sexta-feira, 25 de novembro de 2011

CANAL DE SUEZ


A importância do Canal de Suez
O Canal de Suez é uma das vias marítimas mais importantes do mundo e um dos grandes focos da economia do Egito. É o eixo de união entre o Oriente e Ocidente (tem 163 km de extensão). Situado em terras do Egito, no istmo que une a África à Ásia. Coube ao francês Ferdinand Lesseps a realização do projeto desse importante canal interoceânico que liga o Mar Vermelho ao Mar Mediterrâneo.
A região faz parte da fossa africana em que se incluem as penínsulas do Sinai, circundadas pelos golfos de Suez e de Akaba, no Mar Vermelho. A construção do Canal de Suez encurtou distâncias, sobretudo no sentido Europa - Extremo Oriente - Índia e vice-versa.

Favoreceu o povoamento nas margens do Mar Vermelho e uniu a Europa agro-industrial aos grandes mercados de matérias-primas da Ásia, sobretudo o petróleo, dando vivacidade aos portos da Europa, Ásia e África, principalmente.
Em 25 de abril de 1859 o primeiro golpe de picareta foi dado por Lesseps, em Port Said, e em 27 de novembro de 1869 o canal foi inaugurado oficialmente pelo governador do Egito, Ismail Pacha. O canal de Suez é o maior canal sem comportas e, desde o Mediterrâneo até ao Mar Vermelho, passa por três lagos. Ao norte o lago Manzala, depois o lago Timsah e ao sul os lagos Amargos.

Apesar de estar em solo egípcio e de ter sido construído por mão-de-obra egípcia, o canal de Suez pertenceu ao Reino Unido até 1956. Na verdade, esse canal foi construído com capital inglês e tecnologia francesa. Durante mais ou menos um século, esse canal funcionou a todo o vapor, com grande circulação de navios. Dois fatores contribuíram para diminuir a sua importância:
- o grande porte dos navios modernos, tornando difícil sua passagem pelo canal; - as guerras entre árabes (principalmente do Egito) e israelenses, que tornaram essa área insegura e extremamente militarizada. Com uma largura de no máximo 120 m e uma profundidade de 11 m, o canal de Suez não permite que os gigantescos navios mercantes atuais - sobretudo os superpetroleiros, que carregam mais de 300 mil toneladas de carga (às vezes até 500 mil) - trafeguem por ele.

Além disso, a Guerra dos Seis Dias, em 1967, envolvendo Israel e Egito e alguns outros países árabes, tornou essa travessia perigosa. Isso porque, com a colocação de minas nessas águas pelos israelenses, qualquer navio que estivesse a serviço de algum país árabe, transportando petróleo, seria afundado como represália.

Assim, a rota pelo oceano Índico, passando pela África do Sul, ou seja, pelo Cabo da Boa Esperança, voltou ser mais utilizada para trasnportar o petróleo do Oriente Médio, apesar de ser bem mais longa.

Nos últimos anos o Egito vem tentando reformar esse canal, tirando as minas que foram colocadas durante a guerra e ampliando seu leito. A disputa pelo canal . Em 1888, a Convenção de Constantinopla definiu que o Canal de Suez deveria servir a embarcações de todos os países mesmo em tempos de guerra.
Inglaterra e Egito assinaram, em 1936, um acordo que assegurava a presença militar do Reino Unido na região do canal por um período de 20 anos
Fonte:Livro Geografia crítica (José Willian Vesentini e Vânia Vlach)


COMPLETE A CRUZADINHA ABAIXO:
Vertical
1. Deus egípcio responsável por julgar os mortos,sendo considerado um dos mais populares deuses do Egito Antigo.
3. Instrumento utilizado pelos egípcios para tirar água do Rio Nilo.
6. Nome da escrita utilizada pelos escribas para fazer a contabilidade dos armazéns reais e dos templos.
7. Qual é o nome do faraó que detem o título de"Faraó Menino".
8. Que historiador imortalizou a frase: O Egito é uma dádiva do rio Nilo
10. Elemento responsável pela fertilização do solo às das margens do Rio Nilo depois do término da inundação.
12. Planta aquática do Rio Nilo. Dela se produz uma espécie de papel.
13. Das três pirâmides de Gizé, qual é a maior?

Horizontal

2. Além das pirâmides, qual o outro local destinado ao sepultamento de faraós e
membros da nobreza.
4. Das três pirâmides de Gizé, qual é a segunda em tamanho?
5. Tumúlos funerários utilizados pela nobreza do Egito Antigo.
9. Quem ocupava a classe social mais inferior no Egito Antigo.
11. Quem era venerado como um deus no Egito Antigo?
14. Característica dos egípcios que traduz a crença em vários deuses.
15. Em que continente o Egito está localizado.
16. Nome do mar onde o Rio Nilo deságua.
17. Povo de conquistou o Egito Antigo durante o Médio Império.



Horizontal:

2) Além das pirâmides, qual o outro local destinado ao sepultamento de faraós e membros da nobreza.
Resposta: Vale dos Reis

4) Das três pirâmides de Gizé, qual é a segunda em tamanho?
Resposta: Quéfren

5) Tumúlos funerários utilizados pela nobreza do Egito Antigo.
Resposta: Mastabas

9) Quem ocupava a classe social mais inferior no Egito Antigo.
Resposta: Escravos

11) Quem era venerado como um deus no Egito Antigo?
Resposta: Faraó

14) Característica dos egípcios que traduz a crença em vários deuses.
Resposta: Politeísmo

15) Em que continente o Egito está localizado.
Resposta: Africano

16) Nome do mar onde o Rio Nilo deságua.
Resposta: Mediterrâneo

Vertical:

1) Deus egípcio responsável por julgar os mortos, sendo considerado um dos mais populares deuses do Egito Antigo.
Resposta: Osíris

3) Instrumento utilizado pelos egípcios para tirar água do Rio Nilo.
Resposta: Shaduf

6) Nome da escrita utilizada pelos escribas para fazer a contabilidade dos armazéns reais e dos templos.
Resposta: Demótica

7) Qual é o nome do faraó que detem o título de "Faraó Menino".
Resposta: Tutancâmon

8) Que historiador imortalizou a frase: O Egito é uma dádiva do Rio Nilo.
Resposta: Heródoto

10) Elemento responsável pela fertilização do solo às das margens do Rio Nilo depois do término da inundação.
Resposta: Humo

12) Planta aquática do Rio Nilo. Dela se produz uma espécie de papel.
Resposta: Papiro

13) Das três pirâmides de Gizé, qual é a maior?
Resposta: Quéops

Fonte : www.egipto.com.br

Nenhum comentário: