domingo, 13 de novembro de 2011

PROVAS E GABARITOS / CLIMA E VEGETAÇÃO.

VESTIBULAR 2013

(UENP) O Brasil apresenta predomínio de climas quentes devido à sua localização no planeta, com grande porção de terras na zona intertropical. A diversidade climática do país é explicada por vários fatores, destacando- se a latitude e a atuação das massas de ar.

Massas de ar que atuam no Brasil


Com base no enunciado da questão e na figura acima, assinale a alternativa correta.

a) A massa equatorial continental (mEc): atua em toda a região norte do Brasil, sendo responsável pelas
altas temperaturas e pela elevada pluviosidade desta região.
b) A massa equatorial atlântica (mEa): atua nas porções setentrionais do Brasil (regiões norte e nordeste)
somente na estação do inverno do hemisfério sul.
c) A massa tropical atlântica (mTa): atua no litoral brasileiro durante a estação do inverno brasileiro, sendo
responsável pela umidade elevada existente na área da mata atlântica brasileira.
d) A massa polar atlântica (mPa): responsável pelo fenômeno da friagem que ocorre eventualmente na
região amazônica e pelas chuvas frontais que ocorrem durante o ano inteiro em todo território brasileiro.
e) A massa tropical continental (mTc): responsável pelas geadas ocasionais e pelas secas sazonais que
ocorrem na região do pantanal mato-grossense.

(FATEC) Leia a previsão de tempo dada por uma rádio local.

Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, a frase a seguir.
A queda da temperatura será ocasionada pela chegada de _____________________, e a chuva prevista para ocorrer é denominada _____________________.

a) massa polar ártica ... orográfica.
b) massa polar ártica ... convectiva.
c) massa equatorial atlântica ... orográfica.
d) frente polar atlântica ... frontal.
e) frente equatorial continental ... convectiva.

(ESPM)



A alternativa que encerra corretamente o tipo climático e o respectivo gênero agrícola cultivado em larga escala atualmente é:
a) 2 Tropical típico - Trigo
b) 3 Árido - Cacau
c) 4 Tropical úmido - Soja
d) 5 Subtropical - Fruticultura de irrigação
e) 6 Tropical de altitude - Café

(UEA) O mapa apresenta as principais massas de ar que atuam no Brasil em uma determinada estação do ano.


(www.not1.xpg.com.br/clima. Adaptado.)

Conhecendo as características das massas de ar ao longo das estações do ano, é correto afirmar que o mapa corresponde à estação de
a) Sul, Sudeste e Nordeste.
b) inverno, quando a Massa Tropical Atlântica, fria e seca, causa intensas chuvas nas regiões Sul e Sudeste.
c) inverno,quando a Massa Polar Atlântica atinge o Brasil na forma de frente fria, ocasionando chuvas e quedas de temperatura, inclusive na região Norte.
d) verão, quando a Massa Equatorial Continental, origina- da no Oceano Pacífico, exerce grande influência na região Sudeste, através do El Niño.
e) verão, quando a Massa Equatorial Atlântica exerce grande influência nas regiões Norte e Sudeste.

(UEA) As atuais mudanças do novo Código Florestal brasileiro têm gerado conflitos acalorados de interesses entre as bases de apoio dos ruralistas e dos ambientalistas. Entre as discussões mais importantes estão as mudanças relacionadas às Áreas de Proteção Permanente (APP) em torno de rios e córregos. A proteção dessa vegetação, denominada ripária, é fundamental, uma vez que ela exerce importantes funções ambientais, entre as quais pode-se citar

a) a proteção dos rios contra os problemas de erosão do solo e do assoreamento dos cursos d’água.
b) a diminuição da umidade do ambiente, devido à retenção das água pela vegetação que margeia os rios.
c) a interrupção do ciclo hidrológico, permitindo que a água seja armazenada nos rios e nos aquíferos.
d) o aumento da temperatura do ambiente no entorno dos rios, o que favorece a evaporação.
e) a função de barreira ecológica que impede o fluxo de espécies entre diferentes áreas.

(UECE) Dentre os tipos climáticos abaixo relacionados, assinale o único que não é encontrado no Brasil.
a) subtropical
b) monções
c) equatorial
d)tropical, com estações alternadas

(IFNMG) Observe o climograma que se segue:


http://www.cocemsuacasa.com.br/ebook/content/pictures/2002-11-172-06-i002.gif
Fonte: . Acesso: 20 nov. 2012.

Com relação ao climograma, afirma-se:
I- Refere-se a um clima de Hemisfério Norte com verões quentes e secos e invernos frios.
II- Representa o clima tropical alternadamente seco e úmido, que ocorre em boa parte da porção central do Brasil.
III- Caracteriza um clima quente com verões chuvosos e invernos secos.
IV- Refere-se a um clima com duas estações bem definidas.

Assinale a opção CORRETA:

a) Estão corretas II, III e IV, somente.
b) Estão corretas I e IV, somente.
c) Todas estão corretas.
d) Estão corretas II e III, somente.

(FUVEST) Observe os mapas.


Os períodos do ano que oferecem as melhores condições para a produção de energia hidrelétrica no Sudeste e energia eólica no Nordeste são aqueles em que predominam, nessas regiões, respectivamente,
a) primavera e verão.   
b) verão e outono.   
c) outono e inverno.   
dverão e inverno.   
e) inverno e primavera.   

(FGV-SP-DIREITO)

Em encosta, a água de chuva ao atingir a superfície do terreno pode infiltrar no solo, ou escoar superficialmente até atingir o vale. Observe as figuras abaixo:


Geoportal.O ciclo da água. Disponível em: http://geoportal.no.sapo.pt/meio_natural.htm#Como_é_feita_a_utilização_do_solo_de_uma_bacia_hidrográfica_pelo_ser_humano.

Descreva a trajetória da água na situação representada nas figuras da esquerda e do meio.
Questão 1
b) Descreva a trajetória da água na situação representada na figura da direita, destacando suas possíveis consequências.
c) O que pode ser feito para minimizar os possíveis impactos das alterações do ciclo hidrológico em áreas urbanas?

Respostas:

a) Na figura da esquerda é observada uma encosta recoberta por vegetação, ocorrendo maior infiltração (seta maior) da água de chuva no solo e no substrato rochoso permeável, alimentando o lençol freático e minimizando o escoamento superficial provocado pelo impacto da água. Na figura do meio, a ausência de vegetação provoca diminuição da infiltração (seta menor) da água de chuva no solo, aumentando o escoamento superficial (seta em diagonal) e expondo a superfície à ação da água.

b) Na figura da direita, é observado um cenário tipicamente urbano, com uma encosta impermeabilizada, ocupada por edificações, asfalto e desprovida de cobertura vegetal. Sem possibilitar o processo natural de infiltração da água de chuva pelo solo, temos o aumento intenso do escoamento superficial (seta em diagonal). A velocidade e volume da água da chuva na encosta causa as seguintes consequências: inundações nos fundos de vale e áreas mais planificadas, próximo ao leito dos rios, e deslizamentos dos terrenos em áreas próximas às encostas. Tais problemas são provocados pela falta de um planejamento urbano adequado ao espaço em questão.

c) Podem-se minimizar os impactos em áreas urbanas de várias maneiras: criação de um sistema de drenagem artificial eficiente; a preservação de uma cobertura vegetal em encostas e matas-galerias; o aumento de áreas verdes, reduzindo, dessa forma, a impermeabilidade do solo; a reurbanização de áreas ocupadas por habitações irregulares; o desassoreamento do leito dos rios, a fim de aumentar o fluxo de água; a limpeza de bueiros, de modo que o lixo não seja carregado para o leito dos rios.

(UNESP) Leia.

O fenômeno dos “rios voadores”

“Rios voadores” são cursos de água atmosféricos, invisíveis, que passam por cima de nossas cabeças transportando umidade e vapor de água da bacia Amazônica para outras regiões do Brasil. A floresta Amazônica funciona como uma bomba d’água. Ela “puxa” para dentro do continente umidade evaporada do oceano Atlântico que, ao seguir terra adentro, cai como chuva sobre a floresta. Pela ação da evapotranspiração da floresta, as árvores e o solo devolvem a água da chuva para a atmosfera na forma de vapor de água, que volta a cair novamente como chuva mais adiante. O Projeto Rios Voadores busca entender mais sobre a evapotranspiração da floresta Amazônica e a importante contribuição da umidade gerada por ela no regime de chuvas do Brasil.


A partir da leitura do texto e da observação do mapa, é correto afirmar que, no Brasil,
a) cada vez mais, a floresta é substituída por agricultura ou pastagem, procedimento que promove o desenvolvimento econômico, sem influenciar, significativamente, o clima na América do Sul.   
b) os recursos hídricos são abundantes e os regimes fluviais não serão alterados, apesar das mudanças climáticas que ameaçam modificar o regime de chuvas na América do Sul.   
c) o atual desenvolvimento da Amazônia não afeta o sistema hidrológico, devido à aplicação de medidas rigorosas contra o desmatamento e danos à biodiversidade da floresta.   
dos mecanismos climatológicos devem ser considerados na avaliação dos riscos decorrentes de ações como o desmatamento, as queimadas, a abertura de novas fronteiras agrícolas e a liberação dos gases do efeito estufa.   
e) a circulação atmosférica é dominada por massas de ar carregadas de umidade que, encontrando a barreira natural formada pelos Andes, precipitam-se na encosta leste, alimentando as bacias hidrográficas do país.

(UNESP) Leia a descrição de quatro grandes tipos climáticos do Brasil e, em seguida, examine o mapa, que representa a divisão regional do país em grandes tipos climáticos.

1. Chuvas entre 2 000 e 3 000 mm e elevadas temperaturas durante todo o ano, com médias de 26 °C.
2. Regular distribuição das chuvas durante o ano e temperaturas mais amenas, com médias inferiores a 18 °C e esporádica queda de neve.
3. Chuvas escassas e irregulares, com precipitações médias de 500 a 700 mm, e temperaturas elevadas, com médias de 28 °C.
4. Duas estações bem marcantes: uma chuvosa e quente, com 1 200 mm de precipitação e médias térmicas de 24 °C, e outra seca e fria, com 200 mm de chuvas e 17 °C de média térmica.


Assinale a alternativa que contém a correta associação entre a descrição climática e sua área de ocorrência.
a) 1D; 2B; 3A; 4C.   
b1C; 2A; 3B; 4D.   
c) 1B; 2D; 3C; 4A.   
d) 1A; 2C ; 3D; 4B.   
e) 1C; 2B; 3D; 4A.   

(UFMT) O mapa mostra os estados do Nordeste brasileiro atingidos pela seca.

(Folha de S.Paulo06.08.2012. Adaptado.)

A partir da análise do mapa e de seus conhecimentos, é correto afirmar que

a) os novos e os velhos coronéis dos estados da Zona da Mata estão vendo a estiagem como uma forma de distribuir água.
b) a seca ocorre em extensa área nordestina, atingindo grande proporção da população do Ceará, da Paraíba e do Piauí.
c) as obras anunciadas contra a seca, como a transposição do rio São Francisco, foram concluídas.
d) o problema da seca é cada dia mais grave e de difícil solução nos estados do Meio-Norte.
e) as cidades apresentam condições de, sozinhas, realizarem as obras contra seca que dotariam os moradores com estrutura para enfrentar a estiagem.

(UDESC) O território brasileiro apresenta diferentes tipos de clima que são influenciados por fatores variados, como a fisionomia geográfica, a extensão territorial, o relevo e a dinâmica das massas de ar. Com relação às características climáticas do Brasil, analise as proposições.

I. A influência tropical no clima brasileiro está associada ao fato da maior parte do país estar
localizada em uma área entre o Equador e o Trópico de Capricórnio.
II. Os Estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul têm clima subtropical por estarem
localizados abaixo do Trópico de Capricórnio.
III. No Brasil predominam climas quentes e úmidos.
IV. No interior da região Nordeste o clima predominante é o clima tropical, tendendo a seco pela irregularidade de ação das massas de ar.
V. No interior da região Nordeste o clima predominante é o clima árido por causa da falta de
umidade.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.
b) Somente as afirmativas II, III, IV e V são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas I, II, III e IV são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas III, IV e V são verdadeiras.
e) Todas as afirmativas são verdadeiras.

(UCS) Devido à grande extensão territorial, nosso país se diferencia de outros pela diversidade climática, pela posição geográfica, pela latitude, pela configuração do território e pelos sistemas atmosféricos.
Observe o mapa do Brasil abaixo e identifique os tipos de clima característicos das regiões indicadas pelas letras A, B e C.

MOREIRA, I. Construindo o espaço do homem. São Paulo: Ática, 2001. p. 200.)

Assinale a alternativa abaixo em que os climas listados correspondem, correta e respectivamente, às letras A, B e C, localizadas no mapa acima.

a) tropical úmido, tropical semiárido, tropical de altitude
b) equatorial, tropical, subtropical
c) tropical semiúmido, tropical de altitude, subtropical
d) tropical de altitude, tropical úmido, extratropical
e) tropical semiárido, tropical semiúmido, tropical de altitude

(PUCRS) Resolver a questão   com base nos climogramas que tratam da situação climática de três diferentes cidades.



I
II
III
a)
- Mediterrâneo
- Valparaíso
- Temperado Continental
- Varsóvia
Subtropical
- Porto Alegre
b)
- Temperado Oceânico
- Nova Iorque
- Mediterrâneo
- Barcelona
- Semiárido
- Recife
c)
- Equatorial
- Cingapura
- Tropical Continental
Cuiaba
- Temperado Oceânico
- Londres
d)
- Temperado Continental
- Berlim
- Equatorial
- Manaus
- Semiárido
- Nova Orleans 
e)
- Equatorial
- Campo Grande
- Semiárido
- Teresina
- Desértico
- Riad

(IFMG) A seguir são apresentados dois climogramas de duas cidades diferentes, Varsóvia e Brest. A latitude de ambas é aproximadamente a mesma e, portanto, este não pode ser considerado um forte fator de influência na amplitude térmica das duas cidades. Observe bem os dois gráficos, no qual a linha preta representa a temperatura ao longo do ano.
Observando o gráfico, percebe-se que Brest apresenta uma amplitude térmica muito menor do que Varsóvia. Sabe-se, também, que Varsóvia é uma cidade localizada no interior do continente e que Brest é uma cidade litorânea. O fato de Brest ser litorânea significa que, no seu entorno, há grande quantidade de água. Muita água ajuda a manter a temperatura mais estável, pois a água apresenta:

Varsóvia – Polônia (Lat 52o N)                                             Brest – França (Lat 48o N)

http://www.holapolonia.com/imagenes/climograma_varsovia.jpg     

a) baixa energia inteira.
b) alta condutividade térmica.
calto calor específico.
d) baixo coeficiente de dilatação.

(IFPE) Com o subsídio do mapa, assinale, entre as alternativas que seguem, a proposição verdadeira.





Fonte: IBGE, Atlas geográfico escolar. 2 ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2004, p. 39.

a) Na América do Sul, o litoral leste sofre os efeitos de corrente marítima fria, ao passo que o litoral oeste está sob a influência de corrente marítima quente. O resultado disso é a ocorrência de clima seco no leste, e úmido no oeste.
b) Um navio que esteja localizado no ponto cujas coordenadas geográficas são Lat. 52oN e Long. 15oL está no Atlântico norte, próximo ao litoral dos Estados Unidos.
c) Os grandes domínios naturais que se estendem ao longo da faixa equatorial do globo apresentam elevada biodiversidade que está associada a uma vegetação heterogênea, latifoliada e perenifólia, típica de climas quentes e úmidos.
d) Os domínios naturais do continente europeu apresentam maior biodiversidade do que os do sudeste e sul da Ásia, devido à sua localização geográfica e influência da maritimidade.
e) Considerando o sistema internacional de fusos horários, os relógios no Brasil apresentam-se adiantados em relação à Europa, por estarem em localização geográfica de diferentes latitudes.

(UPE) Observe o mapa a seguir:

Fonte: www.eatig2008.wordpress.com. (Adaptado)

A faixa destacada, apontada pela seta, corresponde CORRETAMENTE
a) ao território conhecido como Sahel, que possui baixos índices pluviométricos anuais, com incidência de secas e causas estruturais de crise alimentar, desnutrição de centenas de milhares de crianças, além de diversos conflitos religiosos e étnicos.
b) ao polo mais desenvolvido da economia da África. Está caracterizado atualmente como uma “zona em crise” e passou a ser chamado de Frost Belt pelo fato de uma parte de sua agroindústria não ter acompanhado o desenvolvimento tecnológico.
c) ao deserto do Kalahari, caracterizado pelo baixo grau de ocupação humana e pelos aspectos culturais bastante heterogêneos, com dialetos e costumes oriundos das diversas nações africanas e intensos conflitos armados entre grupos inter-raciais e religiosos.
d) à região do Saara Ocidental que possui médias pluviométricas bastante baixas e está localizada nas latitudes próximas ao Equador. Essa área se caracteriza pela implantação de sistemas de irrigação facilitados pelo afloramento de nascentes subterrâneas.
e) ao território dos bantustões, onde a fome atinge níveis alarmantes, ocasionada por secas periódicas. Essa região se notabiliza também por várias situações de instabilidade política e problemas causados pela migração de milhares de refugiados, vindos da África Oriental.

(UNICAMP) O esquema abaixo representa a entrada de uma frente fria, uma condição atmosférica muito comum, especialmente nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. Sobre esta condição é correto afirmar que:

a) É típica de inverno, quando massas frias atravessam essas regiões, provocando inicialmente uma precipitação e, na sequência, queda da temperatura e tempo mais seco.
b) Trata-se da chegada de uma massa quente, que ocorre tanto no verão quanto no inverno, provocando intensas chuvas, sendo comuns a ocorrência de tempestades e o aumento significativo na temperatura.
c) O contato entre as massas de ar indica fortes chuvas, de tipo orográficas, que permanecem estacionadas num mesmo ponto durante vários dias.
d) As precipitações de tipo convectivas ocorrem especialmente nos meses de verão, sendo comum a ocorrência de chuvas de granizo no final da tarde.

(UDESC) O termo poluição deriva do latim poluere, que significa sujar. Poluição é qualquer alteração provocada no meio ambiente, que pode ser um ecossistema natural ou agrário, um sistema urbano ou até mesmo, em micro escala, o interior de uma casa. Sobre a poluição do ar é correto afirmar, exceto:

a) A poluição do ar é resultado do lançamento de enorme quantidade de gases e materiais particulados na atmosfera, seja de gases que já a compõem, causando um desequilíbrio nas proporções; ou de gases estranhos a ela, como é o caso do dióxido de enxofre, dos óxidos de azoto e do monóxido de carbono.
b) Os principais responsáveis pela poluição do ar, nas cidades, são os transportes, as instalações industriais, as centrais termelétricas, as instalações de aquecimentos, entre outros.
c) O monóxido de carbono é um gás que em altas doses pode levar à morte por asfixia. O monóxido de carbono reduz a oxigenação do cérebro, provocando, também, dores de cabeça, vertigens e perturbações sensoriais.
d) A poluição do ar causa problemas respiratórios, alergias e doenças crônicas como asma e bronquite.
e) A poluição do ar atinge somente as cidades industrializadas, mesmo assim, hoje em dia, já não é mais um problema tão grave, se comparado às chuvas ácidas.

(IFBA) A climatologia possui excepcional importância para o estudo ambiental, pois a dinâmica climática é responsável pela intensidade assumida pelos processos geomorfológicos, formação dos solos e crescimento e desenvolvimento das plantas. Todo o sistema do meio ambiente físico funciona em termos de calor e umidade. As próprias atividades humanas apresentam características relacionadas com os eventos climáticos. A zona tropical caracteriza-se pela grande quantidade de energia solar, apresentando uma dinâmica atmosférica específica
AYOADE, J.O. Introdução à Climatologia para os Trópicos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

Com base nos conhecimentos geográficos sobre a dinâmica climática tropical, analise as alternativas abaixo, colocando V ou F conforme sejam Verdadeiras ou Falsas.
( )A climatologia estuda os padrões de comportamento da temperatura, umidade e pressão definidas a partir de processos atuantes na atmosfera durante o período aproximado de 30 a 35 anos.
( )A geometria orbital da Terra no sistema solar interfere diretamente na definição das zonas climáticas polar, temperada e tropical, tendo a variação longitudinal como o principal fator de diferenciação térmica.
( ) No clima tropical, as médias térmicas anuais são elevadas e as estações definidas fundamentalmente com base na ocorrência de precipitação e na umidade relativa do ar.
( ) O padrão climático tropical é predominante no Brasil, o que justifica a ausência de estação fria e amplitude térmica diária elevada, ao longo do ano, no território nacional.
( ) Os fenômenos climáticos do El Niño e La Niña ocasionam anomalias nas temperaturas superficiais do Oceano Atlântico que intensificam a média térmica anual da zona tropical.
A sequência correta obtida, de cima para baixo, é

a) V-V-F-F-V
b) V-F-V-F-F
c) V-F-F-V-F
d) F-V-V-F-V
e) F-V-V-F-F

(IFBA) A figura em destaque representa, de forma ilustrativa, as camadas que integram a atmosfera terrestre: troposfera, estratosfera, mesosfera e termosfera. Essas camadas foram definidas a partir da variação da temperatura e propriedades físicas, em relação à altitude. A partir dos conhecimentos geográficos sobre a dinâmica e estrutura atmosférica, analise as questões que seguem:

AYOADE,J.O. Introdução a Climatologia para os Trópicos. 5ª Edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998.

