásia, nas Filipinas, no norte e centro-leste da América do Sul, África do Sul, noroeste e sudeste da Europa, oeste e sudeste da Austrália e Nova Zelândia.
3-Ciclone extratropical é um fenômeno meteorológico caracterizado por fortes tempestades e ventos, que faz parte de uma família maior de fenômenos meteorológicos, a família dos ciclones. Ocorreram 13 ciclones extratropicais no Brasil em abril e setembro de 2007.
4- O Hemisferio Norte contem mais terra do que agua, sendo assim, como a terra aquece mais rapido do que os oceanos, o verao e o inverno no Hemisferio Norte são mais rigorosos.
Lueny Ireni Tunes nº22 9ºC

Anônimo disse...

Furacão: Furacões são uma tempestade ciclônica com ventos muito fortes que se formam no mar. São classificados numa escala de 1 a 5 de acordo com a força dos ventos.Aquele que atinge a escala 1 possui ventos de baixa velocidade, enquanto o de escala 5 apresenta ventos muito fortes.

Tornados: Um tornado é um fenômeno meteorológico que se manifesta como uma coluna de ar que gira de forma violenta e potencialmente perigosa, estando em contato tanto com a superficie da Terra.Sendo um dos fenômenos atmosféricos mais intensos que se conhece, os tornados se apresentam sob várias formas e tamanhos, mas geralmente possuem um formato cônico, cuja extremidade mais fina toca o solo e normalmente está rodeada por uma nuvem de de pó e outras partículas.

Ciclones: Um ciclone é uma região em que o ar relativamente quente se eleva e favorece a formação de nuvens e precipitação. Por isso, tempo nublado, chuva e vento forte estão normalmente associados a centros de baixas pressões.

Gustavo 14 9ºC

Anônimo disse...

1- A água do mar esquenta, vira vapor e forma grandes nuvens. No local em que a água evapora, a pressão do ar é mais baixa do que nos arredores. Isso faz o ar se deslocar das áreas onde a pressão é maior para o centro do furacão. Esse ar vem cheio de umidade, que evapora e faz crescer o furacão.
2-A maioira dos tornados possui a forma de um estreito funil, com algumas poucas centenas de metros de comprimento e com uma pequena nuvem de pó e dejetos em sua base, próxima ao solo. Os tornados podem ficar obscurecidos por completo devido a chuva ou aos dejetos por ele levantados. Se assim for, eles são particularmente perigosos, considerando que até mesmo os meteorologistas mais especializados poderiam não vê-los.
3 - Em 26 de Março de 2004, o Furacão Catarina tornou-se o primeiro ciclone tropical do Atlântico sul registrado. Catarina atingiu o sul do brasil com ventos equivalentes a um furacão de categoria 2 na Escala de furacões de Saffir-Simpson.
4 - Os continentes aquecem mais rápido e a agua demora mais para aquecer. Por isso, o hemisfério Norte tem Verões e Invernos mais rigorosos.
clara 9C

Anônimo disse...

1- Os furacões são fenômenos climáticos (ciclones, são caracterizados pela formação de um sistema de baixa pressão. Eles se formam geralmente em regioes, tropicais do planeta.
2- O tornado pode ser uma tempestade só que em forma de redemionho. O tornado tem efeito do movimento em círculos do vento. Já foram registrados alguns tornados no Brasil como o que aconteceu em 2009 no oeste do estado de sc( na divisa com a argentina)na cidade de Guaraciaba.
3- Os ciclones podem ser classificados em extratropicais e tropicais. Em extratropicais, estão os ciclones formados fora da faixa entre os trópicos de Câncer e Capricórnio. Eles se formam quase sempre em áreas continentais próximas ao oceano e atingem sua máxima intensidade sobre os oceanos, com um deslocamento sempre do Oeste para o lESTE . Os ciclones extratropicais são muito comuns na região Sul do País.
GABRIELA DOS SANTOS, 9C

Giulia disse...

1-COMO SE FORMA UM FURACÃO? POR QUE ELES ESTÃO SE TONANDO MAIS FREQUENTES?

O furacão é uma tempestade ciclônica com ventos muitos fortes, que se forma nos oceanos, entre as regiões tropicais, pois é de lá que ele obtém a energia necessária. Sua curva se assemelha a uma antena parabólica, e giram no sentido horário (no hemisfério sul) ou anti-horário (no hemisfério norte) e medem vários km de diâmetro.
Por razões históricas, os furacões que se formam no Oriente (no oceano Índico e no leste do oceano Pacífico) são geralmente chamados de tufões.


2-QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM TORNADO? ONDE ELES SÃO MAIS COMUNS?

O tornado é uma tempestade em forma de redemoinho. A força dele é capaz de "sugar" o que está na terra e arremessar para o alto. Para confirmar a passagem dos tornados levamos em consideração,imagens, por exemplo, das casas que foram destruídas. Um tornado tem o efeito do movimento circular do vento. Outras pistas também ajudam na conclusão são árvores que tem os troncos arrancados das raízes, carros que são virados de cabeça para baixo e relato de pessoas que foram arremessadas a algumas distâncias, ou seja, isso são características de um tornado e o estrago que pode causar. Nosso estado tem sido ¨visitado¨ por alguns tornados, que devastaram cidades, como por exemplo a cidade de Guaraciaba que em 2009 recebeu a infeliz visita de um tornado.


3- PESQUISE E ESCREVA SOBRE OS CICLONES EXTRA TROPICAIS QUE ATINGIRAM O BRASIL.

Algumas regiões, chamadas ciclogenéticas, são características por serem as áreas onde se formam os ciclones. Na América do Sul, as principais regiões ciclogenéticas são o Nordeste da Argentina, o Uruguai, o Paraguai, o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
Ciclones extratropicais são comuns no Brasil, mas não são sentidos por se formarem geralmente longe da costa. Entre os meses de abril e setembro, existe uma chance maior do fenomeno acontecer, mas isso não impede que ele possa ocorrer em outros períodos e em outras regiões desse país.
No Brasil, os ciclones extratropicais passam mais pelo mar, causam ressaca, provocam danos com ventos e ondas fortes.

“Em Março de 2004, um ciclone tropical extraordinariamente raro formou-se próximo à costa de Santa Catarina, Brasil. Este ciclone tropical atingiu a costa do Estado em 28 de Março com força equivalente a um furacão de categoria 2 na Escala de furacões de Saffir-Simpson.”


4-POR QUE , OS INVERNOS E VERÕES , SÃO MAIS RIGOROSOS NO HEMISFÍRIO NORTE DO QUE NO HEMISFÉRIO SUL?

A proximidade de grandes quantidades de água exerce influência na temperatura. A água demora a aquecer, enquanto os continentes aquecem rapidamente. Por outro lado, ao contrário dos continentes, a água demora a irradiar a energia absorvida. Por isso, o hemisfério Norte tem Invernos mais rigorosos e Verões mais quentes, devido a quantidade de terras emersas ser maior, ou seja, sofre influência da continentalidade.

Conceiçao, adoro o blog, parabéns pelo sucesso :D

Giulia n13 9oC

Anônimo disse...

1- Os furacões são fenômenos climáticos (ciclones) caracterizados pela formação de um sistema de baixa-pressão. Formam-se, geralmente, em regiões tropicais do planeta. São eles os responsáveis pelo transporte do calor da região equatorial para as latitudes mais altas.
2- O tornado é uma coluna de ar giratória, o tornado é uma tempestade ciclônica intensa, que pode se formar sobre a terra ou sobre o mar, com aparência de uma coluna móvel afunilada, caracterizada pela rápida ascensão de ar quente e úmido de baixa altitude em direção as partes mais altas da atmosfera. São naturais de regiões tropicais do planeta.
3- Ciclones extratropicais são comuns no Brasil, mas não são sentidos por se formarem geralmente longe da costa.Em dezembro de 2007 um ciclone atingiu Santa Catarina, deixando casas destruídas e pessoas desabrigadas. Professores dizem que o que ocorreu foi uma combinação atípica de ventos fracos nas camadas mais altas da atmosfera e do chamado bloqueio atmosférico que atrapalham a circulação normal dos ventos,que no caso de Santa Catarina
4- Porque tem mais territórios e menos oceanos, as terras aquecem mais rápido tendo menos evaporação.

Rafaella Azarias Nº32/9ºC

Anônimo disse...

Oi Conceição:

1-São fenômenos naturais que se formam geralmente no continente ou nos mares. O tufão e furacão “são nomes regionais dados a um forte ciclone”, sendo eles formados nos oceanos juntamente com o ciclone. O tornado é o único fenômeno que se cria no continente, mas quando ele é formado no mar é denominado tromba de água.

2-O tornado é uma coluna de ar giratória, que se desloca em uma alta velocidade em volta de um centro de baixa tensão. Apesar de pequeno, é um intenso redemoinho de vento que ocorre quando uma nuvem em movimento alcança a terra. Eles geralmente se formam continente, mas tem vezes em que pode ser formado nos oceanos (tromba da água).

3-Áreas com alta pressão tem temperatura baixa, e baixa pressão temperatura alta.¬¬

4-Pois esses hemisférios são mais secos, tem mais terra do que água, fazendo com que ocorra esses fenômenos mais rigorosamente.

5-São movimentos feitos pelos oceanos, sendo que também existem as ondas e as marés altas e baixas.

Laryssa Cabral Denegredo
9ºB
Nº 18

Anônimo disse...

Bruna-9ºB-02

1-São fenômenos naturais, que podem se formar nos mares e oceânos, como por exemplo os furacões e ciclones, ou nos continentes, como por exemplo os tornados. Tromba d'água é o nome dado quando um tornado se forma na água. Já os termos furacão e tufão sao nomes regionais dados a um forte ciclone tropical.

2-Geralmente se formam nos continentes, porém podem se formar nas águas (tromba d'água). São uma coluna de ar giratória, que se deslocam em alta velocidade.

3-Áreas de alta pressão, é onde a temperatura é baixa. E baixa pressão, onde a temperatura é alta.

4-Pois o hemisfério norte é mais seco.

5-Movimentos feitos pelo oceâno, assim como a maré alta e baixa e as ondas.

Anônimo disse...

1- Ciclones se formam no mar. Os tufões e furacões se formam no mar, porém dependendo do lugar onde se formam, podem variar de nomes, entre furacão e tufão. Os tornados se formam nos continentes, nas terras e quando são formados mais próximos ao mar ou chegam ao mar, são chamados de tromba da água.
2- Os tornados tem diâmetros de centenas de metros e são produzidos por uma única tempestade. Eles são mais comuns no hemisfério norte, onde as temperaturas são muito variadas.
3- As áreas de alta pressão possuem baixa temperatura, e as áreas de baixa pressão possuem alta temperatura.
4- Porque no hemisfério norte possui muito mais continente do que oceano, e a água equilibra a temperatura. E no hemisfério sul possui bastante oceano, equilibrando assim a temperatura.
5- Correntes oceânicas é um dos movimentos realizados pelo oceano.

Nathália Rodi - Nº27 - 9ºB

Anônimo disse...

Luís Henrique Siquela Nº:19 Série:9B

1.Os tornados, são fenômenos primariamente continentais, de modo que o aquecimento solar sobre o continente usualmente contribui favoravelmente para o desenvolvimento da tempestade que dá início ao tornado (embora também existam tornados sobre o mar, que são chamados de trombas d'água).Os furacões formam-se depois que os raios do Sol incidem durante vários dias sobre o oceano, provocando o aquecimento da massa de ar situada próximo de suas superfície líquida, quando a sua umidade se eleva.quando ocorrem no Atlântico Norte e Pacífico nordeste e Pacífico Sul.
Um ciclone tropical é um sistema de área de baixa pressão atmosférica que se desenvolve sobre as águas tropicais devido as altas temperaturas e umidade e se movimenta de forma circular organizada. Dependendo dos ventos de sustentação da superfície, o fenômeno pode ser classificado como perturbação tropical, depressão tropical, tempestade tropical, furacão ou tufão.´Tufão é uma concentração da tempestade formada geralmente em litorais.Tromba de água são os tornados q são gerados no mar.


2-O tornado é uma tempestade em forma de redemoinho. A força dele é capaz de "sugar" o que está na terra e arremessar para o alto. Para confirmar a passagem dos tornados levamos em consideração,imagens, por exemplo, das casas que foram destruídas. Um tornado tem o efeito do movimento circular do vento. Outras pistas também ajudam na conclusão são árvores que tem os troncos cortados, carros que são virados com a roda pra cima e relato de pessoas que foram arremessadas a algumas distâncias, ou seja, isso são características de um tornado. Nosso estado tem sido ¨visitado¨ por alguns tornados, que devastaram cidades, como por exemplo a cidade de Guaraciaba que em 2009 um tornado passou por ali.


3-Nas áreas com alta pressao, a temperatura consequente mente será mais baixa, e nas áreas de baixa pressao, a tempertatura será mais alta.


4-A proximidade de grandes quantidades de água exerce influência na temperatura.A água demora a aquecer, enquanto os continentes aquecem rapidamente. Por outro lado, ao contrário dos continentes, a água demora a irradiar a energia absorvida. Por isso, o hemisfério Norte tem Invernos mais rigorosos e Verões mais quentes, devido a quantidade de terras emersas ser maior, ou seja, sofre influência da continentalidade.


5-As correntes marítimas são movimentos de grandes massas de água dentro de um oceano ou mar. Tal qual a circulação dos ventos, as correntes marítimas têm a característica de influenciar o clima das regiões em que atuam, possuem direções e constâncias bem definidas.
As correntes marítimas têm sua origem na circulação dos ventos na superfície e pelo movimento de rotação da Terra. Elas transportam consigo umidade e calor interferindo também na vida marinha e, conseqüentemente, tendo influência direta no equilíbrio dos oceanos e mares.

Anônimo disse...

Manuella Heusi- n°22 - 9°B
Respostas:

1-São fenômenos naturais. Basicamente ciclones, tufões, furacões e tornados são a mesma coisa: ventos muito fortes se encontram formando aquela forma de funil como conhecemos, que são formados a partir do encontro de correntes de ar que tem temperaturas muito diferentes e que acabam então resultando nesse fenômeno natural. Estes são apenas nomes que acabaram surgindo em lugares diferentes, porém que querem dizer a mesma coisa, o único que se diferencia dentre eles é o tornado pois é como esse fenômeno é chamado quando formado dentro do continente enquanto os outros nomes (tufão,furacão e ciclone) se referem a quando o fenômeno tem sua formação no oceano. E por fim, trombas de águas são chamados os tornados quando se formam próximo a oceanos, o que geralmente ocasiona grandes tempestades com muita chuva no determinado local que se forma.

2-A principal característica dos tornados é que eles se formam dentro do continente, além de ter aquela forma afunilada entre outras não tão importantes, são mais comuns no hemisfério norte, principalmente nos Estados Unidos.

3-Basicamente áreas de alta pressão são locais com baixas temperaturas e de baixa pressão com altas temperaturas.

4-Pois no hemisfério sul como podemos facilmente perceber ao olhar em um mapa, existem muito mais áreas de oceanos os quais são responsáveis por equilibrar a temperatura enquanto no hemisfério norte existem mais áreas de terra, continentes, e por conseqüência disso lá as temperaturas acabam oscilando mais .

5-Uma corrente oceânica é basicamente um dos movimentos realizados pelo oceano.

Anônimo disse...

1 - Ciclones são fenômenos atmosféricos em que os ventos que giram em sentido circular, se formando geralmente em regiões de clima tropical. Quando um ciclone é formado nas águas do Oceano Pacífico, é chamado tufão. Quando se desenvolve no Oceano Atlântico, chama-se furacão. Tornado, um redemoinho atmosférico, são produzidos por uma única tempestade convectiva.Quando vão para o mar, se chamam trombas d'água.
2 - Os tornados são fenômenos continentais, tem diâmetros de centenas de metros e requerem um forte cisalhamento vertical do vento para sua formação. Acontecem mais nos Estados Unidos.
3 - Alta pressão: ar frio. Baixa pressão: ar quente.
4 - No Hemisfério Norte tem mais continentes e menos oceano (já que a água é um bom condutor de temperatura).
5 - Um dos movimentos realizados pelo mar (ondas, maré alta/baixa, CORRENTES OCEÂNICAS/MARINHAS).

Laís Puff
nº 17 9ºB

Anônimo disse...

Olá, Conceição;

1- EXPLIQUE O QUE É: CICLONE, TUFÃO, FURACÃO, TORNADO E TROMBAS DE ÁGUAS:
- Ciclone, nada mais é que um fenômeno atmosférico, onde o vento tem sentindo circular e logo no centro deste fenômeno se encontra uma área de baixa pressão.
- Já o Tufão, é um termo regional dado a um tipo de Ciclone, o Ciclone Tropical, um tipo forte de Ciclone.
- Furacão é um termo utilizado para a mesma situação que o Tufão.
- Tornado é formado a partir de uma tempestade convectiva. É um fenômeno continental. Um intenso redemoinho de vento.
- Trombas de águas: Um fenômeno metereológico parecido com os tornados, todavia, forma-se por sobre massas de água ou pelo o mar mesmo.

2-QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM TORNADO? ONDE ELES SÃO MAIS COMUNS?
- Tornado é formado a partir de uma tempestade convectiva. É um fenômeno continental. Um intenso redemoinho de vento.O aquecimento solar sobre o continente usualmente contribui favoravelmente para o desenvolvimento da tempestade que dá início ao tornado

3- EXPLIQUE AS ÁREAS DE ALTA PRESSÃO E ÁREAS DE BAIXA PRESSÃO?
- São revelantes e influenciadoras. Quando mais alta estiver a pressão, mais baixa será a temperatura. E assim vice e versa, ou seja, quanto mais baixa a pressão, mais alta será a temperatura.

4-POR QUE , OS INVERNOS E VERÕES , SÃO MAIS RIGOROSOS NO HEMISFÉRIO NORTE DO QUE NO HEMISFÉRIO SUL?
- O Hemisfério Norte tem muito mais continente e sendo assim, menos oceanos (menos água) que o Hemisfério Sul. Ou seja, a água ajuda a controlar a temperatura (no Hemisfério Sul). Já no Hemisfério Norte não tem tanto esse controle, fazendo com que o inverno e o verão sejam mais intensos, rigorosos.

5- O QUE SÃO CORRENTES OCEÂNICAS OU MARINHAS?
- São tipos de deslocamentos de massas de água oceânicas geradas pela inércia de rotação do planeta e pelos ventos. Dentro de um oceano ou mar.





Ingrid Rebello, 8ºB nº15

Bruno Marek disse...

1- Os furacões se formam quando o oceano é aquecido pelo sol durante algum tempo causando o aquecimento da massa de ar que se situa nas proximidades dos líquidos aumentando a umidade. E os furacões são formado por efeitos do clima vem aumentando muito a quantidade de furacões por causa do aquecimento global, Tufão são ciclones tropicais de maior intensidade que ocorrem no Oceano Pacífico Noroeste, a oeste da linha internacional da data. Ocorre, principalmente, no sul da Ásia e na parte ocidental do oceano Índico, tendo as mesmas características de um furacão. Tornado Um tornado é um fenômeno meteorológico que se manifesta como uma coluna de ar que gira de forma violenta e potencialmente perigosa, estando em contato tanto com a superficie da Terra como com uma nuvem. Os ventos que chegam a velocidades entre 65 e 180 quilômetros por hora, mede aproximadamente 75 metros de altura e translada-se por vários metros, senão quilômetros, antes de desaparecer. Os mais extremos podem ter ventos com velocidades superiores à 480 km/h, medir até 1,5 km de altura e permanecer no solo, percorrendo mais de 100 km de distância. Tromba d'gua é um fenómeno meteorológico semelhante aos tornados que se forma sobre o mar ou sobre massas de águas interiores de grande extensão. Consiste na formação de um vórtice intenso, visível sob a forma de uma nuvem colunar, em forma de estreito funil, que gira rapidamente em volta de si mesma
2-O tornado é uma tempestade em forma de redemoinho. A força dele é capaz de "sugar" o que está na terra e arremessar para o alto. Para confirmar a passagem dos tornados levamos em consideração,imagens, por exemplo, das casas que foram destruídas. Um tornado tem o efeito do movimento circular do vento.

3- Porque quando a maior altitude menor a temperatura e quanto menor a altitude maior a temperatura. Também tem a ver com o vento que pode mudar a temperatura.

4- No Hemisfério Norte tem um inverno mais rigoroso por falta no oceano a grande parte desse Hemisfério é populada. Já no Hemisfério Sul tem mais oceanos, a água pode absorver a energia tendo um clima mais estável como "não muito quente, não muito frio".

-5 correntes oceânicas ou correntes marítimas são o fluxo das águas dos oceanos, ordenadas ou não, decorrentes da inércia da rotação do planeta Terra, dos ventos e da diferença de densidade. Suas movimentações não são bem definidas por haver continentes e ilhas ao longo da sua movimentação, portanto, correm com grande variabilidade. Influenciam na pesca, na vida marinha e no clima.

Gostei muito da sua postagem e aqui está as respostas das 5 perguntinhas...
Aluno:Bruno Andreas Marek Numero: 3 Ano: 9°B

Anônimo disse...

Tufão, furacão e tornado são formados nos continentes em diferente localizações. Ciclones e trombas de água são marítimos. A formação deles é da seguinte maneira, existe o encontro de temperatura: baixa pressão + alta pressão, que seria o calor e o frio.
2- Tornados são continentais, e isso faz com que o calor solar contribua. São produzidos por uma só tempestade e seu diâmetro é enorme. Para sua formação é preciso de forte vento vertical. Eles são mais comuns no hemisfério norte, por te mais continentes nesta parte do mundo.
3- Baixa pressão seria o calor e a alta pressão seria o frio.
4- Porque no hemisfério norte existe mais continentes, e no sul, é ao contrario. Sendo assim, aqui tem mais oceanos, e a água mantem equilíbrio da temperatura
5- É o fluxo da água dos oceanos.

Anônimo disse...

O ultimo comentário sem nome foi meu Conceição, desculpa pela falta de atenção.
Giovanna Perciavalle, 12, 9B

Anônimo disse...

Olá Conceição, essas são as respostas sobre tufões, ciclones, furacões e tornados requisitadas em sua postagem! Elisa, nº 08, 9º ano B.
Q1:Todos esses são fenômenos da natureza que ocorrem devido as alterações climáticas, devido também ao encontro de massas de ar frio com massas de ar quente, ao aquecimento dos oceanos etc.. A diferença que existe entre eles, é que os furacões são formados nos oceanos, pela evaporação da água do oceano, os tornados se formam no continente e os ciclones também se formam no mar. A tromba d’água é um fenômeno que não é tão freqüente, mas são tornados que acontecem no mar.
Q2: Tornados, tem diâmetros de centenas de metros e são produzidos por uma única tempestade convectiva. Além disso, os tornados requerem um forte cisalhamento vertical do vento para sua formação, diferentemente dos ciclones tropicais. Os tornados se formam no continente e o tornado sura apenas alguns minutos.
Q3: Áreas de alta pressão são áreas em que a pressão atmosférica é maior fazendo com que o ar gelado desça, e fica mais frio. A área de baixa pressão é onde é bem mais quente e essa água quente evapora, formando-se nuvens de chuva. Essas áreas são automaticamente mais quentes.
Q4: Porque lá existe menos oceanos, e á água é uma excelente controladora de temperatura, ela mantém o equilíbrio da temperatura na Terra e como no Hemisfério Norte tem mais continentes e menos oceanos, os invernos são muito mais frios e os verões muito mais quentes.
Q5: Correntes marítimas são massas de água que migram em distintos rumos ao longo dos oceanos e mares decorrentes da inércia da rotação do planeta Terra, dos ventos e da diferença de densidade.

Anônimo disse...

1-Os ciclones são fenômenos naturais que provocam ventos com velocidade superior a 200 quilômetros por hora, além de fortes chuvas, causando grandes transtornos por onde passa. São redemoinhos atmosféricos que giram em torno de um centro de baixa pressão, atingindo as regiões equatoriais e, principalmente, as tropicais.
Tufão, furacão, tornado e trombas da água são a mesma coisa que ciclones, a única diferença é que o ciclone é formado em águas oceânicas com temperaturas elevadas.
2- Tornados, tem diâmetros de centenas de metros e são produzidos por uma única tempestade convectiva. Os tornados, são fenômenos primariamente continentais, de modo que o aquecimento solar sobre o continente usualmente contribui favoravelmente para o desenvolvimento da tempestade que dá início ao tornado (embora também existam tornados sobre o mar, que são chamados de trombas d'água).
3- Onde são áreas de baixa pressão atmosférica a temperatura é mais elevada, ou seja, mais quente. Onde são áreas de alta pressão atmosférica as temperaturas são muito baixas.
4- Essa diferença ocorre pois no hemisfério Norte existe mais continente que oceano, aumento a amplitude térmica, ou seja, no Norte tem invernos mais rigorosos e verões mais quentes que no Hemisfério Sul.
5- As correntes marítimas são verdadeiros rios dentro dos oceanos, com características
próprias quanto à temperatura, salinidade, velocidade e direção. As correntes frias
originam-se nas regiões polares, enquanto que as quentes têm sua existência associada
ao aquecimento das águas nas regiões intertropicais e equatoriais.

Bryan nº:5 ano:9ºB

Natália Danna Vicente - número 25 disse...

Oi Conceição!!

1- Ciclone: O ciclone é um fenomeno atmosférico. Os ventos giram em sentido circular tendo no centro uma area de baixa pressão. Os ventos do ciclone sempre vem, geralmente, acompanhado de uma forte chuva e os ventos podem chegar a 200 km, os ciclones formam-se, geralmente, em regiões de clima tropical e equatorial, em áreas do oceano com águas quentes.
Tufão: É o nome usado para os ciclones tropicais com maior intensidade que ocorrem no Oceano Pacifico Noroeste, a oeste da linha internacional de data.
Furacão: É uma grande tempestade que produz ventos muito rápidos, na verdade o furacão é um ciclone de forte intensidade. Quando o furacão alcança o continente, ele provoca chuvas torrenciais de grande intensidade num curto intervalo de tempo.
Tornado: O tornado é um fenômeno meteorológico, que acontece como uma coluna de ar que gira de forma violenta e perigosa, estando em contato tanto com a superficie da Terra como com uma nuvem.
Trombas de águas: É uma chuva muito forte que tem um volume de agua fora do normal, em pouco tempo.

2- Os tornados são os fenômenos atmosféricos mais intensos que se conhece, os tornados se apresentam sob várias formas e tamanhos.Normalmente um tornado se forma na parte da tarde que é quando a atmosfera se torna mais variável,mesmo sendo possíveis em qualquer parte do planeta, tornados são mais comuns nas Montanhas Rochosas, nos Estados Unidos, durante os meses de primavera e verão. ''Maio de 2003, por exemplo, foi um mês recorde em número de tornados: foram registrados, ao todo, 546 tornados em território norte-americano.''

3- Áreas de alta pressão: Quando o ar esfria, seu amontoado de moléculas mais próximas. O ar torna-se mais densa (pressão mais elevada) e afunda. Esta é a natureza de uma área de alta pressão.
Áreas de baixa pressão:: Quando se aquece o ar, a sua dispersão moléculas. O ar se torna mais leve e sobe.

4- Cada região tem seu próprio clima, isso porque os fatores do clima (ex.: a latitude, a altitude, o relevo, as correntes maritimas, a vegetação) modificam conforme a região.

5- Correntes marinhas: São massas de água que circulam pelo oceano. Têm as suas próprias condições de temperatura e pressão. Têm grande influência no clima.
Correntes oceânicas: É o fluxo das águas do oceano.

Adorei a postagem!!
Beijinhos Natália Danna Vicente, número 25, 9ºB

Anônimo disse...

Vera - 8 série B - 28
1)São quase a mesma coisa que ciclone tropical, porém recebem nomes diferentes devido a localização aonde ocorrem.Tufão é formado sobre o pacifico(noroeste).Furacões ocorrem no Atlântico Norte e Pacífico nordeste e Pacífico Sul, por isso é o mais falado.Ciclones ,existem vários tipos, dependendo da região, o ciclone tropical severo quando se formam sobre as águas do Pacífico sudoeste e sudeste do oceano Índico, ciclone tropical se localiza na região sudoeste das águas do Índico.Tromba da água:é um tornado que se forma sobre uma superfície da água, pega toda a umidade e vai andando em direção ao continente.
2)tem diâmetros de centenas de metros e são feitos ("criados") por uma única tempestade.
3)Nas áreas com uma pressão alta, a temperatura será mais baixa, e nas áreas com pressão baixa, a tempertatura será alta.
4)Porque no hemisfério norte tem mais continentes e menos água, e a água é uma boa condutora de temperatura.
5)As correntes marítimas é como se fossem rios dentro dos oceanos,tem características
próprias como à temperatura, velocidade e direção...

gabrielmartinscorrea disse...

Gabriel Martins CorrÊa 9ºB Nº11

1.Ciclones são ventos formados no mar variando de 61 km/h a 119 km/h e se aumentar de intensidade é denominado furacão que é a mesma coisa que tufão, apenas diferenciado pelo lugar de surgimento. Os tornados têm diâmetros de centenas de metros e são produzidos por uma única tempestade, requerendo um forte cisalhamento vertical do vento para sua formação. As trombas de água têm as mesmas características dos tornados, mas são criados no mar ao invés de serem criados em terra.

2.É um evento continental que tem inicio com uma tempestade que se gera com o auxilio do aquecimento solar.

3.Áreas de baixa pressão se formam em regiões de altas temperaturas e nas áreas de alta pressão se tem baixas temperaturas.

4.Porque no hemisfério norte tem muito mais continente (espaço com terra) fazendo com que a temperatura demora mais para ser normalizada, pois não tem muita água.

5.É um dos movimentos produzidos pelo mar

Anônimo disse...

1-Ciclone tropical é um termo genérico, dado a um sistema não frontal de larga escala, baixa pressão e convecção organizada e que se forma e desenvolve sobre águas tropicais ou sub-tropicais.
Furacão, quando ocorrem no Atlântico Norte e Pacífico nordeste e Pacífico Sul.
Tufão, sistema formados sobre o Pacífico noroeste.
Os tornados, são fenômenos primariamente continentais, de modo que o aquecimento solar sobre o continente usualmente contribui favoravelmente para o desenvolvimento da tempestade que dá início ao tornado (embora também existam tornados sobre o mar, que são chamados de trombas d'água).
2-Tornados, tem diâmetros de centenas de metros e são produzidos por uma única tempestade convectiva. São fenômenos primariamente continentais.
3- Alta pressão é frio e baixa é o calor.
4- Pois não existe tanto oceano no norte como no sul e a água ajuda no equilíbrio da temperatura.
5- As correntes marítimas correspondem às massas de água que migram em distintos rumos ao longo dos oceanos e mares.
Luísa Zanetta, 20, 9B

Anônimo disse...

João Guilherme, N°: 16
1- Ciclone é o nome dado a uma depressão, no ar ou baixas pressões que ele supostamente sofra, ou seja, quando há uma formação de tempestades (chuvas,tempo nublado, vento forte e etc.), fazendo com que as nuvens se juntem com as chuvas formando um vento muito forte.

O tufão é o nome dado aos ciclones no sul da Ásia e na parte ocidental do oceano Índico tendo as mesmas características de um furacão.

Os furacões são formados por um “olho”, uma espécie de buraco no meio do furacão por onde o ar frio desce e que é seca podendo ter 20 km de diâmetro, as chamadas paredes do olho, são regiões onde o ar quente sobre através de um movimento circular em torno do olho dando ao furacão o seu aspecto característico e onde se concentra a umidade da tempestade.

Tromba de água é um fenómeno meteorológico semelhante aos tornados que se forma sobre o mar ou sobre massas de águas interiores de grande extensão.

Um tornado é um fenômeno meteorológico que se manifesta como uma coluna de ar que gira de forma violenta e potencialmente perigosa, estando em contato tanto com a superficie da Terra como com uma nuvem cumulonimbus.

2- As principais características do tornado é: A maioira dos tornados possui a forma de um estreito funil, com algumas poucas centenas de metros de comprimento e com uma pequena nuvem de pó e detritos em sua base, próxima ao solo. Os tornados podem ficar obscurecidos por completo devido a chuva ou aos dejetos por ele levantados. Os tornados são observados em todos os continentes, exceto na Antártica, porém são mais fluentes em uma área nos Estados Unidos chamada de alameda dos tornados.

3- Áreas de baixa pressão são áreas que possuem altas temperaturas. Já áreas de alta pressão possuem baixas temperaturas.

4- São massas de água que circulam pelo oceano. Têm as suas próprias condições de temperatura e pressão. Têm grande influência no clima. As correntes quentes do Brasil determinam muita humidade, pois a ela estão associadas massas de ar quente e húmida que provocam grande quantidade de chuva.

5- Correntes marítimas são massas de água que circulam pelo oceano. Têm as suas próprias condições de temperatura e pressão. Têm grande influência no clima. As correntes quentes do Brasil determinam muita humidade, pois a ela estão associadas massas de ar quente e húmida que provocam grande quantidade de chuva.

Anônimo disse...

1- Furacões e Tufões são os nomes regionais dados a fortes ciclones tropicais
Tornados tem diâmetros de centenas de metros e são produzidos por uma única tempestade.
Ciclone tropical é caracterizado por um sistema de baixa pressão, por trovoadas e que produz ventos fortes e chuvas torrenciais
noroeste.
Tromba de água é um fenómeno meteorológico semelhante aos tornados que se forma sobre o mar.
2-O tornado é produzido só por uma única tempestade. Os tornados são fenômenos primeiramente continentais e o aquecimento solar tem forte influencia sobre eles. Eles só tem alguns minutos de vida.
3-Quanto mais alta a pressão mais baixa a temperatura, quanto mais baixa a pressão, mais alta a temperatura.
4- Porque o hemisfério norte tem mais continente do que oceano, já no hemisfério sul contém mais oceanos, a água ajuda a controlar a temperatura. Como no hemisfério sul tem menos oceanos e não tem tanta água para ajudar a controlar, as estações do ano se tornam mais intensas.
5- Corrente marinha é o movimento de translação, permanente e continuado de uma massa de água dos oceanos
Muito Bom o seu blog Conceição, me ajudou muito!!

Victor Hugo Graf nº30 9ºB

Anônimo disse...

1 – Ciclones são fenômenos oceânicos que morrem sobre o continente devido a quebra no suprimento da umidade. Pode durar alguns dias, enquanto um tornado é de duração de alguns minutos. Já os tufões se desenvolvem devido a alta temperatura e umidade e se movimenta de forma circular, como vários desses eventos. Furacões são uma tempestade que se forma sobre os oceanos de regiões tropicais. Os tornados são redemoinhos atmosféricos caracterizados por um espiral, em forma de funil de vento, que gira em torno de um centro de baixa pressão atmosférica; são produzidos por uma única tempestade. E por último, as Trombas de Água, são um fenômeno meteorológico semelhante aos tornados, a única diferença é que ser formam no mar.

2 – Os tornados tem centenas de metros de largura, se estendendo e variando de tamanho conforme vai se locomovendo. Se forma e se desenvolve em águas tropicais ou sub-tropicais. Tem mais tendência de aparecer em lugares de baixa pressão atmosférica, como diversos países da América do Sul, como Peru, Bolívia, Venezuela, entre outros...

3 - Áreas de baixa pressão atmosférica, são áreas menores do que o nível do mar, que tem mais tendência a manter um clima mais quente, já as Áreas de alta pressão, se mantem acima do nível do mar e tem tendência a manter um clima mais baixo. Um exemplo disso são os diversos picos de montanhas de vários lugares do mundo.

4 – Porque o hemisfério norte possui mais área continental de “terra” do que de oceanos. Já no hemisfério sul, existe mais área de oceanos, o que ajuda a controlar a temperatura do local, como no hemisfério norte não existem tanto espaço para os oceanos, não existe como manter um controle, por isso as estações são mais intensas por lá.

5 - As correntes marítimas são verdadeiros rios dentro dos oceanos, com características
próprias quanto à temperatura, salinidade, velocidade e direção. As correntes frias
originam-se nas regiões polares, enquanto que as quentes têm sua existência associada
ao aquecimento das águas nas regiões intertropicais e equatoriais.

Daniel Wippel Lemos / nº7 / 9ºB