segunda-feira, 19 de setembro de 2011

PROVAS E GABARITOS SOBRE USO DAS ÁGUAS.

VESTIBULAR 2012
(FACID) Observe a imagem abaixo:
Fonte: e-geo.ineti.pt. Acesso em 22/10/2011
A água constitui um elemento fundamental para o desenvolvimento da vida no nosso planeta. Com relação a esse elemento, assinale a alternativa correta.
a) A água do planeta está sendo comprometida pela poluição doméstica, industrial e agrícola, e pelos desequilíbrios ambientais resultantes dos desmatamentos e do uso indevido do solo.
b) Desvios de água para projetos de irrigação, construção de hidrelétricas, consumo excessivo, desmatamento e poluição têm contribuído para a redução de conflitos entre usuários.
c) A água tem sido utilizada para a geração de energia elétrica assegurando a sustentabilidade do meio ambiente local.
d) O Brasil possui pouca quantidade de água superficial e subterrânea devido às suas características geológicas dominantes.
e) A diminuição da chuva no Brasil tem sido o maior problema ligado à falta de água para abastecer as cidades.
(UERJ) Acesso das populações a rede de água potável (2002)
erj2012-2q-geo-46
Adaptado de: http://energiaverdepr.ning.com.
O acesso das populações a água potável é um dos indicativos do nível de desenvolvimento e das condições de vida das sociedades no mundo contemporâneo.
A associação adequada entre o espaço geográfico e dois fatores que influenciam o percentual de acesso de sua população a água potável está indicada em:
a) Austrália – alta renda per capita / regularidade do regime de chuvas
b) África Central – elevada mortalidade / insuficiência da bacia hidrográfica
c) América do Norte – política de inclusão social / erradicação de agentes poluentes
d) Europa Ocidental – estabilidade demográfica / qualidade dos sistemas de saneamento
(PUCSP)



Fonte: Segundo o Relatório sobre o desenvolvimento humano 2006, PNUD.
Fonte: Le Monde Diplomatique Brasil. Atlas do Meio Ambiente. São Paulo: Instituto Pólis, 2008. p. 81.
Considerando as cidades mencionadas, o gráfico permite concluir que
a) a água é mais barata nas três cidades localizadas em países mais desenvolvidos porque elas situam-se em áreas de menor escassez hídrica.
b) há grandes diferenças do custo da água para as populações comparando-se o fornecedor público com o privado, devido à natureza distinta de objetivos dos dois setores.
c) nas cidades mais ricas, a água custa menos porque ela provém de sistemas de abastecimento, cuja estrutura e administração não exigem muitos recursos financeiros.
d) nas cidades mais pobres, a inexistência de sistemas coletivos públicos obriga o consumo de água de empresas privadas que, apesar de mais caro, ao menos oferece qualidade melhor.
e) nas cidades mais pobres, a privatização dos serviços públicos encareceu o preço da água assim como de outros serviços essenciais, algo que não aconteceu nas cidades mais ricas.
(UPE) O desenho esquemático a seguir foi utilizado por um professor de Geografia do Ensino Médio numa determinada turma, para abordar aspectos relacionados ao relevo originado em áreas costeiras. O professor apresentou uma sequência evolutiva do relevo que vai de 1 a 3. Sabendo-se que as áreas pontilhadas são sedimentos modernos, basicamente fluviais, conclui-se que o professor estava explicando mais especificamente
a) a formação de restingas metamórficas.
b) a gênese de um delta.
c) os efeitos de uma transgressão marinha em costas altas.
d) as consequências geomorfológicas das ações antrópicas em áreas litorâneas.
e) a evolução de uma falésia viva.
(UFRN) A ação intensiva do ser humano sobre o meio, em virtude da ocupação do solo, tanto no espaço urbano quanto no rural, altera as condições ambientais originais.
Observe as figuras a seguir, que ressaltam a hidrografia como um elemento marcante da paisagem.

a) Suponha que, na área rural em que se localiza o rio mostrado na figura 1, ocorreram chuvas intensas. Justifique por que o rio, nessa área, apresenta menor predisposição para transbordar.
b) Mencione e explique um problema socioambiental provocado pelo transbordamento de rios em áreas urbanas.
Respostas:
a) O rio, na área mostrada na figura 1, apresenta menor predisposição para transbordar porque existe vegetação ao longo do seu curso (mata ciliar), o que possibilita a proteção de suas margens contra os processos erosivos e a proteção do seu leito contra o carreamento ou transporte de materiais (lixo, produtos tóxicos, esgotos, etc.), diminuindo as possibilidades de assoreamento e enchentes. Além disso, observa-se a não impermeabilização do solo no entorno (ou a inexistência de edificações), o que facilita a infiltração das águas das chuvas, diminuindo o escoamento superficial para o leito do rio.
b)
· Inundação de áreas em que se verifica um baixo grau de permeabilidade em virtude da concentração de asfalto e concreto e da reduzida quantidade de áreas verdes;
· Inundação de áreas próximas aos rios tendo em vista a dificuldade de escoamento devido ao entupimento de bueiros e galerias pluviais, ocasionados pela grande quantidade de lixo produzido e lançado em locais inadequados;
· Registro de mortes e/ou perdas materiais (destruição de moradias, danos ao patrimônio público ou privado), que se verificam em função da ocupação desordenada do solo urbano, devido à construção de edificações às margens de rios;
· Acidentes ou mortes que são ocasionados por inundações nas vias de circulação situadas às margens dos rios;
· Dificuldade e/ou impedimento da mobilidade urbana em função das inundações em áreas próximas aos rios, que provocam congestionamentos no trânsito;
· Proliferação de doenças que são decorrentes do contato do homem com água contaminada por lixo, esgotos, entre outros.
(FUVEST) Anualmente, as principais bacias hidrográficas do mundo fazem ingressar nos oceanos dezenas de bilhões de toneladas de partículas sólidas removidas das áreas continentais, resultantes do trabalho erosivo das águas correntes superficiais. Observe o mapa:

A bacia hidrográfica Ganges-Brahmaputra, se comparada à do Amazonas, produz 3,4 vezes mais sedimentos por unidade de área, tendo, aproximadamente, 1/4 da área de drenagem e 18% da vazão média da bacia hidrográfica amazônica.
Comparando-se os dados acima apresentados, a posição geográfica e o uso do solo nessas áreas, identifique um fator responsável pela
a) quantidade relativamente baixa da produção anual de sedimentos, por unidade de área, da bacia hidrográfica amazônica. Explique;
b) elevada produção anual de sedimentos, por unidade de área, da bacia hidrográfica Ganges- Brahmaputra. Explique.
Resposta:
a) A região da bacia hidrográfica do amazonas se localiza em uma área de baixa concentração populacional, com poucos centros urbanos, florestas fechadas de difícil acesso e baixa utilização do solo. Esses fatores implicam em pouca produção de sedimentos.
b) O Ganges-Brahmaputra apresenta ao longo do seu curso e sua foz um maior acúmulo de sedimentos promovido pela alta concentração populacional em suas margens. Porém, com maior utilização dos solos nas atividades agrícolas de cultivos intermitentes, implicando em maior exposição dos solos aos processos erosivos.
(FGV-SP) Observe atentamente o mapa para responder às questões:

Fonte:PanoramaGlobaldaBiodiversidade3. Brasília,SecretariadeBiodiversidadeeFloresta.,2010,p.60 Disponível em http://www.cbd.int/doc/publications/gbo/gbo3-final-pt.pdf
a) O que são “zonas mortas marinhas”?
b) Quais os fatores responsáveis pela sua formação?
Resolução:
a) São áreas oceânicas desprovidas de vida marinha
b) O acúmulo de fósforo e nitrogênio, provenientes de plantações de grãos e poluição de esgotos, estimula o crescimento de algas e de alguns tipos de bactérias, ameaçando serviços ecossistêmicos valiosos em sistemas, tais como lagos e recifes de coral, e afetando a qualidade da água. Esse acúmulo também cria "zonas mortas" nos oceanos, geralmente onde grandes rios alcançam o mar. Nessas zonas, algas em
decomposição consomem oxigênio na água e deixam vastas áreas praticamente desprovidas de vida marinha. O número de zonas mortas relatadas vem sendo praticamente duplicado a cada dez anos, desde a década de 1960, e em 2010 já havia chegado a mais de 500
(FGV-SP) Leia atentamente o texto a seguir:
As Nações Unidas estimam que, até 2025, dois terços da população mundial sofrerão escassez, moderada ou severa, de água. Essa situação tem sido interpretada como resultante da falta física de água doce para o atendimento da demanda das populações da Terra. Entretanto, no plano geral, há água suficiente no mundo (...) para satisfazer as necessidades de todos. De fato, este cenário de escassez significa que, no ano 2025, apenas um terço da humanidade deverá dispor de dinheiro suficiente para pagar o serviço de abastecimento d’água decente, isto é, com regularidade de fornecimento e qualidade garantida da água.
REBOUÇAS, Aldo. O ambiente brasileiro: 500 anos de exploração. In: RIBEIRO, Wagner Costa. (Org.) Patrimônio Ambiental Brasileiro. São Paulo: Edusp, 2003. pg. 206.
Considerando os argumentos do texto, é correto afirmar que:
a) A “crise da água” resulta do elevado crescimento da população dos países mais pobres.
b) A “crise da água” não pode ser enfrentada com as tecnologias disponíveis, por isso tende a se
aprofundar.
c) No cenário projetado pela ONU, a escassez de água tenderá a se agravar devido à continuidade
do processo de urbanização.
d) Fatores sociais e econômicos desempenham um papel importante no problema da escassez de
água.
e) A água é um recurso natural renovável, portanto, a escassez resulta apenas da distribuição
desigual desse recurso pela superfície da Terra.
(UNESP) O Brasil tem a metade de seus municípios com esgotamento sanitário (52,2%). Dos 14,5 milhões m3 coletados diariamente, são tratados 5,1 milhões m3.

(IBGE. Adaptado.)
A partir da análise da tabela e de seus conhecimentos, pode-se afirmar que:
a) a região com menor porcentagem de municípios que só coletam esgoto é a Norte e a com maior é a Sudeste.
b) as regiões com maior e menor porcentagens de municípios que só coletam esgoto são, respectivamente, a Sul e a Centro-Oeste.
c) a pior porcentagem de municípios sem coleta de esgoto é a da região Sudeste, que supera os dados da região Centro-Oeste.
a tabela expressa porcentagens de esgotamento sanitário excelentes, que se refletem na boa qualidade de nossas águas.
d) as regiões Norte e Centro-Oeste, juntas, totalizam valores maiores nas porcentagens de municípios que só coletam esgoto, quando comparadas à região Sudeste.
(UNESP)
O Ártico está na mídia
Notícias da região do Ártico levantam dados sobre a cor- rida ao petróleo em suas águas. Nações reclamam parte das riquezas sob o fundo do Oceano Glacial Ártico, enquanto o aquecimento global expõe áreas antes cobertas por gelo, pois a extensão do gelo marítimo no Ártico diminuiu por volta de 14% desde os anos 1970. A mídia destacou que os russos ins- talaram sua bandeira em turfa submarina e que a guarda costeira americana mapeou o mar de Bering.
(Jessa Gamble. Scientific American Brasil. ed. N.° 4, 2009. Kirstin Dow e Thomas E. Downing. O Atlas da Mudança Climática, 2007. Adaptados.)
Sobre o assunto tratado no texto, pode-se afirmar que:
a) os direitos aos recursos localizados no assoalho submarino são definidos com a colocação de bandeiras, como no período de colonização das fronteiras.
b) as regras que possibilitam reivindicar os recursos dos lei- tos submarinos vêm da Convenção da ONU sobre o Direito do Mar.
c) há um acordo entre os países que circulam o Ártico – Rússia, Canadá, Estados Unidos, China e Inglaterra – para explorar os recursos marinhos.
d) com o degelo do Ártico, a navegação e a exploração de minérios não serão beneficiadas e o meio ambiente não sofrerá impacto.
e) a Convenção da ONU sobre o Direito do Mar possibilita a todas as nações costeiras terem direitos econômicos iguais sobre o Ártico.

VESTIBULAR 2011
1- (UPE) Observe, atentamente, o desenho esquemático a seguir, correspondente a uma morfoestrutura observada em área de relevo submarino, fortemente influenciada pelas ações tectônicas.
O que a seta está indicando: a) Planície Abissa. b) Talude Continental. c) Plataforma Continental. d) Delta-Estuário.. e) Dorsal Oceânica.
2- (UNEAL) Além do mau uso, a demanda por esse recurso tem sido cada vez maior, devido ao crescimento populacional e à ampliação de atividades econômicas. Quanto à renovação desse importante recurso, não há comprovações sobre o seu aumento, pelo contrário, sua escassez em algumas regiões do mundo já é uma realidade. Portanto, apesar de renovável, muitos povos sofrem com a sua diminuição e futuramente terão sua sobrevivência ameaçada. A afirmação revela a preocupação com a escassez: a) do petróleo. b) da vegetação. c) da água. d) do carvão mineral. e) de alimentos.
3- (UPE)“Há na superfície oceânica uma corrente que transporta águas quentes e salinas para o nordeste do Atlântico. O calor que ela libera para a atmosfera aquece a Europa ocidental, constituindo fundamental importância para o andamento do tempo naquele continente. Perdendo calor, a água se esfria, mistura-se com as águas mais frias de origem ártica e se torna tão densa que acaba afundando...” Esse texto está se referindo à: a) Contra-Corrente Sul-Equatorial. b) Corrente Kuro Sivo. c) Corrente “El Niño Atlântico”.. d) Corrente do Golfo. e) Corrente Quente do Brasil.
4- (UEPB)
Observe o gráfico da distribuição da água doce na superfície do planeta.
Com base nos conhecimentos sobre o tema e o auxílio do gráfico, podemos afirmar: I - A distribuição desigual dos recursos hídricos é apenas uma face da problemática escassez de água potável no mundo; o desequilíbrio entre sua oferta e demanda passa também pela poluição dos grandes mananciais e pelas possibilidades das populações pobres terem acesso à água tratada. II - A América do Sul, que sozinha detém quase 1/3 da água doce do planeta, se configura como área estratégica. Mas também enfrenta problema, com a ambiguidade entre o desperdício e a escassez de abastecimento de água potável entre as camadas de suas populações. III - Os recursos hídricos estão equitativamente bem distribuídos por todos os continentes e dentro deles a carência de acesso a esse bem renovável se dá não por escassez, mas simplesmente por questões políticas, tais como no Nordeste brasileiro e no Saara, onde o subsolo guarda grandes reservas de água doce que poderiam abastecer as populações e desenvolver a agricultura irrigada sem problema. IV - As estatísticas da distribuição da água pelo planeta por si não revelam toda a realidade de acesso, ou não, das populações a esse líquido, tal como ocorre com a Ásia, que, embora detenha um dos maiores percentuais da água doce do planeta, também detém a maior população, parte vivendo em pobreza absoluta e alguns povos em áreas de escassez, onde o acesso à água é causa de conflito.
.
Estão corretas apenas as proposições:
a) I, II e III. b) I, II e IV.
c) II, III e IV. d) I, III e IV .
e) II e III.
5- (UNICAMP)
Observe abaixo a figura de duas vertentes, uma em condições naturais (A) e outra urbanizada (B), e responda às questões.
a) Como a água de precipitação pode chegar aos rios ? b) A vertente B é densamente urbanizada. Que alterações na dinâmica da água serão observadas nessa vertente e no rio? Resposta: a) A água pode chegar ao rio pelo escoamento superficial (enxurrada) ou pode se infiltrar no solo e chegar ao lençol freático. b) A água se movimentará de forma mais acelerada pela superfície, reduzindo a infiltração e aumentando a velocidade e quantidade de água que chega ao canal. Haverá redução na quantidade de água disponível no lençol freático, e aumento do volume de água no canal durante as chuvas e redução significativa no período de seca.
6- (UNESP)O DECLÍNIO DO MAR ARAL (Robin Clarke e Jannet King. O Atlas da Água, 2005. Adaptado.) Desde 1957 o mar de Aral, localizado entre o Cazaquistão e o Uzbequistão, teve uma redução de 50% de área e de mais 66% de volume, em boa parte por causa do desvio dos rios Amu Darya e Syr Darya para prover: a) a indústria pesada. b) o setor terciário. c) a irrigação de lavouras. d) a zona urbana. e) o complexo industrial.
VESTIBULAR 2010
7- (UFRGS)
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado a seguir, na ordem em que aparecem.
A urbanização promove alterações no ciclo hidrológico, por reduzir a infiltração no solo. O volume de água que deixa de infiltrar permanece na superfície, ............... o escoamento superficial. As vazões máximas............... . Com a redução da infiltração, ............... o nível do lençol freático. a) aumentando – aumentam – diminui.
b) aumentando – aumentam – aumenta.
c) diminuindo – diminuem – diminui.
d) diminuindo – aumentam – diminui.
e) aumentando – diminuem – aumenta.

8- (UFC)
A água constitui um elemento fundamental para o desenvolvimento da vida no nosso planeta. Com relação a esse elemento, assinale a alternativa correta:
a) A água do planeta está sendo comprometida pela poluição doméstica, industrial e agrícola, e pelos desequilíbrios ambientais resultantes dos desmatamentos e do uso indevido do solo. b) Desvios de água para projetos de irrigação, construção de hidrelétricas, consumo excessivo, desmatamento e poluição, têm contribuído para a redução de conflitos entre usuários. c) A água tem sido utilizada para a geração de energia elétrica assegurando a sustentabilidade do meio ambiente local. d) O Brasil possui pouca quantidade de água superficial e subterrânea devido às suas características geológicas dominantes. e) A diminuição da chuva no Brasil tem sido o maior problema ligado à falta de água para abastecer as cidades.
9- (UERJ)
Chama-se água virtual o volume total de água gasto na obtenção de um determinado bem. Essa denominação deve-se ao fato de, ao final do processo produtivo, a maior parte da água utilizada não estar contida efetivamente no produto confeccionado. Considere que os países desenvolvidos apresentam elevado consumo de água virtual por habitante. Indique dois fatores que explicam esse nível de consumo, justificando cada um deles..
Resolução: Dois dos fatores e respectivas justificativas: - nível elevado de renda / acesso muito maior a bens de consumo e alimentos, produtos que demandam muita água nos seus processos de produção - grande consumo e produção agrícola per capita / maior desenvolvimento técnico dessa atividade, sendo a agricultura o setor que mais consome água - nível de industrialização elevado / fabricação de diversos artigos que necessitam de grande volume de água para serem produzidos.
VESTIBULAR 2009
10- (UERJ) A Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar (CNUDM) – assinada pelo Brasil em 1982 e ratificada em 1988 – introduz ou consagra os conceitos de mar territorial, zona econômica exclusiva e plataforma continental. Em 1993, o Governo brasileiro sancionou a lei que tornou os limites marítimos brasileiros coerentes com os limites preconizados pela CNUDM. O mar territorial brasileiro de 200 milhas marítimas – instituído em 1970 – passou a ser de 12 milhas marítimas, ao qual foram acrescidas 188 milhas referentes à zona econômica exclusiva. J. M. DE SOUZA Adaptado de www.scielo.br A alteração da legislação brasileira no que se refere aos limites marítimos reflete as mudanças na diplomacia externa do país dos anos 1970 para os anos 1980/1990. As duas diretrizes da política externa do Brasil, para cada um desses dois períodos, estão formuladas, respectivamente, em: a) gestão pública alicerçada nas principais demandas populares – adoção dos novos princípios mundiais de domínio compartilhado dos recursos naturais.
b) exercício da soberania baseado em decisões unilaterais de inspiração nacionalista – integração a sistemas multilaterais de decisão na esfera mundial.
c) ação do Estado fundamentada na lógica de alianças da Guerra Fria – submissão às resoluções dos organismos internacionais manipuladas pelas potências hegemônicas.
d) intervenção governamental em defesa dos interesses econômicos externos – implantação de uma estratégia de consenso internacional em detrimento dos capitais nacionais.

11- (UNIFESP)
(Ribeiro, 2008.) De acordo com a tabela, o consumo de água é maior:


a) na agricultura mundial, devido à produção de biocombustíveis. b) nos domicílios que na agricultura, nos países de industrialização tardia. c) no setor domiciliar, em países de renda média com altos índices de urbanização. d) na indústria que na agricultura, em países da primeira revolução industrial. e) na agricultura, em países com uso intensivo do solo e de renda elevada.
12- (UNIFEI)
À medida que crescem a população e as cidades, ocorre também uma crescente demanda pela água, que é utilizada de diversas formas como, por exemplo, no uso doméstico, nas indústrias, na agricultura e pecuária. Com relação à demanda de água, assinale a alternativa que mostra onde a água é requerida em maior quantidade.
a) No uso doméstico, pelas atividades cotidianas como as de limpeza e lazer. b) Na agricultura, principalmente na irrigação de lavouras. c) Na pecuária, na dessedentação de animais.
d) Na indústria, principalmente nos parques industriais para, por exemplo, mover máquinas, resfriar peças e gerar energia.
VESTIBULAR 2008

13- (UCS/RS)
Os oceanos são importantes para o desenvolvimento e a manutenção do nosso planeta.
Sobre os oceanos é correto afirmar que:
a) apresentam circulação interna de correntes quentes e ausência de correntes frias. b) a regulação do clima que executam ocorre nos períodos de equinócio. c) a regulação do clima que executam ocorre nos períodos de solstício. d) apresentam movimentos de águas chamadas correntes marítimas. e) têm sua salinidade determinada pela quantidade de plânctons que possuem.
14- (MACK)
Na costa pacífica sul-americana, observamos países, como o Peru, que possuem uma economia fortemente influenciada por intensa piscosidade. Isso se deve à riqueza de nutrientes encontrados no litoral, especialmente o plâncton, que se prolifera por meio do fenômeno da ressurgência. Escolha abaixo a alternativa que revele a corrente marítima que, nessa região, é responsável pelo fenômeno citado. a) Corrente do Golfo do México. b) Corrente do Pacífico Norte.
c) Corrente de Humboldt.
d) Corrente de Falklands.
e) Corrente do Pacífico Sul.

15- (ESPM-adap)
O século XXI assiste a um grande desafio em relação à questão da água no planeta. Observe o gráfico da distribuição da água e as afirmações abaixo:
I- A maior parte de água doce se encontram nas geleiras .
II-O uso doméstico é onde se tem o maior consumo mundial da água, seguido da agricultura.III. A água doce encontra-se distribuída irregularmente pelo planeta. IV. De toda a água do planeta, apenas 50% é doce. V. Brasil, Rússia e Canadá são países privilegiados quanto às reservas hídricas. Estão corretas: a) I, II e III. b) I II e V. c) I, III e V. d) II, III e V. e) III e IV.
16- (UNICS)
Segundo Tucci (2006), “As ações produzidas pelo homem sobre o ecossistema podem alterar parte do ciclo abaixo representado, quanto à quantidade e qualidade da água”. “... a nível local as obras
hidráulicas atuam sobre os rios, lagos e oceanos; o desmatamento atua sobre o comportamento da bacia hidrográfica; a urbanização produz alterações localizadas nos processos comprometendo e alterando este ciclo...”. Assinale a alternativa que identifica este fenômeno essencial à existência da vida no planeta, representado na figura abaixo.
Fonte: TUCCI, C.E.M. (2006). a) Ciclo meteorológico.
b) Ciclo do escoamento das águas superficiais .
c) Ciclo da reprodução da vida no planeta
.
d) Ciclo hidrológico global
.
e) Ciclo das águas subterrâneas.

17- (FUVEST)
Leia o texto abaixo e, em seguida, escolha a frase que o completa corretamente. A tragédia de um mar que secou “Há quarenta anos, Muynak era um porto pesqueiro movimentado. O nível d'água baixou tanto que hoje, a olho nu, não se vê uma gota até a linha do horizonte. Observando-se imagens de satélite, é possível ter uma idéia mais clara da dimensão desse processo. Quando, na então URSS, foi feito o desvio de dois rios de porte que desembocavam no mar de Aral com o intuito de:
a) explorar as jazidas minerais do fundo desse mar, houve intensificação de suas altas taxas de evaporação. b) abastecer o parque industrial na região sudoeste, houve significativa interferência no balanço hídrico de tal mar. c) corrigir a salinidade de solos para a produção de trigo, houve intensificação das taxas de evaporação do mar de Aral. d) construir hidrelétricas em substituição às usinas nucleares, houve intensificação das taxas de evaporação desse mar.e) aproveitar áreas desérticas para produção de algodão, houve significativa interferência no balanço hídrico do referido mar.
VESTIBULAR 2007

18-(PUCSP)
A água encontra-se neste início de século em condições que exigem sérios cuidados. Além do volume existente desse recurso, é importante considerar sua distribuição geográfica e suas formas de uso para preservá-lo. Tendo como referência o planeta, pode-se afirmar que
:
a) o consumo mundial de água doce é maior na agricultura (mais de 70%), mas esse índice tende a cair, pois a agricultura está se concentrando cada vez mais em áreas já úmidas. b) o maior estoque de água doce é subterrânea, superando o volume de águas em estado sólido (calotas polares, geleiras e neves permanentes), em razão do derretimento provocado pelo efeito estufa. c) apenas ¼ das águas do planeta não é de água salgada, e esse volume é insuficiente para as necessidades humanas, o que obriga ações de dessalinização das águas oceânicas. d) existe notória desigualdade na distribuição das águas continentais e, nesse aspecto, a América do Sul é um dos continentes mais abastecidos com esse recurso natural, em especial nas áreas tropicais. e) embora na área intertropical do planeta haja uma dominância de climas chuvosos, os estoques de água doce não são expressivos nessa área, pois essa também é uma área de grande evaporação.
19-(FUVEST)

Além do conceito de Plataforma Continental, do ponto de vista geomorfológico, temos também o conceito de Plataforma Continental “Jurídica”. O desenho a seguir mostra um dos critérios possíveis para a delimitação da Plataforma Continental “Jurídica”, no Brasil.
a) Caracterize a Plataforma Continental, do ponto de vista geomorfológico. Justifique sua importância econômica para o Brasil. b) Discorra sobre a importância da Plataforma Continental “Jurídica”, considerando a exploração do subsolo marinho. Resposta:
a) A Plataforma Continental corresponde ao primeiro declive do relevo submarino situada entre 0 a 200 metros de profundidade. Sua importância se deve à atividade pesqueira e às grandes reservas de petróleo e gás natural. b) O prolongamento da Plataforma Continental "Jurídica" brasileira, pleiteado junto à ONU, passando de 200 para 350 milhas náuticas da costa, é de grande importância para o país, pois amplia o seu domínio sobre os recursos do subsolo oceânico e espécies marítimas.
Fonte : Geografiaparatodos
GABARITO
1-B
2-C
3-D
4-B
5-.....
6-C
7-A
8-A
9-......
10-B
11-D
12-B
13-D
14-C
15-C
16-D
17-E
18-D
19-....

2 comentários:

Anônimo disse...

Ola Comseisam adorei o blogger ta muito legal ta nota 10 meu nome e´ Jhony lamim de liz sou o numero 21 da chamada do 6 ano D

Letícia Vitória disse...

Muiiiiiiiiiiiito legal! Me salvou na prova ! Beijos!