I. O início e a evolução da vida no planeta Terra teve um papel fundamental na modificação da atmosfera primitiva até a sua composição atual, constituída de forma predominante pelos gases do hidrogênio e o hélio.
II. Em todas as camadas da atmosfera, a variação térmica é inversamente proporcional à elevação da altitude. Ou seja, quanto maior for a distância em relação ao nível médio do mar, menor será a temperatura atmosférica.
III. As noites estreladas são mais frias no inverno pela ausência do vapor de água condensado nas nuvens do céu, agindo como absorvente do efeito estufa e garantindo o aumento térmico na parte baixa da atmosfera.
IV. Quando a quantidade de água superficial no estado sólido aumenta por diminuição da insolação, tende-se a definição de um clima mais seco. Ao contrário, elevando-se a temperatura atmosférica na superfície terrestre, define-se um clima mais úmido.
V. O dióxido de carbono, o metano e os clorofluorcarbonetos são considerados “gases-estufa”, sendo que os clorofluorcarbonetos, em especial, também possuem a capacidade de destruir a camada do ozônio localizada na mesosfera que filtra a radiação ultravioleta.
Estão corretas as alternativas

a) I e II
b) II e V
c) III e IV
d) I, II e V
e) III, IV e V

(UPE) A imagem de satélite a seguir mostra uma parte considerável do planeta Terra e alguns aspectos relacionados à dinâmica atmosférica. Observe-a atentamente.


Com relação à área delimitada e indicada pelo número 1, o que é CORRETO afirmar?

a) É uma região geográfica constantemente submetida a ventos periódicos, denominados monções de verão que provocam considerável redução hídrica local.
b) As frentes frias boreais, avançando para o sul, provocam, na região, fortes aguaceiros de caráter convectivo e que duram apenas três meses, reconstituindo os biomas locais.
c) Essa região encontra-se submetida, frequentemente, à ação de um vasto centro anticiclônico, responsável pelo clima que domina na área.
d) A ação sazonal de intensos centros ciclônicos na região, especialmente no inverno boreal, produz a instalação de um ambiente climático caracterizado pelo permanente déficit hídrico.
e) É uma região geográfica absolutamente desértica, cujas condições climáticas foram determinadas pelas milenares ações antrópicas sobre os solos, gerando os processos de desertificação.

(UNCISAL) Leia o texto para responder a questão.

Poluição Atmosférica.

“A poluição caracteriza-se basicamente pela presença de gases tóxicos e partículas sólidas no ar. [...] As principais causas desse fenômeno são a eliminação de resíduos por certos tipos de indústrias (siderúrgicas, petroquímicas, de cimento, etc.) e a queima de carvão e petróleo em usinas, automóveis e nos sistemas de aquecimento. [...] O ar poluído penetra nos pulmões, ocasionando o aparecimento de várias doenças, em especial do sistema respiratório, como a bronquite crônica, a asma e até o câncer de pulmão”
(Adaptado. Vesentini, J.W. Sociedade e Espaço).

Neste contexto, o agravo dessas doenças ocorre quando:
aas estações de outono e inverno favorecem a ocorrência de inversão térmica, que se caracteriza pela diminuição da temperatura do ar próximo ao solo e pelo seu aquecimento nas camadas superiores, impedindo a formação de correntes convectivas do ar.
b) na primavera e no verão, a temperatura próxima ao solo aumenta e o ar aquece. Na camada ionosférica, o ar fica mais quente, favorecendo a formação de correntes convectivas do ar. Esse fenômeno é conhecido como inversão térmica.
c) os encontros entre as massas marítimas e as massas continentais dão origem às frentes de baixa pressão. Esse fenômeno é conhecido como ilhas de calor.
d) a concentração de poluentes secundários na estratosfera, como os ácidos sulfúrico e nítrico, solúveis em água, a torna mais ácida, provocando impactos ambientais. Esse fenômeno é conhecido como inversão térmica.
e) a concentração de poluentes atmosféricos – como dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e clorofluorcarbonetos – contribui para uma mudança de baixa densidade para alta densidade do ar na atmosfera. Esse fenômeno é conhecido como ilhas de calor.

(URCA) A continentalidade, as correntes marítimas, as massas de ar, a vegetação e o relevo podem ser considerados, dentre outros, como fatores do clima de uma determinada região.
Assinale a opção que apresenta a descrição INCORRETA de um destes fatores do clima.
a) Do ponto de vista climático, a principal consequência das correntes marítimas é a redistribuição da energia térmica fornecida pela radiação solar, o que regulariza os contrastes térmicos numa perspectiva geográfica.
b) As características meteorológicas de uma massa de ar dependem de suas características térmicas e hídricas, sendo essas massas muito importantes no estudo do tempo e do clima porque os influenciam
diretamente na área na qual predominam.
c) O efeito da continentalidade, decorrente das diferenças térmicas das superfícies continentais e hídricas, tem como consequência o fato de a amplitude anual da temperatura ser maior nas localidades costeiras do que nas localidades interiores.
d) A vegetação auxilia o aumento da umidade do ar, pois retira umidade do solo através das raízes e a envia para a troposfera, pela evapotranspiração.
e) O relevo influencia a organização climática a partir do momento em que interfere na circulação das massas de ar.

(MACK) Está tramitando na Câmara Municipal de São Paulo um Projeto de Lei n.o 615, de 22/09/2009 (PL 615/09), que acresce item 9.2.5 à Seção 9.2 do Capítulo 9, Anexo I, da Lei n.o 11.228/92, que possui o seguinte teor:

“9.2.5 Os telhados e coberturas das edificações deverão ser de cor branca.”

Fonte: D.O.M., de 23/09/2009

Em relação à mencionada proposta de alteração legislativa e sua relação com o clima, assinale a alternativa correta.

a) As superfícies brancas contribuem para que a luz solar incidente sobre as edificações seja refletida para o espaço, contribuindo para a diminuição das ilhas de calor.
b) Telhados e coberturas pintados na cor branca irão contribuir para a radiação solar.
c) As superfícies brancas e lisas absorvem melhor a radiação solar, contribuindo com a diminuição do aquecimento global.
d) Não é possível estabelecer qualquer correlação entre a “cor de telhados e coberturas” e o aquecimento global.
e) Telhados e coberturas na cor branca irão contribuir para a diminuição da
taxa de irradiação (albedo), que é a relação entre o total de energia refletida,
em função do total de energia incidente.

(UCPEL) Um dos elementos climáticos mais importantes para a humanidade é a temperatura atmosférica, ou seja, o estado térmico do ar atmosférico, de frio ou de calor. A temperatura pode variar de um lugar para outro, assim como em um mesmo lugar, no decorrer do tempo.

Sobre os fatores responsáveis pela variação da temperatura é correto afirmar que

a) a influência da latitude ocorre fundamentalmente devido à forma esférica da Terra. A insolação diminui a partir do Equador em direção aos polos, assim a temperatura diminui com o aumento da latitude.
b) a altitude exerce grande influência, pois o calor é irradiado da superfície terrestre para cima e a atmosfera aquece por irradiação. Quanto menor a altitude, mais rarefeito se torna o ar, ocorrendo menor irradiação e aumento da temperatura.
c) a temperatura é aumentada pela presença de serras, chapadas e planaltos nas regiões tropicais, via de regra muito quentes, assim como, nas regiões temperadas, as altitudes acentuam ainda mais o rigor da temperatura.
d) a diferença do comportamento térmico das rochas e da água explica o aquecimento e resfriamento mais lento dos continentes, fazendo com que as variações de temperatura nos oceanos sejam maiores.
e) as correntes marítimas não apresentam capacidade de provocar alterações de temperatura nas áreas litorâneas por onde circulam, apesar de possuírem temperaturas diferentes, podendo ser quentes, quando se formam nas áreas equatoriais, ou frias, quando formadas nas áreas polares.

(UPF) A previsão do tempo é um estudo baseado nas condições meteorológicas de extrema importância e utilidade para as pessoas em geral. O avanço tecnológico propiciou não só o aumento da precisão nas previsões, mas também o acesso facilitado às informações, trazendo presentes terminologias próprias.

Relacione as informações que seguem às terminologias:
(1) Efeito estufa;
(2) Ilhas de calor;
(3) Furacão;
(4) Massas de ar.

(    )
– É um fenômeno antrópico e típico de aglomerações urbanas, onde os prédios e o asfalto substituíram as áreas verdes. O calor retido provoca a elevação das temperaturas médias.
(    )
– Podem ser continentais ou oceânicas, secas ou úmidas, quentes ou frias e se deslocam transportando essas características. No deslocamento, o encontro desses diferentes eventos provocam mudanças das condições do tempo.
(    )
– Fenômeno natural essencial para a vida na Terra. Consiste na retenção do calor irradiado na
superfície terrestre e pelas partículas de água e de gases em suspensão na atmosfera, evitando o resfriamento intenso e mantendo o equilíbrio interno do planeta. Preocupa a sua intensificação causada pela emissão de gases que absorvem e retêm o calor.
(    )
– Fenômeno com grande capacidade de destruição, devido à velocidade dos ventos, que giram em sentidos opostos em superfícies e em níveis altos. Forma-se em águas quentes tropicais de baixa pressão.


A associação correta é:
a) 1A, 3B, 2C, 4D.
b) 4A, 2B, 1C, 3D.
c) 2A, 4B, 1C, 3D.
d) 3A, 1B, 4C, 2D.
e) 4A, 2B, 3C, 1D.

(UDESC) O nosso planeta vem sofrendo mudanças climáticas há muito tempo. Entre as mudanças, pode-se destacar a ocorrência do EL Niño, um fenômeno climático que se manifesta como um aquecimento das águas do Oceano Pacífico nas proximidades do Equador. Uma das consequências para o Brasil da ocorrência deste fenômeno são:

a) seca no Brasil meridional e seca intensa no nordeste do Brasil.
b) enchentes no Brasil meridional e seca na região do clima semiárido nordestino e extremo norte do país.
c) seca no Brasil meridional e ocorrência de chuvas acima da média no norte do Brasil.
d) enchentes no sudeste do Brasil e chuvas acima da média no nordeste do Brasil.
e) enchentes no Brasil meridional e enchentes na região sudeste do Brasil.

VESTIBULAR 2012
(UECE) Considere as afirmações a seguir no que se referem ao contexto geoecológico da Terra:
I. A floresta das regiões temperadas tem um padrão fisionômico muito homogêneo: é pobre em diversidade vegetal, sendo encontrada em latitudes médias, de 35 a 45°.
II. A floresta das regiões tropicais é associada a climas quentes e úmidos: é rica em diversidade vegetal, sendo encontrada em latitudes baixas, de 0 a 20°.
III. A floresta secundária, em qualquer região da Terra, resulta de sucessão ecológica, tendo o recrescimento das plantas após a supressão total ou parcial da vegetação primária.
IV. A floresta subtropical tem associações arbóreas pouco diversificadas, muito homogêneas e com grande variedade florística, sendo encontrada em altas latitudes, de 60 a 80°.
É verdadeiro o que se afirma em
a) II, III e IV apenas.
b) I, II, e III apenas.
c) I e IV apenas.
d) I, II, III e IV.
(UPE) No mapa-mundi a seguir, existem umas áreas escuras que vêm sendo objeto de estudo para importantes setores da Geografia atual. Tais áreas correspondem às(aos)
a) zonas de forte instabilidade política e de conflitos étnicos.
b) florestas latifoliadas tropicais e equatoriais.
c) espaços geográficos de grande estabilidade tectônica.
d) faixas de dobramentos modernos fortemente erodidos.
e) espaços agrários de cultivo da soja e do arroz .
(UFBA) A ocorrência de um mesmo bioma em continentes distintos é determinada
principalmente pelas condições de latitude, de temperatura e de precipitação.
Com base no gráfico e nos conhecimentos sobre os biomas terrestres, a)identifique os biomas indicados por
I.
II.
III.
b)relacione duas características ambientais encontradas, respectivamente, nos biomas II e III, no território brasileiro.
Resposta:
a)
I. Taiga (coníferas).
II. Savana (Cerrado).
III.Florestas latifoliadas equatoriais.
b) II. Cerrado •
Ocorrência de duas estações do ano bem marcadas: a seca e a chuvosa.
• Presença de solos do tipo latossolo (solos muito arenosos, com horizontes bem
espessos).
• Presença de rios de regimes pluviais.
• Bioma com elevado grau de interferência antrópica (desmatamento, queimadas).
• Recobrem, sobretudo, no Centro-Oeste, superfícies planálticas de estrutura cristalina.
• São típicos de ambientes tropicais.
(FGV-SP) Assinale a alternativa que associa corretamente um tipo climático ao tipo de vegetação zonal que a ele corresponde:
a) Clima Equatorial/ Vegetação esclerófila (chaparral, maqui)
b) Clima Tropical/ Savanas
c) Clima Mediterrâneo/ Florestas temperadas caducifólias
d) Clima Temperado / Florestas pluviais tropicais
e) Clima subtropical árido/ Estepes
(UNESP)
O dia 25 de abril é considerado o Dia Mundial de Com- bate à Malária. Neste ano, a ONU fez um apelo para que a doença, uma das mais antigas a atingir a humanidade, seja erradicada até 2015. Em todo o mundo, cerca de 800 mil pessoas morrem por ano em decorrência da doença, em especial na África. No Brasil, a partir do início da década de 1990, a malária se estabilizou em cerca de 500 mil casos por ano – a maciça maioria na Amazônia Legal –, experimentando uma queda para pouco mais de 300 mil em 2008 e 2009.

(Giovana Girardi. Unespciência, ano 2, n.° 20, junho de 2011. Adaptado.)
Áreas com transmissão de malária Áreas com risco limitado de transmissão de malária Áreas sem transmissão de malária
(www.medicinanet.com.br. Adaptado.)
A partir da leitura do texto e da observação do mapa, pode-se afirmar que a maior incidência de casos de malária ocorre em regiões com o domínio do clima
a) desértico.
b) mediterrâneo.
c) subtropical.
d) temperado.
d) equatorial.
(UNICAMP) O mapa abaixo mostra a distribuição global do fluxo de carbono. As regiões indicadas pelos números I, II e III são, respectivamente, regiões de alta, média e baixa absorção de carbono.

(Extraído de Beer et al. Science, 329:834-838, 2010.)
Considerando-se as referidas regiões, pode-se afirmar que os respectivos tipos de vegetação predominante são:
a) I – Floresta Tropical; II - Savana; III - Tundra e Taiga.
b) I –Floresta Amazônica; II - Plantações; III - Floresta Temperada.
c) I - Floresta Tropical; II - Deserto; III - Floresta Temperada.
d) I-Floresta Temperada; II - Savana; III - Tundra e Taiga.
(FUVEST) Considere as afirmativas, o mapa, o gráfico e a imagem das casas semissoterradas, na China, para responder à questão.
I. Tempestades de areia que têm atingido Pequim nos últimos anos relacionam-se a ventos que sopram do deserto de Gobi em direção a essa cidade.
II. A baixa pressão atmosférica predominante sobre o deserto de Gobi é responsável pela formação de ventos fortes nessa região.
III. A diminuição de índices de precipitação atmosférica na região de Pequim e o avanço de terras cobertas por areia são indícios de um processo de desertificação.
IV. A grande região desértica asiática, da qual faz parte o deserto de Gobi, liga-se à macrorregião formada pelos desertos do Saara e da Arábia.
Está correto o que se afirma em
a) I e II, apenas.
b) II e III, apenas.
c) I, III e IV, apenas.
d) II, III e IV, apenas.
e) I, II, III e IV.
(UEM) Sobre os grandes biomas do mundo, assinale o que for correto.
01) As pradarias são compostas, basicamente, por gramíneas e são encontradas, principalmente, em regiões de clima temperado. Esse bioma recebe o nome de pradaria, na América do Norte, e de pampa, na América do Sul. Um dos solos mais férteis do mundo, denominado tchernozion, é encontrado sob as pradarias da Rússia e da Ucrânia.
02) A floresta boreal ou taiga ocorre apenas nas altas latitudes do hemisfério norte, em regiões de clima temperado continental, como Canadá, Suécia, Finlândia e Rússia. É um bioma que apresenta uma formação homogênea, na qual predominam coníferas do tipo pinheiro, resistentes ao frio.
04) Os desertos são biomas cujas espécies estão adaptadas à escassez de água em regiões com índice pluviométrico muito baixo. Os solos são sempre muito pedregosos ou arenosos. Nessas áreas, são encontradas plantas xerófitas e em lugares onde a água aflora à superfície surgem os oásis.
08) Nas regiões de montanhas, há uma grande variação da altitude. À medida que aumenta a altitude e diminui a temperatura, os solos ficam mais rasos e aparecem as plantas orófilas, que são plantas adaptadas a grandes altitudes.
16) A tundra é um bioma seco e frio, com dois estratos de vegetação: um mais alto, formado por árvores e outro, mais baixo, composto por gramíneas. A tundra é encontrada, geralmente, na faixa de transição entre os desertos e as florestas. Grandes extensões da tundra são encontradas na África, na América do Sul e no México.
Resposta:
01 + 02 + 04 + 08 = 15.

VESTIBULAR 2011
1-(UERJ)

As chuvas de monções são fenômenos naturais que acontecem de forma recorrente no Paquistão e em seus países vizinhos.
Aponte o continente e a atividade econômica mais afetada por esse fenômeno. Explique também o mecanismo dessas chuvas no verão.
Resposta:
Ásia.
Agricultura.
O continente, como absorve mais calor que o oceano, faz com que as massas de ar continentais aqueçam e subam rapidamente, provocando uma rajada de ventos úmidos vindos do oceano, gerando chuvas duradouras.

2-(UNIOESTE)
Com base nas áreas destacadas na figura abaixo, considere as afirmativas e assinale a alternativa correta.


I. Correspondem as regiões cuja combinacão de chuvas e temperaturas elevadas admite uma intensa biodiversidade e exploração vegetal.
II. São regiões de clima temperado em que predominam as florestas de Taiga.
III. Correspondem as regiões em que, independentemente da latitude e da estação do ano, ocorrem as menores temperaturas médias anuais da América do Sul, devido aos fatores de altitude e latitude.
IV. São regiões caracterizadas por índices pluviométricos acima de 1500 mm anuais devido a forte influencia da massa equatorial continental.
V. Correspondem as regiões semi-áridas e áridas da América do Sul.
a) Apenas as afirmativas I, II e IV estão corretas.
b) Apenas a afirmativa III está correta.
c) Apenas as afirmativas III e V estão corretas.
d) Nenhuma das alternativas está correta.
e) Apenas a afirmativa V está correta.

3-(UFSM)

Revista Scientific American, ed.especial, nº 39, sd. (adaptado)
A partir da figura e de seus conhecimentos, assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada afirmativa a seguir.
( ) As áreas intertropicais apresentam maior biodiversidade e são as que concentram a maioria dos hotspots.
( ) E m todo o mundo, o bioma da floresta boreal é o que apresenta hotspots com maior ameaça de extinção.
( ) O s hotspots estão concentrados nos países ricos, exatamente naqueles que estão em melhores condições de resolver seus problemas ambientais.
A sequência correta é
a) F - V - V.
b) V - F - F.
c) V - F - V.
d) V - V - F.
e) F - V - F.

4-(FATEC)
Analise a seguinte descrição geral de um tipo de vegetação.

Ocorre em climas estacionais com períodos frios e quentes bem marcados. As temperaturas de inverno podem chegar abaixo do ponto de congelamento. As plantas são úmidas, com estrutura e composição distintas conforme a área de ocorrência. A queda das folhas nas estações secas equilibra as plantas para que elas, transpirando menos, consigam atravessar os períodos de escassez de água. As árvores têm em geral 40-50 m de altura e possuem folhas delgadas e largas, como os plátanos. É vegetação das mais destruídas do mundo.
(CONTI, J. B. e FURLAN, S.A. Geoecologia: o clima, os solos e a biota. São Paulo: Edusp, 1996. Adaptado).
Assinale o nome do tipo de vegetação correspondente à descrição.
a) Floresta tropical semiúmida.
b) Vegetação mediterrânea.
c) Floresta temperada.
d) Savana tropical.
e) Floresta boreal.

5-(PUCRJ)
FONTE. www.ibama.gov.br
Em relação às florestas tropicais úmidas é correto afirmar que:
a) se localizam nas mais altas latitudes do planeta.
b) são constituídas de baixa a média biodiversidade.
c) são os ecossistemas mais bem preservados da Terra.
d) têm uma composição de flora dominantemente latifoliada.
e) reduzem a umidade do ar através da evapotranspiração.

6-(MACK)

No mapa, estão destacadas, regiões
a) onde há a ocorrência de climas muito úmidos, com influências das “monções”.
b) de grandes concentrações populacionais.
c) com as principais áreas de vegetação adaptada a ambientes secos.
d) das mais importantes áreas de criação de bovinos no mundo.
e) onde se localizam as maiores jazidas de ferro e de manganês no mundo.

7-(UEPB)
A paisagem da foto mostra um dos biomas caracterizados pela presença de uma fauna de grande porte quase que dizimada pela caça esportiva praticada por milionários do primeiro mundo. Hoje, embora a matança de animais selvagens não seja mais permitida, a caça ilegal ainda é praticada na clandestinidade. Diante da postura preservacionista que se difunde por todo o mundo, este bioma se volta na atualidade para o turismo ecológico com os safáris organizados para observar os animais em seus habitats naturais.

Com base no texto e na ilustração é possível afirmar que esse bioma é:
a) A Floresta amazônica
b) A Savana africana
c) A Caatinga nordestina
d) A Taiga siberiana
e) As Pradarias canadenses

8-(UERJ)
As florestas contribuem com a fixação de parte do carbono atmosférico do planeta, amenizando o processo do aquecimento global. As queimadas realizadas nessas formações vegetais, contudo, possuem o efeito inverso, agravando esse processo.


Identifique os dois tipos de formações florestais com maior potencial para amenizar o aquecimento global. Em seguida, aponte uma característica das espécies arbóreas encontradas em cada uma dessas duas formações.
Resposta:
Floresta Equatorial Amazônica e uma das características:
- folhas perenes
- árvores com folhas largas ou latifoliadas
- plantas adaptadas ao excesso de umidade
- floresta densa, com vários andares e sem vegetação rasteira
- vegetação heterogênea, com grande diversidade de espécies
Floresta boreal, de coníferas ou taiga e uma das características:
- folhas perenes
- plantas adaptadas a longos períodos frios e secos
- árvores com folhas em formato de agulha ou aciculifoliadas
- vegetação homogênea, com pequena diversidade de espécies
- floresta aberta, com presença de vegetação rasteira entre as árvores

9-(FUVEST)
Observe o mapa a seguir.

Fonte: www.biodiversityhotspots.org. Acessado em 12/07/2010. Adaptado.
Em 1988, o ecólogo inglês Norman Myers propôs a criação do conceito de hotspot com o objetivo de resolver um dos dilemas dos conservacionistas: quais são as áreas mais importantes onde se deve preservar a biodiversidade na Terra? Conforme Myers, um hotspot deve conter pelo menos 1.500 espécies endêmicas de plantas e haver perdido mais de ¾ da vegetação natural existente na área.
Sobre os dois hotspots em terras emersas, assinalados no mapa:
a) Identifique e explique as causas da existência do hotspot em território brasileiro.
b) Explique as causas da existência do hotspot na Ásia equatorial.
Resolução
a) Hotspots são áreas com elevada biodiversidade em estágio avançado de degradação; no Brasil, dois biomas foram classificados como hotspots: o cerrado e a mata Atlântica (circulada em negrito no mapa).
A mata Atlântica, desde o início da ocupação e do povoamento do território nacional, vem sofrendo um acelerado processo de desmatamento e perda da sua biodiversidade devido à exploração madeireira, à expansão agropecuária e à expansão urbano-industrial.
b) Na Ásia Equatorial (arquipélago da Indonésia, península da Malásia), temos o domínio da floresta tropical pluvial, similar à nossa floresta Amazônica, apresentando uma elevada biodiversidade, que vem sendo perdida, sobretudo, por meio do desmatamento, pelas queimadas e pela intensa exploração madeireira.

VESTIBULAR 2010

10-(UFRJ)
Em 2009, comemoraram-se os 150 anos da morte de Alexander von Humboldt (1769-1859), cuja contribuição para a ciência foi tão notável quanto extensa. Suas explorações geográficas no continente americano originaram inúmeros conhecimentos, muitos deles válidos até hoje.



A partir do registro de suas observações (Figura 1), Humboldt estabeleceu uma relação entre altitude e vegetação (Figura 2) em áreas montanhosas intertropicais.
Explique a utilização econômica da relação feita por Humboldt entre altitude e vegetação.
Resolução:
Ao associar altitude e vegetação Humboldt criou um dos primeiros modelos para orientar a escolha das atividades agropecuárias adaptadas às diferentes faixas climato-botânicas.


VESTIBULAR 2009

11-(FUVEST)
Considere os mapas e as afirmações abaixo.


I. Atualmente, observam-se significativos graus de degradação de ecossistemas marinhos e costeiros, sendo o mangue um dos mais afetados, especialmente, em decorrência de sua posição próxima às principais fontes de poluição.
II. Dentre as mais graves ameaças às regiões coralíferas do planeta, estão os efluentes lançados por acidentes com embarcações, o aquecimento global, a exploração predatória e a poluição em zonas costeiras.
III. Os mangues constituem-se em ecossistemas resistentes e adaptáveis a mudanças físicas, o que se comprova por sua distribuição independente de zonas térmicas.
IV. As regiões coralíferas, embora permanentemente ameaçadas de degradação, estão entre os ecossistemas mais resistentes do planeta, tal como ocorre com os mangues.
Está correto apenas o que se afirma em
a) I.
b) II.
c) I e II.
d) II e III.
e) I, III e IV.

12-(FURG-RS)
O diagrama abaixo representa os limites de temperatura e precipitação das áreas de ocorrência dos biomas terrestres.

Analise o diagrama e assinale a alternativa com bioma correspondente à área hachurada.

a) Floresta tropical úmida.
b) Tundra.
c) Desertos.
d) Floresta temperada decídua.
e) Floresta boreal.

13-(UFAL)
Examine o corte esquemático a seguir com a representação de unidades fitogeográficas do Brasil. A propósito, analise as observações feitas a seguir.


1) A unidade 1 desenvolve-se em áreas quentes e úmidas; trata-se de uma formação heteróclita[1].
2) A unidade 2 corresponde a uma formação típica de ambientes tropicais, com duas estações distintas: verões chuvosos e invernos secos.
3) A unidade 3 é característica de ambientes que possuem climas subtropicais semi-áridos; é comum, nessas áreas, o domínio de vegetação xerófila.
4) A unidade 4 é característica da Região Meridional do pais, onde as temperaturas médias anuais são mais baixas; trata-se de uma formação florestal homóclita[2].
Está(ão) correta(s) apenas:
a) 1
b) 1 e 2
c) 3 e 4
d) 2 e 3
e) 1, 2 e 4

14-(UFSCAR)
No mapa estão representados os grandes hotspots mundiais. São áreas que conjugam duas características: grande biodiversidade e alto grau de ameaça de destruição, por diferentes agressões e ocupações do espaço.

(Biodiversity hotspots for conservation priorities. Nature. 403, 853-858, 24.02.2000. www.nature.com/nature/journal. Acessado em 29.07.2008.)
Sobre os hotspots, são feitas quatro afirmações. Analise-as.
I. Há localização de maior número de hotspots na faixa intertropical, porque ela é, de modo geral, propícia ao desenvolvimento de grande número de espécies vegetais e animais.
II. A expansão das áreas de cultivo, seja com objetivos alimentares ou para produção de biocombustíveis, pode representar uma grave ameaça à preservação de alguns dos hotspots.
III. A biodiversidade das regiões peninsular e insular da Ásia é gravemente ameaçada pela alta concentração populacional e intensivo uso agrícola do solo pelo cultivo tradicional de arroz.
IV. O processo acelerado de desmatamento e conseqüente ocupação da Amazônia coloca em perigo um dos mais biodiversos hotspots da atualidade.
Estão corretas as afirmações:
a) I, II, III e IV.
b) I, II e III, apenas.
c) II, III e IV, apenas.
d) I e III, apenas.
e) II e IV, apenas.
VESTIBULAR 2008

15-(UNESP)
Grandes tempestades de areia ocorrem na área assinalada no mapa, alcançando cidades, fechando aeroportos e provocando doenças respiratórias em larga escala.

Assinale a alternativa que contém o nome dessa área, o país onde se localiza e o processo responsável pela ocorrência das referidas tempestades.
a) Saara; Nepal; sedimentação.
b) Vitória; Índia; vossorocamento.
c) Atacama; Tailândia; meteorização.
d) Kalaari; Vietnã; erosão.
e) Gobi; Mongólia; desertificação.

16-(MACKENZIE)
Considere o texto abaixo, a respeito de uma das paisagens fitogeográficas do continente Europeu.
Floresta boreal: é caracterizada pelo domínio das coníferas (pinheiros). As coníferas apresentam folhas duras e aciculifoliadas (em forma de agulha), cujas funções são impedir a acumulação da neve nas copas das árvores e reduzir o processo de evapotranspiração, pois as chuvas são raras na região.
A região, onde essa floresta se desenvolve, possui duas estações do ano bem definidas: inverno bastante rígido e verão com temperaturas amenas, em torno de 20° C. No verão os dias são mais longos e, no inverno, os dias são mais curtos, com precipitação sob a forma de neve.
A localização correta dessa paisagem está representada em
Resposta: d

17-(UFBA/UFRB)
(LUCCI, E. A.; BRANCO, A. L.; MENDONÇA, C. Território e sociedade no mundo globalizado: geografia geral e do Brasil: ensino médio. São Paulo: Saraiva, 2005. p. 527)
A diversidade de paisagens vegetais do planeta está diretamente relacionada com os tipos de clima, de relevo e de solo onde elas se situam. A influência do clima é, sem dúvida, a mais relevante, havendo uma associação entre a paisagem vegetal e o ambiente climático característico, principalmente no que diz respeito à temperatura e à umidade. Com base nessas informações e na observação das ilustrações, localize e caracterize as paisagens vegetais da tundra e da taiga.
Resposta:
A tundra ,ocorre nas regiões de altas latitudes, de climas extremamente frios (polares e sub-polares) e com áreas de ocorrência no Alasca, no norte do Canadá e da Groenlândia, no norte da Rússia e da Escandinávia e na Antártida, bem como nas altas cadeias de montanhas (Himalaia, Alpes, Rochosas, entre outras). A tundra também aparece nas latitudes baixas, onde o efeito da altitude possibilita uma redução das temperaturas médias, semelhantes àquelas que são registradas nas regiões polares, a exemplo da cordilheira dos Andes. É um tipo de vegetação adaptada ao rigor do inverno, encontrando-se em grande parte do ano (inverno) hibernadas pelo gelo. Trata-se, portanto, de uma paisagem vegetal rasteira e dispersa, caracterizada pela presença de liquens, musgos e arbustos de pequeno porte.
A taiga, também chamada floresta boreal, ocorre apenas no Hemisfério Norte, em latitudes elevadas, ocupando grandes extensões da Rússia (taiga siberiana), do Alasca, da Noruega, da Suécia, da Finlândia e do Canadá. É uma formação típica de clima subpolar, mas é encontrada também em clima temperado continental, com invernos muito rigorosos (com queda de neve). Caracteriza-se como uma floresta relativamente homogênea, onde predominam coníferas (pinheiros, ciprestes, abetos), resistentes ao frio.

18-(UFAM)
A vegetação da paisagem polar é formada por:

a) vegetação herbácea e árvores.
b) cactáceas e pequenos arbustos.
c) pequenos arbustos, musgos e liquens.
d) arbustos, árvores e ervas.
e) ervas e cactáceas.

19-(UFPE)
As formações vegetais , observadas na superfície terrestre ,sofrem influências diretas e indiretas de numerosos fatores estáticos e dinâmicos. Com relação a esse tema, é correto afirmar que:

( ) a altitude e a latitude são dois fatores estáticos que influenciam consideravelmente a distribuição das espécies vegetais sobre a superfície terrestre, propiciando uma zonação fitogeográfica.
( ) nas zonas frias, a vegetação de tundra é grandemente submetida à influência da luz; as plantas têm que se reproduzir muito rapidamente, produzindo, portanto, um grande número de sementes.
( ) as florestas pluviais são típicas de ambientes quentes e úmidos, geralmente sem expressivas variações de umidade; os solos nesses ambientes são repletos de húmus.
( ) as pradarias, que dominam em ambientes temperados, de precipitações reduzidas, caracterizam-se pelas gramíneas altas, que morrem, na superfície, no período de inverno.
( ) nos ambientes tropicais, a existência dos solos lateríticos é a principal condição para que se desenvolvam as florestas latifoliadas perenifólias, em face das facilidades oferecidas à penetração das raízes das árvores.
Resposta: VVVVF VESTIBULAR 2007

20-(UFAC)
( ) O gráfico I é típico de uma região com invernos moderados e chuvas irregulares durante o ano.
( ) Os gráficos II e III representam regiões do hemisfério Sul.
( ) A curva que representa as variações da temperatura ao longo do ano no gráfico III é típica de uma região temperada do hemisfério Norte.
( ) Os gráficos I e II, de acordo com Köppen, descrevem regiões que podem ser classificadas como Am, caracterizando áreas de umidade elevada o ano todo.
( ) O gráfico II é típico de uma região temperada com amplitude térmica anual elevada.
Assinale a alternativa que contém a seqüência de respostas corretas
a) V, F, V, V , F
b) F, V, F, V, V
c) F, F, V, F, F
d) V, F, F, F, V
e) F, V, V, F, V

21-(UFPE)
O continente africano possui inúmeras características semelhantes às observadas no Brasil, sobretudo no que se refere às características naturais. Por exemplo, a área escura no mapa a seguir apresenta um tipo climático encontrado numa das regiões brasileiras e denominado:

a) Clima subtropical.
b) Clima subtropical de altitude.
c) Clima temperado.
d) Clima equatorial.
e) Clima semi-árido.

22-(UNESP)
Analise o mapa, que ilustra a distribuição mundial da diversidade de espécies de aves terrestres.


Assinale a alternativa que identifica, geograficamente, as áreas numeradas com 1 e 2, a respectiva intensidade do fenômeno e o tipo de clima que explica tal intensidade.
a) Norte da África e Oriente Médio; baixa diversidade; clima desértico.
b) Norte da Ásia e Oriente Médio; alta diversidade; clima úmido.
c) Norte da África e Oriente Próximo; alta diversidade; clima desértico.
d) Norte da Europa e Oriente Médio; baixa diversidade; clima temperado.
e) Norte da Ásia e Extremo Oriente; baixa diversidade; clima semidesértico.

23-(PUCPR)
As florestas tropicais, a despeito das leis ambientais e da criação de parques e reservas, continuam sendo reduzidas em suas áreas, por conta da devastação de seus recursos naturais.

Confira as características abaixo que se relacionam com as florestas tropicais do globo:
1 – Ombrófilas.

2 – Elevada biodiversidade.
3 – Homogeinidade de espécies.
4 – Elevada pluviosidade.
5 – Espécies latifoliadas.
6 – Caducifólias.
7 – Baixo índice de evapo-transpiração.
8 – Apresenta vários estratos.
Assinale a alternativa que contém as características das florestas tropicais.
a) 1 – 2 – 4 – 5 – 8.
b) 2 – 4 – 6 – 7 – 8.
c) 1 – 3 – 5 – 6 .
d) 3 – 4 – 5 – 7.
e) 2 – 3 – 4 – 7 - 8.

24-(UFAM)
Quanto à taiga siberiana, podemos afirmar que:

I. Floresta relativamente homogênea, na qual predominam pinheiros.
II. É a maior floresta do mundo.
III. É denominada, também, de floresta boreal e possui folhas largas (latifoliadas) que regulam o metabolismo da transpiração nos períodos frios.
Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s):
a) I e II
b) I e III
c) II e III
d) I, II e III
e) Apenas a I

[1] heteróclita significa formação vegetal homogênea.
[2] Homóclita significa formação vegetal homogênea.
GABARITO:
1-.....
2-E
3-B
4-C
5-D
6-C
7-B
8-....
9-....
10-...
11-C
12-A
13-E
14-B
15-E
16-D
17-...
18-C
19-...
20-C
21-D
22-A
23-A
24-A
FONTE: GEOGRAFIAPARATODOS.

Nenhum comentário: