terça-feira, 7 de agosto de 2012

ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL.

Geoconceicao-Panorama Geográfico do Brasil, página 243

As bases geológicas do território brasileiro.

O Brasil possui em seu território três macro-estruturas:
- os crátons ou plataformas;
- as bacias sedimentares;
- as cadeias orogênicas (no caso, antigas).

Em relação às cadeias orogênicas, é importante ressaltar que nosso território não possui as de formação recente, isto é, as do fim do Mesozoico e Cenozoico (terciário), denominadas, também dobramentos modernos, mas sim as antigas (do Pré-Cambriano), como as das serras do Mar e da Mantiqueira, da Serra do Espinhaço e das serras do Planalto das Guianas.

br.viarural.com - ... ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL - APA DE SERRA DA MANTIQUEIRA NO BRASIL



Fonte : MUNDO EDUCAÇÃO.COM










A) OS CRÁTONS OU PLATAFORMAS
Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra. 
- Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Procurando inserir o território brasileiro, sob o ponto de vista geológico-estrutural, no subcontinente da América do Sul, os estudos realizados demonstraram que ele se encontra totalmente alojado na Placa Sul-Americana sendo parte integrante da Plataforma Sul-Americana, cuja história geológica remonta a mais de 2600 M.A. (milhões de anos).
A Plataforma Sul-Americana contém dois grandes embasamentos ou escudos cristalinos, que correspondem ao Escudo das Guianas e ao Escudo Brasileiro, formados predominantemente por rochas metamórficas muito antigas (Azoico e Arqueozoico), por rochas magmáticas intrusivas antigas (Arqueozoico e Proterozoico) e ainda por rochas sedimentares antigas (Proterozoico, denominado também Pré-Cambriano Superior). Essas rochas são verdadeiros resíduos que, no passado geológico, deviam recobrir maiores porções das plataformas ou crátons.
Esses escudos cristalinos (das Guianas e Brasileiro) são circundados por coberturas ou por bacias sedimentares fanerozóicas.
geographblog.blogspot.com

Em vista de o território brasileiro ocupar a porção centro-oriental da Plataforma Sul-Americana, localiza-se distante das zonas de contato entre as placas tectônicas Sul-Americana, de Nazca e do Caribe ou das Antilhas.
Essa posição geográfica explica a relativa estabilidade geológica do território brasileiro. O Brasil não possui, portanto, tectonismo orogênico recente, muito embora apresente o de tipo epirogênico, ou seja, de movimentos verticais ou de soerguimento que vêm ocorrendo ao longo do Cenozoico, isto é, dos últimos 70 milhões de anos. Esses movimentos epirogenéticos explicam, por exemplo, a existência no Brasil de planaltos formados em bacias sedimentares, hoje situados em altitudes mais elevadas do que antes do Cenozoico. Explicam, também, a formação de depressões, pois, ao mesmo tempo que ocorria e ocorre a epirogênese, os agentes da dinâmica externa do relevo - como a água, as oscilações de temperatura do ar atmosférico e o vento - provocaram e provocam o desgaste de rochas menos resistentes criando, assim, as depressões que circundam os planaltos de nosso território.
Com os conhecimentos adquiridos, podemos agora interpretar o mapa da estrutura geológica do Brasil.( mapa acima)
Existem dois grandes crátons pré-cambrianos no território brasileiro: o cráton amazônico, que, em vista da grande extensão de seus afloramentos rochosos pode ser dividido em dois escudos: o das Guianas e o do Brasil Central; e o cráton do São Francisco.
Os crátons menores são: cráton de São Luís (Maranhão), cráton de Luís Alves (SC) e cráton do Rio da Prata (RS).
Todos eles datam do Arqueozoico, de modo que são formados por rochas muito antigas, predominantemente metamórficas, muitas delas datando de idades superiores a 3000 M.A. Mas também rochas magmáticas intrusivas datadas de 1 a 2 M.A. e, completando a estrutura rochosa complexa, resíduos de rochas sedimentares do Pré-Cambriano Superior, que no passado geológico deviam cobrir vastas extensões dos crátons ou plataformas.
Os crátons ou plataformas formam no Brasil o "embasamento cristalino" ou o "complexo cristalino" ou, ainda, o "complexo brasileiro", como podem ser denominados na literatura geológica e geomorfológica.
Durante algum tempo pensou-se que as formações arqueozoicas ou os crátons ou plataformas de nosso território não abrigassem depósitos minerais expressivos. Entretanto novas descobertas minerais e seu estudo têm colocado em dúvida essa questão.
Tudo indica que as grandes jazidas minerais da Serra dos Carajás, no Pará, ou o ouro de áreas próximas aos rios Madeira e Tapajós e a outras da Amazônia, como também o minério de manganês da Serra do Navio, no Amapá, estão relacionados aos terrenos arqueozoicos.

b) As bacias sedimentares (características gerais)


Essas formações geológicas ocupam a maior área do território brasileiro, estimando-se que ocupem 5,5 milhões de Km2, ou seja, cerca de 64%.
No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões.
* De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.
* De menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea.
Além dessas, há as denominadas bacias de compartimento de planalto, de reduzida extensão, se comparadas às citadas, e correspondentes a formações sedimentares alojadas em porções côncavas dos crátons de pouca extensão e profundidade. É o caso das bacias sedimentares de Curitiba (PR) Taubaté (SP), Resende (RJ), São Paulo e outras.
blogaodolobao.blogspot.com

As bacias sedimentares do Brasil possuem camadas dispostas horizontalmente ou quase horizontalmente, fato que evidencia a ausência de movimentos importantes - como os tectonismos - desde remotos tempos geológicos. Entretanto, no fim da era Mesozoica, ocorreram movimentos da crosta que formaram fraturas, ou seja, fendas ou aberturas microscópicas ou macroscópicas que aparecem no corpo de uma rocha, principalmente em decorrência de forças tectônicas. Por essas fraturas ocorreu o escoamento de lavas básicas ( lavas que podem percorrer grandes extensões), cobrindo grande extensão do sul do território brasileiro e da região de Poços de Caldas e Araxá (MG). Uma vez consolidadas, essas lavas resultantes do vulcanismo deram origem a rochas (destacando-se os basaltos e os diabásios) e a diversos diques, ou seja, intrusões magmáticas em forma alongada nas camadas da crosta terrestre, onde se solidifica. Essas rochas e diques, por apresentarem grande resistência à erosão, formaram relevos residuais, permitindo a existência de várias quedas de água nos rios do Centro-Sul, com destaque para as de Sete Quedas (que não existe mais, devido à construção da barragem de Itaipu), no Rio Paraná, e para as Cataratas do Iguaçu, na foz do rio de mesmo nome. Além disso, o basalto e o diabásio, submetidos a agentes erosivos como o intemperismo, se desagregaram e se descompuseram dando origem a solos avermelhados conhecidos genericamente com o nome de terra-roxa, encontrados principalmente no Planalto Meridional ou Arenito-Basáltico.

brejo.com

As bacias sedimentares do Brasil datam do Paleozoico, do Mesozoico e do Cenozoico. As bacias sedimentares como a do Pantanal Mato-grossense, litorâneas e de trechos que margeiam os rios da bacia hidrográfica Amazônica são do Cenozoico.
Comparando as características da Bacia Sedimentar da Amazônia- 2 milhões de km2 de área,com pacote de sedimentos que chega a ter, em alguns pontos, mais de 4000m de profundidade, com as da Bacia Sedimentar de São Paulo com 20 km2 de área e profundidade máxima de seu pacote de sedimentos de 543m, pode-se ter uma ideia da fantástica história geológica. Os 4000m de profundidade da Bacia Sedimentar Amazônica são, por si só, testemunhas de erosões, disposições e sedimentações ao longo dos tempos geológicos, revelando que, sempre que há destruição em um ponto da Terra, há construção em outro.
Formados por basaltos e diabásios, as Sete Quedas, no Rio Paraná, constituíam um trabalho majestoso na natureza. Havia a interação da geologia, da geomorfologia, da hidrografia, do clima, da vegetação e de animais e aves, formando um ecossistema peculiar. A construção da Usina de Itaipu comprometeu todo o ambiente

C- As cadeias orogênicas antigas do Brasil.


clikaki.com.br




geocnscnet.blogspot.com

Observando a figura podemos localizar as faixas de dobramentos do ciclo brasiliano, ou seja, as áreas da orogênese antiga, que deram origem às cadeias ou cinturões orogênicos antigos do Brasil, dos quais os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi.
Veja a seguir a história geológica e as principais características dos cinturões orogênicos antigos do Brasil.
Possui uma complexa formação Biológica (de rochas) e estrutural, com predomínio de rochas metamórficas (gnaisses, quartzitos, ardósias, micaxistos e outras) e, secundariamente, de rochas magmáticas intrusivas (granitos, sienitos e outras).
São originários de vários diastrofismos antigos.
_ o diastrofismo huroniano, que se manifestou no fim do Arqueozoico e provocou grandes dobramentos, dando origem às serras do Mar e da Mantiqueira, localizadas na faixa de dobramento do Atlântico;
_ o diastrofismo huroniano, que data do final do Proterozoico e cujos dobramentos deram origem à Serra do Espinhaço(MG) e à Chapada Diamantina(BA).
_ o diastrofismo caledoniano, nos períodos geológicos Siluriano e Devoniano da era Paleozoica, que deu origem aos dobramentos das serras de Paranapiacaba(PR), na faixa de dobramento antigo do Atlântico, dobramento antigo, denominado Brasília ou Araguaio-Tocantins.
* As cadeias orogênicas antigas do Brasil estiveram (e estão) submetidas a várias fases erosivas, motivo pelo qual encontram-se bastante desgastado. Devem ter possuído elevadas altitudes, mas nos dias atuais apresentam aspecto serrano em várias porções.

ATIVIDADE :
1- Explique o que é estrutura geológica :
2- Quais são as estruturas geológicas do Brasil?
3- Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização :
4- Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino ?

89 comentários:

Anônimo disse...

muito bom esse site vai me ajuar bastante no meu trabalho de geografia

Anônimo disse...

Muito obrigada professora.
Os dados foram de muita utilidade. :)

Anônimo disse...

Obrigada, 80% da minha sala te agradece.

Anônimo disse...

Parabéns professora, seu trabalho foi a melhor fonte que havia visto em meu seminário. Parabéns!

Anônimo disse...

ótimo trabalho, vai me ajudar bastante em relação ao conhecimento e a escola, obrigada.

Anônimo disse...

Artur C. Nº:7 2ºA

1- Estrutura geológica é a classificação da litosfera caracterizando suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2- São três tipos de estruturas geológicas no Brasil: os crátons ou plataformas, as bacias sedimentares e as cadeias orogênicas.

3- Os crátons ou plataformas, sofrem com um intenso processo erosivo e apresentam um relevo baixo. Quando ficam expostos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos. Se localizam no norte do Brasil e nas Guianas.
Exemplo, cráton de São Luís (Maranhão).

As bacias sedimentares, são camadas horizontais, depressões na superfície que, com o tempo, foram sendo preenchidas por sedimentos.
Podem ser de grandes e ou de pequenas extensões.
Exemplos: de grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba. De menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco.

As cadeias orogênicas, são submetidas a várias fases erosivas, motivo pelo qual encontram-se bastante desgastadas. Antigamente possuíam elevadas altitudes, mas nos dias atuais apresentam aspectos serranos em várias porções.
É importante ressaltar que Brasil não possui formações recentes.

4- São denominados escudos cristalinos, quando afloram, ou seja, estão expostos e aos agentes de erosão. Já as plataformas cobertas, estão recobertas por sedimentos.

Luíza Woiciechovski disse...

Nome: Luíza Woiciechovski N*35 Série: 2*A E.M.

1- As rochas da crosta terrestre estão em constante processo de transformação, sendo modificadas pela ação erosiva de agentes externos (chuvas, ventos etc.) e agentes internos (erupções vulcânicas e tectonismo). Esse processo ocorre há bilhões de anos e o conhecimento da estrutura geológica de um determinado local é de fundamental importância na análise do relevo e dos possíveis recursos minerais existentes. Os indicadores são os crátons, bacias sedimentares e dobramentos modernos, que são os da Terra.

2- O Brasil possui estrutura geológica composta por três tipos distintos: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.

3- Escudos cristalinos: Nome dado ao terreno geológico formado na era Pré-Cambriana e do início da era Paleozoica, ou seja, que se desenvolveu nos primeiros milhões de anos da formação da Terra. É nesta camada da crosta terrestre que estão depositados os minérios.
- Escudo das Guianas (extremo norte do Brasil);
- Escudo do Brasil Central (região centro-norte);
- Escudo Atlântico (região centro-leste).

Bacias sedimentares: Composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras. Importantes por causa do petróleo e fósseis geralmente encontrados no local.
- Bacia Sedimentar da Amazônia – localizada na Floresta Amazônica.
- Bacia Sedimentar Potiguar – localizada entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte.
- Bacia Sedimentar do Paraná – é uma extensa bacia sedimentar localizada na região centro-leste da América Sul. Possui reservas significativas de carvão mineral.
- Bacia Sedimentar do Espírito Santo – localizada entre o litoral norte do Espírito Santo e o sul da Bahia. Possui significativas reservas petrolíferas.
- Bacia Sedimentar de Campos – entre a costa norte do litoral do Rio de Janeiro e a costa sul do Espírito Santo. É a maior bacia produtora de petróleo do Brasil (cerca de 75%).
- Bacia Sedimentar de Santos – situada na plataforma continental (do litoral de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro). Possuem também importantes reservas de petróleo, exploradas atualmente.
Terrenos vulcânicos: São áreas que sofreram a ação de derrames vulcânicos. Esse processo originou a formação de rochas como o basalto e o diabásio. A decomposição do basalto é responsável por fertilizar o solo, no Brasil essas áreas são denominadas de “terra roxa”. Ocupam 8% do território brasileiro.

4- A diferença entre escudo cristalino e embasamento cristalino é que quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos. E quando recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Luíza Woiciechovski disse...

Nome: Luíza Woiciechovski N*35 Série: 2*A E.M.
1- As rochas da crosta terrestre estão em constante processo de transformação, sendo modificadas pela ação erosiva de agentes externos (chuvas, ventos etc.) e agentes internos (erupções vulcânicas e tectonismo). Esse processo ocorre há bilhões de anos e o conhecimento da estrutura geológica de um determinado local é de fundamental importância na análise do relevo e dos possíveis recursos minerais existentes. Os indicadores são os crátons, bacias sedimentares e dobramentos modernos, que são os da Terra.
2- O Brasil possui estrutura geológica composta por três tipos distintos: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.
3- Escudos cristalinos: Nome dado ao terreno geológico formado na era Pré-Cambriana e do início da era Paleozoica, ou seja, que se desenvolveu nos primeiros milhões de anos da formação da Terra. É nesta camada da crosta terrestre que estão depositados os minérios.
- Escudo das Guianas (extremo norte do Brasil);
- Escudo do Brasil Central (região centro-norte);
- Escudo Atlântico (região centro-leste).

Bacias sedimentares: Composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras. Importantes por causa do petróleo e fósseis geralmente encontrados no local.
- Bacia Sedimentar da Amazônia – localizada na Floresta Amazônica.
- Bacia Sedimentar Potiguar – localizada entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte.
- Bacia Sedimentar do Paraná – é uma extensa bacia sedimentar localizada na região centro-leste da América Sul. Possui reservas significativas de carvão mineral.
- Bacia Sedimentar do Espírito Santo – localizada entre o litoral norte do Espírito Santo e o sul da Bahia. Possui significativas reservas petrolíferas.
- Bacia Sedimentar de Campos – entre a costa norte do litoral do Rio de Janeiro e a costa sul do Espírito Santo. É a maior bacia produtora de petróleo do Brasil (cerca de 75%).
- Bacia Sedimentar de Santos – situada na plataforma continental (do litoral de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro). Possuem também importantes reservas de petróleo, exploradas atualmente.
Terrenos vulcânicos: São áreas que sofreram a ação de derrames vulcânicos. Esse processo originou a formação de rochas como o basalto e o diabásio. A decomposição do basalto é responsável por fertilizar o solo, no Brasil essas áreas são denominadas de “terra roxa”. Ocupam 8% do território brasileiro.

4- A diferença entre escudo cristalino e embasamento cristalino é que quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos. E quando recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Isabella Duarte 2B disse...

Isabella H. Duarte- Número 16- 2 ano B

Trabalho de Geografia

1- Estrutura Geológica é uma classificação dada a litosfera terrestre conforme as suas origens e as composições de suas rochas. Ela foi dividida em três tipos principais, sendo eles, Crátons, Bacias Sedimentares e Dobramentos Modernos( Não se encontram no Brasil).

2&3- O Brasil possui em seu território 3 estruturas, sendo elas:

Os Crátons/plataformas: São formações geológicas consideradas antigas e devido aos processos erosivos, tem formas desgastadas. Quando ficam expostas e submetidas aos agentes de erosão, recebem o nome de escudo. Ex: O cráton de São Luís (Maranhão) e o cráton do Rio da Prata (Rio Grande do Sul).

Bacias Sedimentares: São depressões de considerável extensão, nas quais foram depositados sedimentos. Ex; Paranaica- No Paraná (grande extensão) e a do Pantanal Mato-Grossense- No Mato Grosso (pequena extensão).

Cinturões Orogênicos: São áreas geologicamente instáveis, com terremotos frequentes, erupções vulcânicas, falhamentos e dobramentos. Eles dão origem a diastrofismos. Ex: O cinturão de Brasília (Distrito Federal-Brasil).

4- Escudos cristalinos são resultados do Ciclo Brasiliano e surgiram de extensas áreas próximas às cratônicas. Eles são constituídos pelos cintorões Atlântico, Brasilia e Paraguai, são considerados as mais antigas, datadas do Pré-Cambriano. É um conjunto de formações que estão significamente desgastadas tomando a configuração de serras. Exemplos seriam as serras Negra, da Canastra e da Mesa.
Já plataformas cobertas ou embasamento cristalino, são crátons que foram recobertos por formações sedimentares/ rochas sedimentares.

Beijos Conceição!

Anônimo disse...

Angela Jung Amaral Número 04 2º C

1- Estrutura geológica é o conjunto rochoso existente em uma determinada aérea e sua influência nas formas de relevo.

2- A estrutura geológica brasileira é composta por bacias sedimentares, crátons e dobramentos antigos. O chamado "relevo modesto"

3- Os crátons são estruturas geológicas muito antigas e ricas em minerais metálicos.Sua composição é, na maioria, de rochas magmáticas e metamórficas.
Em vista do território brasileiro, nosso país ocupa a porção centro-oriental da Plataforma Sul-Americana.

As bacias sedimentares são depressões na superfície que, com o tempo, foram sendo preenchidas por sedimentos, que podem ser:materiais de origem biológica como restos de animais, fragmentos de conchas, ossos, recifes de coral entre outas; ou materiais depositados pelo efeito da erosão de áreas adjacentes à bacia, pela ação do vento, água, geleiras, rios etc.

No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões.
De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.
* De menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea.

As cadeias orogênicas (dobramentos antigos) são blocos imensos de rochas antigas. Estes escudos são constituídos por rochas cristalinas (magmático-plutônicas), formadas em eras pré-cambrianas, ou por rochas metamórficas (material sedimentar) do Paleozóico, são resistentes, estáveis, porém bastante desgastadas.
No Brasil, as mariores são a do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi.

4- Os escudos cristalinos são estruturas geológicas antigas presentes na crosta terrestre.
Tem como características: Presença de material metálico e não metálico, rochas magmáticas e metamórficas, e é uma área de estabilidade tectônica.

já as plataformas cobertas ou embasamento cristalino, é o conjunto de rochas ígneas ou metamórficas que compõe a porção externa da crosta continental.

Portanto, o embasamento cristalino fica "visível" para nós (externo); e os escudos cristalinos são estruturas presentes na crosta terrestre (internamente)

Anônimo disse...

Bruno Cardozo Vieira 05 2º ano C

1) A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2) Bacias sedimentares, dobramentos antigos e áreas cratônicas (crátons)

3)As plataformas ou crátons correspondem aos terrenos mais antigos e arrasados por muitas fases de erosão. São ricas em materiais metálicos, rochas magmáticas e metamórficas.
No Brasil é ocupado a porção centro-oriental da plataforma sul-americana.

Bacias Sedimentares formaram-se ao longo do Fanerozoico, ou seja, nos últimos 600 milhões de anos.Os depósitos marinhos e continentais formaram as rochas sedimentares das três grandes bacias brasileiras (Amazônica, do Parnaíba ou Maranhão e do Paraná). Assim, nelas são encontradas sobretudo arenitos de diferentes idades e granulações.

Os dobramentos antigos ou cinturões orogênicos existentes no território brasileiro são muito antigos, ou seja, de diversas idades ao longo do Pré-cambriano. Esses cinturões são o do Atlântico, o de Brasília e o Paraguai-Araguaia. São blocos imensos de rochas antigas. São escudos constituídos por rochas cristalinas ou rochas metamórficas.

4) Escudos cristalinos são estruturas antigas presentes na crosta terrestre, constituídos por material metálico (e não metálico) rochas magmáticas etc.

Os embasamentos cristalinos são áreas formadas por rochas bastante desgastadas do período pré-cambriano, portanto muito antigas. Também são chamados de embasamento cristalino. O nome vem da cristalização de minerais no interior das rochas.

A diferença é que os escudos cristalinos estão presentes na crosta terrestre, onde não podemos ver a olho nú; já as plataformas cobertas (ou embasamento cristalino) está localizado externamente.

Anônimo disse...

Felipe Braz Bins 13 2ºA
1-Estrutura geológica é o conjunto rochoso existente em uma determinada área e a sua influência sobre as formas de relevo.É a classificação da litosfera terrestre conforme as suas origens e as composições de suas rochas.O conhecimento sobre ela é muito importante afinal é possível descobrir onde estão as riquezas naturais e o modo de explorar.O estudo sobre estas rochas e solos revela a origem e evolução da Terra, evidenciando sua estrutura geológica e as idades de sua formação.A estrutura geológica é dividida em três grandes grupos: Escudos cristalinos, bacias sedimentares e Dobramentos modernos.
2-As estruturas geológicas do Brasil são as bacias sedimentares, crátons e os cinturões orogenéticos (antigos) ou dobramentos antigos.
3-As bacias sedimentares são depressões existentes na superfície dos terrenos cristalinos, onde se alojaram os detritos vindos das regiões circundantes mais elevadas. São composições rochosas formadas a partir de inúmeras camadas de rochas sedimentares sobrepostas, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras.São as mais extensas das estruturas geológicas, recobrindo cerca de 70% do relevo da Terra e 64% do brasileiro,como as bacias sedimentares da Amazônia, Maranhão e Paraná. São importantes por uma grande quantidade de fósseis e até petróleo. A deposição dos sedimentos ocorre em camadas. Muitas vezes acaba por soterrar áreas de vegetação, o que dá origem ao carvão mineral. O petróleo é produto da decomposição incompleta de moluscos, entre outros. Como exemplo a bacia sedimentar da Amazônia, localizada na floresta amazônica. A bacia sedimentar potiguar, localizada entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte. Bacia sedimentar do Paraná localizada na região centro-leste da América sul, com reservas de carvão mineral. Já a do Espírito Santo, entre o litoral norte do Espírito santo e o sul da Bahia, com reservas petrolíferas, entre outras. Crátons sofreram, no decorrer do tempo intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam relevos rebaixados e desgastados. A maioria configura-se como baixos planaltos e assumem feições de depressões. São característicos do período pré-cambriano e proterozóico, sendo os terrenos mais antigos, característicos por possuírem rochas cristalinas e metamórficas divididos em dois tipos os escudos cristalinos e as plataformas. Característicos por possuírem uma elevada quantidade de minerais. Os crátons são áreas geologicamente estáveis com poucos terremotos e vulcanismos, o que explica a ausência de destas atividades no Brasil, sendo 36% do território brasileiro. Temos como exemplo o cráton Amazônico, ao norte da floresta amazônica, o cráton Sul-amazônico, ao sul da floresta amazônica até regiões ao centro-oeste, e o cráton de São Francisco, ao sul da região nordeste, a leste do território brasileiro. Cinturões Orogenéticos antigos possuem uma complexa formação com predomínio de rochas metamórficas e de rochas magmáticas intrusivas. Os Cinturões Orogenéticos antigos do Brasil, no período em que o país ainda possuía atividades vulcânicas ativas possuíam elevadas altitudes. Mas desde os tempos antigos eles vem sendo submetidos a vários processos erosivos externos, motivo pelo qual se encontram desgastados. Possuindo aspecto de serras e mares de morros com picos arredondados exemplos as Serras Negras, da Canastra e da Mesa, as chapadas dos Veadeiros e Cristalina (no cinturão de Brasília), as serras da Mantiqueira (em Minas Gerais), etc. Outros exemplos são a Pedra Azul em Espírito Santo e a Chapada Diamantina, no município de Palmeiras na Bahia.
4-Quando afloram, ou seja, ficam expostos aos agentes de erosão externos (vento, entre outros) recebem o nome de escudos cristalinos. Quando recobertos por rochas sedimentares recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino, ou seja, são crátons protegidos por sedimentos depostos.

Anônimo disse...

Felipe Braz Bins 13 2ºA
1-Estrutura geológica é o conjunto rochoso existente em uma determinada área e a sua influência sobre as formas de relevo.É a classificação da litosfera terrestre conforme as suas origens e as composições de suas rochas.O conhecimento sobre ela é muito importante afinal é possível descobrir onde estão as riquezas naturais e o modo de explorar.O estudo sobre estas rochas e solos revela a origem e evolução da Terra, evidenciando sua estrutura geológica e as idades de sua formação.A estrutura geológica é dividida em três grandes grupos: Escudos cristalinos, bacias sedimentares e Dobramentos modernos.
2-As estruturas geológicas do Brasil são as bacias sedimentares, crátons e os cinturões orogenéticos (antigos) ou dobramentos antigos.
3-As bacias sedimentares são depressões existentes na superfície dos terrenos cristalinos, onde se alojaram os detritos vindos das regiões circundantes mais elevadas. São composições rochosas formadas a partir de inúmeras camadas de rochas sedimentares sobrepostas, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras.São as mais extensas das estruturas geológicas, recobrindo cerca de 70% do relevo da Terra e 64% do brasileiro,como as bacias sedimentares da Amazônia, Maranhão e Paraná. São importantes por uma grande quantidade de fósseis e até petróleo. A deposição dos sedimentos ocorre em camadas. Muitas vezes acaba por soterrar áreas de vegetação, o que dá origem ao carvão mineral. O petróleo é produto da decomposição incompleta de moluscos, entre outros. Como exemplo a bacia sedimentar da Amazônia, localizada na floresta amazônica. A bacia sedimentar potiguar, localizada entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte. Bacia sedimentar do Paraná localizada na região centro-leste da América sul, com reservas de carvão mineral. Já a do Espírito Santo, entre o litoral norte do Espírito santo e o sul da Bahia, com reservas petrolíferas, entre outras. Crátons sofreram, no decorrer do tempo intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam relevos rebaixados e desgastados. A maioria configura-se como baixos planaltos e assumem feições de depressões. São característicos do período pré-cambriano e proterozóico, sendo os terrenos mais antigos, característicos por possuírem rochas cristalinas e metamórficas divididos em dois tipos os escudos cristalinos e as plataformas. Característicos por possuírem uma elevada quantidade de minerais. Os crátons são áreas geologicamente estáveis com poucos terremotos e vulcanismos, o que explica a ausência de destas atividades no Brasil, sendo 36% do território brasileiro. Temos como exemplo o cráton Amazônico, ao norte da floresta amazônica, o cráton Sul-amazônico, ao sul da floresta amazônica até regiões ao centro-oeste, e o cráton de São Francisco, ao sul da região nordeste, a leste do território brasileiro. Cinturões Orogenéticos antigos possuem uma complexa formação com predomínio de rochas metamórficas e de rochas magmáticas intrusivas. Os Cinturões Orogenéticos antigos do Brasil, no período em que o país ainda possuía atividades vulcânicas ativas possuíam elevadas altitudes. Mas desde os tempos antigos eles vem sendo submetidos a vários processos erosivos externos, motivo pelo qual se encontram desgastados. Possuindo aspecto de serras e mares de morros com picos arredondados exemplos as Serras Negras, da Canastra e da Mesa, as chapadas dos Veadeiros e Cristalina (no cinturão de Brasília), as serras da Mantiqueira (em Minas Gerais), etc. Outros exemplos são a Pedra Azul em Espírito Santo e a Chapada Diamantina, no município de Palmeiras na Bahia.
4-Quando afloram, ou seja, ficam expostos aos agentes de erosão externos (vento, entre outros) recebem o nome de escudos cristalinos. Quando recobertos por rochas sedimentares recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino, ou seja, são crátons protegidos por sedimentos depostos.

Anônimo disse...

Daniel G. S. Silva - nº 06 - 2º ano B

1- Estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2- O Brasil é formado por 3 estruturas geológicas: Crátons ou plataformas, bacias sedimentares e cadeias orogênicas (Dobramentos antigos).

3-
-Crátons: São um tipo de estrutura geológica caracterizada, em geral, pela sua estabilidade e composição antiga, tendo se constituído durante a era Pré-Cambriana. Exemplos: Escudo das Guianas na Fronteira entre o Brasil e as Guianas ao Norte e Escudo Brasileiro ocupando o Centro-Oeste e parte do litoral do país.
-Bacias sedimentares: As bacias sedimentares são depressões existentes no relevo, que são preenchidas por sedimentos de origem orgânica (vegetais, animais mortos, algas) e por rochas que passaram por processo de erosão. Um grande exemplo de Bacia sedimentar é a Bacia Amazônica entre o Escudo das Guianas e o Escudo Brasileiro.
-Cadeias Orogênicas: São estruturas geológicas que se originaram em virtude das ações do tectonismo e correspondem à formação de cadeias montanhosas, apresentando as maiores altitudes do planeta. Exemplos de cadeias orogênicas são a Serra da Mantiqueira, em São Paulo e Serras do Planaltos das Guianas, no Norte do país.

4- Escudos Cristalinos e Plataformas Cobertas se referem à crátons. Quando os crátons afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos. Quando são recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Daniel G. S. Silva - nº06 - 2º ano B

Anônimo disse...

Nome: Cauê Piske Rosa
Série: 2°A
Número: 12

1) É o conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo (no caso brasileiro planaltos, planícies e depressões), considerando-se seus processos de formação e transformação geológica.

2) As estruturas geológicas do Brasil são: os crátons ou plataformas; as bacias sedimentares e os dobramentos antigos.

3) Cráton: pode ser definido com uma região geologicamente estável sobre a qual se assentam outras estruturas como bacias. Geralmente tem raízes profundas no manto da terra e têm formação em eras pré-cambrianas.
Também podem ser descritos com outros termos:
Escudo - quando a rocha do embasamento está exposta
Plataforma - quando a rocha do embasamento esta recoberta por outro material como rochas sedimentares. Localização no Brasil: plataformas de São Francisco, das Guianas e Sul-Amazônica.

Bacias sedimentares: são depressões existentes no relevo, que são preenchidas por sedimentos de origem orgânica (vegetais, animais mortos, algas) e por rochas que passaram por processo de erosão. São de grande importância econômica, pois são responsáveis por fontes de energia de origem fóssil (petróleo e carvão mineral). Bacias sedimentares no Brasil: Bacia Sedimentar da Amazônia,Potiguar,do Paraná,Espírito Santo,de Campos e de Santos.

Dobramentos Antigos: são as estruturas mais antigas, datadas do Pré-Cambriano. São exemplos as serras Negra, da Canastra e da Mesa, e as serras da Mantiqueira e do Espinhaço.

4) A diferença é que quando ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos. E quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino. Ou seja a diferença é se está exposto ou não.



Anônimo disse...

Aluno:Leonardo Nascimento/2A/N:22

1-A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas,dividido em três tipos, crátons, bacias sedimentares e dobramentos modernos.

2-Crátons,Bacias Sedimentares e cadeias orogênicas.

3-Crátons:Também chamados de escudos cristalinos são formações geológicas consideradas antigas, formadas nas primeiras eras geológicas do planeta, durante a sua formação, a exemplo temos áreas de vulcanismo como o vulcão Kilauea no Havaí.
Bacias sedimentares:São composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, a exemplo temos bacias sedimentares como a do Pantanal Mato-grossense.
Cadeias orogênicas:São formações geológicas consideradas recentes, cujo início ocorreu na era Cenozoica,são resultantes das ações do tectonismo, geralmente do choque ou conflito entre duas placas tectônicas,essas formações são originárias das grandes cadeias de montanhas da Terra, como a Cordilheiras dos Andes.

4-Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Victória Maffezzolli Silva nº 32 – 2º ano A
1- Estrutura geológica é o conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo, considerando-se seus processos de formação e transformação com datação geológica.
2- Bacias sedimentares, áreas cratônicas e dobramentos antigos.
3- As bacias sedimentares brasileiras são datadas do final do Proterozoico e formadas durante a Era Paleozoica e início da Mesozoica, compõem o conjunto de bacias sedimentares brasileiras: Paraná, Amazônica e Parnaíba. Pelas sucessivas camadas de sedimentos depositados é possível determinar quais eram os ambientes passados.
Os basaltos, que também fazem parte dessa bacia, deram origem à terra roxa, tipo de solo muito valorizado por ser fértil. Essa formação retrata um processo de acumulação de sedimentos de todas as áreas geológicas e, segundo estudos, ainda em ocorrência.

As áreas cratônicas correspondem às plataformas São Francisco, das Guianas e Sul-Amazônica, são os terrenos mais antigos, formados por rochas cristalinas e metamórficas do Pré-Cambriano e desgastados por inúmeras fases de erosão.

Os dobramentos antigos ou escudos cristalinos são resultados do chamado Ciclo Brasiliano e surgiram de extensas áreas próximas às cratônicas. Os dobramentos antigos são constituídos pelos cinturões Atlântico, Brasília e Paraguai, são considerados as mais antigas, datadas do Pré-Cambriano. Trata-se de um conjunto de formações que estão significativamente desgastadas tomando a configuração, portanto, de serras. Fazem parte desse conjunto: as serras da Negra, da Canastra e da Mesa, bem como as chapadas dos Veadeiros e Cristalina, e as serras da Mantiqueira, do Espinhaço e do Mar, formadas por dobramentos e falhas.
4- Os escudos cristalinos são constituídos basicamente por rochas metamórficas e magmáticas, em determinadas regiões interceptados por falhas e fissuras na crosta terrestre que já estiveram ativas em alguma época remota.

Plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico,intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra.

Anônimo disse...

Anna Júlia Zanotti N°: 05 2°A

Oi Conceição!

1. Estrutura geológica é um conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo, levando em conta seus processos de transformação com datação geológica. É também de suma importância para a exploração de minerais e riquezas, já que cada tipo de mineral, normalmente, se encontra em uma certa estrutura.

2. Crátons (ou plataformas), bacia sedimentares e cadeias orogenéticas (antigas).

3. Bacias sedimentares: São depressões que existem no relevo, que são preenchidas por sedimentos, sendo eles de origem orgânica e também por rochas que sofreram o processo de erosão. Grande parte das jazidas de petróleo está em bacias sedimentares, devido ao soterramento da matéria orgânica que entrou em processo de decomposição e junto com as bactérias e a falta de oxigênio deram origem ao petróleo e ao gás natural, não podendo esquecer do carvão mineral, que também é encontrado neste tipo de estrutura. Como exemplo temos a Bacia Sedimentar do Paraná, localizada na região centro-leste da América do sul, a qual possui reservas significativas de carvão mineral e a Bacia Sedimentar da Amazônia, localizada na floresta Amazônica.
Crátons ou plataformas: São terrenos mais antigos, formados por rochas cristalinas e metamórficas do pré-Cambriano e desgastados por inúmeras fases de erosão. Atualmente a maioria configurasse como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Quando ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão recebem o nome de escudo. Dentre eles podemos citar: o Escudo das Guianas (região extremo norte do Brasil, ou seja, norte dos estados do Amazonas, norte do Pará, praticamente todo estado de Roraima e parte ocidental do Amapá) e o Escudo Canadense, localizado próximo a Baía de Hudson.
As cadeias orogênicas antigas: Conjunto de formações que estão significativamente desgastadas tomando a configuração de serras (já devem ter possuído elevadas altitudes), devido a várias fases erosivas (como exemplo temos a Serra da Mantiqueira, localizada em três estado brasileiros, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais). Deram origem às cadeias ou cinturões orogênicos antigos do Brasil, os quais os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília (ou Araguaio-Tocantins) e os menores são o Sul-Riograndense, o do Paraguai e o Gurupi (região do Rio Gurupi, NE- Pará / NW- Maranhão), sendo que o restante já apresenta a localização em seu nome.

4. Quando as plataformas ou crátons ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão são chamados de escudos. E quando recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Maria Luisa Gonçalves, número 24 2C

1- Estrutura geológica é como a litosfera terrestre é classificada de acordo com suas
diferentes origens e as composições de suas rochas, e todo o relevo terrestre foi dividido
a partir de seus 3 principais tipos: Os crátons, as bacias sedimentares e os dobramentos
modernos.

2- No Brasil possuímos os crátons ou plataformas, as bacias sedimentares e as cadeias
orogÊnicas.

3-Crátons ou plataformas:
Ao decorrer do tempo geológico sofreram intenso processo erosivo, por isso apresentam
relevos rebaixados ou desgastados. A maioria configura-se como baixos planaltos e assumem
feições de depressões, em excessão aos localizados no norte do Brasil e nas Guianas,
pois apresentam elevadas altitudes em comparação aos demais encontrados.
Quando ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão recebem o nome de escudos.
Quando são recobertos por rochas sedimentares são chamados de plataformas cobertas
ou embasamento cristalino.
No subcontinente da America do Sul ele se encontra alojado na Placa Sul-Americana,
sendo parte integrante da Plataforma Sul-Americana, que contém dois grandes escudos
cristalinos, que correspondem ao Escudo das Guianas e ao Escudo Brasileiro
(formados por principalmente rochas metamórficas muito antigas, rochas magmáticas intrusivas
antigas e por rochas sedimentares antigas)
Existem dois grandes crátons pré-cambrianos no território brasileiro: O cráton amazônico
e o cráton do São Francisco, e alguns exemplos dos menores são: cráton de São Luís, que fica
no Maranhão e cráton de Luís Alves, que fica em Santa Catarina.

Bacias Sedimentares:
São composições rochosas formadas a partir de extensas camadas de rochas sedimentares,
que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras.
Ocupando a maior área do território brasileiro (64%), no Brasil possuem bacias de grande
e pequenas extensões, como: Amazônica, do Parnaíba (grande) e do Pantanal Mato-grossense
(pequena).

Cadeias Orogênicas Antigas:
As áreas da orogênese antiga deram origem as cadeias ou cinturões orogênicos no Brasil,
dos quais os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio
-Tocantins, e os menores são: Sul-Riograndesnde, o do Paraguai e o Gurupi.
Os cinturões antigos do Brasil possuem uma complexa formação biológica e estrutural,
predominando as rochas metamórficas e secundariamnete as magmáticas intrusivas.

4- A diferença entre eles é que os Escudos cristlinos datam da era pré cambriana e são constituídos
basicamente por rochas magmáticas e metamórficas, e
as plataformas cobertas ou embasamento cristalino são crátons aflorados cobertos
por formações sedimentares, e formam a base ou "alicerce" das bacias sedimentares
fanerozóicas. Ou seja, quando ficam expostos aos agentes de erosão são chamados de
escudos, e quando ficam cobertos por rochas sedimentares são chamados de
plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

1- É a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2- crátons ou plataformas; as bacias sedimentares; dobramentos modernos.

3- CRATONS - são formações geológicas consideradas antigas, formadas nas primeiras eras geológicas do planeta, durante a sua formação. São compostos por rochas ígneas, ou magmáticas, e metamórficas, apresentando uma elevada quantidade de grandezas minerais (como o ouro, o ferro, o alumínio e muitos outros). costumam abranger áreas de planalto. No Brasil, eles recobrem, por exemplo, o Planalto Central, o das Guianas e uma área de escudos da Amazônia.

BACIAS SEDIMENTARES - são composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras. São as mais extensas das estruturas geológicas, recobrindo cerca de 70% do relevo terrestre.
Ex: Bacia Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.

DOBRAMENTOS MODERNOS - São formados por rochas menos resistentes afetadas por intensos movimentos tectônicos. Forças internas da Terra reparam continentes provocando o enrugamento de suas bordas, dando origem as maiores elevações do planeta.Encontram-se em áreas que apresentam conhecidas cadeias montanhosas, como a Cordilheira dos Andes, a oeste da América do Sul; as Montanhas Rochosas, na América do Norte; os Alpes, na Europa; e a Cordilheira do Himalaia, na Ásia.

4-Escudos - quando os cratons afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão.
Plataformas cobertas ou embasamento cristalino - Quando recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares).

Nathalia Turnes
Numero: 30
2ºB

Anônimo disse...

Aluno:Lucas CORRÊA N 21 2-b


1- Estrutura geológica são diferentes tipos de rochas e minerais que compõem a litosfera. É o desenvolvimento da terra desde os primórdios, ou seja, desde a origem da mesma. Engloba a formação dos vários tipos de relevos, bacias, etc. Engloba também as "Eras" geológicas como o período pré-cambriano, cenozóico, etc., e também a estrutura interna da terra.
Enfim, estrutura geológica carrega um vasto conceito em sua definição. Além da ação climática, a proteção vegetal, a ação das águas continentais, não se esquecendo da longa ação do intemperismo sobre essas rochas, ao longo de milhões de anos, que resulta nas formas presentes atualmente. A partir daí chegamos a conclusão de que o relevo, independente da região, está exposto a um sistema dinâmico de alteração, conseqüência da ação incessante dos agentes internos (orogênese e epirogênese) e externos (intemperismo) do relevo.

2-- a)os crátons ou plataformas;
B)- as bacias sedimentares;
C)- as cadeias orogênicas (no caso, antigas).

3- A)Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra.
- Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.Existem dois grandes crátons pré-cambrianos no território brasileiro: o cráton amazônico, que, em vista da grande extensão de seus afloramentos rochosos pode ser dividido em dois escudos: o das Guianas e o do Brasil Central; e o cráton do São Francisco.
Os crátons menores são: cráton de São Luís (Maranhão), cráton de Luís Alves (SC) e cráton do Rio da Prata (RS). I


b) As bacias sedimentares (características gerais)

Essas formações geológicas ocupam a maior área do território brasileiro, estimando-se que ocupem 5,5 milhões de Km2, ou seja, cerca de 64%.
No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões.
De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central
De menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea. Além dessas, há as denominadas bacias de compartimento de planalto, de reduzida extensão, se comparadas às citadas, e correspondentes a formações sedimentares alojadas em porções côncavas dos crátons de pouca extensão e profundidade. É o caso das bacias sedimentares de Curitiba (PR) Taubaté (SP), Resende (RJ), São Paulo e outras.

C)* As cadeias orogênicas antigas do Brasil estiveram (e estão) submetidas a várias fases erosivas, motivo pelo qual encontram-se bastante desgastado. Devem ter possuído elevadas altitudes, mas nos dias atuais apresentam aspecto serrano em várias porções.
Os cinturões orogênicos antigos do Brasil, dos quais os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o sul Rio grandense o o Paraguai é o Gurupi.

4-- Escudos cristalinos São estruturas geológicas antigas, formadas na era Pré-Cambriana e início da era Paleozoica, presentes na crosta terrestre.
Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos cristalinos
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino. A diferença é que um é expostos às agentes de erosão e o outro é coberto por sedimentos.

Anônimo disse...

Colégio Salesiano Itajaí
Aluna: Carina Moser
Nº 6; 2ºC.

1- É um conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo.

2- As estruturas geológicas presentes no Brasil são bacias sedimentares, áreas de crátons e dobramentos antigos.

3- Bacias sedimentares são depressões existentes no relevo, que são preenchidos por sedmentos de origem orgânica. No Brasil, ocupam a maior parte do território e as de grande extensão são: a Amazônica, do Parnaíba, a do Paraná e a Central.
Os crátons sofreram no decorrer do tempo geológico intenso processo erosivo e isso explica seus relevos rebaixados e desgastados. Há crátons menores localizados em São Luís (Maranhão), Luís Alves (SC) e Rio da Prata (RS).
Dobramentos antigos são resultados do chamado Ciclo Brasiliano e contituídos por cinturões orogênicos, como as das serras do Mar e da Mantiqueira, da serra do Espinhaço e das serras do Planalto das Guianas.

4- Os crátons quando ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos cristalinos. Já quando são recobertos por formações sedimentares, recebem o nome de plataformas cobertas.

Anônimo disse...

Henrique Paulo Hostin Pezzini N°13 2°B

1-A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre de acordo com as suas diferentes origens e da composição das rochas que possuem

2-A superfície do Brasil é constituída por três estruturas geológicas: bacias sedimentares, escudos cristalinos e terrenos vulcânicos

3- Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro. Nas regiões que se formaram no éon Arqueano (o qual ocupa cerca de 32% do país) existem diversos tipos de rochas, com destaque para o granito. Em terrenos formados no éon Proterozoico são encontradas rochas metamórficas, onde se formam minerais como ferro e manganês. Um exemplo de escudos cristalinos são as serras do mar, que no Brasil se estendem por todo o litoral do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte. Mas não apenas nesse local, há três principais áreas formadas por essa estrutura no Brasil:Serra do Mar
Escudo das Guianas (extremo norte do Brasil);
Escudo do Brasil Central (região centro-norte);
Escudo Atlântico (região centro-leste).

Bacias Sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies.Alguns exemplos de bacias sedimentares brasileiras são: Bacia Sedimentar da Amazônia – localizada na Floresta Amazônica.
Bacia Sedimentar Potiguar – localizada entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte.
Bacia Sedimentar do Paraná – é uma extensa bacia sedimentar localizada na região centro-leste da América Sul. Possui reservas significativas de carvão mineral.
Bacia Sedimentar do Espírito Santo – localizada entre o litoral norte do Espírito Santo e o sul da Bahia. Possui significativas reservas petrolíferas.
Bacia Sedimentar de Campos – entre a costa norte do litoral do Rio de Janeiro e a costa sul do Espírito Santo. É a maior bacia produtora de petróleo do Brasil (cerca de 75%).
Bacia Sedimentar de Santos – situada na plataforma continental (do litoral de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro). Possuem também importantes reservas de petróleo, exploradas atualmente.

Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”. Alguns exemplos de bacias sedimentares no Brasil são: Torres (RS),onde o registro da sobreposição de derrames de basalto chega a 1km de espessura.
E o Evento Magmático Uatumã, que ocorreu na região amazônica, nos estados do Amazonas, Pará, Roraima e Mato Grosso

4-A diferença entre escudo e embasamento cristalino é que enquanto o escudo cristalino é uma grande área de rochas ígneas e metamórficas de alta de temperatura o embasamento é um conjunto dessas rochas ígneas e de alta temperatura

Anônimo disse...

Robson Antonio Vieira Nº 31 2ºA
1º Classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas. Essas estruturas apresentam diferentes tipos, que variam conforme a era geológica correspondente à sua formação e conforme o tempo em que estiveram expostas aos agentes de transformação do relevo.\Existem, assim, três principais tipos de estruturas geológicas, os crátons, as bacias sedimentares e os dobramentos modernos, dos quais apenas os dois primeiros são encontrados no território brasileiro.

2º Os crátons ou plataformas, bacias sedimentares e as cadeias orogênicas (antigas).
3º Crátons: São um tipo de estrutura geológica caracterizada, em geral, são as partes relativamente estáveis de um continente ou o interior de placas continentais sobre as quais se assentam outras estruturas, bacias sedimentares, por exemplo, tendo se constituído durante a era Pré-Cambriana, há mais de dois bilhões de anos.
Localização: Cráton Rio de La Plata (localiza-se entre o sul do Uruguai e a porção centro-oeste da Argentina).

Bacias sedimentares: são formações rochosas localizadas em áreas de depressões relativas ou absolutas, que acumulam espessas camadas ou estratificações formadas por rochas sedimentares. Caracterizam-se por serem formadas a partir da deposição de material sedimentar que, ao longo de milhões de anos, consolida-se e transforma-se em formações rochosas.
Localização: Bacia Sedimentar Amazônica, do Parnaíba,chamada também de Meio-Norte do Paraná ou Paranaica e a Central.

Cadeias orogênicas: Correspondem a grandes curvamentos côncavos e convexos que surgem na superfície terrestre, resultantes de forças tectônicas, ou seja, da orogenia no decorrer da história geológica.
Antiga: correspondem às estruturas orogênicas , mais antigas, datam do Pré-Cambriano.Localização:Montanhas Caledônicas (Escócia)
Recente: correspondem às estruturas orogênicas que se formaram no final do Mesozóico e no Cenozóico (Período Terciário).Monte Everest cordilheira do Himalaia
4 Como visto em sala escudo cristalino é quando ele “afloram” e ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão e quando voltam recebem o nome de plataforma coberta ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Isabela Maria Garcia nº 15
2º B
1-Entende-se o conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo (no caso brasileiro planaltos, planícies e depressões), considerando-se seus processos de formação e transformação com datação geológica. A realização de estudos direcionados ao conhecimento da estrutura geológica que formam as bases físicas de um país é de extrema importância para saber quais são as principais jazidas minerais e sua quantidade no subsolo. Tal informação proporciona o racionamento da extração de determinados minérios, de maneira que não comprometa sua reserva para o futuro.
2-O Brasil, por apresentar uma grande extensão territorial, possui estrutura geológica composta por basicamente três tipos: cadeias orôgenicas, bacias sedimentares e os cratôn ou plataformas.
3- As cadeias orogênicas : áreas da orogênese antiga, que deram origem às cadeias ou cinturões orogênicos antigos do Brasil, dos quais os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi. principais características dos cinturões orogênicos antigos do Brasil. Possui uma complexa formação Biológica (de rochas) e estrutural, com predomínio de rochas metamórficas (gnaisses, quartzitos, ardósias, micaxistos e outras) e, secundariamente, de rochas magmáticas intrusivas (granitos, sienitos e outras).São originários de vários diastrofismos antigos.
Bacias sedimentares: essas formações geológicas ocupam a maior área do território brasileiro, estimando-se que ocupem 5,5 milhões de Km2, ou seja, cerca de 64%. São constituídas de espessas camadas de rochas sedimentares, consequência da intensa deposição de sedimentos de origem marinha, glacial e continental nas partes mais baixas do relevo. Nesses terrenos é possível encontrar petróleo e carvão mineral, além de minerais radioativos (urânio e tório), xisto betuminoso, areia, cascalho e calcário. No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões. De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central e de menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea.
OS CRÁTONS OU PLATAFORMAS: os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra. Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos. Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino. No território brasileiro, sob o ponto de vista geológico-estrutural, no subcontinente da América do Sul, os estudos realizados demonstraram que ele se encontra totalmente alojado na Placa Sul-Americana sendo parte integrante da Plataforma Sul-Americana, cuja história geológica remonta a mais de 2600 milhões de anos.
4- Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos e quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Isabela Maria Garcia nº 15
2º B
1-Entende-se o conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo (no caso brasileiro planaltos, planícies e depressões), considerando-se seus processos de formação e transformação com datação geológica. A realização de estudos direcionados ao conhecimento da estrutura geológica que formam as bases físicas de um país é de extrema importância para saber quais são as principais jazidas minerais e sua quantidade no subsolo. Tal informação proporciona o racionamento da extração de determinados minérios, de maneira que não comprometa sua reserva para o futuro.
2-O Brasil, por apresentar uma grande extensão territorial, possui estrutura geológica composta por basicamente três tipos: cadeias orôgenicas, bacias sedimentares e os cratôn ou plataformas.
3- As cadeias orogênicas : áreas da orogênese antiga, que deram origem às cadeias ou cinturões orogênicos antigos do Brasil, dos quais os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi. principais características dos cinturões orogênicos antigos do Brasil. Possui uma complexa formação Biológica (de rochas) e estrutural, com predomínio de rochas metamórficas (gnaisses, quartzitos, ardósias, micaxistos e outras) e, secundariamente, de rochas magmáticas intrusivas (granitos, sienitos e outras).São originários de vários diastrofismos antigos.
Bacias sedimentares: essas formações geológicas ocupam a maior área do território brasileiro, estimando-se que ocupem 5,5 milhões de Km2, ou seja, cerca de 64%. São constituídas de espessas camadas de rochas sedimentares, consequência da intensa deposição de sedimentos de origem marinha, glacial e continental nas partes mais baixas do relevo. Nesses terrenos é possível encontrar petróleo e carvão mineral, além de minerais radioativos (urânio e tório), xisto betuminoso, areia, cascalho e calcário. No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões. De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central e de menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea.
OS CRÁTONS OU PLATAFORMAS: os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra. Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos. Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino. No território brasileiro, sob o ponto de vista geológico-estrutural, no subcontinente da América do Sul, os estudos realizados demonstraram que ele se encontra totalmente alojado na Placa Sul-Americana sendo parte integrante da Plataforma Sul-Americana, cuja história geológica remonta a mais de 2600 milhões de anos.
4- Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos e quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Salesiano Itajaí
Bruna Orsi 10
2°A


1-é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2-
O Brasil possui em seu território três macro-estruturas:
- os crátons ou plataformas;
- as bacias sedimentares;
- as cadeias orogênicas (no caso, antigas).

3-a)Crátons ou Plataformas: Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra. Um exemplo é a Plataforma Sul-Americana


B)bacias sedimentares:fendas ou aberturas microscópicas ou macroscópicas que aparecem no corpo de uma rocha, principalmente em decorrência de forças tectônicas. Por essas fraturas ocorreu o escoamento de lavas básicas ( lavas que podem percorrer grandes extensões), cobrindo grande extensão do sul do território brasileiro e da região de Poços de Caldas e Araxá (MG).um exemplo é a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.


C)cobertas uma complexa formação Biológica (de rochas) e estrutural, com predomínio de rochas metamórficas (gnaisses, quartzitos, ardósias, micaxistos e outras) e, secundariamente, de rochas magmáticas intrusivas (granitos, sienitos e outras).As áreas da orogênese antiga, que deram origem às cadeias ou cinturões orogênicos antigos do Brasil, dos quais os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi.


4- escudo cristalino: quando ficam expostos, sofrendo erosão
Plataformas cobertas:quando são recobertas por sedimentos

Anônimo disse...

Yasmin Ruas - 34 - 2A
1. Conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo (planaltos, planíces e depressões).

2. Bacias Sedimentares, Crátons e Dobramentos Antigos.

3. Bacias Sedimentares: Formadas pelas sucessivas camadas de sedimentos na Era Paleozoica e início da Mezozoica.
Ex. Bacia Amazônica, Bacia do Maranhão e Bacia do Paraná.
Crátons: Formados por rochas cristalinas e metamórficas do Pré-Cambriano e desgastados por inúmeras fases de erosão.
Ex. Cráton Amazônico, Sul-Amazônico, e Cráton São Francisco.
Dobramentos Antigos: Constituídos pelos cinturões orogênicos da era Pré-Cambriana. Conjunto de formações que estão significativamente desgastadas tomando a configuração, portanto, de serras.
Ex. Cinturão de Brasília, Cinturão do Paraguai, e Cinturão do Atlântico.

4.Quando ficam expostoso e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos. E quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Leonardo Weber Pinheiro - nº 15
2º C - EM

1) Estrutura geológica é um conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo, considerando seus processos de formação e sua data geológica.

2) Crátons, Bacias Sedimentares e as Cadeias Orogênicas Antigas.

3) Crátons são os terrenos mais antigos, formados por rochas metamórficas e Cristalinas do Pré-Cambriano e desgastadas por inúmeras fases de erosão. Essas rochas não são afetadas por agentes endógenos, por isso são muito resistentes, apenas por agentes Exógenos. Exemplo: Cráton Amazônico, que se estende pelo Norte do Brasil.

Bacias Sedimentares: São áreas de depressão que são preenchidas por sedimentos, datadas da Paleozóica e início da Mesozóica. Exemplo: Bacia da Parnaíba, localizada no Maranhão.

Cadeias Orogênicas: Terrenos mais elevados da superfície terrestre, geradas por efeitos de Dobramentos antigos. É importante lembrar que no Brasil não temos Cadeias Orogênicas modernas, como os Andes. Apresentamos apenas dobramentos antigos. Exemplo: Serra da Mantiqueira, que se entende pelos estados de MG, RJ e SP.

4) Ambos são áreas cratônicas, porém quando os crátons Afloram e ficam expostos aos agentes de erosão, são chamados de ESCUDOS CRISTALINOS. Já quando são recobertos por formações sedimentares, são chamados de EMBASAMENTO CRISTALINO.

Léo disse...

Leonardo Tadeu Jaques Steinke
N°: 14
2°C

1: A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2: A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.

3: Escudos cristalinos: São os terrenos estruturados pelas rochas magmáticas, sedimentares e metamórficas que tenham entre 4,6 milhões e 570 milhões de anos.

Escudo das Guianas – Localizada no extremo norte do Brasil.
Escudo do Brasil Central – Localizada na região centro-norte.
Escudo Atlântico – localizada na região centro-leste

Bacias Sedimentares: são depressões da superfície terrestre formadas por abatimentos da litosfera, nas quais se depositam, ou depositaram, sedimentos e, em alguns casos materiais vulcânicos. As bacias sedimentares do Brasil datam do Paleozoico, do Mesozoico e do Cenozoico.

Bacia Sedimentar da Amazônia – localizada na Floresta Amazônica.
Bacia Sedimentar Potiguar – localizada entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte.
Bacia Sedimentar do Paraná – é uma extensa bacia sedimentar localizada na região centro-leste da América Sul.
Bacia Sedimentar do Espírito Santo – localizada entre o litoral norte do Espírito Santo e o sul da Bahia.
Bacia Sedimentar de Campos – entre a costa norte do litoral do Rio de Janeiro e a costa sul do Espírito Santo.
Bacia Sedimentar de Santos – situada na plataforma continental (do litoral de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro).

Terrenos vulcânicos: São áreas que sofreram a ação de derrames vulcânicos. Esse processo originou a formação de rochas como o basalto e o diabásio. A decomposição do basalto é responsável por fertilizar o solo, no Brasil essas áreas são denominadas de “terra roxa”.

É encontrado, especialmente, na região Sul, oeste do Estado de São Paulo, Mato Grosso do Sul, sul de Minas Gerais e Goiás.

4: Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Colégio Salesiano Itajaí
Aluna: Ana Júlia Welter (04) - 2°A

Estrutura geológica do Brasil

1) Estrutura geológica nada mais é que a classificação da litosfera (camada rochosa do planeta Terra) conforme as suas origens, que podem ser diversas, bem como a composição de suas rochas e os elementos físicos que fazem parte do relevo terrestre. Com isso, todo o relevo da Terra foi dividido a partir de seus três principais tipos: os crátons, as bacias sedimentares e os dobramentos modernos.

2) Devido a grande extensão da superfície terrestre brasileira, o Brasil possui três principais estruturas geológicas que são os escudos cristalinos (correspondem a 36% do território brasileiro), as bacias sedimentares (58%) e os terrenos vulcânicos (8%).

3) - Escudos cristalinos: apresenta composição diferente conforme os terrenos arqueozoicos (32% do território nacional) e proterozoicos (4% do território). No primeiro encontram-se rochas como o granito, gnaisses, grafita e elevações como a serra do Mar (que se estende pelo litoral brasileiro de leste a sul, indo do Rio de Janeiro até Santa Catarina). Sua formação é a mais antiga, apresentando pequena riqueza mineral. Já nos terrenos proterozoicos, há rochas metamórficas que formam jazidas minerais (ferro, níquel, chumbo, ouro, prata, diamantes e manganês). A serra dos Carajás, no estado do Pará, é um exemplo deste tipo de terreno.
- Bacias sedimentares: espessas camadas de rochas sedimentares, geologicamente recentes, consequência da intensa deposição de sedimentos de origem marinha, glacial e continental nas partes mais baixas do relevo. Nesses terrenos é possível encontrar petróleo e carvão mineral, além de minerais radioativos (urânio e tório), xisto betuminoso, areia, cascalho e calcário. Exemplos: Amazônica, Parnaíba (ou Meio-Norte), e a do Paraná ou Paranaica e a Central.
- Terrenos vulcânicos: é uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, onde o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”. Encontrados, especialmente, na região Sul, oeste do Estado de São Paulo, Mato Grosso do Sul, sul de Minas Gerais e Goiás.

4) São crátons ou plataformas que ao longo do tempo geológico sofreram processos erosivos. Porém, quando ficam expostos, ou seja, submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos e quando estão cobertos por formações sedimentares são chamados de embasamentos cristalinos ou plataformas cobertas.

Anônimo disse...

Amanda Péres - 02 - 2A
1. Estrutura geológica é um conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo (planaltos, planices e depressões), considerando seus processos de formação e transformação.

2. Bacias sedimentares, crátons e cadeias orogênicas.

3. Bacias sedimentares: Formadas durante a Era Paleozoica e início da Mesozoica, são formadas pelas sucessivas camadas de sedimentos depositados no local antigamente. No Brasil existem as Bacias Amazônica, Paraná e Maranhão.

Crátons: Terrenos mais antigos, formados por rochas cristalinas e metamórficas do Pré-Cambriano e desgastados por inúmeras fases de erosão. Correspondem ás plataformas São Francisco, das Guianas e Sul-Amazônica.

Cadeias Orogênicas: são resultados do chamado Ciclo Brasiliano e surgiram de extensas áreas próximas ás cratônicas. Os dobramentos antigos (cadeias orogênicas) são constituidos pelos cinturões: Atlântico, Brasilia e Paraguai. Trata-se de um conjunto de formações que estão significamente desgastadas tomando a configuração de serras, são elas: Serra Negra, da Canastra e da Mesa, chapadas dos Vedeiros e Cristalina, e as serras da Mantiqueira, do ESpinhaço e do Mar, formadas por dobramentos e falhas.

4. Escudos cristalinos são quando os crátons ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, e plataformas cobertas ou embasamento cristalino, é quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares).

Anônimo disse...

Nome: Rafaela Rosa Rocha N29 2C

1 - Estrutura geológica são diferentes tipos de rochas e minerais que compõem a litosfera. É o desenvolvimento da terra desde os primórdios, ou seja, desde a origem da mesma. Engloba a formação dos vários tipos de relevos, bacias, etc.
2 - O Brasil possui em seu território três macro-estruturas:
- os crátons ou plataformas;
- as bacias sedimentares;
- as cadeias orogênicas (no caso, antigas).
3 – Crátons ou plataformas: Apresentam estruturas rígidas, majoritariamente compostas por rochas ígneas e metamórficas, e encontram-se em áreas de elevada estabilidade geológica, isto é, sem a interferência direta e intensiva de abalos sísmicos, vulcanismos e outras atividades ligadas ao tectonismo. No Brasil estudos realizados demonstraram que ele se encontra totalmente alojado na Placa Sul-Americana sendo parte integrante da Plataforma Sul-Americana
Bacias Sedimentares: As bacias sedimentares são depressões existentes no relevo, que são preenchidas por sedimentos de origem orgânica (vegetais, animais mortos, algas) e por rochas que passaram por processo de erosão. São de grande importância econômica, pois são responsáveis por fontes de energia de origem fóssil (petróleo e carvão mineral). No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões.
* De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.
* De menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea.
Cadeias Orogenicas: É o conjunto de processos que levam à formação ou rejuvenescimento de montanhas ou cadeias de montanhas produzido principalmente pelo diastrofismo (dobramentos, falhas ou a combinação dos dois[1]), ou seja, pela deformação compressiva da litosfera continental. As maiores cadeias ou cinturões orogênicos antigos do Brasil são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi.
4 – Os crátons quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Vitória Capraro numero 33 2* A
1- Estrutura dos territórios, caracterizando- se pela natureza das rochas e pela forma como estão dispostas. De modo geral as estruturas geológicas são divididas em crátons, dobramentos e bacias sedimentares.
2-A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.
3- Escudos Cristalinos : Escudos Cristalinos são estruturas geológicas antigas, formadas na era Pré- Cambriana e início da era Paleozóica, presentes na crosta terrestre.No território brasileiro, os escudos cristalinos correspondem a 36% da crosta terrestre. Exemplo: Escudo do Brasil central ou Guaporé = região centro- norte, estende- se pelo interior do Brasil e sul da bacia do Amazonas
Bacias Sedimentares : um relevo importante pois ali apresenta a maior fonte de informações sobre o passado da Terra, principalmente nos tipos de fauna e flora e constituições do relevo que já existem na superficie. No Brasil cerca de 58% de seu território é ocupado por bacias sedimentares divididas em três tipos : as de maior extensão, as de menor extensão e as bacias muito pequenas denominadas de bacias de compartimento de planalto. Exemplo : Bacia do Paraíba ou meio- norte = extende- se pelos estados do Piauí, Maranhão e trechos do estado do Ceará.
Terrenos Vulcânicos: Como o próprio nome já diz, esses terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, onde a lava originou as rochas de diabásio e basalto. Ocupam apenas 8% do território brasileiro, por ser mais raro, e é o solo mais fértil do país, a tão conhecida terra roxa. Áreas da Bacia do Parána= centro - leste da América do Sul, abrange desde o estado do Mato- Grosso até o Rio Grande do Sul.
4- Os Escudos Cristalinos são rochas magmáticas e metamórficas muito antigas, da era Pré- Cambriana e Paleozóica. Apresentam - se desgastadas e com baixas altitudes , porque sofreram forte processo erosivo ( agentes externos), já as plataformas cobertas compreendem um megacinturão formado no final do Pré- Cambiano, pela colisão de blocos continentais e microcondrias , sendo mais recentes.

Anônimo disse...

Gabriela Hoeppers dos Santos. Número: 16. 2º ano "A" - Ensino Médio.
1- Explique o que é estrutura geológica :
É a classificação da litosfera, camada rochosa do planeta Terra, que apresenta inúmeras dinâmicas e variações. A sua composição estrutural, contudo, é classificada em três diferentes tipos de estruturas geológicas que se dividem em todo o mundo: os crátons (ou escudos antigos), as bacias sedimentares e os dobramentos modernos (ou cadeias orogênicas).

2- Quais são as estruturas geológicas do Brasil?
O Brasil, por apresentar uma grande extensão territorial (8.514.876 quilômetros quadrados), possui estrutura geológica composta por três tipos distintos: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.

3- Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização :
Escudos cristalinos
Responsável por aproximadamente 36% do território nacional, essa formação ocorreu no período pré-cambriano. Ela apresenta composição diferente conforme os terrenos arqueozoicos (32% do território nacional) e proterozoicos (4% do território). No primeiro é possível encontrar rochas como o granito, gnaisses, grafita e elevações como a serra do Mar. Sua formação é a mais antiga, apresentando pequena riqueza mineral. Já nos terrenos proterozoicos, há rochas metamórficas que formam jazidas minerais (ferro, níquel, chumbo, ouro, prata, diamantes e manganês). A serra dos Carajás, no estado do Pará, é um terreno proterozoico. Exemplo: cráton de São Luís (Maranhão), cráton de Luís Alves (SC) e cráton do Rio da Prata (RS).

Bacias sedimentares
Essa formação recobre cerca de 60% do território brasileiro. São constituídas de espessas camadas de rochas sedimentares, consequência da intensa deposição de sedimentos de origem marinha, glacial e continental nas partes mais baixas do relevo. Nesses terrenos é possível encontrar petróleo e carvão mineral, além de minerais radioativos (urânio e tório), xisto betuminoso, areia, cascalho e calcário. Exemplo: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.

Terrenos vulcânicos
São áreas que sofreram a ação de derrames vulcânicos. Esse processo originou a formação de rochas como o basalto e o diabásio. A decomposição do basalto é responsável por fertilizar o solo, no Brasil essas áreas são denominadas de “terra roxa”. Exemplo: serras do Mar e da Mantiqueira.

4- Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino ?
Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Gabriel Abud nº 9 // 2ºC

1) Conjunto rochoso existene em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo (no caso brasileiro planaltos, planícies e depressões), considerando-se seus processos de formação tranformação com a datação geológica.
2) Bacias sedimentares, dobramentos antigos e crátons
3) Bacias sedimentares: são depressões da superfície terrestre formadas por abatimentos da litosfera, nas quais se depositam, ou depositaram, sedimentos e, em alguns casos materiais vulcânicos. podem ser de vários tipos as frontais, de retroarco, de estriamento e as que que resultam do arrefecimento da litosfera. Exemplo Bacia sedimentar Amazônica, do Maranhão e do Paraná.
Dobramentos antigos correspondem às estruturas orogênicas , mais antigas, datam do Pré-Cambriano. Exemplos: Montes Apalaches (EUA), Alpes Escandinavos (Península da Escandinávia, onde se localizam a Noruega e a Suécia), Montanhas Caledônicas (Escócia), Serras do Mar, Mantiqueira e do Espinhaço (Brasil) e outros.

Crátons: São formados por rochas muito antigas, com até 4,5 bilhões de anos de idade. São compostos por dois tipos de rochas: as magmáticas, que se formam com o resfriamento e a cristalização do material magmático; e as metamórficas, rochas preexistentes, que foram alteradas pela ação da pressão e das elevadas temperaturas gerada tanto nos deslocamentos das placas, quanto nos vulcanismos. Exemplos Amazônico, Sul-amazônico e São Francisco

4) Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino

Anônimo disse...

Lara Zanotto, 20 - 2º ano B

1. Explique o que é estrutura geológica:
As estruturas geológicas são as composições rochosas e os elementos físicos que fazem parte do relevo terrestre. Essas estruturas apresentam diferentes tipos, que variam conforme a era geológica correspondente à sua formação e conforme o tempo em que estiveram expostas aos agentes de transformação do relevo.

2. Quais são as estruturas geológicas do Brasil?
Existem três principais tipos de estruturas geológicas, os crátons, as bacias sedimentares e os dobramentos modernos, dos quais apenas os dois primeiros são encontrados no território brasileiro.

3. Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização:
Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra. No Brasil, 36% do território é composto pelos crátons – responsáveis pela formação dos planaltos brasileiros –, que se dividem em Escudo Brasileiro, na porção central e oeste, e o Escudo das Guianas, no extremo norte do país.
As bacias sedimentares ocupam os 64% restantes do território nacional. Trata-se de formações geologicamente recentes, caracterizadas pela composição predominante de rochas sedimentares, resultantes da transformação de rochas geologicamente mais antigas. Elas se constituem através da superposição de camadas de sedimentos, que se solidificam e formam as camadas de rochas sedimentares. São pobres em minerais, porém, dependendo das condições, podem ser ricas em fósseis ou jazidas de petróleo (como as zonas de exploração de petróleo existentes no Recôncavo Baiano). No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões. De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central. De menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea.

4. Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino?
Os maciços antigos também são chamados de escudos cristalinos, são os terrenos mais antigos da crosta terreste. Datam da era pré-Cambriana e são constituídos basicamente por rochas magmáticas e metamórficas.Em alguns deles, apareceram jazidas de minerais metálicos, como as de ferro, ouro, manganês, cobre, alumínio e estanho. A pressão do magma sobre essas estruturas antigas provocou fraturas ou falhas na litosfera, e, posteriormente, o deslocamento vertical de grandes blocos, erguendo e rebaixando a superfície.
Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Mateus Spiess disse...

Aluno: Mateus Spiess Nº29
1-Estrutura geológica são os diferentes tipos de minerais e formações rochosas que constituem a litosfera, também é incluído nessa descrição o relevo e seu estudo, a sua formação através das eras terrestres.
2-Crátons, bacias sedimentares e cadeias orogênicas (também achei escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos)
3-Crátons: baixos planaltos ou até mesmo depressões, são as formações mais antigas, que sofreram mais erosão, ex: Escudo das Guianas e Escudo Brasileiro
Bacia sedimentar: São constituídas de espessas camadas de rochas sedimentares, consequência da intensa deposição de sedimentos de origem marinha, glacial e continental nas partes mais baixas do relevo e o escoamento de lavas básicas (lavas que podem percorrer grandes extensões). Nesses terrenos é possível encontrar petróleo e carvão mineral, além de minerais radioativos, xisto betuminoso, areia, cascalho e calcário. Ex: Grande extensão do sul do território brasileiro e da região de Poços de Caldas e Araxá (MG).
Cadeias Orogênicas: São formações geológicas consideradas recentes, cujo início ocorreu na era Cenozoica, no período Terciário (há cerca de 250 milhões de anos). São resultantes das ações do tectonismo, geralmente do choque ou conflito entre duas placas tectônicas. Ex: Serra do Espinhaço(MG), Chapada Diamantina(BA), Paranapiacaba(PR). Os maiores cinturões do Brasil são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi.
4-Os crátons recebem o nome de escudos cristalinos quando afloram e ficam expostos à ação da erosão, e quando são cobertos por camadas de rochas sedimentares recebem o nome de embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Rafaella Claus do Nascimento - 30- 2ºC

1- São as rochas que compõem a litosfera, ela é "medida" desde a era cenozóica, é são acompanhados também as bacias, relevos, rochas entre outros.

2- -os crátons ou plataformas;
- as bacias sedimentares;
- as cadeias orogênicas.

3- Crátons ou Plataformas: Eles sofreram no decorrer do tempo u processo erosivo, por esse motivo são desgastados e podem ser comparados com baixos planaltos ou depressões.
Bacias Sedimentares: Ocupam a maior área do território brasileiro. Elas são as depressões existentes no relevo, que são preenchidas por sedimentos ou por rochas que passaram pelo processo de erosão.
Cadeias Orogênicas: É o conjunto de processos que levam a formação de montanhas, elas podem ser convergentes quando as placas se aproximam ou divergentes quando elas se afastam.

4- Quando os crátons são cobertos pelas formações sedimentares são chamados de plataformas cristalinas, e as plataformas cristalinas são as estruturas menos encontradas no território brasileiro.

Anônimo disse...

Bárbara Borba Sedrez n 08, 2A

1 - É o conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo, considerando-se seus processos de formação e transformação com datação geológica.
2 - Crátons ou plataformas, bacias sedimentares e cadeias orogênicas antigas do Brasil.
3 - Crátons - sofreram intenso processo erosivo, por isso apresentam geralmente relevos desgastados ou rebaixados. São separados em escudos, quando ficam expostos aos agentes de erosão e plataformas coberta ou embasamento cristalino, quando são recobertos de sedimentos. Como exemplo temos os crátons menores de São Luís, no Maranhão, cráton de Luís Alves, em Santa Catarina e o cráton do Rio da Prata, no Rio Grande do Sul.
Bacias sedimentares - ocupam 64% do território brasileiro, são sucessivas camadas (horizontais) de sedimentos depositados. Como exemplo temos a bacia Amazônica, localizada na Floresta Amazônica e a do Paraná, localizada na posição centro-leste da América do Sul.
Cadeias orogênicas antigas do Brasil - sendo originadas das faixas de dobramentos do ciclo brasiliano (forças tectônicas no decorrer da história geológica), é um conjunto de formações que estão significativamente desgastadas tomando, geralmente, configuração serrana. Como exemplo a Serra do Mar, no litoral leste/sul do Brasil e Serra da Mantiqueira, que se estende pelos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.
4 - A diferença é que os escudos cristalinos afloram e ficam expostos aos agentes de erosão e as plataformas cobertas são recobertas de sedimentos.

Vanessa Tomio disse...

Colégio Salesiano de Itajaí
Aluna: Vanessa Nunes Tomio - nº33
Ano: 2ºEM Turma: “B”

Atividade avaliativa


1) Estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas, ou seja, é o conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo (no caso brasileiro planaltos, planícies e depressões), isso considerando os processos de formação e transformação com datação geológica.
Conhecer a estrutura geológica que formam a base física de um país é de extrema importância, pois a partir desses conhecimentos é possível que se façam estudos para sabermos onde se encontram as riquezas naturais de valor econômico e qual a melhor forma de explorá-las.

2) Quanto a estrutura geológica brasileira, a classificação é dada nas seguintes áreas:
- as bacias sedimentares;
- os crátons ou plataformas;
- as cadeias orogênicas (no caso, antigas) ou dobramentos antigos;

3)
Bacias Sedimentares:
As bacias sedimentares ocupam cerca de 64% do território brasileiro, ou seja, ocupam a maior área do território. São datadas do final do Proterozoico e formadas durante a Era Paleozoica e início da Mesozoica.
No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões.
- De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.
- De menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea.
Crátons:
Os crátons são um tipo de estrutura geológica onde sofreram no durante o tempo geológico intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra.
As áreas cratônicas correspondem as plataformas São Francisco, das Guianas e Sul-Amazônica, são os terrenos mais antigos do Pré-Cambriano e desgastados por inúmeras fases de erosão. Os crátons menores são: cráton de São Luís (Maranhão), cráton de Luís Alves (SC) e cráton do Rio da Prata (RS).
Cadeias orogênicas:
São resultado do chamado Ciclo Brasiliano e surgiram de extensas áreas próximas às cratônicas. Os dobramentos antigos são constituídos pelos cinturões (de origem orogênica) Atlântico, Brasília e Paraguai (ou Araguaia como também é conhecido), são consideradas as mais antigas, datadas do Pré-cambriano. Trata-se de um conjunto de formações que estão significativamente desgastadas tomando a configuração, portanto, de serras. Possui uma complexa formação Biológica (de rochas) e estrutural, com predomínio de rochas metamórficas (gnaisses, quartzitos, ardósias, micaxistos e outras) e, secundariamente, de rochas magmáticas intrusivas (granitos, sienitos e outras). São originários de vários diastrofismos antigos. Fazem parte desse conjunto, por exemplo: as serras Negra, da Canastra e da Mesa, bem como as chapadas dos Veadeiros e Cristalina (no cinturão de Brasília; e as serras da Mantiqueira, do Espinhaço e do Mar (no cinturão Atlântico).
As cadeias orogênicas antigas do Brasil estiveram (e estão) submetidas a várias fases erosivas, motivo pelo qual encontram-se bastante desgastado. Devem ter possuído elevadas altitudes, mas nos dias atuais apresentam aspecto serrano em várias porções.

4) Em relação aos crátons ou plataformas:
• Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos cristalinos.
• Quando recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Rafaela Costa n28 1anoC
1-São diferentes tipos de rochas(relevos) que se encontram na litosfera, que é composto por três diferentes estruturas; bacias sedimentares, dobramentos modernos e crátons.
2-No Brasil são encontrados os três tipos de estruturas, os crátons(plataformas), as bacias sedimentares e as cadeias orogênicas(antiga).
3-Crátons: Apresentam relevos rebaixados e desgastados, pois sofreram ao decorrer do tempo, erosão. Quando são cobertos com rochas sedimentares são chamados de plataformas cobertas e quando ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, são chamados de escudos. Exemplos; O cráton de São Luís(Maranhão) e o cráton de Luís Alves que se encontra aqui em Santa Catarina.
Bacias Sedimentares: Elas demoram milhões de anos para se formarem, são formações rochosas que se encontram em áreas de depressões relativas ou absolutas, onde se acumulam sedimentos(geralmente levado pela água). Exemplo: Bacia Sedimentar Amazônica, do Parnaíba.
Cadeias orogênicas: Ocorrem na superfície terrestre, devido á movimentação tectônica e a erosão surgem ao cadeias orogênicas. Encontram-se principalmente nas bordas continentes. Exemplos: A Serra do Espinhaço é uma cadeia montanhosa localizada no planalto Atlântico, estendendo-se pelos estados de Minas Geraise Bahia.
4-O escudo cristalino são expostos aos agentes de erosão e as plataformas cobertas são cobertos por rochas sedimentares.

Anônimo disse...

Nome: Luís Antônio 2C nº 19

1- É a ciência que estuda a Terra, sua composição, estrutura, propriedades físicas, história e os processos que lhe dão forma. Onde diferentes tipos de rochas e minerais compõem a litosfera.

2 e 3 - A superfície Brasileira é composta por 3 tipos de estruturas geológicas.
Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro.

Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carboníferas.

Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara.

4- São rochas magmáticas e matamórficas muito antigas, das eras Pré-Cambriana e Paleozóica. Apresentam-se desgastadas e com baixas altitudes, porque sofreram fortes processos erosivos.

Quando estão expostas à ação de agentes erosivos, são chamadas de escudos cristalinos. Quando estão recobertas por terrenos sedimentares, são denominadas embasamentos cristalinos (plataformas cobertas).
O Embasamento Cristalino compreende um megacinturão formado no final do Pré-Cambriano, pela colisão de blocos continentais e microcontin

Anônimo disse...

Giorgia Hess n: 09 2º ano B
1. Estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas. Assim todo relevo terrestre foi dividido em três tipo.
2. Tipos de estruturas: os crátons ou plataformas; as bacias sedimentares; as cadeias orogênicas
3. - Os crátons são formações geológicas consideradas antigas, formadas nas primeiras eras geológicas do planeta, durante a sua formação. São compostos por rochas ígneas, ou magmáticas, e metamórficas, apresentando uma elevada quantidade de grandezas minerais
- bacias sedimentares são composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras. De grande extensão se encontram na Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.
- cadeias orogênicas são resultantes das ações do tectonismo, geralmente do choque ou conflito entre duas placas tectônicas. Essas formações são originárias das grandes cadeias de montanhas da Terra, como a Cordilheiras dos Andes (América do Sul).
4. Quando os crátons afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos. Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Giorgia Hess n: 09 2º ano B
1. Estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas. Assim todo relevo terrestre foi dividido em três tipo.
2. Tipos de estruturas: os crátons ou plataformas; as bacias sedimentares; as cadeias orogênicas
3. - Os crátons são formações geológicas consideradas antigas, formadas nas primeiras eras geológicas do planeta, durante a sua formação. São compostos por rochas ígneas, ou magmáticas, e metamórficas, apresentando uma elevada quantidade de grandezas minerais
- bacias sedimentares são composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras. De grande extensão se encontram na Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.
- cadeias orogênicas são resultantes das ações do tectonismo, geralmente do choque ou conflito entre duas placas tectônicas. Essas formações são originárias das grandes cadeias de montanhas da Terra, como a Cordilheiras dos Andes (América do Sul).
4. Quando os crátons afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos. Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Alcides Neto Menegatti - nº1 - 2ºB
1- A estrutura geológica de um país ou continente seriam os minérios, rochas e tipos de terra que formam o seu solo.
2- A estrutura geológica do Brasil é formada por três componentes: Os escudos cristalinos, as bacias sedimentares e o terrenos vulcânicos.
3-
- Escudos cristalinos:Os escudos cristalinos foram formados durante os primeiros milhôes de anos de formação da Terra (era Pré-Cambriana e início da Paleozoica) e cobrem cerca de 36% do terreno geológico brasileiro. Estas estruturas são formadas por rochas magmático-plutônicas da era pré-cambriana, onde estão os minerais não metálicos – como granito, diorito, quartzo, ardósia, magnesita, amianto e feldspato – e pelas rochas metamórficas da era Paleozoica, onde são encontrados os minerais metálicos: ferro, ouro, cobre, manganês, chumbo, bauxita, estanho, cromo, cobalto e níquel.Há aqui no Brasil três principais áreas formadas por essa estrutura, que o Escudo das Guianas (extremo norte do Brasil), o Escudo do Brasil Central (região centro-norte) e o Escudo Atlântico (região centro-leste).
- Bacias Sedimentares: São depressões existentes no relevo, que são preenchidas por sedimentos de origem orgânica (vegetais, animais mortos, algas) e por rochas que passaram por processo de erosão. São de grande importância econômica, pois são responsáveis por fontes de energia de origem fóssil (petróleo e carvão mineral). As principais bacias sedimentares do Brasil são da Amazônia (floresta amazônica), a de Potiguar ( entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte), a do Espírito Santo (entre o litoral norte do Espírito Santo e o sul da Bahia), a do Paraná (na região centro-leste da América Sul), a de Campos (entre a costa norte do litoral do Rio de Janeiro e a costa sul do Espírito Santo) e a de Santos (situada na plataforma continental (do litoral de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro)).
- Terrenos vulcânicos: São áreas que sofreram a ação de derrames vulcânicos. Esse processo originou a formação de rochas como o basalto e o diabásio. A decomposição do basalto é responsável por fertilizar o solo, no Brasil essas áreas são denominadas de “terra roxa”. Eles são encontrados principalmente na região Sul, oeste do Estado de São Paulo, Mato Grosso do Sul, sul de Minas Gerais e Goiás.
4- A diferença é que os escudos cristalinos são compostos apenas por rochas cristalinas (magmáticas e metamórficas) e a Plataforma Coberta possui sedimentos em cima dela.

Anônimo disse...

Isabela Derner nº14 2ºB
1)A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2)Bacias sedimentares, crátons e cadeias orogenéticas.

3)Crátons são formações geológicas consideradas antigas, formadas nas primeiras eras geológicas do planeta, durante a sua formação. São compostos por rochas ígneas, ou magmáticas, e metamórficas, apresentando uma elevada quantidade de grandezas minerais. (Escudo das Guianas, Escudo Brasileiro). Bacias sedimentares são composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras. Bacia Sedimentar da Amazônia (Brasil). Cadeias orogenéticas (antigas) correspondem a grandes curvamentos côncavos e convexos que surgem na superfície terrestre, resultantes de forças tectônicas, ou seja, da orogenia no decorrer da história geológica, no Brasil esses dobramentos são antigos.Serras do Mar, Mantiqueira e do Espinhaço (Brasil)

4)Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

ATIVIDADES:

1- A litosfera é classificada conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas, assim, todo o relevo da terra foi dividido com base nos seus três principais tipos, a isto damos o nome de estrutura geológica.
2- Terrenos vulcânicos, bacias sedimentares e escudos cristalinos.
3- Terrenos vulcânicos – áreas que sofreram a ação de derrames vulcânicos. Processo que originou rochas como o basalto e o diabásio. A decomposição do basalto é responsável pela fertilização do solo. Locais onde isto aconteceu: Torres (RS), ilha de Trindade, Fernando de Noronha, etc.
Bacias sedimentares – formação que cobre maior parte do território brasileiro. Constituídas de espessas camadas de rochas sedimentares, o que é consequência da intensa deposição de sedimentos de origem marinha, glacial e continental nas partes baixas do relevo. É possível encontrar petróleo, carvão mineral, urânio, etc. Locais: floresta amazônica (bacia sedimentar da Amazônia), norte do ES e sul de BH (bacia sedimentar do ES), etc.
Escudos cristalinos – essa formação ocorreu no período Pré-Cambriano. Existem vários tipos de rochas, com destaque para o granito. São encontradas rochas metamórficas, onde se formam minerais como o ferro e o manganês.
4- Quando os crátons ficam expostos e submetidos aos agentes erosivos, recebem o nome de escudo cristalino.
Quando são recobertos por rochas sedimentares recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Lucas Vinício Bittencourt – n°35
2° Ano C

Anônimo disse...

Carolina Godinho Pahl – nº11 – 2°A

1.Por estrutura geológica entende-se o conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo, considerando-se seus processos de formação e transformação geológica. O conhecimento dessa estrutura que formam as bases físicas de um país é importante, visto que por meio destes é possível realizar estudos e saber onde estão as riquezas naturais de valor econômico e qual a melhor forma de explorá-las.

2.Estruturas geológicas do Brasil:
-- Crátons ou plataformas
-- Bacias sedimentares
-- Cadeias orogênicas (antigas)

3. Crátons ou plataformas:
Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra.
- Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.
A Plataforma Sul-Americana contém dois grandes embasamentos ou escudos cristalinos, que correspondem ao Escudo das Guianas e ao Escudo Brasileiro. Esses escudos cristalinos (das Guianas e Brasileiro) são circundados por coberturas ou por bacias sedimentares fanerozóicas.
Existem dois grandes crátons pré-cambrianos no território brasileiro: o cráton amazônico, que, em vista da grande extensão de seus afloramentos rochosos pode ser dividido em dois escudos: o das Guianas e o do Brasil Central; e o cráton do São Francisco.
Os crátons menores são: cráton de São Luís (Maranhão), cráton de Luís Alves (SC) e cráton do Rio da Prata (RS).

Bacias Sedimentares:
As bacias sedimentares do Brasil datam do Paleozoico, do Mesozoico e do Cenozoico. As bacias sedimentares como a do Pantanal Mato-grossense, litorâneas e de trechos que margeiam os rios da bacia hidrográfica Amazônica são do Cenozoico.
Essas formações geológicas ocupam a maior área do território brasileiro, estimando-se que ocupem 5,5 milhões de Km2, ou seja, cerca de 64%.
No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões:

* De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.

* De menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea.
Além dessas, há as denominadas bacias de compartimento de planalto, de reduzida extensão, se comparadas às citadas, e correspondentes a formações sedimentares alojadas em porções côncavas dos crátons de pouca extensão e profundidade. É o caso das bacias sedimentares de Curitiba (PR) Taubaté (SP), Resende (RJ), São Paulo e outras.

Cadeias Orogênicas
As faixas de dobramentos do ciclo brasiliano, ou seja, as áreas da orogênese antiga, deram origem às cadeias ou cinturões orogênicos antigos do Brasil, dos quais os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi.
Possui uma complexa formação Biológica (de rochas) e estrutural, com predomínio de rochas metamórficas (gnaisses, quartzitos, ardósias, micaxistos e outras) e, secundariamente, de rochas magmáticas intrusivas (granitos, sienitos e outras.)
As cadeias orogênicas antigas do Brasil estiveram (e estão) submetidas a várias fases erosivas, motivo pelo qual se encontram bastante desgastado. Devem ter possuído elevadas altitudes, mas nos dias atuais apresentam aspecto serrano em várias porções.

4. Escudos ocorrem quando os crátons afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão. Já as plataformas cobertas ou embasamento cristalino ocorrem quando os crátons ficam recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares)

Anônimo disse...

Gabriel Nietsche Nº14 2ºA

1-A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas, assim, todo o relevo terrestre foi dividido a partir de seus três principais tipos: os crátons, as bacias sedimentares e os dobramentos modernos.

2- A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.

3- Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro. Nas regiões que se formaram no éon Arqueano (o qual ocupa cerca de 32% do país) existem diversos tipos de rochas, com destaque para o granito. Em terrenos formados no éon Proterozoico são encontradas rochas metamórficas, onde se formam minerais como ferro e manganês.

Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies.

Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”.

4- Quando os crátons afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Nome: Leonardo A. Telles
N° 21
2° A

1 - A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e composições de suas rochas.

2 - A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.

3 - Escudos Cristalinos: É o nome dado ao terreno geológico formado na era Pré-Cambriana e do início da era Paleozoica, ou seja,
que se desenvolveu nos primeiros milhões de anos da formação da Terra. É nesta camada da crosta terrestre que estão depositados os minérios.
Ex: Serra da Mantiqueira, se estende por 3 estados: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Bacias Sedimentares: São depressões existentes no relevo, que são preenchidas por sedimentos de origem orgânica (vegetais, animais mortos, algas)
e por rochas que passaram por processo de erosão. São de grande importância econômica, pois são responsáveis por fontes de energia de
origem fóssil (petróleo e carvão mineral).Ex: Bacia Sedimentar da Amazônia – localizada na Floresta Amazônica.

Terrenos vulcânicos: São áreas que sofreram a ação de derrames vulcânicos. Esse processo originou a formação de rochas como o basalto e o diabásio.
A decomposição do basalto é responsável por fertilizar o solo, no Brasil essas áreas são denominadas de “terra roxa”. Ex: Torres - Rio Grande do Sul (Brasil)

4 - Embasamento cristalino são áreas formadas por rochas ígneas e metamórficas com idades variando do Arqueano ao Proterozoico, é localmente recoberto por
sequências vulcano-sedimentares, sedimentares e sedimentos inconsolidados. Quando essas áreas ficam expostas, sofrem processos erosivos sendo transformados
em Escudos cristalinos.

Anônimo disse...

Lyandra - nº 21 - 2ºC

1- Explique o que é estrutura geológica:
Estrutura geológica são diferentes tipos de rochas e minerais que compõem a litosfera. É o desenvolvimento da terra desde os primórdios, ou seja, desde a origem da mesma. Engloba a formação dos vários tipos de relevos, bacias, etc. Engloba também as "Eras" geológicas como o período pré-cambriano, cenozóico, etc., e também a estrutura interna da terra.

2-Quais são as estruturas geológicas do Brasil?
Escudos cristalinos, bacias sedimentares e Crátons

3-Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização:
*Escudos cristalinos: rochas antigas - período pré-Cambriano- 36% do território brasileiro. Exemplos: Escudo das Guianas(extremo norte do Brasil;
Escudo do Brasil Central (região centro-norte);
Escudo Atlântico (região centro-leste).

*Bacias sedimentares: são depressões relativas, preenchidas por detritos ou sedimentos de áreas próximas - este processo se deu nas eras Paleozóica, Mesozóica e Cenozóica, contudo ainda ocorrem nos dias atuais.
Exemplos: Bacia Sedimentar da Amazônia – localizada na Floresta Amazônica; Bacia Sedimentar Potiguar – localizada entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte e Bacia Sedimentar do Paraná – localizada na região centro-leste da América Sul.

*Crátons: terrenos formados por rochas cristalinas e metamórficas e desgastados por fases de erosão - Pré Cambriano.
Exemplos: Amazônico e o do São Francisco, que recobrem boa parte da região Norte, além de quase todo o litoral brasileiro e algumas áreas da região Centro-Oeste

4-Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino?
O Embasamento Cristalino compreende um megacinturão formado no final do Pré-Cambriano, pela colisão de blocos continentais e microcontinentais.
Já os escudos cristalinos, são estruturas geológicas antigas, formadas na era Pré-Cambriana e início da era Paleozoica, presentes na crosta terrestre.

Anônimo disse...

Aluno: Gabriel Ramiro Da Rocha Torres (15) 2ºA
1- A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas, no qual há três principais tipos presentes no planeta, são eles: Crátons, Bacias sedimentares e Dobramentos Modernos.
2- O Brasil possui em seu território três macro-estruturas:
- os crátons ou plataformas;
- as bacias sedimentares;
- as cadeias orogênicas (no caso, antigas).
3- Os crátons- Apresentam estruturas rígidas, majoritariamente compostas por rochas ígneas e metamórficas, e encontram-se em áreas de elevada estabilidade geológica, isto é, sem a interferência direta e intensiva de abalos sísmicos, vulcanismos e outras atividades ligadas ao tectonismo.Em termos de classificação, os crátons são divididos em dois tipos de estruturas: as plataformas continentais e os escudos cristalinos.Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões.Existem dois grandes crátons pré-cambrianos no território brasileiro: o cráton amazônico, que, em vista da grande extensão de seus afloramentos rochosos pode ser dividido em dois escudos: o das Guianas e o do Brasil Central; e o cráton do São Francisco.Os crátons menores são: cráton de São Luís (Maranhão), cráton de Luís Alves (SC) e cráton do Rio da Prata (RS).
Bacias sedimentares- são composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras.São importantes por apresentarem, dependendo das condições locais, uma grande quantidade de fósseis e até petróleo. No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões.* De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.* De menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea. Além dessas, há as denominadas bacias de compartimento de planalto, de reduzida extensão, se comparadas às citadas, e correspondentes a formações sedimentares alojadas em porções côncavas dos crátons de pouca extensão e profundidade. É o caso das bacias sedimentares de Curitiba (PR) Taubaté (SP), Resende (RJ), São Paulo e outras.
Cadeias orogênicas antigas- Possui uma complexa formação Biológica (de rochas) e estrutural, com predomínio de rochas metamórficas e, secundariamente, de rochas magmáticas intrusivas .São originários de vários deastrofismos antigos._ o diastrofismo huroniano, que se manifestou no fim do Arqueozoico e provocou grandes dobramentos, dando origem às serras do Mar e da Mantiqueira, localizadas na faixa de dobramento do Atlântico;_ o diastrofismo huroniano, que data do final do Proterozoico e cujos dobramentos deram origem à Serra do Espinhaço(MG) e à Chapada Diamantina(BA)._ o diastrofismo caledoniano, nos períodos geológicos Siluriano e Devoniano da era Paleozoica, que deu origem aos dobramentos das serras de Paranapiacaba(PR), na faixa de dobramento antigo do Atlântico, dobramento antigo, denominado Brasília ou Araguaio-Tocantins.* As cadeias orogênicas antigas do Brasil estiveram (e estão) submetidas a várias fases erosivas, motivo pelo qual encontram-se bastante desgastado. Devem ter possuído elevadas altitudes, mas nos dias atuais apresentam aspecto serrano em várias porções.os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi.
4-Os crátons quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

1- É um conjunto rochoso existente em uma determinada área e sua influência nas formas de relevo, considerando seus processos de formação e transformação com datação geológica.
2- Bacias sedimentares, áreas cratônicas e dobramentos antigos.
3- Bacias sedimentares brasileiras: São datadas do final do Proterozoico formadas durante a era Paleozoica e início da Mesozoica. Exemplo, bacia do Paraná (localizada no Rio Paraná e afluentes), a Amazônica (nos Rio Amazonas e afluentes) e a Parnaíba (localizada no nordeste Brasileiro).
Áreas Cratônicas: São os terrenos mais antigos, formados por rochas cristalinas, e metamórficas do Pré-Cambriano e desgastados por inúmeras fases de erosão. Exemplos, cráton de São Luís (Maranhão), cráton de Luís Alves (SC), e cráton do Rio da Prata (RS).
Dobramentos Antigos ou Escudos Cristalinos: São estruturas geológicas antigas, formadas na era Pré-Cambriana e início da era Paleozoica, presentes na crosta terrestre. Exemplo, Escudo das Guianas (extremo norte do Brasil), Escudo do Brasil Central (região centro-norte), Escudo Atlântico (região centro-leste).
4- Os crátons quando afloram, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão e recebem o nome de escudos cristalinos, quando são recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Patrick Camilo dos Santos, número 28, 2ºA

Anônimo disse...

Leonardo Rodrigues de Vasconcelos 23 2A
1-As estruturas geológicas são as composições rochosas e os elementos físicos que fazem parte do relevo terrestre.
2-O Brasil possui estrutura geológica composta por três tipos distintos: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.
3-Bacias sedimentares: Trata-se de formações geologicamente recentes, caracterizadas pela composição predominante de rochas sedimentares, resultantes da transformação de rochas geologicamente mais antigas. Elas se constituem através da superposição de camadas de sedimentos, que se solidificam e formam as camadas de rochas sedimentares. São pobres em minerais, porém, dependendo das condições, podem ser ricas em fósseis ou jazidas de petróleo (como as zonas de exploração de petróleo existentes no Recôncavo Baiano).
Escudos cristalinos: essa formação ocorreu no período pré-cambriano. Ela apresenta composição diferente conforme os terrenos arqueozoicos (32% do território nacional) e proterozoicos (4% do território). No primeiro é possível encontrar rochas como o granito, gnaisses, grafita e elevações como a serra do Mar.
-Escudo das Guianas (extremo norte do Brasil)
- Escudo do Brasil Central (região centro-norte)
- Escudo Atlântico (região centro-leste).

Terrenos vulcanicos: São áreas que sofreram a ação de derrames vulcânicos. Esse processo originou a formação de rochas como o basalto e o diabásio. A decomposição do basalto é responsável por fertilizar o solo, no Brasil essas áreas são denominadas de “terra roxa”. Pode ser encontrado em Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo. É originado a partir da decomposição de rochas, nesse caso de basalto.
4-Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino

Anônimo disse...

Maria Luísa n26 2A

1- A litosfera apresenta inúmeras dinâmicas e variações. A sua composição estrutural, contudo, é classificada em três diferentes tipos de estruturas geológicas que se dividem em todo o mundo: os crátons (ou escudos antigos), as bacias sedimentares e os dobramentos modernos (ou cadeias orogênicas).
2- A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.
3- Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro. Nas regiões que se formaram no éon Arqueano (o qual ocupa cerca de 32% do país) existem diversos tipos de rochas, com destaque para o granito. Em terrenos formados no éon Proterozoico são encontradas rochas metamórficas, onde se formam minerais como ferro e manganês.
Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies.
Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas,como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”.
4- Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra.
Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Guilherme Aléssio Crispim, Nº 11, 2º ano C

1. Explique o que é estrutura geológica.
Estrutura geológica é o conjunto rochoso presente em uma área e sua influência nas formas de relevo, considerando os processos de formação e datação geológica. O estudo da estrutura geológica é muito importante, pois permite saber onde se encontram as riquezas naturais e a forma de explorá-las.
2. Quais são as estruturas geológicas do Brasil?
O Brasil possui três macro-estruturas: os crátons ou plataformas ou escudos cristalinos; as bacias sedimentares; e as cadeias orogênicas antigas ou dobramentos antigos.
3. Explique cada uma das estruturas geológicas do Brasil, separadamente com exemplos e localização.
• Crátons: são terrenos mais antigos desgastados por erosão (relevos baixos) e formados por rochas cristalinas e metamórficas do Pré-Cambriano. Correspondem às plataformas São Francisco (região nordeste), das Guianas e Sul-Amazônica (região norte).
• Bacias sedimentares: são terrenos mais recentes, do final do Proterozoico, e formadas durante a era Paleozoica. No Brasil existem bacias sedimentares de grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba , do Paraná, e a Centra;l e de menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco, do Recôncavo Tucano e a Litorânea. Também existem as de reduzida extensão, como as bacias sedimentares de Curitiba (PR) Taubaté (SP), Resende (RJ), São Paulo e outras.
• Cadeias orogênicas antigas: são resultados do chamado Ciclo Brasiliano e surgiram de áreas próximas das cratônicas. São constituídas pelos cinturões maiores do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi.
4. Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino.
Os escudos cristalinos ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, enquanto as plataformas cobertas ou embasamento cristalino são recobertas por formações sedimentares ( rochas sedimentares).

ana rocchi disse...

Ana Clara Rocchi n:03 2 A
1- Conjunto rochoso existente em uma determinada área e suas influências na forma de relevo.
2- crátons (ou plataformas), bacias sedimentares, e cadeias orogênicas (somente antigas).
3- Crátons – também chamados de plataformas , são terrenos mais antigos, formados por rochas cristalinas e metamórficas, que foram desgastados pelo processo de erosão. Quando expostos ao processo erosivo são chamados de escudo , e quando recebem sedimentos e são áreas baixas são chamados de bacias sedimentares. Exemplos:plataforma Sul-Americana, na América do Sul, que correspondem pelo Escudo das Guianas e Escudo Brasileiro.

Bacias sedimentares- formadas na Era Paleozóica , ocupam 64% do território brasileiro. São depressões onde foi depositado camadas de sedimentos ( de origem orgânica ou rochas) ao longo dos anos , e que hoje é possível a exploração de recursos minerais como o petróleo.
Exemplos: Bacia Sedimentar da Amazônia, localizada na Floresta Amazônica; e Bacia Sedimentar do Paraná, localizada na região centro-leste da América Sul, que possui reservas significativas de carvão mineral.

Cadeias orogênicas: também chamadas de cinturões orogênicas, são áreas elevadas por efeito de dobramentos causados pela movimentação das placas tectônicas.
Exemplos: serras de Paranapiacaba, no Paraná; e Serra do Espinhaço, em Minas Gerais.

4-
Escudo cristalino são crátons expostos e submetidos a agentes de erosão ; plataformas cobertas e embalsamento cristalino das crátons recobertos por formações sedimentares.

Anônimo disse...

Laura Sganzerla Truccolo | nº13 |2ºC

1) Conjunto rochoso e suas influências nas formas de relevo.

2) Presentes no Brasil encontramos: bacias sedimentares, áreas de crátons e desdobramento antigos.

3) *Crátons: estruturas geológicas pré-cambrianas, constituídas por rochas cristalinas (magmáticas e metamórficas). Jazidas de minerais metálicos.Ele se encontra totalmente alojado na placa Sul-Americana. Em vista de o território brasileiro ocupar a porção centro-oriental da Plataforma Sul-Americana, localiza-se distante das zonas de contato entre as placas tectônicas Sul-Americana, de Nazca e do Caribe ou das Antilhas. As áreas cratônicas correspondem às plataformas: São Francisco, das Guianas e Sul-Amazônica.

* Bacias sedimentares: depressões preenchidas por sedimentos nas eras paleozóicas, mesozóicas e cenozóicas. Jazidas de carvão e petróleo.Bacia Sedimentar Potiguar – localizada entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte.

*Cadeias orogênicas: predomínio de rochas metamórficas (gnaisses, quartzitos, ardósias, micaxistos e outras) e, secundariamente, de rochas magmáticas intrusivas (granitos, sienitos e outras). As cadeias orogênicas antigas do Brasil estiveram (e estão) submetidas a várias fases erosivas.serras do Mar e Mantiqueira e planaltos residuais amazônicos.


4) Os escudos cristalinos são estruturas geológicas pré-cambrianas, constituídas por rochas cristalinas ( magmáticas e metamórficas). Jazidas de minerais metálicos, já as plataformas são formadas por depressões relativas exceto quando há grande extensão de cobertura sedimentar .

Anônimo disse...

Maria Júlia Mussi Nº23 - 2ºC

Estrutura geológica do Brasil:

1- Por estrutura geológica entende-se o conjunto rochoso existente em uma determinada área e a sua influência nas formas de relevo.

2- São os crátons ou plataformas, bacias sedimentares e cadeias orogênicas antigas (dobramentos antigos ou escudos cristalinos).

3- Crátons: são os terrenos mais antigos, formados por rochas cristalinas e metamórficas, desgastadas por inúmeras fases de erosão. São relevos rebaixados e desgastados.
-Quando ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
-Quando ficam recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.
Ex.: Cráton São Francisco, aflora nos estados de Minas Gerais e Bahia.
Escudo das Guianas, ao norte da planície Amazônica.

Bacias sedimentares: são depressões onde aconteceram deposição de sedimentos. Pelas sucessivas camadas de sedimentos depositados é possível determinar quais eram os ambientes passados.O Brasil tem cerca de 60% de seu território ocupado por bacias sedimentares.
Sedimentos marinhos apresentam registros fósseis e sedimentos continentais mostram a alternância de climas passados.
Ex.: Bacia do Paraná (se estende desde o Mato Grosso até o Rio Grande do Sul), Bacia Amazônica (abrange os estados do Acre, Amazonas, Roraima,Rondônia, Amapá, Pará e Mato Grosso) e Bacia do Parnaíba (abrange o estado do Piauí, parte do Maranhão e parte do Ceará).

Dobramentos antigos ou escudos cristalinos: são resultado do chamado ciclo Brasiliano e surgiram próximos as áreas cratônicas. Há grande presença de minerais metálicos e não metálicos, presença de rochas magmáticas e metamórficas e ausência de cobertura sedimentar. São áreas elevadas e o fato de ser uma grande reserva de recursos minerais, faz do Brasil um dos maiores exportadores de minerais metálicos do mundo.

4- As plataformas cobertas ou embasamento cristalino correspondem aos cratóns que não afloram, ou seja, não ficam expostos, devido ao fato de serem recobertos por formações sedimentares. Já os escudos cristalinos correspondem aos dobramentos antigos do Brasil, que são áreas mais elevadas e não apresentam cobertura sedimentar.

Anônimo disse...

Nome:Victor Vechi-34-2ANO B

1-A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas. Assim, todo o relevo terrestre foi dividido a partir de seus três principais tipos.Os crátons, as bacias sedimentares e os dobramentos modernos.
2-A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.
3-Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro. Nas regiões que se formaram no éon Arqueano (o qual ocupa cerca de 32% do país) existem diversos tipos de rochas, com destaque para o granito. Em terrenos formados no éon Proterozoico são encontradas rochas metamórficas, onde se formam minerais como ferro e manganês.

Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies.
Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”.
4-Escudos cristalinos são estruturas geológicas antigas, formadas na era Pré-Cambriana e início da era Paleozoica, presentes na crosta terrestre já plataformas cobertas é o conjunto de rochas ígneas ou metamórficas que compõem a porção externa da crosta continental.

Anônimo disse...

Agata Fontolan Ramos, 01, 2°C

1.As estruturas geológicas são as composições rochosas e os elementos físicos que fazem parte do relevo terrestre.

2. O Brasil é formado por crátons ou plataformas e bacias sedimentares.

3. Crátons:também conhecidos como escudos cristalinos ou maciços antigos – são formas geológicas basicamente constituídas por rochas cristalinas, isto é, rochas magmáticas e metamórficas. É a formação mais antiga do Brasil.
Exemplo: Escudo Brasileiro, na porção central e oeste, e o Escudo das Guianas, no extremo norte do país.
Bacias sedimentares:formações geologicamente recentes, caracterizadas pela composição predominante de rochas sedimentares, resultantes da transformação de rochas geologicamente mais antigas.
Exemplo: zonas de exploração de petróleo existentes no Recôncavo Baiano).

4.Quando ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Rafael H. Tormena 30 2ºA
1-Estrutura da Terra. As estruturas geológicas podem ser primárias, que são aquelas originadas na formação das rochas sedimentares e ígneas, tais como a estratificação sedimentar e estruturas de fluxo em magmas, e tectônicas, que são originadas por deformação das rochas sob a ação de forças.
2-A estrutura geológica do Brasil
constituída por bacias sedimentares (64%) e escudos cristalinos (36%), tecnicamente estáveis. Por se encontrar no meio da placa tectônica Sul-americana, o Brasil não possui dobramentos modernos.
3-• Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro. Nas regiões que se formaram no éon Arqueano (o qual ocupa cerca de 32% do país) existem diversos tipos de rochas, com destaque para o granito. Em terrenos formados no éon Proterozoico, são encontradas rochas metamórficas, onde se forma minerais como ferro e manganês.
Situada no sul do Pará.
• Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica, existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica, existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação, correspondem às planícies.Atualmente, nove das bacias sedimentares brasileiras (Campos, Espírito Santo, Tucano, Recôncavo, Santos, Sergipe-Alagoas, Potiguar, Ceará e Solimões), totalizando 1 645 330 km² (25,6% da área total), são produtoras de petróleo.
4-Embasamento cristalino são áreas formadas por rochas ígneas e metamórficas, quando essas áreas ficam expostas, sofrem processos erosivos sendo transformadas em escudos cristalinos.

Anônimo disse...

1- é o desenvolvimento da terra desde os primórdios

2- os crátons ou plataformas;
- as bacias sedimentares;
- as cadeias orogênicas

3- #os crátons ou plataformas;
a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. EX: Os crátons, cráton de São Luís (Maranhão)

#as bacias sedimentares;
As Bacias Sedimentares podem chegar a ter até 4000m de profundidade, e normalmente formam "quedas bruscas", onde o cascalho se deposita ao longo do tempo. EX: tectonismo, Poços de Caldas e Araxá (MG)

#as cadeias orogênicas;
Possui uma complexa formação Biológica, sendo composta por VÁRIOS, tipos de rochas. ex: o diastrofismo caledoniano,Paranapiacaba(PR

4- São estruturas geológicas antigas, formadas na era Pré-Cambriana e início da era Paleozoica, presentes na crosta terrestre, já plataformas as formam no Brasil o "embasamento cristalino", os crátons.

Nome: Henrique Maiochi - 18 2A

Anônimo disse...

Aluna: Bruna Tomazelli Silva Número: 03 2 ano B

1-É a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas. Sendo que existem três tipos principais de estruturas geológicas: os crátons, as bacias sedimentares e os dobramentos modernos

2-A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.

3-
- Escudo cristalino: em geologia, é uma grande área de rochas ígneas e metamórficas de alta temperatura do Pré-Cambriano que se encontram expostas, formando zonas tectonicamente estáveis. São das primeiras formações rochosas terrestres. No território brasileiro, os escudos cristalinos correspondem a 36% da crosta terrestre (relativo às terras emersas). Sendo eles Escudo das Guianas (extremo norte do Brasil), Escudo do Brasil Central (região centro-norte), Escudo Atlântico (região centro-leste).
- Bacias sedimentares: são depressões na superfície que, com o tempo, foram sendo preenchidas por sedimentos (substâncias depositadas nestas depressões). O Brasil tem cerca de 60% de seu território ocupado por bacias sedimentares dividas em três tipos: as de grande extensão, como as bacias Amazônica, do Parnaíba (ou Meio-Norte), do Paraná (ou Paranaica) e a Central; as de menor extensão, como as bacias do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco (ou Sanfranciscana), do Recôncavo Tucano e a Litorânea; e, ainda bacias muito pequenas denominadas de bacias de compartimento de planalto, como as bacias de Curitiba, Taubaté e São Paulo, entre muitas outras.
- Terrenos vulcânicos: são áreas que sofreram a ação de derrames vulcânicos. Esse processo originou a formação de rochas como o basalto e o diabásio. A decomposição do basalto é responsável por fertilizar o solo, no Brasil essas áreas são denominadas de “terra roxa”. no fim da era Mesozoica, ocorreram movimentos da crosta que formaram fraturas, ou seja, fendas ou aberturas microscópicas ou macroscópicas que aparecem no corpo de uma rocha, principalmente em decorrência de forças tectônicas. Por essas fraturas ocorreu o escoamento de lavas básicas ( lavas que podem percorrer grandes extensões), cobrindo grande extensão do sul do território brasileiro e da região de Poços de Caldas e Araxá (MG). Uma vez consolidadas, essas lavas resultantes do vulcanismo deram origem a rochas (destacando-se os basaltos e os diabásios) e a diversos diques, ou seja, intrusões magmáticas em forma alongada nas camadas da crosta terrestre, onde se solidifica. Essas rochas e diques, por apresentarem grande resistência à erosão, formaram relevos residuais, permitindo a existência de várias quedas de água nos rios do Centro-Sul, com destaque para as de Sete Quedas (que não existe mais, devido à construção da barragem de Itaipu), no Rio Paraná, e para as Cataratas do Iguaçu, na foz do rio de mesmo nome. Além disso, o basalto e o diabásio, submetidos a agentes erosivos como o intemperismo, se desagregaram e se descompuseram dando origem a solos avermelhados conhecidos genericamente com o nome de terra-roxa, encontrados principalmente no Planalto Meridional ou Arenito-Basáltico.

4- Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

colegio salesiano itajai
nome: edilio bittencourt junior
serie:2ºB nº7
1-A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2-A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.

3-
• Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro. Nas regiões que se formaram no éon Arqueano (o qual ocupa cerca de 32% do país) existem diversos tipos de rochas, com destaque para o granito. Em terrenos formados no éon Proterozoico, são encontradas rochas metamórficas, onde se forma minerais como ferro e manganês.

• Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica, existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica, existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação, correspondem às planícies.

• Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra rocha”.
4-
escudo cristalino: em geologia, é uma grande área de rochas ígneas e metamórficas de alta temperatura do Pré-Cambriano que se encontram expostas, formando zonas tectonicamente estáveis.
Embasamento cristalino: é o conjunto de rochas ígneas ou metamórficas que compõe a porção externa da crosta continental

Anônimo disse...

Bruno Seara
Nº4
2ºB

1 - É a classificação da litosfera da Terra, conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas. Assim, todo o da Terra foi dividido a partir de três principais tipos: crátons ou escudos cristalinos, bacias sedimentares e cadeias orogênicas, que também podem ser chamas de dobramentos modernos.
2 - No Brasil, existem três tipos de estruturas geológicas:
- Escudos cristalinos, que são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano
- Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país
- Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional
3 - BACIAS SEDIMENTARES são depressões existentes no relevo, que são preenchidas por sedimentos de origem orgânica (vegetais, animais mortos, algas) e por rochas que passaram por processo de erosão. São de grande importância econômica, pois são responsáveis por fontes de energia de origem fóssil (petróleo e carvão mineral).

- Bacia Sedimentar da Amazônia: localizada na Floresta Amazônica.
- Bacia Sedimentar Potiguar: localizada entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte.
- Bacia Sedimentar do Paraná: é uma extensa bacia sedimentar localizada na região centro-leste da América do Sul. Possui reservas significativas de carvão mineral.
- Bacia Sedimentar do Espírito Santo: localizada entre o litoral norte do Espírito Santo e o sul da Bahia. Possui significativas reservas petrolíferas.
- Bacia Sedimentar de Campos: entre a costa norte do litoral do Rio de Janeiro e a costa sul do Espírito Santo. É a maior bacia produtora de petróleo do Brasil.
- Bacia Sedimentar de Santos – situada do litoral de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro. Possui também importantes reservas de petróleo, exploradas atualmente.

CRATONS são um tipo de estrutura geológica de formação antiga, cuja constituição data da era Pré-cambriana, apresentam estruturas rígidas, majoritariamente compostas por rochas ígneas e metamórficas, e encontram-se em áreas de elevada estabilidade geológica, isto é, sem a interferência direta e intensiva de abalos sísmicos, vulcanismos e outras atividades ligadas ao tectonismo.
- Se encontra totalmente alojado na placa Sul-Americana. Em vista de o território brasileiro ocupar a porção centro-oriental da Plataforma Sul-Americana, localiza-se distante das zonas de contato entre as placas tectônicas Sul-Americana, de Nazca e do Caribe ou das Antilhas.
As áreas cratônicas correspondem às plataformas de São Francisco, das Guianas e Sul-Amazônica.

Os DOBRAMENTOS MODERNOS são estruturas geológicas que se originaram em virtude das ações do tectonismo e correspondem à formação de cadeias montanhosas, apresentando as maiores altitudes do planeta. Em geral, são compostos por rochas magmáticas e metamórficas
- Os primeiros datam do Pré-Cambriano no chamado ciclo brasiliano (entre 610 e 650 milhões de anos atrás) que formou a maior parte dos planaltos brasileiros, como as serras do Mar e Mantiqueira e planaltos residuais amazônicos.

4 - Escudos cristalinos são tipos de crátons que afloraram na superfície, ou seja, não foram recobertos por outros tipos de estruturas geológicas, já as plataformas são formadas por regiões de depressões relativas, a não ser quando a cobertura sedimentar é muito extensa.

Bruno Seara
Nº4
2ºB

Anônimo disse...

Nome : Alexander
Num: 02 2C

1-Estrutura geológica são diferentes tipos de rochas e minerais que compõem a litosfera, é o desenvolvimento da terra desde os primórdios. Influenciando diretamente na formação dos vários tipos de relevos, bacias, etc..

2-A estrutura Geologica Brasileira se compoem principalmente de bacias sedimentares,cratons, e escudos cristalinos, e cadeias orogenicas

3-cratons-anitgas e ricas em minerais metalicos. Sua composicao e na maioria das vezes rochas magmaticas e metamorficas. exemplos: cráton amazônico, cráton de São Luís .

bacias sedimentares-depressoes na superficie que com o tempo foram sendo preenchidas por sedimento, restos de animais ou materiais de efeito erosivo. exemplos: bacias sedimentares de Curitiba (PR) Taubaté (SP), Resende (RJ).

cinturoes orogenicos- Grande zona ou faixa de terreno que sofreu movimento, metamorfismo, deformação e rearranjo após um evento tectónico . Geralmente é formado por uma variável quantidade de fragmentos crustais. exemplos: Serra do Espinhaço(MG) e à Chapada Diamantina(BA).

4-os cratons quando afloram, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosao, recebem o nome de escudo cristalino. Quando sao recobertos por formacao sedimentares, rochas sedimentares recebem o nome de embasamento cristalino.

marcelo lima disse...

Nome: Cristhian Gazziero N:7
serie: 2C
1-Estrutura geológica é o conjunto rochoso existente em uma determinada área e suas influencias na formação de vários tipos de relevo

2- A estrutura geológica brasileira é composta por bacias sedimentares, crátons e terrenos vulcânicos, escudo cristalino.

3- Cráton: Estrutura geológica muito antiga e rica em minerais metálicos, sua composição é na maioria das rochas magmáticas e metamórficas
localização: Cráton amazônico Cráton de são luiz

bacias sedimentares: Depressões na superfície que com o tempo foram sendo preenchidos por sedimentos, restos de animais ou matérias de efeitos erosivos.
localização: Nordeste Atlântico, Brasilia, Curitiba,taubaté.

cinturões orogênico: são blocos imensos de rochas antigas. Escudos contituidos por rochas cristalinas ou por rochas metamórficas

Escudo cristalinos: estruturas antigas presentes na crosta terrestre tem como características a presença de material metálico e não metálico, rochas magmáticas e metamórficas, e é uma área de estabilidade tectônica
localização: Serra do espinhaço MG e a chapada diamantina BA.

4- Os cráton quando afloram, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudo.
Quando recobertos por formação sedimentares, rochas sedimentares recebem o nome de plataforma coberta ou embasamento cristalino.

Plataformas cobertas - são o conjunto de rochas ígneas que compõe a porção externa da crosta continental.

Anônimo disse...

Patrick Ferrari Collodoro - N:29 - 2ºA

1- Estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2- O Brasil possui 3 diferentes estruturas geológicas:
- Crátons ou plataformas;
- Bacias Sedimentares
- Cadeias Orogênicas( antigas )

3- Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Ex: Escudo brasileiro, Escudo das Guianas;
As bacias sedimentares são depressões da superfície terrestre (presentes no relevo) formadas por abatimentos da litosfera, nas quais se depositam, ou depositaram, sedimentos e, em alguns casos materiais vulcânicos. Ex: Bacia sedimentar do Paraná, Bacia Sedimentar da Amazônia;
Cinturões Orogênicos são estruturas geológicas que se originaram em virtude das ações do tectonismo e correspondem à formação de cadeias montanhosas, apresentando as maiores altitudes do planeta. Ex: Serra do Mar, Serra da Mantiqueira;

4- Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.













Anônimo disse...

Nome:Stephen Michael A. Nº32 2ºC

1-Explique o que é estrutura geológica :A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas. Assim, todo o relevo terrestre foi dividido a partir de seus três principais tipos(bacias sedimentares, dobramentos modernos e crátons)

2- Quais são as estruturas geológicas do Brasil?:
A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.

3-Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização :

Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro. Nas regiões que se formaram no éon Arqueano (o qual ocupa cerca de 32% do país) existem diversos tipos de rochas, com destaque para o granito. Em terrenos formados no éon Proterozoico são encontradas rochas metamórficas, onde se formam minerais como ferro e manganês.Onde se encontra?
- Escudo das Guianas (extremo norte do Brasil)
- Escudo do Brasil Central (região centro-norte)
- Escudo Atlântico (região centro-leste).

Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies.Onde ficam?
- Bacia Sedimentar da Amazônia localizada na Floresta Amazônica.
- Bacia Sedimentar Potiguar – localizada entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte.
- Bacia Sedimentar do Paraná – é uma extensa bacia sedimentar localizada na região centro-leste da América Sul. Possui reservas significativas de carvão mineral.

Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”.Onde ficam?
Na bacia do Paraná, particularmente as lavas esparramaram-se por cerca de 1 milhão de quilômetros quadrados e originaram rochas como o basalto e o diabásio. Nas áreas de ocorrência dessas rochas é comum a presença de um dos tipos de solo mais férteis do Brasil: a terra roxa, formada da decomposição do basalto.

4- Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino ?:

A diferença é que quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Mateus Antunes 2C 26
1-É a classificação do solo a partir de suas características,como o tipo de rocha e sua origem,no caso o período em que este solo se forma seja pré-cambriano ou dobramentos modernos(cenozóico) por exemplo.
2-Relevo muito antigo, os cratons ou plataformas formando dois grandes embasamentos cristalinos,o escudo das guianas e o escudo brasileiro, sendo assim o Brasil também é composto por depressões relativas,no caso,grandes bacias sedimentares.
3-O Brasil possui grandes plataformas como o escudo das guianas (noroeste brasileiro,proximo a fronteira) e o escudo brasileiro (centro oeste brasileiro e parte amazonica),os cratons como também são denominados,são caracterizada por terem intenso processo erosivo,logo a erosao gera sedimentos, o que definde a segunda estrutura brasileira,as bacias sedimentares,que se tratam de depressões relativas as plataformas que recebem os sedimentos,como as principais se situam a amazónica9região amazonica) e a bacia do Parana(sul e parte do sudeste ), sendo assim,a litosferantem a tendencia de ser plana , porém alguns agente endógenos agem contra esta tendencia.
4-Os escudos são platafromas expostas aos agentes exógenos, como a pluviosidade,eólica,intemperismo,entre outros, e as plataformas cobertas,não são expostas,pois ,como o nome sugere ,são cobertas , uma camada de rochas sedimentares impedem que esses agentes tenham algum efeito sobre ela.

Anônimo disse...

Aluna: Maria Luiza de Barcelos
Número de chamada: 27
Sala: 2º ano B


1- Estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2- Escudos cristalinos, bacias sedimentares e cadeias orogênicas.

3- Escudos cristalinos: responsável por aproximadamente 36% do território nacional, essa formação ocorreu no período Pré-Cambriano. Ela apresenta composição diferente conforme os terrenos arqueozoicos (32% do território nacional) e proterozoicos (4% do território). No primeiro é possível encontrar rochas como o granito, gnaisses, grafita e elevações como a serra do Mar. Sua formação é a mais antiga, apresentando pequena riqueza mineral. Já nos terrenos proterozoicos, há rochas metamórficas que formam jazidas minerais (ferro, níquel, chumbo, ouro, prata, diamantes e manganês). Exemplos de escudos cristalinos são Escudo das Guianas, Escudo Brasil Central e Escudo Atlântico.
Bacias sedimentares: essa formação recobre cerca de 60% do território brasileiro. São constituídas de espessas camadas de rochas sedimentares, consequência da intensa deposição de sedimentos de origem marinha, glacial e continental nas partes mais baixas do relevo. Nesses terrenos é possível encontrar petróleo e carvão mineral, além de minerais radioativos (urânio e tório), xisto betuminoso, areia, cascalho e calcário. São exemplos de bacias sedimentares: Bacia Sedimentar da Amazônia e Bacia Sedimentar Potiguar.
Cadeias orogênicas: as cadeias orogênicas antigas do Brasil estiveram (e estão) submetidas a várias fases erosivas, motivo pelo qual encontram-se bastante desgastado. Devem ter possuído elevadas altitudes, mas nos dias atuais apresentam aspecto serrano em várias porções. Os cinturões orogênicos antigos do Brasil, dos quais os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o sul Rio grandense o o Paraguai é o Gurupi.

4- Escudos cristalinos são estruturas geológicas antigas, formadas na era Pré-Cambriana e início da era Paleozoica, presentes na crosta terrestre. Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos cristalinos. Quando recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino. A diferença é que um é expostos às agentes de erosão e o outro é coberto por sedimentos.

Mariéli Silva disse...

Mariéli da Silva Machado N° 25 2° Ano C

1- Estrutura geológica é o nome dado à classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas. Assim, todo o relevo terrestre foi dividido a partir de seus três principais tipos: Bacias Sedimentares, Crátons e Dobramentos Modernos.

2- Bacias sedimentares e Crátons.

3-Bacias Sedimentares: Nome dado às composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras. São as mais extensas das estruturas geológicas. São importantes por apresentarem, dependendo das condições locais, uma grande quantidade de fósseis e até petróleo.
Exemplos: Bacia Amazônica, Bacia do Parnaíba ( ou do Meio-Norte), Bacia do Paraná (ou Paranaica) e a Bacia Central. Obs: Exemplos referentes ao Brasil.

Crátons: Nome dado às formações geológicas consideradas antigas, formadas nas primeiras eras geológicas do planeta, durante a sua formação. Compostos por rochas ígneas ou magmáticas, e metamórficas, apresentando uma elevada quantidade de grandezas minerais (como o ouro, o ferro, o alumínio e muitos outros). São áreas geologicamente estáveis, ou seja, com poucos terremotos e vulcanismos, costumando dar origem a regiões de planaltos. os crátons possuem uma grande importância para os estudos referentes à estrutura e ao passado geológico do planeta.Além disso, por serem formações constituídas há muito tempo e estáveis, apresentam as mais antigas rochas do planeta.
Exemplos: Região cratônica Amazônica e R. C. do São Francisco.
Obs: Exemplos referentes ao Brasil.

Dobramentos Modernos: Também chamados de cadeias orogênicas, são formações geológicas consideradas recentes. Resultantes das ações do tectonismo, geralmente do choque ou conflito entre duas placas tectônicas (No atrito entre duas placas, uma delas entra por baixo, levantando (dobrando) a outra). São chamados assim, pois se considerarmos todos os períodos da escala geológica daTerra, eles sugiram numa época recente ou moderna (de 65 a 2 milhões de anos atrás).
Exemplos: Cordilheira dos Andes - América do sul, Cordilheira do Himalaia - sudeste asiático e Cadeia dos Alpes - região central da Europa. Obs: O Brasil não possui Dobramentos Modernos.

4- Os crátons são divididos em dois tipos principais de estruturas:

Escudos Cristalinos: Também chamados de Maciços Antigos, são compostos por rochas cristalinas (magmáticas e metamórficas). Em determinadas regiões interceptados por falhas e fissuras na crosta terrestre que já estiveram ativas em alguma época remota, são crátons que afloraram na superfície, ou seja, não foram recobertos por outros tipos de estruturas geológicas. Podemos dizer que Escudo é um Cráton aflorado ou aflorando. Exemplos: Escudo das Guianas, Escudo Brasil Central e Escudo Atlântico.

Plataformas: Também conhecidas por Embasamentos Cristalinos, são composições de crátons recobertas por outras formações estruturais, geralmente camadas de sedimentos, conhecidas como Bacias Sedimentares. Geralmente são formadas por regiões de depressões relativas, exceto quando a cobertura sedimentar é muito extensa. Exemplos: Bacias Intracratônicas do Paraná, do Parnaíba (Meio-Norte) e a do Amazonas.
Obs: Exemplos referentes ao Brasil.

Anônimo disse...

Lucas Rocha Nascimento 17 2ºC

1- É classificação da litosfera de acordo com as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2- -os crátons ou plataformas;
- as bacias sedimentares;
- cinturões orogênicos.

3- Crátons são estruturas geologicas antigas e são compostas principalmente de minerais metálicos.
Bacias Sedimentares:são áreas que estão em constante processo de renovação, pelo fato de ter sempre o depósito constante de sedimentos
Cinturões Orogênicos: São as grandes cordilheiras de montanhas, que se estendem por milhares de quilômetros, e sofrem muito o processo de erosão.

4- Quando estão expostas à ação de agentes erosivos, são chamadas de escudos, e quando á grande depósito de sedimentos são chamados de plataformas cobertas.

Anônimo disse...

— Estruturas Geológicas —
Aluna: Etiane Rodrigues — nº: 08
2º ano C

1 — Explique o que é estrutura geológica:

Classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.


2 — Quais são as estruturas geológicas do Brasil?

Escudos cristalinos (aproximadamente 36% do território brasileiro), bacias sedimentares(aproximadamente 58% do território brasileiro) e terrenos vulcânicos(aproximadamente 8% do território brasileiro).


3 — Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização:

— Escudos cristalinos: São estruturas geológicas antigas, formadas na era Pré-Cambriana e início da era Paleozoica. Conta com presença de rochas, como o granito, e metais, como o ferro e manganês. Os escudos cristalinos no Brasil são:
— Escudo das Guianas (extremo norte do Brasil)
— Escudo do Brasil Central (região centro-norte)
— Escudo Atlântico (região centro-leste)

— Bacias sedimentares: Estruturas Geológicas mais atuais. Conta com jazidas carboníferas (em formações da era Paleozoica) e com jazidas petrolíferas (em formações da era Mesozoica). Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies. As bacias sedimentares do Brasil são:
— Bacia Amazônica (floresta Amazônica)
— Bacia do Paraná (centro-leste da América do Sul)
— Bacia Sedimentar de Santos(do litoral de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro)
— Bacia Sedimentar do Espírito Santo (entre o litoral norte do Espírito Santo e o sul da Bahia)
— Bacia Sedimentar Potiguar (entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte)


— Terrenos vulcânicos: Estruturas Geológicas raras no Brasil. São terrenos que foram submetidos a derrames vulcânicos, e as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio. O basalto é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”. Os terrenos vulcânicos do Brasil estão presentes em:
— Torres (Rio Grande do Sul)
— Evento Magmático Uatumã (que ocorreu nos estados da amazônia: Amazonas, Pará, Roraima e Mato Grosso, além de Venezuela e Suriname)


4 — Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino?
Embasamento cristalino é o conjunto de rochas ígneas ou metamórficas que compõe a porção externa da crosta continental, enquanto escudo cristalino é uma grande área de rochas ígneas e metamórficas de alta temperatura do Pré-Cambriano que se encontram expostas, formando zonas tectonicamente estáveis

Anônimo disse...

Jules Luiz Raison N° 19 2 Ano B

1- A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2- os crátons, as bacias sedimentares e os dobramentos modernos

3- Os dobramentos modernos, também chamados de cadeias orogênicas, são formações geológicas consideradas recentes, cujo início ocorreu na era Cenozoica, no período Terciário. São resultantes das ações do tectonismo, geralmente do choque ou conflito entre duas placas tectônicas. ex: Cordilheiras dos Andes, América do sul.

As bacias sedimentares são composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras. São as mais extensas das estruturas geológicas. São importantes por apresentarem, dependendo das condições locais, uma grande quantidade de fósseis e até petróleo. ex: Amazônia

Os crátons, também conhecidos como escudos cristalinos ou maciços antigos, são formações geológicas consideradas antigas, formadas nas primeiras eras geológicas do planeta, durante a sua formação. São compostos por rochas ígneas, ou magmáticas, e metamórficas, apresentando uma elevada quantidade de grandezas minerais. São áreas geologicamente estáveis, ou seja, com poucos terremotos e vulcanismos, costumando dar origens a regiões de planaltos. ex: Planalto Central

4- Os crátons são divididos em dois tipos principais de estruturas:
Escudos Cristalinos: Também chamados de Maciços Antigos, são compostos por rochas cristalinas (magmáticas e metamórficas). Em determinadas regiões interceptados por falhas e fissuras na crosta terrestre que já estiveram ativas em alguma época remota, são crátons que afloraram na superfície, ou seja, não foram recobertos por outros tipos de estruturas geológicas. Podemos dizer que Escudo é um Cráton aflorado ou aflorando. Exemplos: Escudo das Guianas, Escudo Brasil Central e Escudo Atlântico.
Plataformas: Também conhecidas por Embasamentos Cristalinos, são composições de crátons recobertas por outras formações estruturais, geralmente camadas de sedimentos, conhecidas como Bacias Sedimentares. Geralmente são formadas por regiões de depressões relativas, exceto quando a cobertura sedimentar é muito extensa. Exemplos: Bacias Intracratônicas do Paraná, do Parnaíba (Meio-Norte) e a do Amazonas.
Obs: Exemplos referentes ao Brasil.

Anônimo disse...

Vitória Cavilha nº34 2ºC

1- As rochas da Crosta terrestre estão sempre em constante mudança. São tranformadas por agentes externos e internos. É o desenvolvimento da terra desde os primórdios.Engloba a formação dos vários tipos de relevos e a estrutura interna da terra. O conhecimento da estrutura geológica de um determinado local é de fundamental importância na análise do relevo e dos possíveis recursos minerais existentes. Indicadores são os Crátons, bacias, sedimentares e dobramentos modernos.

2- Brasil possui estrutura geológica composta por três tipos: Escudos Cristalinos, Bacias Sedimentares e terrenos vulcânicos.

3- Escudos Cristalinos: São estruturas geológicas antigas, formadas na era Pré-Cambriana e início da era Paleozoica, presentes na crosta terrestre, que se desenvolveu nos primeiros milhões de anos da formação da Terra. Nesta camada que estão depositados os minérios.
- Escudo das Guianas (Extremo norte do Brasil);
- Escudo do Brasil Central (Região Centro-Norte)
- Escudo Atlântico (Região centro-leste)

Bacias Sedimentares: Composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas. Elas surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo do tempo. São de grande importância econômica, pois são responsáveis por fontes de energia de origem fóssil.

- Bacia Sedimentar da Amazônia (Floresta Amazônica)
- Bacia Sedimentar Potiguar (entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte)
- Bacia Sedimentar do Paraná (centro-leste da América Sul.)
- Bacia Sedimentar do Espírito Santo (litoral norte do Espírito Santo e o sul da Bahia)
- Bacia Sedimentar de Campos – (costa norte do litoral do Rio de Janeiro e a costa sul do Espírito Santo)
- Bacia Sedimentar de Santos (litoral de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro).
Terrenos Vulcânicos: áreas que sofreram a açãoi de derrames vulcânicos.Esse processo originou a formação de rochas como o basalto e o diabásio. A decomposição do basalto é responsável por fertilizar o solo, as conhecidas “terras roxas”

4- A diferença é que quando ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem nome de escudos. Quando recobertos por formações sedimentares, recebem o nome de plataformas cobertas ou embalsamento cristalino.

Anônimo disse...

1- Explique o que é estrutura geológica :
As rochas da crosta terrestre estão em constante processo de transformação, sendo modificadas pela ação erosiva de agentes externos (chuvas, ventos etc.) e agentes internos (erupções vulcânicas e tectonismo). Esse processo ocorre há bilhões de anos e o conhecimento da estrutura geológica de um determinado local é de fundamental importância na análise do relevo e dos possíveis recursos minerais existentes.

O Brasil, por apresentar uma grande extensão territorial (8.514.876 quilômetros quadrados), possui estrutura geológica composta por três tipos distintos: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.
2-
2- Quais são as estruturas geológicas do Brasil?
Escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos

3- Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização :
• Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro. Nas regiões que se formaram no éon Arqueano (o qual ocupa cerca de 32% do país) existem diversos tipos de rochas, com destaque para o granito. Em terrenos formados no éon Proterozoico são encontradas rochas metamórficas, onde se formam minerais como ferro e manganês.
• Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies. As bacias sedimentares do Brasil datam do Paleozoico, do Mesozoico e do Cenzoico As maiores são a Amazônica, a do Parnaíba também chamada do Meio-Norte, a do Paraná ou Paranaica e a Central. As de menor extensão são a do Recôncavo, Tucano (produtoras de petróleo), do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana, e a Litorânea.
• Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”.
As terras roxas são áreas que durante a era Mesozóica sofreram a ação de intensos derrames vulcânicos Na bacia do Paraná, particularmente as lavas esparramaram-se por cerca de 1 milhão de quilômetros quadrados e originaram rochas como o basalto e o diabásio. Nas áreas de ocorrência dessas rochas é comum a presença de um dos tipos de solo mais férteis do Brasil: a terra roxa, formada da decomposição do basalto.

4- Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino ?
Embasamento cristalino é o conjunto de rochas ígneas ou metamórficas que compõe a porção externa da crosta continental... escudo cristalino, em geologia, é uma grande área de rochas ígneas e metamórficas de alta temperatura do Pré-Cambriano que se encontram expostas, formando zonas tectonicamente estáveis.

Gustavo Henrique, 2B, Nº11

Anônimo disse...

Roger Coelho de Negreiros

Número 32

2ºB

1-

Estrutura geológica são diferentes tipos de rochas e minerais que compõem a litosfera. Pra deixar um pouco mais óbvio, é o desenvolvimento da terra desde os primórdios, ou seja, desde a origem da mesma. Engloba a formação dos vários tipos de relevos, bacias, etc.

2-- os crátons ou plataformas;

- as bacias sedimentares;

as cadeias orogênicas (no caso, antigas).



3-Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Escudo Brasileiro, ao norte da Amazônia

As bacias sedimentares são depressões da superfície terrestre (presentes no relevo) formadas por abatimentos da litosfera, nas quais se depositam, ou depositaram, sedimentos e, em alguns casos materiais vulcânicos. A Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.

A orogenia pode ser convergente, quando há colisão de placas, ou divergente, quando ocorre separação das mesmas. A orogénese convergente traz como consequência a formação de dobramentos, cordilheiras ou fossas. Sua área de atuação é marcada pela ocorrência frequente de sismos e pela presença abundante de vulcões. Serra da Mantiqueira



4-Conjunto de rochas ígneas que compõem a costa continental, já escudo cristalino uma grande área de rochas ígneas e metamórficas de alta temperatura do Pré-Cambriano que se encontram expostas, formando zonas tectonicamente estáveis.

Anônimo disse...

Giulia Weber 2ºA n•17
1- Explique o que é estrutura geológica :
Estrutura geológica são diferentes tipos de rochas e minerais que compõem a litosfera
2- Quais são as estruturas geológicas do Brasil?
Desdobramentos modernos, cratons, bacias sedimentares
3- Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização : cratons: estruturas geológicas muito antigas, craton Luis Alves
Bacias sedimentares: são depressões da superfície que com o tempo foram sendo preenchidas por sedimentos,bacia amazônica
Dobramentos modernos grandes estruturas formadas por rochas magmaticas e sedimentares pouco resistentes, cordilheira do Himalaia
4- Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino?
Escudo cristalino: quando afloram ou seja ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão
Embasamento cristalino: quando recobertos por formações sedimentares( rochas sedimentares)

Carlos Eduardo Bauer disse...

Nome: Carlos Eduardo dos Santos Bauer N°5 2°B

1) Considerando as áreas emersas do globo, a crosta terrestre é formada por três tipos de estruturas geológicas. Essas estruturas geológicas são: dobramentos modernos, maciços antigos (escudos cristalinos) e as bacias sedimentares. A caracterização dessas estruturas é feita pelo: tipo de rocha predominante; seu processo de formação e pelo tempo geológico, isto é, quando surgiram.
2) O Brasil possui em seu território três tipos de macroestruturas: Os crátons ou plataformas, as bacias sedimentares e as cadeias orogênicas.
3) Crátons e Plataformas: Responsável por aproximadamente 36% do território nacional, essa formação ocorreu no período pré-cambriano. Ela apresenta composição diferente conforme os terrenos arqueozoicos (32% do território nacional) e proterozoicos (4% do território). No primeiro é possível encontrar rochas como o granito, gnaisses, grafita e elevações como a serra do Mar. Sua formação é a mais antiga, apresentando pequena riqueza mineral. Já nos terrenos proterozoicos, há rochas metamórficas que formam jazidas minerais (ferro, níquel, chumbo, ouro, prata, diamantes e manganês). A serra dos Carajás, no estado do Pará, é um terreno proterozoico. Exemplos: Crátons do São Francisco e São Luis.
Bacias sedimentares: Essa formação recobre cerca de 60% do território brasileiro. São constituídas de espessas camadas de rochas sedimentares, consequência da intensa deposição de sedimentos de origem marinha, glacial e continental nas partes mais baixas do relevo. Nesses terrenos é possível encontrar petróleo e carvão mineral, além de minerais radioativos (urânio e tório), xisto betuminoso, areia, cascalho e calcário. Exemplos: Curitiba, Taubaté (SP), São Paulo.
Cadeias Orogênicas: São áreas que sofreram a ação de derrames vulcânicos. Esse processo originou a formação de rochas como o basalto e o diabásio. A decomposição do basalto é responsável por fertilizar o solo, no Brasil essas áreas são denominadas de “terra roxa”. Exemplos: Chapada Diamantina (BA).
4) Escudos antigos ou maciços cristalinos são blocos imensos de rochas antigas. Estes escudos são constituídos por rochas cristalinas (magmático-plutônicas), formadas em eras pré-cambrianas, ou por rochas metamórficas (material sedimentar) do proterozoica, são resistentes, estáveis, porém bastante desgastadas, já as plataformas cobertas compreende um megacinturão formado no final do Pré-Cambriano, pela colisão de blocos continentais e microcontinentais.

Nas margens dos blocos formaram-se bacias sedimentares, com preenchimento posteriormente metamorfisado, deformado e deslocado em dois ciclos maiores, que representam as faixas metamórficas com características de terrenos alóctones dentro do cinturão. As porções afastadas das margens deformadas ou as coberturas tardicolisionais, apesar de deformadas, permaneceram como coberturas autóctones. Ao final originaram-se bacias de extensão nos blocos ativados e margens orogênicas

Anônimo disse...

Luiza Leal nº24 2ºB
1-A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas. As principais estruturas geológicas da Terra são os crátons, as bacias sedimentares e os dobramentos modernos.
2-O Brasil possui em seu território três macro-estruturas:
- os crátons ou plataformas;
- as bacias sedimentares;
- as cadeias orogênicas (no caso, antigas).
3-Cráton e plataformas: Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo.Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões.Ex:Norte do Brasil e nas Guianas.
Bacias Sedimentares:São áreas de crátons ou plataformas com tendência a concavidade ( a ter forma de bacia) que, através do tempo geológico, foram e continuam sendo preenchidas por detritos ou sedimentos, inclusive com matéria orgânica ( vegetal ou animal).Ex:Bacia Amazônica, do Meio-Norte e do Paraná, no Brasil
Cadeias Orogênicas: correspondem às estruturas orogênicas , mais antigas, datam do Pré-Cambriano. Ex: Montes Apalaches (EUA), Alpes Escandinavos (Península da Escandinávia, onde se localizam a Noruega e a Suécia), Montanhas Caledônicas (Escócia), Serras do Mar, Mantiqueira e do Espinhaço (Brasil).
4-Crátons quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos cristalinos. Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares), recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Bruna Caroline Capistrano da Costa Nº09 1ºA

1- Explique o que é estrutura geológica :
Estrutura geológica são diferentes tipos de rochas e minerais que compõem a litosfera. Ou seja é o desenvolvimento da terra desde os primórdios,desde a origem da mesma. Engloba a formação dos vários tipos de relevos, bacias, etc. Engloba também as "Eras" geológicas como o período pré-cambriano, cenozóico, etc., e também a estrutura interna da terra.

2- Quais são as estruturas geológicas do Brasil?
Escudo Cristalino, Bacias Sedimentares e Terrenos vulcânicos.

3- Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização :

Escudo Cristalino: Os escudos cristalinos são as estruturas menos presentes em nosso território, constituindo cerca de 36% do país. Separados em três grandes conjuntos, denominados Escudo das Guianas, Escudo Brasil Central e Escudo Atlântico, são constituídos basicamente por rochas metamórficas (gnaisses, micaxistos, mármores e quartzitos) e magmáticas (granitos e sienitos), em determinadas regiões interceptados por falhas e fissuras na crosta terrestre que já estiveram ativas em alguma época remota.

Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies
Terrenos Vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”.

4- Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino ?
A principal diferença é que as plataformas coberta são constituídas por rochas sedimentares e os escudos cristalinos são compostos por rochas metamórfica.

Anônimo disse...

Bruna Caroline Capistrano da Costa Nº09 1ºA

1- Explique o que é estrutura geológica :
Estrutura geológica são diferentes tipos de rochas e minerais que compõem a litosfera. Ou seja é o desenvolvimento da terra desde os primórdios,desde a origem da mesma. Engloba a formação dos vários tipos de relevos, bacias, etc. Engloba também as "Eras" geológicas como o período pré-cambriano, cenozóico, etc., e também a estrutura interna da terra.

2- Quais são as estruturas geológicas do Brasil?
Escudo Cristalino, Bacias Sedimentares e Terrenos vulcânicos.

3- Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização :

Escudo Cristalino: Os escudos cristalinos são as estruturas menos presentes em nosso território, constituindo cerca de 36% do país. Separados em três grandes conjuntos, denominados Escudo das Guianas, Escudo Brasil Central e Escudo Atlântico, são constituídos basicamente por rochas metamórficas (gnaisses, micaxistos, mármores e quartzitos) e magmáticas (granitos e sienitos), em determinadas regiões interceptados por falhas e fissuras na crosta terrestre que já estiveram ativas em alguma época remota.

Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies
Terrenos Vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”.

4- Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino ?
A principal diferença é que as plataformas coberta são constituídas por rochas sedimentares e os escudos cristalinos são compostos por rochas metamórfica.

Anônimo disse...

Letícia de Oliveira Silva, nº16, 2ºC.
1-Explique o que é estrutura geológica :
A estrutura geológica é a classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.

2- Quais são as estruturas geológicas do Brasil?
O Brasil possui em seu território três macro-estruturas:
- os crátons ou plataformas;
- as bacias sedimentares;
- as cadeias orogênicas (no caso, antigas).

3- Explique cada uma das estruturas geológica do Brasil, separadamente com exemplos e localização :
Os crátons ou plataformas sofreram, no decorrer do tempo geológico, intenso processo erosivo. Isso explica por que apresentam, de modo geral, relevos rebaixados ou desgastados. Atualmente a maioria configura-se como baixos planaltos e assumem até mesmo feições de depressões. Constituem exceções os que se localizam no norte do Brasil e nas Guianas, pois apresentam elevadas altitudes se comparados aos demais encontrados na Terra.
- Quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares ( rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.
As bacias sedimentares ocupam a maior área do território brasileiro, estimando-se que ocupem 5,5 milhões de Km2, ou seja, cerca de 64%.
No Brasil existem bacias sedimentares de grande e de pequenas extensões.
* De grande extensão: a Amazônica, do Parnaíba - chamada também de Meio Norte - a do Paraná ou Paranaica e a Central.
* De menor extensão: do Pantanal Mato-Grossense, do São Francisco ou Sanfranciscana (esta muito antiga), do Recôncavo Tucano ( produtora de petróleo) e a Litorânea.
Além dessas, há as denominadas bacias de compartimento de planalto, de reduzida extensão, se comparadas às citadas, e correspondentes a formações sedimentares alojadas em porções côncavas dos crátons de pouca extensão e profundidade. É o caso das bacias sedimentares de Curitiba (PR) Taubaté (SP), Resende (RJ), São Paulo e outras.
As faixas de dobramentos do ciclo brasiliano, ou seja, as áreas da orogênese antiga, deram origem às cadeias ou cinturões orogênicos antigos do Brasil, dos quais os maiores são os do Nordeste, do Atlântico e o de Brasília ou Araguaio-Tocantins, e os menores são o Sul-Riograndense , o do Paraguai e o Gurupi.

Possui uma complexa formação Biológica (de rochas) e estrutural, com predomínio de rochas metamórficas (gnaisses, quartzitos, ardósias, micaxistos e outras) e, secundariamente, de rochas magmáticas intrusivas (granitos, sienitos e outras).
São originários de vários diastrofismos antigos.
_ o diastrofismo huroniano, que se manifestou no fim do Arqueozoico e provocou grandes dobramentos, dando origem às serras do Mar e da Mantiqueira, localizadas na faixa de dobramento do Atlântico;
_ o diastrofismo huroniano, que data do final do Proterozoico e cujos dobramentos deram origem à Serra do Espinhaço(MG) e à Chapada Diamantina(BA).
_ o diastrofismo caledoniano, nos períodos geológicos Siluriano e Devoniano da era Paleozoica, que deu origem aos dobramentos das serras de Paranapiacaba(PR), na faixa de dobramento antigo do Atlântico, dobramento antigo, denominado Brasília ou Araguaio-Tocantins.
* As cadeias orogênicas antigas do Brasil estiveram (e estão) submetidas a várias fases erosivas, motivo pelo qual encontram-se bastante desgastado. Devem ter possuído elevadas altitudes, mas nos dias atuais apresentam aspecto serrano em várias porções.

4- Qual a diferença entre escudo cristalino e as plataformas cobertas ou embasamento cristalino?
Os crátons, quando afloram, ou seja, ficam expostos e submetidos aos agentes de erosão, recebem o nome de escudos.
Quando recobertos por formações sedimentares (rochas sedimentares) recebem o nome de plataformas cobertas ou embasamento cristalino.

Anônimo disse...

Colégio Salesiano Itajaí
Jessica Elizei Dande Nº12 2ºC


1 —

Classificação da litosfera terrestre conforme as suas diferentes origens e as composições de suas rochas.


2 —

Escudos cristalinos (aproximadamente 36% do território brasileiro), bacias sedimentares(aproximadamente 58% do território brasileiro) e terrenos vulcânicos(aproximadamente 8% do território brasileiro).


3 —

— Escudos cristalinos: São estruturas geológicas antigas, formadas na era Pré-Cambriana e início da era Paleozoica. Conta com presença de rochas, como o granito, e metais, como o ferro e manganês. Os escudos cristalinos no Brasil são:
— Escudo das Guianas (extremo norte do Brasil)
— Escudo do Brasil Central (região centro-norte)
— Escudo Atlântico (região centro-leste)

— Bacias sedimentares: Estruturas Geológicas mais atuais. Conta com jazidas carboníferas (em formações da era Paleozoica) e com jazidas petrolíferas (em formações da era Mesozoica). Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies. As bacias sedimentares do Brasil são:
— Bacia Amazônica (floresta Amazônica)
— Bacia do Paraná (centro-leste da América do Sul)
— Bacia Sedimentar de Santos(do litoral de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro)
— Bacia Sedimentar do Espírito Santo (entre o litoral norte do Espírito Santo e o sul da Bahia)
— Bacia Sedimentar Potiguar (entre o oeste do Ceará e costa do Rio Grande do Norte)


— Terrenos vulcânicos: Estruturas Geológicas raras no Brasil. São terrenos que foram submetidos a derrames vulcânicos, e as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio. O basalto é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”. Os terrenos vulcânicos do Brasil estão presentes em:
— Torres (Rio Grande do Sul)
— Evento Magmático Uatumã (que ocorreu nos estados da amazônia: Amazonas, Pará, Roraima e Mato Grosso, além de Venezuela e Suriname)


4 —

Embasamento cristalino é o conjunto de rochas ígneas ou metamórficas que compõe a porção externa da crosta continental, enquanto escudo cristalino é uma grande área de rochas ígneas e metamórficas de alta temperatura do Pré-Cambriano que se encontram expostas, formando zonas tectonicamente estáveis

Anônimo disse...

1-A litosfera – camada rochosa do planeta Terra – apresenta inúmeras dinâmicas e variações. A sua composição estrutural, contudo, é classificada em três diferentes tipos de estruturas geológicas que se dividem em todo o mundo: os crátons (ou escudos antigos), as bacias sedimentares e os dobramentos modernos (ou cadeias orogênicas).
2- A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.
3-Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro.  Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carbonífera. Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”.
Richard A. Lehmkuhl 2°C n° 31

Anônimo disse...

Muito bom Deu blog