domingo, 6 de novembro de 2011

PROVAS E GABARITOS SOBRE MIGRAÇÕES DO BRASIL E MUNDIAL.

VESTIBULAR 2013

(UFMT) O Brasil tem recebido um elevado número de migrantes haitianos, que entram no Brasil pelo Acre e acabam chegando à cidade de São Paulo. Sobre esse fluxo migrante, é correto afirmar que

a) a destruição de parte do Haiti, observada principalmente em Porto Príncipe, a capital, devido a um intenso terremoto ocorrido em 2010, permitiu grande ajuda internacional, que incluiu estímulo à migração.
b) o Brasil é o país com maior comércio externo com o Haiti, com protocolos de troca de mão de obra entre esses países.
c) a crise econômica que assola o Haiti gera uma elevada taxa de migração, apoiada pelo programa Minustah, do NAFTA.
d) as forças de ocupação, lideradas pelos EUA, exercem forte ação repressiva sobre a população, que tem emigrado em massa.
e) o crescimento econômico do Brasil é um fator favorável à entrada de um grande número desses haitianos, atraídos pela possibilidade de melhores empregos e salários.

(UNICAMP) A tabela abaixo traz informações sobre a percentagem de pessoas que residem fora de seu Estado de origem, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2001/2007 do IBGE.

Pessoas residentes não naturais da Unidade da Federação de residência (em %)

Regiões
2001
2003
2005
2007
Centro-Oeste
37,4
36,3
36,5
35,2
Norte
22,8
23,1
23,1
22,5
Nordeste
7,5
7,8
7,9
7,5
Sul
12,1
12,2
12,2
12,2
Sudeste
18,9
18,7
18,6
17,8

Com base nas informações da tabela sobre a dinâmica migratória da população brasileira, é possível afirmar que:
a) Os Estados da região Nordeste do Brasil apresentaram, no período, a menor percentagem de população nascida em outras Unidades da Federação. Isso ocorre porque os Estados dessa região sempre apresentaram uma elevada taxa de imigração de sua população para outras unidades da federação.   
bOs Estados da região Centro-Oeste apresentaram, no período, a maior percentagem de pessoas residentes oriundas de outras Unidades da Federação. Isso ocorre porque esses Estados receberam, nas últimas décadas, elevados fluxos migratórios de população brasileira para a ocupação da fronteira agrícola.   
c) Nos Estados da região Sudeste houve um decréscimo da percentagem de pessoas residentes nascidas em outras Unidades da Federação. Isso ocorre porque todos os Estados dessa região sempre tiveram importantes fluxos emigratórios de população direcionados para a ocupação de outras regiões do país.   
d) Os Estados da região Sul têm o segundo menor índice de pessoas residentes não naturais dessas Unidades da Federação. Isso ocorre porque esses Estados, historicamente, apresentam baixos fluxos emigratórios de sua população com destino a outras unidades da federação.   

(UNICAMP)

A foto A mostra famílias de colonos imigrantes alemães que participaram do povoamento do Paraná e a foto B mostra colonos italianos na cidade de Caxias do Sul (RS).


A primeira grande política regional executada pelo nascente Estado nacional brasileiro foi a colonização dirigida na Região Sul do Brasil.
a) Identifique os objetivos do governo brasileiro quando formulou a política de povoamento da Região Sul com populações imigrantes, especialmente europeus.
b) Aponte duas características que predominaram no tipo de povoamento empreendido pela colonização dirigida na Região Sul, uma referente ao regime de propriedade da terra adotado e uma referente às formas de cultivo da terra.

Respostas:

a) Visava-se a consolidação do domínio territorial, reduzindo a chance de litígios e conflitos territoriais com as nações vizinhas.
b) Foi dada preferência às pequenas propriedades que permitiram a reprodução parcial da agricultura que estes povos praticavam em seus países de origem, voltada ao mercado interno e subsistência.

(UERJ)

População absoluta das regiões brasileiras em 1940 e 2010 (em milhões de habitantes)

Região
1940
2010
Norte
1,6
15,9
Nordeste
14,4
53,1
Sudeste
18,3
80,4
Sul
5,7
27,4
Centro-Oeste
1,1
14,1

Adaptado de .

O crescimento populacional brasileiro foi significativo a partir da segunda metade do século passado. Entretanto, a análise da tabela indica que esse avanço não foi semelhante entre as regiões do país.
Nomeie as duas regiões brasileiras com maior crescimento relativo da população no período considerado. Em seguida, indique dois motivos que contribuíram para esse acentuado aumento populacional.

Respostas:

Regiões: Centro-Oeste e Norte
Motivos:
• construção de Brasília
• criação de projetos de exploração mineral
• avanço da fronteira agrícola nessas regiões
• permanência de taxas de natalidade elevadas
• movimentos migratórios oriundos de outras regiões do país

As duas regiões brasileiras com maior crescimento relativo da população no período apresentado foram Centro-Oeste e Norte. Os motivos que concorreram para tal fato resultam da historicidade que relegou até meados do século XX a posição deperiferização econômica para o interior do país. A partir da década de 1940/1950 iniciam-se processos que resultam no povoamento das regiões e consequente aumento populacional, como: a construção da estrada de ferro Noroeste do Brasil, a construção de Brasília, o PIN – Plano de Integração Nacional desenvolvido pelo governo JK que implanta a malha rodoviária. A partir da década de 1970, com os governos militares, desenvolvem-se os projetos minerais e os de colonização, resultando no avanço da frente agrícola, o que por sua vez, cria uma intensa corrente migratória do centro-sul em direção a essas áreas. A partir da década de 2010, os investimentos estatais em infraestrutura de transportes e energia cria nova corrente migratória, ampliando a taxa de crescimento populacional.  

(UNIMONTES) Observe a figura.


Fonte: OLIVEIRA, A. U. Agricultura Brasileira: Transformações Recentes. In. ROSS, J. L. S. (Org.). Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 2005.

É possível associar aos fluxos migratórios mostrados no mapa, EXCETO
A) a expansão do cultivo da soja, ocasionando significativa e radical transformação nas áreas do cerrado do Brasil central.
B) o estímulo para a agropecuária na Amazônia, com perdas para a vegetação original e fraudes na
aplicação de incentivos fiscais.
C) o empenho do Governo Federal com o processo de desmetropolização altamente concentrada no nordeste do país.
D) a atuação do Estado no reordenamento territorial, intensificando a ocupação da Região Norte e Centro-Oeste.

(URCA) Leia com atenção.

Pau de Arara
Luiz Gonzaga

Quando eu vim do sertão,
seu môço, do meu Bodocó
malota era um saco
e o cadeado era um nó
Só trazia a coragem e a cara
Viajando num pau­de­arara
Eu penei, mas aqui cheguei (bis)
Trouxe um triângulo, no matolão
Trouxe um gonguê, no matolão
Trouxe um zabumba dentro do matolão
Xóte, maracatu e baião
Tudo isso eu trouxe no meu matola

A letra da música pode ser relacionada a qual fenômeno social?
a) Aglomeração.
b) Conurbação.
c) Êxodo Rural.
d) Hipertrofia do Terciário.
e) Transumância.

(PUCPR) A busca por melhores condições de vida e trabalho sempre foi a motivação principal para migrar. Enquanto alguns países ricos fecham-se aos imigrantes levantando muros e cercas cada vez maiores, outros, como os países emergentes, entre eles o Brasil, têm atraído imigrantes nos últimos anos. Com relação aos    movimentos migratórios internacionais, avalie as assertivas a seguir:

I. Em 2012 os noticiários destacaram a entrada de centenas de haitianos no Brasil, o que levou o governo a estabelecer cotas para a entrada desses imigrantes. A atitude do governo brasileiro tem por objetivo manter a migração sob controle.
II. Países europeus passaram a restringir a entrada de imigrantes endurecendo as leis e aumentando muros e cercas, separando seus territórios como fez Portugal com as cidades de Ceuta e Melilla, suas possessões em Marrocos.
III. Revoltas recentes têm gerado inúmeras migrações, como dos refugiados sírios em território turco e líbios em ilhas do Sul da Itália.
IV. Recentemente países europeus solicitaram à Comissão Europeia reforma no acordo de Maastrich, que permite a livre circulação de pessoas entre todos os países pertencentes à União Europeia.

Estão corretas APENAS:
a) I, II e III.
b) III.
c) I e III.
d) I e IV.
e) II, III e IV.

(UDESC) Com relação à população brasileira, assinale a alternativa correta.

a) O êxodo rural é uma modalidade de migração que vem ocorrendo em nosso país com pequena intensidade, o que tem preocupado muito pouco as autoridades brasileiras.
b) A população brasileira economicamente ativa revela marcante equilíbrio entre a participação dos sexos masculino e feminino, embora as mulheres venham diminuindo sua proporção no total dessa população.
c) A distribuição de renda, no Brasil, é bastante equitativa, embora a pobreza e a riqueza sejam fenômenos comuns em todo o mundo.
d) A população brasileira distribui-se de forma irregular pelo espaço, alternando áreas de elevadas 
e) densidades demográficas, como o litoral, com outras praticamente vazias, a exemplo da Amazônia.
e) O contínuo aumento nas taxas de crescimento vegetativo, verificado em nosso país, é um fenômeno comprovado pelos últimos censos.

(UDESC) As regiões metropolitanas das cidades têm forte integração econômica e estão integradas por migrações pendulares, que é o movimento:

a) diário de trabalhadores entre o local de moradia e o local de trabalho.
b) de migrantes entre diferentes cidades.
c) de migrantes de cidades menores para cidades maiores.
d) da população rural em direção aos grandes centros urbanos.
e) de trabalhadores rurais em busca de trabalhos em áreas urbanas.

(UEL) O surgimento da bioética coincidiu com o clamor generalizado levantado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, reação que culminou com a Declaração Universal dos Direitos Humanos. O objetivo primordial da bioética se baseia no princípio humanista de afirmar a primazia do ser humano e defender a dignidade e a liberdade inerentes ao mero fato de pertencer à espécie.

(Adaptado de: BERGEL, S. Desafios da bioética. Planeta. ano 40, 472.ed., jan. 2012, p.70.)

No Brasil, os fluxos migratórios no século XIX e início do século XX marcaram a política de construção de uma “identidade brasileira” que se assentava na ideia de “branqueamento da raça”.
Com relação à influência dos processos migratórios desse período na formação populacional brasileira, atribua V (verdadeiro) ou F (falso) às afirmativas a seguir.

(  ) As políticas migratórias oficiais, na segunda metade do século XIX, ressaltaram o interesse de preservar a ascendência europeia na composição étnica da população.
(  ) As políticas migratórias pautavam-se por um “modelo ideal de trabalhador”, no qual predominava a forma capitalista de produção.
(  ) As imigrações europeia e asiática tiveram como propósito a ocupação das vagas ociosas na indústria nascente, diante da ausência de qualificação dos ex-escravos.
(    ) A imigração japonesa no Paraná foi favorecida pela fácil adaptação dos japoneses aos costumes ocidentais e por serem habituados ao trabalho com as monoculturas.
(    ) O direcionamento dos fluxos migratórios fez com que existisse maior concentração de afrodescendentes nas regiões Sul e Centro-oeste.

Assinale a alternativa que contém, de cima para baixo, a sequência correta.
aV, V, F, F, F.   
b) V, F, V, V, F.   
c) V, F, F, F, V.   
d) F, V, F, V, V.   
e) F, F, V, V, F.   

(UNICENTRO) Sobre os movimentos migratórios, assinale a alternativa correta.

(a) Os “brasiguaios” constituem grupos de paraguaios que migraram para o Paraná na década de 1970 e que agora se dirigem para o Mato Grosso do Sul, em busca de terras para cultivar.
b) Na década de 1950, a construção de Brasília atraiu muitos migrantes para o Centro-Oeste, provenientes, principalmente, das regiões Sudeste e Norte.
c) São Paulo e Rio de Janeiro ainda continuam sendo os principais destinos da população nortista e nordestina, devido ao fraco desempenho da economia dessas regiões.
d) A imigração japonesa para o Brasil teve o seu auge no final do século XIX, sendo os principais destinos os estados de São Paulo e do Rio Grande do Sul.
e) Na década de 1980, muitos brasileiros migraram para o Japão, em busca de oportunidades de emprego com melhor remuneração do que no Brasil.

(CEFET-MG) .

O descompasso temporal com que se deu a transição demo- gráfica no bloco dos países com economias desenvolvidas e que vem se dando no das economias em desenvolvimento, coloca no mundo contemporâneo uma situação pelo menos paradoxal. O primeiro bloco, que concentra os maiores PIBs do mundo, enfrenta sérias dificuldades quanto ao declínio populacional. Já o segundo bloco, com grandes contingentes de população em idade produtiva, enfrenta sérias dificuldades de trabalho e emprego.

BERQUÓ, Elza. Migrações internacionais – contribuições para políticas. Brasília: Co- missão Nacional de População e Desenvolvimento, 2001. (adaptado)

No contexto da dinâmica populacional recente, uma das estratégias praticadas pelos países desenvolvidos para a minimização dos efeitos do paradoxo identificado no texto é a(o)
a) concessão de vantagens trabalhistas para incentivar a natalidade.
b) transferência do processo produtivo para os países em desenvolvimento.
c) regularização dos imigrantes ilegais para seu ingresso na economia formal.
d) difusão generalizada de políticas para incentivo à migração de reposição.
e) criminalização da prática demissional para controle da concorrência entre trabalhadores.

(UERJ)


A despeito das taxas de fecundidade apresentadas, a estabilidade demográfica, projetada para vários países desenvolvidos em 2050, baseia-se em fenômenos atuais, com destaque para:
a) redução da natalidade, estabelecida pela maior expectativa de vida   
b) expansão da mortalidade, provocada pelo envelhecimento dos grupos etários   
cdeslocamento populacional, condicionado pelas disparidades socioeconômicas   
d) demanda por mão de obra qualificada, favorecida por políticas governamentais 


POVOS EM MOVIMENTO

VESTIBULAR 2012

1-(2012)(FGV-SP)
Uma antiga técnica defensiva para conter um fenômeno global do século 21
Como se fosse um castelo medieval cercado por hordas de bárbaros, a Grécia acaba de completar o primeiro trecho (14,5 km) de um fosso que blindará sua fronteira terrestre com a Turquia, na região da Trácia. [...] Quando estiver terminado, terá 120 km de comprimento - quase em paralelo ao rio Evros, que serpenteia entre os dois países - por 30 de largura e 7 de profundidade. O buraco será semeado de arame farpado, câmeras térmicas e sensores de movimento.
http://noticias.uol.com.br/midiaglobal/elpais/2011/08/06/grecia-constroi-uma-trincheira-para-frear-a-imigracao-da-turquia.jhtm
Sobre o “fosso” mencionado na reportagem, assinale a alternativa correta:
a) Trata-se de uma iniciativa conjunta dos governos de Atenas e de Ancara, com vistas a minimizar os fluxos migratórios controlados por grupos organizados.
b) Foi idealizado pela Frontex, a agência que gerencia o controle das fronteiras externas da União Europeia.
c) Tem como objetivo estender para as fronteiras terrestres gregas o rígido sistema de segurança que esvaziou os campos de refugiados situados nas ilhas do Mar Egeu.
d) É parte de um amplo programa de legalização da entrada de imigrantes, que já tornou a Grécia o país europeu que mais concede o estatuto de refugiado.
e) Visa estancar o crescente fluxo de imigrantes ilegais que entram na União Europeia pela fronteira turco-grega.
2-(2012) (FGV-RJ) Transições demográficas em curso nos diferentes países do Sul, inverno demográfico em certos países do Norte, envelhecimento da população, urbanização sem precedentes: eis o que desenha uma paisagem demográfica inédita. Soma-se a questão das circulações migratórias: 214 milhões de pessoas residem de modo permanente em um país diferente daquele em que nasceram – um número que não inclui nem refugiados nem deslocados.
Gérard-François Dumont, 01 de Julho de 2011 http://diplomatique.uol.com.br/artigo.php?id=961
Sobre o significado dos conceitos utilizados no texto acima para descrever a atual paisagem demográfica, leia as seguintes afirmações:
I. Transição Demográfica refere-se ao período de transição entre uma situação de elevadas taxas de mortalidade e de natalidade para um regime de baixa mortalidade e natalidade, em dado país ou região.
II. Inverno Demográfico refere-se a uma situação na qual a natalidade continua a diminuir no final da transição demográfica, em dado país ou região.
III. Urbanização refere-se ao crescimento absoluto da população que reside em assentamentos definidos como urbanos, em dado país ou região.
IV. Deslocado refere-se ao migrante que atravessa uma fronteira política internacional em busca de inserção no mercado de trabalho em um país estrangeiro.
Está correto apenas o que se afirma em
a) I, II e III.
b) I e II.
c) I, II e IV.
d) I e III.
e) I,II,III e IV.

VESTIBULAR 2011

1-(UNIOESTE).
Sobre o fenômeno migratório, leia as afirmativas abaixo:

I. Os movimentos migratórios podem ser espontâneos ou forçados; um exemplo deste último tipo de migração é a dos refugiados de guerra.
II. Pode-se chamar de refugiados ambientais aos migrantes que deixam lugares por problemas ambientais que dificultam as condições de vida, como a seca, a desertificação, enchentes, etc
III. O fator trabalho é uma das razões centrais para os movimentos migratórios. É motivo, por exemplo, para a emigração de brasileiros para os EUA.
IV. A Europa foi um importante foco de imigração a partir do século XV até aproximadamente a metade do século XX, recebendo imigrantes das colônias e ex-colônias, que buscavam as boas condições de vida nas cidades européias. Atualmente, este continente transformou-se em área de emigração, com pessoas que se dirigem em busca de novas oportunidades em outros continentes, como o americano, o africano e o asiático.
V. O Brasil, no século XIX, foi área de atração de imigrantes que buscavam novas oportunidades, sendo o maior grupo o de origem latino-americana (paraguaios, argentinos, bolivianos, etc.).

Assinale a opção que contem as afirmações corretas.
a) I, II e III.
b) II, III e IV.
c) III, IV e V.
d) IV e V.
e) V e I.

2-(FGVSP).
As discussões sobre a migração começam tipicamente com uma descrição dos fluxos entre países em desenvolvimento e países desenvolvidos, ou aquilo que por vezes é livremente – e inadequadamente – designado por fluxos de “Sul – Norte”.

Fonte: PNUD, Relatório de Desenvolvimento Humano 2009: Ultrapassar fronteiras: mobilidade e desenvolvimento humano.
Sobre as migrações no mundo contemporâneo, assinale a alternativa correta.
I Como resultado da globalização, as migrações internacionais se tornaram mais numerosas do que as migrações internas.
II A maior parte das migrações internacionais ocorre entre países que possuem níveis semelhantes de desenvolvimento econômico, considerando-se os critérios da Organização das Nações Unidas(ONU).
III As taxas de emigração entre países de IDH muito elevado são, em média, superiores àquelas vigentes entre países de IDH baixo.
Estão corretas
a) apenas as afirmativas I e II.

b) apenas as afirmativas I e III.
c) apenas as afirmativas II e III.
d) apenas a afirmativa II.
e) todas as afirmativas.

3-(U.E.SANTA CRUZ).
Aproximadamente 175 milhões de pessoas vivem hoje fora de seu país de origem. Esse número engloba tanto os que deixam sua terra natal por vontade própria e decidem viver no exterior — de forma legal ou ilegal —, quanto os refugiados.
IMIGRANTES e refugiados. Disponível em: . Acesso em: 21 out. 2009. Adaptado.
Considerando-se as informações contidas no texto, é correto afirmar:
a) O aumento da imigração ilegal da África subsaariana para a Europa está relacionado aos conflitos étnicos naquele continente e à expansão da economia europeia, registrada nos últimos cinco anos.
b) O Brasil se tornou um país receptor de imigrantes sulamericanos devido ao bom desempenho de sua economia e da pobreza verificada nos países emigrantes vizinhos.
c) A China, na última década, teve a emigração vetada à população, em consequência do desenvolvimento econômico alcançado, que determinou um aumento, cada vez maior, da necessidade de mão de obra.
d) A Austrália vem tomando duras medidas contra refugiados e imigrantes ilegais, em função da exiguidade de seu território e da concorrência no mercado de trabalho.
e) Os Estados Unidos, nos dias atuais, devido à crise econômica, apresentam-se como o país de maior emigração do globo.

VESTIBULAR 2010

4-(MACKENZIE).
Neste país, aproximadamente 30% dos filhos de estrangeiros são descendentes de um determinado grupo de imigrantes, somando mais de sete milhões de pessoas. Eles já são a metade de todos os imigrantes constantes deste país e também a maior parcela dos imigrantes ilegais. Talvez por isso, a violência, o abandono e a perseguição aguardam os que ainda tentam entrar pelos quase 4 mil quilômetros de fronteiras.

(www.adital.com.br. Adaptado.)
O texto aborda a situação atual dos imigrantes
a) turcos na Alemanha.
b) mexicanos nos Estados Unidos.
c) brasileiros em Portugal.
d) argelinos na França.
e) paquistaneses na Inglaterra.

5-(PUCRS).
O planisfério retrata um fenômeno muito significativo e cada vez mais preocupante no mundo globalizado. O movimento representado pelo sentido das flechas se concretiza por razões diversas, mas com repercussões importantes em grandes extensões do espaço geográfico. É mais provável que a situação representada no mapa seja



a) o movimento de terroristas responsáveis por atentados em áreas urbanas no hemisfério norte.
b) a transferência de tecnologia referente ao uso de células tronco.
c) os fluxos migratórios atuais.
d) o comércio ilegal de armamentos nucleares.
e) a produção e consumo de biogás.

6-(PUCRIO).
Enquanto um povo se uniu em 1989 sobre as ruínas de um muro que ia de Dresden a Berlim, outros muros são levantados na atualidade para separar os homens, tornando-os estrangeiros, inimigos.

Observe as imagens e faça o que se pede a seguir.
a) CARACTERIZE o contexto histórico em que foi construído o muro de Berlim.
b) IDENTIFIQUE dois aspectos relativos às tensões vividas na fronteira entre Estados Unidos e México, na atualidade.
Resolução:
a) O muro de Berlim foi construído no ano de 1961, no contexto da Guerra Fria, caracterizada pela bipolarização política, ideológica e militar entre os blocos socialista e capitalista, liderados pela URSS e pelos EUA respectivamente. Após um primeiro momento de tensão envolvendo a Alemanha, em 1948, com o bloqueio terrestre imposto pelo governo soviético à cidade de Berlim, foram instituídas no ano seguinte as duas Alemanhas, a ocidental – República Federal da Alemanha – e a oriental – República Democrática Alemã. Em agosto de 1961, foi construído o Muro de Berlim, que separou concretamente os dois lados da cidade (incrustada na parte soviética) e se tornou símbolo da separação alemã e da Guerra Fria.
b) Podem ser indentificados dois entre os seguintes aspectos:
- atraídos pelas possibilidades de trabalho e enriquecimento nos EUA, milhares de pessoas tentam cruzar a fronteira dos EUA com o México (muitas fábricas norte-americanas, conhecidas como “maquiladoras”, instalaram-se nos últimos anos na fronteira com o objetivo de utilizar a mão-de-obra barata oferecida pelos mexicanos que se concentram no norte do país); estes imigrantes ao cruzar a fronteira podem enfrentar inúmeros problemas como prisões, conflitos com fazendeiros, fome ou afogamento.
- a população de imigrantes sem documentação que mora e trabalha nos Estados Unidos vem crescendo, regularmente, desde a Reforma de Imigração e o Ato de Controle (IRCA) de 1986; esta legislação gerou um maior controle nas fronteiras e a imposição de penalidades contra aqueles que empregam pessoas sem documentação.
- com o reforço da fronteira californiana, a tensão maior encontra-se atualmente na fronteira do Arizona, para onde os imigrantes mexicanos passaram a ir devido ao menor controle; na falta de policiamento desta fronteira, os fazendeiros da região assumiram este papel, provocando o aumento da violência e das tensões. É ao longo desta fronteira que existe um muro intercalado com trechos de arame farpado controlado pela guarda da fronteira norte-americana e por sistemas eletrônicos, com o objetivo de impedir a entrada de imigrantes ilegais nos EUA. Em 2006, foi aprovada a ampliação desse muro, o que tem gerado protestos por parte de organizações não governamentais e de defensores dos direitos humanos.
- a fronteira é também um lugar de tensão devido ao tráfico de drogas e armas.
- As diferenças culturais e linguísticas também provocam o aumento de tensões étnicas e culturais na fronteira.

VESTIBULAR 2009

7-(UFBA)
.
Os deslocamentos populacionais fazem parte da história da humanidade, tendo sido responsáveis pela formação dos diversos povos e, em certa medida, dos próprios elementos culturais que os caracterizam. Os grupos étnicos existentes só podem ser entendidos a partir da análise das migrações, considerando-se os choques e as assimilações culturais dos povos ao longo da história.
Com os deslocamentos populacionais, extensas regiões da Terra foram sendo ocupadas e colonizadas. O continente americano é um bom exemplo desse processo. Atualmente, as migrações internacionais tornaram-se um fenômeno nunca antes registrado em qualquer outra etapa da evolução humana. Milhares de pessoas cruzam as fronteiras entre os países todos os anos em busca de emprego, melhores salários, oportunidades de estudo, ou fugindo da violência de guerras e perseguições políticas e religiosas.
(LUCCI; BRANCO; MENDONÇA, 2006, p. 351).
A partir da análise do texto e dos conhecimentos sobre globalização e migrações, pode-se afirmar:
(01) As migrações internacionais, na atualidade, ocorrem, sobretudo, partindo dos países do Sul subdesenvolvidos para os do Norte desenvolvidos ou de países do Terceiro Mundo mais pobres para outros vizinhos com economias mais dinâmicas.
(02) O período que antecedeu a Segunda Guerra Mundial registra grandes fluxos migratórios, preferencialmente das áreas então consideradas superpovoadas — Europa e Ásia — para as regiões consideradas como vazios demográficos — Estados Unidos, Canadá, Argentina, Brasil e outros.
(04) A França recebe todos os anos uma legião de norte-africanos oriundos, principalmente, da Líbia e do Egito, fugitivos das secas da África Subsaariana, e trabalhadores de outros países, como paquistaneses, indianos e jamaicanos.
(08) O fluxo migratório para a União Européia (UE) e os Estados Unidos deverá diminuir nas próximas décadas, em razão do aumento das taxas de natalidade e do rejuvenescimento das populações dos países industrializados.
(16) O crescimento das migrações Sul/Sul se deve principalmente à criação, pela economia globalizada, de ilhas de prosperidade em regiões subdesenvolvidas, a exemplo da política migratória bem sucedida das monarquias petrolíferas do Golfo Pérsico.
(32) Os imigrantes muitas vezes enfrentam a rejeição da população e a repressão das autoridades, a exemplo do que ocorre na Europa e nos Estados Unidos, entretanto o Brasil, na contramão dessa tendência, tem sido condescendente com os trabalhadores bolivianos e paraguaios.
(64) Os trabalhadores japoneses, nisseis, chegaram ao Brasil em migrações sucessivas a partir da segunda década do século passado e, atualmente, representam a maior comunidade de estrangeiros do país.
Resposta: 51 (01 + 02 + 16 + 32 )

8-(FGV).
Nos cadernos internacionais dos principais jornais, já se tornou rotina a leitura de notícias sobre a travessia, em barcos toscos e frágeis, de africanos que tentam vencer o Mediterrâneo e chegar às terras europeias. Os que sobrevivem, em geral, são presos e obrigados a fazer o caminho de volta. A Europa não quer mais imigrantes.

Refletindo sobre o conteúdo do texto, é correto afirmar que:
a) o ciclo migratório africano e mundial está em fase de esgotamento, pois a automação crescente das atividades econômicas não prevê mão de obra pouco qualificada.
b) os acordos econômicos e diplomáticos entre os países de emigração e os de imigração têm sido postos em prática para coibir a movimentação, sobretudo de homens jovens.
c) as propostas civilizatórias europeias destinadas aos imigrantes, em vigor durante todo o século XX, estão sendo abolidas frente às crises econômicas.
d) os países europeus, em processo de transição demográfica e em plena fase de 3 Revolução Industrial, já não admitem a entrada de imigrantes.
e) a globalização neoliberal promove a livre circulação de capitais e mercadorias, mas fecha as fronteiras para a força de trabalho.

9-(UTRPR).
Os imigrantes brasileiros enviaram US$ 7 bilhões ao país a partir dos EUA em 2006, segundo estudo do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) obtido pelo "Financial Times". Assim, os brasileiros só perdem para os mexicanos (US$ 23 bilhões em 2006) no ranking de remessas de latino-americanos para seus países de origem. Sem o dinheiro enviado pelos imigrantes, entre 8 milhões e 10 milhões de famílias viveriam abaixo da linha da pobreza.

http://clipping.planejamento.gov.br/Noticias.asp?NOTCod=343070
Considerando as características dos movimentos demográficos atuais, analise as afirmações abaixo:
I) A fronteira mexicana e a Costa Oeste norte-americana revelam- se as principais portas de entrada dos imigrantes ilegais, assim como os países do Mediterrâneo o são para a Europa.
II) Imigrantes geralmente são essenciais para as economias desenvolvidas, pois servem comomão-de-obra barata e com poucos benefícios sociais e econômicos.
III) Apesar do surgimento de uma classe local de extrema direita, fortemente xenófoba e racista, nos países ricos, o imigrante do Terceiro Mundo pode ter papel importante na reversão do envelhecimento daquelas populações.
IV) Na realidade, o impacto da imigração ilegal pode ser sentido no elevado índice de desemprego dos países centrais, que é maior que nos países subdesenvolvidos, pois concorrem com os baixos salários pagos aos clandestinos.
Estão corretas:
a) apenas I.
b) apenas I e II.
c) apenas I, II e III.
d) todas as afirmações.
e) nenhuma das afirmações.

10-(UERJ).

As políticas imigratórias recentes dos países europeus têm alterado as relações entre o Brasil e os membros da União Européia, com desdobramentos inclusive no campo diplomático.
Um fator que gerou o aumento de controle sobre os imigrantes brasileiros foi a integração do País à rede de:
a) espiões industriais
b) trabalhadores ilegais
c) refugiados ambientais
d) ativistas fundamentalistas

11-(UTRPR) .
Considerando-se os movimentos migratórios dos Estados Unidos da América do Norte, é INCORRETO afirmar que:

a) nenhum outro país do mundo recebeu tantos imigrantes quanto os Estados Unidos: milhões desde o início do séc. XIX; o primeiro ciclo imigratório foi estimulado pela colonização agrícola, seguido pela lei de terras e pela colonização privada das terras do oeste e pela industrialização do Nordeste; na atualidade, os movimentos seguem pela expansão dos empregos no comércio e nos serviços.
b) no início do séc. XX, as maiores cidades norte-americanas, no nordeste e na costa leste, apresentavam mais da metade de suas populações constituídas de estrangeiro ou filhos de estrangeiros. A hostilidade dos “primeiros imigrantes”, protestantes, contra os recém-chegados, muitos deles católicos ou judeus, manifestou-se sob a forma de discriminação ativa.
c) a imigração do pós-guerra contrasta com a dos ciclos imigratórios anteriores, pois os imigrantes atuais provêm, essencialmente, da América Latina e da Ásia. Sendo os mexicanos o grupo de maior representação, rotulados de forma generalizada como hispânicos, compõe o maior grupo nascido fora do país na atualidade.
d) a maior parte da imigração mexicana é constituída por trabalhadores temporários (os braceros), que se empregam nas colheitas das fazendas do sudoeste dos Estados Unidos. Mas a maioria dos imigrantes, hispânicos ou asiáticos, destina-se ao comércio, aos serviços de baixa qualificação e à construção civil nas cidades.
e) as leis de segregação, de um lado, e a expansão industrial, de outro, provocaram o prolongado movimento migratório de negros do norte para as cidades do sudeste e do sudoeste. Do início de século passado até meados dos anos 70, mais de meia dezena de milhões de negros engajaram-se na “Grande Migração”, modificando o panorama demográfico dos Estados Unidos.

12-(UESPI).
Sobre o fenômeno representado no mapa abaixo, é correto afirmar que se trata:

(Fonte da figura: L’economie internacionale en mouvement.)
1. do ritmo das atividades econômicas oriundas do relaxamento dos controles burocráticos e militares em alguns países do leste europeu.
2. da intensificação atual de grandes ondas de migração para a Europa, desencadeadas, sobretudo, pelos desequilíbrios econômicos entre sociedades ricas e pobres.
3. da intensificação de fluxos demográficos causados pelo recrudescimento das rivalidades étnicas, políticas e nacionais nos países do Oeste da Europa.
Está (ão) correta(s):
a) 1 apenas
b) 2 apenas
c) 2 e 3 apenas
d) 1 e 3 apenas
e) 1, 2 e 3

13-(UFLA).
Os livros didáticos de geografia, ao discutirem a questão da demografia mundial, têm indicado tendências quanto à dinâmica populacional para os próximos anos. As alternativas abaixo indicam tais tendências, EXCETO:

a) Há uma efetiva desaceleração nas médias de crescimento populacional mundial, a despeito do fato de que a média mundial esconde diferenças como: ser muito baixa nos países ricos e ainda ser alta nos países pobres.
b) As migrações estão inseridas nas tendências mundiais da população, e estão diminuindo. Os movimentos migratórios, em termos mundiais, têm se dirigido a países em desenvolvimento, como o Brasil.
c) Em 2007, pela primeira vez na história mundial, ocorreu o fato de haver mais pessoas morando na zona urbana, do que na zona rural. O crescimento urbano ocorre de maneira mais acelerada nos países em desenvolvimento, onde tal processo deve agravar os problemas socioeconômicos próprios da urbanização.
d) Há uma tendência de envelhecimento da população mundial. Isso se observa a partir da combinação entre crescimento vegetativo baixo e aumento da longevidade.

VESTIBULAR 2007

14-(FUVEST)
.

SPANGLISHO
diário “El País” de 02/10/2000 publicou uma entrevista com Ilan Stavans, escritor e filólogo mexicano, autor do primeiro dicionário de spanglish, uma língua com origens nos subúrbios hispânicos de Miami, Los Angeles e Nova Iorque. Com cerca de 6000 palavras, esta língua nasceu do choque do Espanhol com o Inglês e é, segundo aquele filólogo, “uma nova maneira de ser hispânico nos Estados Unidos”.

A entrevista termina com uma lista de algumas palavras a incluir no dicionário; por ex., culísimo =muito frio (do inglês cool).
Fonte: Lexicon, Vocabulário de Filosofia, (http://ocanto.esenviseu.net/lexs.htm).
Com base no texto,
a) explique qual é o fenômeno geográfico responsável por essa fusão de línguas, nos EUA.
b) cite e explique uma conseqüência possível desse fenômeno geográfico.
Resposta:
a) O fenômeno geográfico responsável por essa fusão é o intenso fluxo migratório internacional para os EUA.
b) Entre as conseqüências possíveis pode-se destacar:
1. O aumento do desemprego e da informalidade principalmente nos setores econômicos de mão-de-obra menos qualificada e mais barata.
2. Aumento do dinamismo econômico a partir de duas situações: o crescimento do mercado interno e a remessa de divisas para o país de origem do imigrante.
3. Possíveis alterações no quadro político-eleitoral do país, devido à maior participação numérica dos imigrantes.
4. O crescimento da xenofobia da população nacional em relação aos estrangeiros, por enxergá-los como concorrentes diretos às poucas vagas de empregos e por responsabilizá-los pela queda na qualidade de vida.

VESTIBULAR 2006

15-(UFPE).
As migrações internacionais vêm ganhando um certo destaque no cenário mundial, já há alguns anos, ou seja, desde a década de 80 do século passado. Contribuíram para esse importante fato, estudado pela Geografia Humana:

1) as desigualdades econômicas regionais.2) os conflitos bélicos.
3) a destruição do bloco soviético.
4) a formação de blocos econômicos.
5) a nova onda de epidemias.
6) o fim das divergências étnicas.
Estão corretas apenas:
a) 1, 2 e 5
b) 3, 4 e 6
c) 1, 5 e 6
d) 1, 2, 3 e 4
e) 2, 3, 4 e 5

16-(UFSCAR).
Leia o texto seguinte, sobre a questão das migrações internacionais e dos refugiados.

Em relação ao passado, há pelo menos três fatores que modificaram a abordagem sobre a temática dos refugiados: o fim da guerra fria, os atentados de 11 de setembro e o acirramento dos fluxos migratórios internacionais (...) A queda do Muro de Berlim reduziu as razões ideológicas que estavam na origem do compromisso de alguns países em abrigar refugiados e refugiadas. Por sua vez, os atentados das Torres Gêmeas de Nova York provocaram um endurecimento das políticas imigratórias, inclusive aos solicitantes de proteção internacional. Finalmente, a intensificação dos fluxos migratórios, além de exarcebar medos e preconceitos xenófobos, contribui para dificultar os procedimentos de determinação da condição de refugiados.
(Marinucci, R. & Milesi, R. Migrações Internacionais Contemporâneas. Instituto Migrações e Direitos Humanos. [www. migrante.org.br]. Acessado em 02.09.2005.)
O texto faz referência à questão dos refugiados e das migrações internacionais. Sua leitura permite-nos afirmar que:
a) a queda do muro de Berlim e o atentado das Torres Gêmeas de Nova Iorque, por terem a mesma motivação ideológica, provocaram o endurecimento na concessão de asilo a refugiados.
b) o compromisso de alguns países em abrigar refugiados durante a Guerra Fria decorria da orientação políticoideológica, por isso as concessões de abrigo ocorriam entre os países de um mesmo bloco político-ideológico.
c) os preconceitos xenófobos contra refugiados decorrem do fato de que estes têm sido responsabilizados por ataques terroristas recentes, ocorridos em países receptores de migrantes.
d) o aumento do fluxo migratório, baseado sobretudo em razões de ordem econômica, fez endurecer as políticas de recepção, o que acaba se refletindo na redução de concessões de asilo a refugiados.
e) com o fim da Guerra Fria e a redução dos conflitos armados, quase não há populações na condição de refugiados e sim migrantes econômicos que se “disfarçam” de refugiados para entrarem legalmente em outros países.

17-(ESPM).
Observe o texto:

As autoridades informam novos choques na noite de segunda-feira para terça, com 1.173 carros queimados em todo o país, comparados a 1.408 na noite anterior. “A intensidade da violência está em queda”, disse o chefe da Polícia Nacional, Michel Gaudin. Segundo ele, foram registrados atos de vandalismo em 226 cidades, contra quase 300 na noite de domingo para segunda.
(O Estado de São Paulo, 08/11/2005)
A matéria diz respeito aos distúrbios ocorridos recentemente em um país europeu. Sobre o assunto, podemos afirmar que:
a) Os recentes distúrbios são conseqüências da proibição do uso do véu para as mulheres muçulmanas em vias públicas.
b) A restrição britânica à entrada maciça de turcos levou a uma indignação dos imigrantes no país;
c) A exclusão social dos filhos de imigrantes, oriundos de ex-colônias, está na base das manifestações.
d) O aumento do desemprego em países mais pobres, como a Irlanda, acirrou o descontentamento com a integração européia.
e) Os distúrbios foram promovidos por grupos xenófobos, contrários a presença de imigrantes árabes.

18-(FGV).
O processo de globalização, somado à ampliação do acesso a novas tecnologias de transporte e comunicação, ajudou a impulsionar novos deslocamentos populacionais a partir do final dos anos sessenta. Indique abaixo a resposta correta em relação a este tema.

a) Os fluxos migratórios contemporâneos referem-se não apenas à chegada de orientais aos EstadosUnidos, com destaque para os chineses, coreanos e japoneses, mas principalmente à chegada de turcos à Europa, em particular à Alemanha.
b) Apesar de a tecnologia beneficiar os imigrantes atuais, pouca coisa mudou. Se comparados aos imigrantes que chegaram à América no século XIX, os atuais imigrantes estão sendo rapidamente incorporados ao mercado de trabalho formal, ocupando postos-chave dos setores industriais.
c) O Brasil não mais recebe imigrantes, encontrando-se, portanto, excluído dos circuitos migratórios internacionais. Os últimos imigrantes que aqui chegaram foram os japoneses e coreanos, durante a Segunda Guerra Mundial.
d) O Brasil continua recebendo imigrantes, embora em número bastante reduzido. Coreanos, bolivianos e chineses são exemplos de imigrantes recentes que chegam ao país à procura de trabalho e melhores oportunidades.
e) O atual processo de emigração brasileira deve ser denominado “migração de retorno”. Os brasileiros estão sendo atraídos para aqueles países que, no final do século XIX, expulsaram para cá sua mão-de-obra, particularmente Portugal, Inglaterra e Estados Unidos.

19-(FGV).
Analise a figura dos fluxos migratórios mundiais da atualidade e assinale a alternativa correta.


a) A maior parte dos atuais imigrantes sul-americanos residentes na América do Norte é constituída, sobretudo, de refugiados políticos das ditaduras de seus respectivos países.
b) O fluxo migratório da África para a Europa Ocidental advém da precária situação socioeconômica que caracteriza a maior parte dos países africanos, decorrência, em grande medida, da própria história da colonização dessas nações.
c) As três regiões de forte atração migratória observadas na figura levam-nos a crer que, por serem regiões de língua inglesa, atraem muitos estudantes de diversas partes do mundo.
d) Os grandes fluxos migratórios da Europa Oriental e Oriente Médio para a Europa Ocidental são decorrentes da perseguição religiosa, principalmente do fundamentalismo islâmico.
e) Catástrofes naturais como tsunamis, terremotos e vulcanismo podem explicar o fato de a Ásia ser a região de maior dispersão populacional do mundo, como mostra a figura.

20-(FGV).
“Uma pesquisa recente do German Marshall Fund, dos EUA, estima o apoio à admissão turca na
União Européia (UE) em 11% na França, 15% na Alemanha e 32% no Reino Unido.”
Folha de S. Paulo, 02/10/2005.
Leia os enunciados acerca da resistência à entrada da Turquia na UE e assinale a alternativa correta.
I) Com os recentes atentados na Europa atribuídos a grupos islâmicos, aumenta a resistência à entrada de um país árabe na UE.

II) A Turquia, que representava um obstáculo ao expansionismo soviético, perdeu importância estratégica com o fim da URSS.
III) A opinião pública européia teme que a adesão turca represente aumento da imigração e, conseqüentemente, do desemprego.
a) Estão corretas todas as afirmações.
b) Estão corretas as afirmações II e III.
c) Apenas a afirmação III está correta.
d) Apenas a afirmação II está correta.
e) Nenhuma das afirmações está correta.

VESTIBULARES ANTERIORES

21-(MACK).
Considere as afirmações abaixo, a respeito dos efeitos positivos da imigração nos Estados Unidos da América.

I. A mão-de-obra estrangeira é mais barata, diminuindo o custo de produção.
II. A mão-de-obra estrangeira disputa os mesmos empregos com os trabalhadores nacionais, pressionando os salários para baixo.
III. A mão-de-obra estrangeira integra-se bem ao mercado de trabalho, suprindo a carência de mão-de-obra qualificada.
IV. A mão-de-obra estrangeira amplia o mercado interno.
Estão corretas:
a) apenas I e II.
b) apenas II, III e IV.
c) apenas III e IV.
d) apenas I e IV.
e) I, II, III e IV.

22-(UFF)
Para Ana Welfort
Ana, apesar de tudo, Nova York é meu lar.
Sou fiel a este lar conquistado.
(...) mas, não nasci em Nova York.
Não passei aí a minha infância.
Não foi aí que experimentei minhas primeiras certezas.
(...) Tudo isso me vem de Havana.
(...) sou muito “habanera” para ser nova-iorquina.
E já sou muito nova-iorquina para ser
Ou me tornar, de novo, qualquer outra coisa.
Lourdes Casal
(in Mortimer e Bryce-Laporte,1981)
A mensagem contida na correspondência “Para Ana Welfort” expressa:
a) as possibilidades de mudança na identidade sociocultural do imigrante, em função da vivência em diferentes territórios
b) a flexibilização da identidade cultural, devido ao trânsito clandestino dos imigrantes latinos nos EUA
c) o enfraquecimento do nacionalismo patriótico do imigrante, em virtude da inferioridade de seu país de origem
d) a construção forçada de nova identidade cultural, pelo fato de Nova York ser uma cidade global;
e) a resistência da cultura cubana, em conseqüência da não-assimilação dos latinos na sociedade norteamericana

23-(UFG).
As migrações atuais de trabalhadores oriundos dos países pobres em direção aos países ricos têm como causas

a) a desigual densidade demográfica nos países pobres e a boa qualidade de vida nos paises ricos .b) o desemprego estrutural nos países pobres e a alta produtividade tecnológica dos países ricos.
c) a competição pelo mercado de trabalho nos países pobres e o aumento do trabalho informal nos países ricos.
d) o crescimento de conflitos sociais, no campo, nos países pobres e a estabilidade econômica nos países ricos.
e) a crise fiscal nos países pobres e o interesse dos países ricos pelos salários baixos do migrante.

24-(UEL).
Assinale a alternativa que indica corretamente o processo que ocorre em áreas de perseguições religiosas, políticas ou ideológicas, guerras, conflitos políticos, falta de oportunidade de trabalho no local de origem, concentração fundiária.

a) Atração populacional.
b) Aumento das taxas de natalidade.
c) Crescimento vegetativo.
d) Migrações populacionais.
e) Diminuição das taxas de mortalidade.

25-(PUCMG).
"Depois de tornar-se a maior minoria do País, a população hispânica vem mudando rapidamente a cultura, a economia e a política dos Estados Unidos. Especialistas prevêem uma transformação no país em poucos anos por conta desse rápido crescimento, apoiado nos hispânicos já nascidos nos EUA (3 em cada 5) e na continuação da imigração, principalmente de grupos de mexicanos. O último Censo norte-americano, atualizado em 2002, contabilizou 38,8 milhões de hispânicos nos EUA, 13% da população total do país - uma marca antes esperada somente a partir de 2014."

(Folha de S.Paulo, 13 de julho de 2003.)
Baseado no resultado do Censo norte-americano apresentado no texto acima e em outras informações sobre a dinâmica demográfica, é INCORRETO afirmar que:
a) a diferença de comportamento demográfico, entre os vários grupos que a compõem, aponta para uma crescente participação hispânica na população norte-americana.
b) o intenso fluxo migratório de mexicanos favorece a acessibilidade desse grupo ao mercado de trabalho e a sua rápida incorporação pela sociedade norte-americana.
c) o incremento da participação de grupos latinos na população norte-americana tende a tornar-se fator importante para o estabelecimento de políticas públicas voltadas para esse segmento social.
d) a nova realidade condiciona transformações na sociedade norte-americana, incluindo a redistribuição percentual de grupos religiosos.

26-(UNIRIO).
A partir da Segunda Guerra Mundial, as migrações internacionais passaram por importantes mudanças. Novas correntes migratórias foram surgindo, impulsionadas pelas condições existentes tanto nos países de origem quanto nos países de destino dos migrantes. Nesse quadro, os Estados Unidos foram se firmando como o país que mais recebe imigrantes, o que o obriga a repensar seguidamente sua política imigratória.

A política imigratória em vigor nos Estados Unidos:
a) Coibe a entrada de imigrantes qualificados que disputam empregos no mercado de trabalho, que desde o esgotamento do modelo de desenvolvimento fordista, na década de 1970, está em crise.
b) Atende às necessidades de mão-de-obra das fazendas do sudoeste do país e das atividades terciárias das cidades da Califórnia e controla as levas de clandestinos que entram pela fronteira com o México.
c) Contém os fluxos de imigrantes oriundos dos países do leste europeu e dos países da Ásia, abalados pelos recentes conflitos internos que se originaram por razões étnicas, políticas e territoriais.
d) Estimula a entrada dos "não-documentados", pois estes constituem uma importante parcela de mão-de-obra barata e apta para desempenhar as tarefas que os norte-americanos não estão dispostos a executar.
e) Impede a entrada de clandestinos, acusados de tirar os empregos dos norte-americanos, mas atrai especialistas estrangeiros para atender às necessidades das empresas de alta tecnologia.

27-(FGV).
Considere as afirmações abaixo para assinalar a alternativa correta:

I. Os refugiados e demais migrantes que pedem auxílio ao Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) concentram-se nos países subdesenvolvidos, especialmente da Ásia e África, onde ocorrem conflitos resultantes de instabilidade política, grandes desigualdades sociais e de questões étnicas e religiosas.
II. A transferência de profissional competente operada por empresas transnacionais, para dar suporte à implantação de novas tecnologias e novos procedimentos de trabalho entre suas filiais, é um exemplo de "migração de cérebros", que pode ocorrer de um país desenvolvido para um subdesenvolvimento.
III. Os hispano-americanos que residem nos Estados Unidos, os trabalhadores de origem magrebina que imigraram em massa para a Alemanha e o elevado número de turcos e de seus filhos, inclusive os já nascido na França, sofrem a crueldade dos movimentos xenófobos existentes nesses países.
Sobre o processo migratório atual, apenas:
a) I está correta.
b) II está correta.
c) III está correta.
d) I e II estão corretas.
e) I e III estão corretas.

28-(FUVEST).
Tendo em vista a dinâmica mundial dos movimentos migratórios na atualidade, qual das afirmações a seguir pode ser considerada correta?

a) As graves crises econômicas e políticas que estão ocorrendo na África, têm feito com que as fronteiras de alguns países sejam palco de afluxo de milhares de refugiados, produzindo o que podemos chamar de "fronteiras em caos".
b) A fronteira que separa a Europa do Noroeste da África mantém a mesma abertura da década de 50 e essa situação é de suma importância para o fluxo migratório em direção à Europa.
c) Na África, as migrações entre países pobres não encontram impedimentos por parte dos Estados, fato que provoca uma grande mobilidade da população em todo o território africano.
d) As migrações oriundas da região do Caribe, em direção à América do Norte, não conhecem nenhum tipo de obstáculo, fato que tem contribuído para o aumento dos fluxos migratórios.
e) As "fronteiras abertas" dos países da Europa Ocidental têm permitido o livre fluxo de imigrantes oriundos, principalmente, dos países do Caribe e da África que apresentam graves problemas econômicos.
GABARITO:
1-A
2-C
3-B
4-B
5-C
6-.....
7-.....
8-E
9-C
10-B
11-E
12-B
13-B
14-.....
15-D
16-D
17-C
18-D
19-B
20-C
21-D
22-A
23-C
24-D
25-B
26-E
27-D
28-A
FONTE: GEOGRAFIA PARA TODOS
ATUALIZADO EM 14/10/2012

Nenhum comentário: