terça-feira, 5 de junho de 2012

TIPOS DE INDÚSTRIAS.


A indústria é capaz de transformar uma matéria-prima em bens de consumo e produção. Sem a indústria, a nossa capacidade de transformação de matéria-prima seria limitada, e o abastecimento de grandes massas populacionais seria bem difícil e até inviável. A indústria, porém nem sempre teve as características que tem hoje em dia.


Antes houve a longa fase do artesanato e manufatura, que se estendeu desde a antiguidade até a Revolução Industrial. A produção era feita de forma manual. Mas entre 1765 a 1775 foi desenvolvida a primeira máquina a vapor pelo inventor escocês James Watt, dando início a maquinofatura. Apesar de ter dado um avanço acelerado no processo de industrialização, esse fenômeno industrial, de certa forma está restrito a alguns lugares do mundo, principalmente aos países do norte.


Muitas pessoas, apesar de consumirem algum tipo de produto industrializado, nunca viram uma fábrica. Mas porque as indústrias ficam concentradas espacialmente? Porque nem todos os lugares oferecem condições favoráveis para a expansão das indústrias. Por isso, nem todos os países se industrializaram. Veremos agora quais são as condições necessárias para a industrialização, e como ela se processou em alguns países.


Fatores favoráveis

- Fontes de energia

- Mão-de-obra

- Matéria-prima

- Mercado consumidor

- Infra-estrutura de transporte

- Rede de comunicação

- Incentivos fiscais

- Disponibilidades de água.

Durante o final do século XVIII e meados do século XIX, época da Primeira Revolução Industrial, as jazidas de carvão mineral era um dos fatores, mas importante para a instalação de indústrias. Por isso houve grande concentração de fábricas em torno das principais jazidas de carvão mineral britânicas, norte-americanas, francesas e alemãs. Ao longo do tempo, e com a chegada da Segunda Revolução Industrial, o carvão foi perdendo importância, e o petróleo e a eletricidade começaram a ganhar espaço. Visto que essas duas novas fontes de energia são facilmente transportadas, houve uma dispersão na distribuição de geografia das fábricas, surgindo novas indústrias.
O petróleo além de fonte de energia, é também, uma importante matéria-prima. E isso possibilitou o crescimento de outros setores, como por exemplo, a indústria petroquímica. Faz bem notar, que, a proximidade de outras matérias-primas, como minério, floresta, etc. também influi na localização das indústrias. Por exemplo, a Siderúrgica do Quadrilátero Ferrífero, nasce próximo às jazidas de minério de ferro.

Exploração do minério de ferro no Quadrilátero Ferrífero/ Minas Gerais.

A existência de uma rede de transporte que possibilitou e facilitou o escoamento das mercadorias produzidas e o recebimento desta, é também um fator importante para a localização das indústrias. É por isso que muitas indústrias se localizam próximo a portos marítimos e fluviais, ou ferroviários.

Porto de Itaqui no Maranhão

Um outro fator importante é a disponibilidade de mão-de-obra e mercado consumidor. Assim, historicamente, fenômeno industrial esteve ligado a grandes concentrações urbanas, como exemplo, a Londres, Nova Iorque, Tóquio, São Paulo, Cidade do México, Paris, etc. Várias dessas grandes cidades são entroncamento de ferrovias, rodovias, hidrovias e aerovias, e abrigam as sedes de vários bancos e empresas, se tornando um atrativo para a chegada de mais indústrias. Vimos então, que muitas cidades crescem em torno de centros industriais, que fazem com que elas cresçam ainda mais e acabem atraindo um número bem maior de indústrias.

Cidade de São Paulo

O capitalismo não só criou a cidade, mas ele criou a metrópole, em sua fase industrial, e recentemente a megalópole, em sua fase financeira. Os capitalistas sempre estão a procura de maiores lucros, por isso, se localizam próximos dos mais importantes fatores de produção. O problema é que, com a superconcentração do capital nas metrópoles, ocorrem também a aceleração dos preços dos imóveis, congestionamento nas redes de transportes e comunicações, esgotamento das reservas de matéria-prima e energia, e a elevação do custo da mão-de-obra.
Com isso, está ocorrendo uma reorganização geográfica industrial no mundo, principalmente nos países subdesenvolvidos industrializados. Procura-se uma desconcentração das indústrias. Hoje, leva cada vez menos tempo para se transportar mercadorias e produtos, e menos ainda para se trocar informações. As distâncias são como se tivessem encurtado. Graças às modernas rodovias, ferrovias, os aeroportos e no ramo das telecomunicações, ao telefone, celular, videoconferência e computadores integrados. Há paralelamente o aumento do deslocamento da população para os grandes centros urbanos e para cidades médias e pequenas.
O mercado, portanto, também se descentraliza. Assim as indústrias podem buscar novas regiões para a instalação de suas fábricas. Regiões aonde oferecem menores custos de produção; onde a infra-estrutura é melhor; onde as matérias-primas e as fontes de energia estão mais próximas; esses fatores acabam fazendo com que algumas indústrias prefiram cidades menores. Outro fator que tem bastante importância na hora de decidir implantar uma fábrica são os incentivos fiscais.
Esses incentivos fiscais podem ser:
isenção de impostos as empresas interessadas a se instalar em uma área, terreno sem custo, algumas vezes com infra-estrutura básica já implantada. Em qualquer país, quando alguma empresa anuncia a construção de uma nova fábrica, começam as guerras fiscais entre as cidades, para atraí-la.


Tipos de Indústrias

A localização das indústrias também dependem do tipo de indústria a ser instalada.

- Indústria de bens de produção ou de base (pesada):
transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Por isso elas se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias, onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção. Ex: as siderúrgicas, as metalúrgicas e as petroquímicas.


Indústria Siderúgica
- Indústria de bens de capital:esse tipo de indústria produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.

- Indústria de bens de consumo (leves):
produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc)

não-duráveis (alimentos, bebidas, etc). Essas indústrias abrigam a maior parte dos trabalhadores, e atinge um amplo mercado consumidor. Portanto, encontra-se nas cidades médias, ou em centros urbanos. A produção destina-se a população em geral.

Então vimos que, dependendo do tipo de indústria, leve ou pesada, ela pode se instalar nos centros urbanos ou não. Sempre é necessário se localizar em regiões que atingirá mais facilmente os consumidores.

Essa classificação, de acordo com a natureza dos bens produzidos, é a mais utilizada. Mais existe outras formas de se classificar as indústrias. Vejamos:

Segundo a função:

- Indústrias germinativas: elas geram o aparecimento de outras indústrias, como a petroquímica.

- Indústrias de ponta: são as indústrias dinâmicas, que comandam a produção industrial. Ex. automobilística.

Segundo a tecnologia:

- Indústrias tradicionais: são empresas que ainda estão ligadas com a primeira revolução industrial. Geralmente são empresas familiares, e existem algumas dessas ainda no Brasil.


- Indústrias dinâmicas: usam muita tecnologia e capital, e pouca força de trabalho. Está ligada com o desenvolvimento mais recente da química e eletrônica. Operam em economia de escala.

ATIVIDADE:
1- O que significa indústria ?
2- Escreva sobre os fatores necessários para o desenvolvimento dos complexos industriais.
3- Escreva sobre as indústrias de:
a) bens de produção b) bens de capitais c) bens de consumo
4-O Brasil é um país que investe pouco em Ciências&Tecnologia. Justifique sua resposta com exemplos:
5- Como se encontra o Brasil na atualidade em relação aos investimentos diretos estrangeiros?

76 comentários:

Anônimo disse...

Aluna: Tainá Cristine Santos Nuss
Nº 38 - 2º ano C

1 – A indústria compreende as atividades que envolvem transformação física, química e biológica de materiais, substâncias e componentes para obter produtos novos. Tem por finalidade transformar matéria-prima em produtos comercializáveis.

2 - Disponibilidade de matéria-prima e energia; mão-de-obra (qualificada); mercado consumidor, infra-estrutura básica; incentivos fiscais.

3-

a) Indústrias de bens de Produção: Também chamadas de indústrias de base, são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais.

b) Indústrias de bens de capitais: O setor de bens de capital responde pela produção de um complexo conjunto de máquinas e equipamentos utilizados na produção de outros bens, mantendo relação direta com a produção dos demais setores, além de desempenhar papel importante na difusão e geração de novas tecnologias.

c) Indústrias de bens de consumo: têm sua produção direcionada diretamente para o mercado consumidor, ou seja, para a população em geral. Também ocorre a divisão desse tipo de indústria conforme sua atuação no mercado, elas são ramificadas em indústrias de bens duráveis e de bens não duráveis.
Indústrias de bens duráveis exemplos: automobilística, móveis comerciais, material elétrico.
Indústrias de bens não duráveis exemplos: indústria alimentícia, têxtil, de vestuário, remédios e cosméticos.

4 - Pelas dimensões do país e pela dificuldade de se elaborar e, principalmente, implantar políticas nacionais que também atendam às necessidades regionais, o desenvolvimento científico e tecnológico produzido modifica de forma ainda lenta as desigualdades sociais experimentadas em certas regiões. Os problemas enfrentados pelo Brasil nos campos da ciência e da tecnologia são complexos e de difícil solução em curto prazo, assim como os desafios relacionados por de causa e efeito existentes, como, por exemplo: conhecimento científico e tecnológico versus melhoria da qualidade de vida e inclusão social.

5 - Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros. O estudo dos investimentos diretos estrangeiros assume importância cada vez maior na economia brasileira. Sobre este assunto, formou-se uma ampla literatura internacional que foi aperfeiçoada nas últimas décadas. Estas teorias e abordagens estão se tornando cada vez mais importantes no debate acadêmico e profissional brasileiro, nas áreas de estratégia, de marketing, entre outras.

Anônimo disse...

1-A indústria é capaz de transformar uma matéria-prima em bens de consumo e produção. Sem a indústria, a nossa capacidade de transformação de matéria-prima seria limitada, e o abastecimento de grandes massas populacionais seria bem difícil e até inviável.
2-Fontes de energia: são facilmente transportadas.
Mão de obra e Mercado consumidor: Um outro fator importante é a disponibilidade de mão de obra e mercado consumidor.Assim,historicamente,fenômeno industrial esteve ligado a grandes concentrações urbanas,como exemplo,a Londres,Nova Iorque,Tóquio,São Paulo,Cidade do México,Paris, etc.Várias dessas grandes cidades são entroncamento de ferrovias,rodovias,hidrovias e aerovias, e abrigam as sedes de vários bancos e empresas,se tornando um atrativo para a chegada de mais indústrias
Matéria-prima:O petróleo além de fonte de energia,é também,uma importante matéria-prima.E isso possibilitou o crescimento de outros setores,como por exemplo,a indústria petroquímica.Faz bem notar,que,a proximidade de outras matérias-primas,como minério,floresta,etc. também influi na localização das industrias.
Infraestrutura de transporte:A existência de uma rede de transporte que possibilitou e facilitou o escoamento das mercadorias produzidas e o recebimento desta,é também um fator importante para a localização das industrias.É por isso que muitas indústrias se localizam próximo a portos marítimos e fluviais,ou ferroviários.
Rede de comunicação:As distâncias são como se tivessem encurtado.Graças às modernas rodovias,ferrovias,os aeroportos e no ramo das telecomunicações,ao telefone,celular,videoconferência e computadores integrados.Há paralelamente o aumento do deslocamento da população para os grandes centros urbanos e para cidades médias e pequenas.
Incentivos fiscais:Outro fator que tem bastante importância na hora de decidir implantar uma fábrica são os incentivos fiscais.Esses incentivos fiscais podem ser:isenção de impostos as empresas interessadas a se instalar em uma área, terreno sem custo,algumas vezes com infraestrutura básica já implantada.Em qualquer país,quando alguma empresa anuncia a construção de uma nova fábrica,começam as guerras fiscais entre as cidades,para atraí-la.
3-a)bens de produção:transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo.
b)esse tipo de indústria produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas.Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
c)produzem produtos duráveis(móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc)
4-Apesar de estar longe dos países que mais gastam em P&D na relação com seu PIB,Sérgio Salles Filho,professor do Departamento de Política Científica e Tecnológica da Universidade Estadual de Campinas faz uma avaliação do histórico das primeiras edições da Conferência Nacional de Ciência e Tecnologia e Inovação e enfatiza a importância dos encontros para o desenvolvimento do setor. Ele destaca de um lado a propagação da importância da Ciência,Tecnologia e Inovação e a mobilização dos principais atores envolvidos – governo, instituições de ensino e pesquisa e empresas. Do outro, a avaliação contínua das ações desenvolvidas e a criação de políticas de estados.
5-Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo.Na década de 2000,o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores,mas se tornou,também,um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.O gráfico mostra o investimento estrangeiro direto no Brasil (IED),apresentado com sinal positivo devido ao seu caráter de fluxo de entrada no Balanço de Pagamentos;e o investimento brasileiro direto no exterior(IBD),apresentado com sinal negativo.

HELOISA KLEIS N°23 2°C

pollyanna disse...

pollyanna 2ºB nº33

1-Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matérias-primas em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados e que possuem, normalmente, maior valor agregado. De acordo com a tecnologia empregada na produção e a quantidade de capital necessária, a atividade industrial pode ser artesanal, manufatureira ou fabril.
2- contingente populacional, e ter o mercado consumidor em potencial.
2. A disponibilidade de energia, para o funcionamento das indústrias
3. Oferta de mão-de-obra barata
4.Matéria prima
5 As melhores e maiores instalações portuárias.
6. O capital investidor
7- A urbanização das cidades contribui como foco de atração para os técni
cos e profissionais estrangeiros.
8-Incentivo fiscal
3- a) bens de produção Nesse tipo de indústria a atividade desenvolvida transforma a matéria-prima que foi retirada da natureza de forma bruta, além de fornecer máquinas, equipamentos e outros instrumentos a diferentes tipos de indústrias, como aquelas do ramo da siderúrgica, mineração, química entre outras.

Enquadram ainda nessa classificação aquelas que têm como objetivo produzir materiais destinados à infra-estrutura, oferecendo suprimentos para o transporte, energia, saneamento e habitação.
As indústrias de bens de produção são conhecidas também por indústria de base
b) bens de capitais
Bens de capital são bens que geram riqueza, daí nome "de capital". Um exemplo são as máquinas compradas por empresas ou indústrias, que fabricam outros bens com uso dessa máquina comprada. Se uma pessoa física comprar uma máquina, esta não será bem de capital e, sim, bem de consumo final, pois não gerará riqueza.
o c) bens de consumo Indústrias de bens de consumo são as empresas que produzem os produtos que saem do processo de fabricação na forma final na qual serão distribuídos para o consumidor.
Exempos : Brastemp (geladeiras, fogões, etc), Gradiente (televisores, aparelhos de som), Ford (automóveis).
4- O Brasil investe atualmente cinco vezes menos no setor de ciência e tecnologia do que investia há 20 anos. A afirmação é do pesquisador da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Francisco de Assis Marques, que participou de mesa de discussão no seminário Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento do Paraná, que acontece em Curitiba.
Segundo ele, "Nos preocupa os rumos que a Ciência e a Tecnologia, a produção científica e a do conhecimento estão tomando no nosso país. Para desenvolver estas áreas é preciso somente dois tipos de investimento - em capital humano e o financeiro", analisou.
5- O Brasil foi o principal receptor de investimento estrangeiro direto (IED, recursos que vão para o setor produtivo do país) na América Latina e no Caribe, em 2011, segundo relatório da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), divulgado hoje (3).

O relatório Investimento Estrangeiro na América Latina e Caribe mostra que o país recebeu US$ 66,7 bilhões, 43,8% do total de fluxos para a região. Depois do Brasil vêm o México (US$ 19,4 bilhões), o Chile (US$ 17,3 bilhões) e a Colômbia (US$ 13,2 bilhões).

Anônimo disse...

Dora Carolina (16)
2º C

1- É o conjunto de métodos de produção industrial que pode transformar uma matéria-prima em bens de consumo.

2- Sempre é necessário se localizar em regiões que atingirá mais facilmente os consumidores. Os principais fatores favoráveis para a instalação industrial são: fontes de energia, mão-de-obra, matéria-prima, mercado consumidor, infra-estrutura de transporte, rede de comunicação, incentivos fiscais e disponibilidade de água

3- a) Indústrias de bens de produção ou de base: vai transformar matéria-prima ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias. Siderúrgicas, metalúrgicas e petroquímicas são exemplos de indústrias de base. b) Indústria de bens de capital: produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Se localizam perto de mercado consumidor. c) Industrias de bens de consumo: produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis...) ou não duráveis (alimentos, bebidas...). Localizam-se perto do mercado consumidor.

4- O Brasil investe somente cerca de 1% de seu PIB em ciência e tecnologia. Países de primeiro mundo aplicam, geralmente, entre 4% a 6%.

5- Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores. Até 2006, o Investimento Direto Estrangeiro no Brasil atingiu 18,9 bilhões de dólares. O total registrado em 2007 foi ainda mais impressionante: 34,6 mil milhões de dólares.

Anônimo disse...

Eduarda Flores nº8
2º ano BEM

1- Indústria é todo o local onde concentra-se um conjunto de atividades e trabalhos que vão transformar a matéria prima, em produtos úteis aos seres humanos (os bens de consumo duráveis e não duráveis).Esses centros envolvem grande número de trabalhadores nas mais diversas áreas,além da tecnologia para o desenvolvimentos de maquinas e aparelhos que ajudarão nesse processo. É ela quem supre as demandas do mundo capitalista moderno.

2- Uma indústria não afeta apenas o local onde está instalada,mas possui uma área de influencia que vai muito além. Para que haja maximização da produção e de lucros, as empresas se desenvolvem em locais com disponibilidade de energia,água,recursos naturais,matéria-prima, rede de transporte para recebimento e escoamento de produtos,rede de comunicações e é claro,a mão-de-obra (principalmente locais onde é barata,que podem ser exploradas) e um mercado consumidor interno,que ao longo do tempo atinge uma escala mundial. É claro que dependendo do tipo de indústria,esta irá procurar os fatores essenciais para sua instalação e que sejam necessários no decorrer das suas atividades.

3-
a) Indústrias de bens de produção: são também chamadas de indústrias de base ou pesada (por causa da grande quantidade de energia que consome),extraem e transformam a matéria prima bruta e a energia para que possam ser incorporadas e servirem de base pelos outros tipos de indústrias. Exemplos:siderúrgicas,metalúrgicas,de cimentos,de mineração e petroquímicas.

b)Indústrias de bens de capitais:são as indústrias que fazem máquinas e equipamentos,que por sua vez serão usados nos mais diversos setores da sociedade. Elas consomem mais energia do que as leves e menos do que as pesadas. Exemplos: industrias de peças e ferramentas

c)Indústria de bens de consumo:são conhecidas por leves,pois sao as que menos consomem energia. Esse tipo de indústria produz dois tipos de bens: os duráveis,como automóveis,móveis,eletrodomésticos,etc. E os não duráveis,como alimentos,bebidas e indústria farmacêutica.

4- Um exemplo do baixo investimento do país nessa área são os altos preços dos eletroeletrônicos. Países como Japão e EUA são líderes nas marcas e produção de aparelhos como tablets,celulares,computadores,etc. O Brasil por sua vez,como nao investe nessa área,tem de importar esses produtos,e os impostos colocam os preços dos mesmo lá em cima. É por isso que em países estrangeiros os preços dos eletrônicos sao super baixos,e o investimento nesse campo faz com se desenvolvam cada vez mais tecnologias e tornem-se cada vez mais modernos.

5- O Brasil faz parte do BRICS, o grupo de economias emergentes,dessa maneira, ganhando reconhecimento mundial os investimentos estrangeiros e também nacionais crescem,pois com uma economia que cresce e um país de se desenvolve cada vez mais,os investidores se sentem mais seguros,com as questões de crises e quedas na bolsa por exemplo. Além de nosso país apresentar grande área com disponibilidade de recursos, como por exemplo a camada pré-sal. O Brasil,desde a época de colônia vem sendo um país onde as potências estão de olho,pois apresenta todos os fatores favoráveis para desenvolvimento das industrias, além possuir grande mercado consumidor,ser uma economia emergente a caminha de se tornar desenvolvido,o que causa interesse e passa segurança aos investidores.

Anônimo disse...

Juliana Labes Reiser (18) 2ºEM A

1 – A indústria é uma forma de trabalho, onde é possível transformar uma matéria-prima qualquer em bens de produção e consumo. As indústrias possibilitam fornecimento de utensílios e alimentos para a população, e de uma forma ou de outra, facilitam e deixam a vida mais prática.

2 – Em séculos passados a produção era realizada manualmente, com o surgimento da máquina a vapor o processo de industrialização avançou consideravelmente. Mas para que ocorra o desenvolvimento de complexos industriais, é necessária a reunião de certos fatores. As indústrias sempre ficaram distribuídas de acordo com, principalmente, as fontes de energia do local, mão-de-obra, matéria-prima, mercado consumidor, incentivos fiscais, disponibilidade de água e redes de comunicação. A presença de uma infraestrutura de transporte também colaborou para a centralização das redes industriais.

3 – a) As indústrias de bens de produção, também conhecidas como indústrias de base pesada, transformam a matéria-prima em produtos que serão utilizados pelas indústrias de bens de capital e de consumo. Elas costumam ficar localizadas em lugares onde há fácil fornecimento de matéria e de saída de produtos. As metalúrgicas, siderúrgicas e petroquímicas ão exemplos claros desse tipo de indústria.
b) As indústrias de bens de capitais são responsáveis pela produção de máquinas e equipamentos que vão ser utilizados pelas indústrias leves ou de base. Elas costumam ficar localizadas próximas a seus centros consumidores, perto dos centros industriais.
c) As indústrias de bens de consumo, ou indústrias leves, fabricam produtos chamados de duráveis e não duráveis. Os duráveis são móveis, eletrodomésticos e automóveis. Já os não duráveis englobam alimentos e bebidas. Essas indústrias possuem um extenso mercado consumidor, estão localizadas em centros urbanos e em cidades de porte médio.

4 – O que falta para o Brasil é uma maior aproximação entre as empresas e as universidades, para estimular a busca por inovação. O índice de pesquisa e desenvolvimento do Brasil em 2004 era de 0,9% do PIB destinado a ciência e tecnologia, passou para 0,97 em 2005, e em 2009 estava em 1,09 %. Mesmo com o crescimento, não foi suficiente para o Brasil chegar próximo à quantidade investida pelos países desenvolvidos. O objetivo agora é fazer que até 2020, 2% do PIB nacional seja investido nesse setor.

5 – O Brasil tem sido reconhecido como um lugar seguro para os investidores tanto nacionais como estrangeiros. Em setembro de 2009, foi estabelecido que o país é o maior receptor de investimentos estrangeiros da região, e também que possui o quinto maior mercado de investimentos estrangeiros no mundo. De 2005 a 2011 houve um crescimento de 256% em relação ao investimento direto no Brasil. Passou de US$ 162,8 bilhões para US$ 579,6 bilhões.

Anônimo disse...

1. Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matérias-primas em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados.


2. Contemplar o desenvolvimento e/ou a implantação no país dos complexos industriais de produtos com maior valor agregado e alto conteúdo tecnológico. E é isso que as indústrias vem utilizando, através de robôs, pois são máquinas e não seres humanos, ou seja, não precisa de férias, salário, ir ao banheiro, nada, só é lucro para indústria.


3. a) Bens de produção: transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Por isso elas se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias, onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção. Ex: as siderúrgicas, as metalúrgicas e as petroquímicas.

b) Bens de capital: são bens que geram riqueza, daí nome "de capital". São as máquinas compradas por empresas ou indústrias, que fabricam outros bens com uso dessa máquina comprada. Se uma pessoa física comprar uma máquina, esta não será bem de capital e, sim, bem de consumo final, pois não gerará riqueza.

c) Bens de consumo: são todos os ítens destinados a satisfazer as necessidades humanas. Dividos em Duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc) e não-duráveis (alimentos, bebidas, etc). Essas indústrias abrigam a maior parte dos trabalhadores, e atinge um amplo mercado consumidor. Portanto, encontra-se nas cidades médias, ou em centros urbanos. A produção destina-se a população em geral.


4. O Brasil ainda investe pouco em Tecnologia e Ciências, menos de 1% do PIB. Enquanto os países de primeiro mundo investe de 4% e 6%. A necessidade de mais dinheiro está relacionada com o futuro da área.


5. O Brasil atraiu US$ 32,5 bilhões (R$ 56,5 bilhões) em investimentos estrangeiros diretos (IED) no primeiro semestre de 2011, ficando apenas atrás da China entre os países do Brics – grupo que inclui ainda Rússia, Índia e África do Sul – segundo um relatório da Conferência da ONU para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad). Ou seja, a relação do Brasil com investimentos está boa.

Bruna Vicente nº 12 2ºC

Anônimo disse...

Após a revolução industrial,muitos tipos de industrias começaram a existir.
1-A industria é aquilo que transforma uma matéria-prima em bens de consumo e de produção.

2-As condições favoráveis para a expansão dessas industrias são:Fontes de energia, mão-de-obra, matéria-prima, mercado consumidor
, infra-estrutura de transporte, rede de comunicação, incentivos fiscais, disponibilidades de água.

3-
a)Indústria de bens de produção transformam matérias-primas em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo,por isso se localizam próximas uma da outra. Ex: as siderúrgicas e as metalúrgicas.

b)As indústrias de bens de capital ou de consumo,utilizam os produtos das industrias de bens de produção.

c)Indústria de bens de consumo:
produzem produtos que tem vida longa (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc).

4-Sim,o Brasil investe muito pouco e deveria investir mais,pois menos de 1% do PIB nacional é utilizado para Ciência e tecnologia e deveria investir como os países desenvolvidos que investem 4% de seu PIB nesse meio.

5-O investimento direto no Brasil é constituído quando o investidor detém 10% ou mais das ações ordinárias ou do direito a voto numa empresa; e considera-se como investimento em carteira quando ele for inferior a 10%.O investimento direto está divido em duas modalidades: participação no capital e empréstimos intercompanhias.

Luís Paulo Hemmer 2ºC nº 30

Anônimo disse...

Amanda 2b
1) Indústria: Conjunto das atividades, dos ofícios que produzem riquezas com a manipulação da matéria-prima. Tem a finalidade de transformar matéria-prima em produtos comercializáveis, utilizando para isto força humana, máquinas e energia.


2) O desenvolvimento industrial ocorre nas regiões que oferecem condições favoráveis para o desenvolvimento das mesmas. Algumas condições são:
Fontes de energia. Mão de obra. Matéria-prima. Mercado consumidor. Infraestrutura de transporte. Rede de comunicação. Incentivos fiscais. Disponibilidades de água.

3) Bens de produção: são indústrias pesadas, que transformam matéria-prima ou energia em produtos que vão ser usados por indústrias de bens de capital ou de consumo. Exemplo: petroquímicas
Bens de capital: Produção de máquinas, equipamentos e instalações de uma indústria, veículos e material de transporte que serão utilizadas pelas indústrias leves ou pesadas.
Bens de consumo: destina-se a satisfazer as necessidades de consumo de um indivíduo.
São bens de consumo: alimentos, roupas, cadeiras, televisões etc.
Não são bens de consumo: maquinários destinados a auxiliar na produção de outros bens.
Podemos dividir os bens de consumo por tipo: Bens Duráveis, Bens de consumo Não Duráveis.
Duráveis: móveis, eletrodomésticos, etc.
Não duráveis: alimentos, bebidas, etc.
4) Não , atualmente vem aumentando seus investimentos nessa área, logicamente quando comparado ao nível de alguns países do primeiro mundo deixa a desejar, porém o aumento nos investimentos é inquestionável .Lula em 2010 inaugurou o Centro Nacional em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec), na Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre. Ceitec contou com investimentos de R$ 400 milhões do Ministério da Ciência e Tecnologia. A ciência e a tecnologia do Brasil conseguiram nas últimas décadas uma posição significativa no cenário internacional.
O Brasil tem o mais avançado programa espacial da América Latina

5) Em 2011 o Brasil saltou dez colocações e passou a ocupar a quinta posição entre os países que mais recebem investimentos estrangeiros diretos (IED). Em 2009, o Brasil ocupava a 15ª posição entre as nações que mais recebiam investimentos estrangeiros, com a atração de US$ 25,9 bilhões. Já em 2010, o País recebeu US$ 48,4 bilhões em IED, sendo superado apenas pelos Estados Unidos (US$ 228,2 bilhões), China (US$ 105,7 bilhões), Hong Kong (US$ 68,9 bilhões) e Bélgica (US$ 61,7 bilhões).
A expectativa é que o País suba mais uma posição até 2013. Um levantamento feito pela Unctad entre as empresas multinacionais apontou o Brasil como um dos países mais citados para investimentos, atrás de China, Estados Unidos e Índia

Amanda Wiggers 2B numero 1

Anônimo disse...

Pamela WIethorn Kochan 2B n 30

1- Industria nada mais é um local onde se é industrializado a materia prima, onde se é transformado,montado,criado enfim, com objetivo de suprir necessidades e gerar lucros

2- Existencia de um meio de transporte perto, localizacao perto de portos maritimos e fluviais ou ferrovias.
disponibilidade de mao de obra e mercado consumidor

3- Bens de produçao: produz para outras industrias a materia prima, por exemplo: siderurgica, metalurgica
Bens de capital: produz maquinas e equipamentos que seram utilizados pelas industrias leves ou pesadas
Bens de consumo: produzem para o consumidor, aquilo que necessitamos.. sejam eles duraveis: carros, eletrodomesticos e afins. Ou nao-duraveis: que seriam as comidas,bebidas.

4-O brasil pode nao ser o pais mais rico, ou desenvolvido, mas ele corre atras desse ''cargo''.. Ha grande investimentos na CienciaETecnologia no Brasil, as vezes mais do que deveria, deixando de lado algumas necessidades..
ex: O Brasil tem o mais avançado programa espacial da América Latina, com recursos significativos para veículos de lançamento, e fabricação de satélites
O Brasil também é um dos três países da América Latina com um laboratório Síncrotron em operação, um mecanismo de pesquisa da física, da química, das ciências dos materiais e da biologia.

5-O estudo aponta para um nível recorde dos investimentos diretos estrangeiros (IDE) realizados, de US$ 1,8 trilhão, dos quais, US$ 500 bilhões foram destinados aos países em desenvolvimento, grupo no qual o Brasil ganhou quatro posições no ranking, com um ingresso de US$ 34,6 bilhões. Estes investimentos são importante complemento para impulsionar a economia brasileira e melhorar as condições de infra-estrutura e de capacidade produtiva do país.

Brasil tem investimento estrangeiro recorde em 2011: US$ 66,7 bilhões
Fatia brasileira de todo o recurso injetado na América Latina e Caribe lidera ranking e corresponde a 43,8%, mostra estudo da Cepal divulgado hoje
A expectativa da Cepal é que os investimentos continuem elevados neste ano, apesar da incerteza nos mercados financeiros globais. Porém, a Cepal advertiu que se a crise na zona do euro aumentar pode haver reversão da entrada de investimentos, especialmente os europeus. O esperado é uma variação entre -2% e 8% em relação ao ano passado.

Anônimo disse...

Nome: Romulo N:36 Serie: 2C

1- Indústria é uma atividade econômica que é capaz de transformar uma matéria-prima em bens de consumo e produção, utilizando para isto força humana, máquinas e energia.

2- Uma indústria necessita de alguns fatores para se instalar. Fontes de Energia, Mão-de-Obra, Matéria-Prima, Mercado Consumidor, Infra-estrutura de transporte, Rede de comunicação, Incentivos fiscais e Disponibilidades de água são esses fatores. Por isso alguns países não são industrializados, pois não oferecem todos esses fatores, e outros já são muito industrializados, formando em algumas regiões do país complexos indústriais.

3- Indústrias de produção ou de base, são aquelas indústrias pesadas, que transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção.
Indústria de bens de capital é o tipo de indústria que recebe recursos das indústrias de base e produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
Indústria de bens de consumo (leves) é o tipo de indústria que produz dois tipo de produtos, os duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc) e os não-duráveis (alimentos, bebidas, etc). Encontra-se nas cidades médias, ou em centros urbanos. A produção destina-se a população em geral.

4- O Brasil investe somente cerca de 1% de seu PIB em ciência e tecnologia. Países de primeiro mundo aplicam, geralmente, entre 4% a 6%.

5- Nos anos 90 o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores. Até 2006, o Investimento Direto Estrangeiro no Brasil atingiu 18,9 bilhões de dólares. O total registrado em 2007 foi de: 34,6 mil milhões de dólares.

Anônimo disse...

1- É capaz de transformar uma matéria-prima em bens de consumo e produção.
2- Visto que essas duas novas fontes de energia, petróleo (além de ser uma grande matéria-prima, possibilitou o crescimento da indústria petroquímica) e a eletricidade, são facilmente transportadas, houve uma dispersão na distribuição de geografia das fábricas, surgindo novas indústrias. Várias grandes cidades são entroncamento de ferrovias, rodovias, hidrovias e aerovias, e abrigam as sedes de vários bancos e empresas, se tornando um atrativo para a chegada de mais indústrias. Visto então que muitas cidades crescem em torno de centros industriais, que fazem com que elas cresçam ainda mais e acabem atraindo um número bem maior de indústrias.
3- a) Transformam matérias-primas (ou energia) em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Localizada em pontos perto de onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção.
b) Produz máquinas e equipamentos que serão utilizadas pelas indústrias leves ou pesadas. Localizada perto de seus consumidores.
c) Produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc). E não-duráveis (alimentos, bebidas, etc). Essa indústria abriga a maior parte dos trabalhadores e tem um amplo mercado consumidor. Localizada nas cidades médias, ou em centros urbanos.
4-O Brasil ainda investe pouco em Tecnologia e Ciências, menos de 1% do PIB. Enquanto os países de primeiro mundo investe de 4% e 6%. A necessidade de mais dinheiro está relacionada com o futuro da área.
5-O Brasil atraiu US$ 32,5 bilhões (R$ 56,5 bilhões) em investimentos estrangeiros diretos (IED) no primeiro semestre de 2011, ficando apenas atrás da China entre os países do Brics – grupo que inclui ainda Rússia, Índia e África do Sul – segundo um relatório da Conferência da ONU para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad). Ou seja, a relação do Brasil com investimentos está boa.


Nome: Ana Luiza Roncelli Back
Número: 3
Série: 2C

Anônimo disse...

Nome: Maria Eduarda da Silva; Nº: 24; Série: 2ºB.

1- Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matérias-primas em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados e que possuem, normalmente, maior valor agregado.

2- As condições necessárias para a industrialização são: Fontes de energia, mão-de-obra, matéria-prima, mercado consumidor, infra-estrutura de transporte, rede de comunicação, incentivos fiscais, disponibilidades de água.

3- A) Indústria de bens de produção ou de base (pesada): transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Por isso elas se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias, onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção. Ex: as siderúrgicas, as metalúrgicas e as petroquímicas.
B) Indústria de bens de capitais: esse tipo de indústria produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
C) Indústria de bens de consumo (leves): produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc) e não-duráveis (alimentos, bebidas, etc). Essas indústrias abrigam a maior parte dos trabalhadores, e atinge um amplo mercado consumidor. Portanto, encontra-se nas cidades médias, ou em centros urbanos. A produção destina-se a população em geral.

4- A importância das opções que venham a ser feitas em ciência e tecnologia para o desenvolvimento brasileiro é hoje evidente. A extensão deste artigo impõe a escolha de alguns aspectos num tema tão amplo. Optei por uma descrição quase sumária de alguns dos dilemas organizacionais, ao invés de tratar dos desafios internos à ciência e tecnologia. Um se refere ao equilíbrio entre a liberdade do cientista e a necessidade social do conhecimento, outro à tensão entre o prazer individual da criação e as condições objetivas da estrutura onde o cientista trabalha. Também serão consideradas as alternativas entre a centralização de criação de ciência e tecnologia e os desequilíbrios regionais. Incluo ainda as alternativas entre fontes de financiamento e desafios decorrentes dos conflitos atuais entre o público e o privado. Difícil é pensar neste tema sem analisar, também, a relação atual entre ciência, tecnologia e inovação. Os dilemas éticos da ciência integram capítulo à parte que perpassa todos os anteriores e não serão aqui tratados.

5- Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.

Maria Clara Riede Ferreira disse...

Maria Clara Riede Ferreira,21,2oA
1- O que significa indústria ?
R:Conjunto de operações destinadas á produção de bens e serviços e conjunto de empresas destinadas a essa produção.
2- Escreva sobre os fatores necessários para o desenvolvimento dos complexos industriais.
R:
*Capital a ser investido
*Potencial energético
*Mão de obra barata ou capacitada
*Incentivos fiscais
3- Escreva sobre as indústrias de:
a) bens de produção: são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais.
b) bens de capitais: Elas produzem máquinas e equipamentos que serão utilizados nos diversos segmentos de industrias.
c) bens de consumo: têm sua produção direcionada diretamente para o mercado consumidor, ou seja, para a população em geral.
4- O Brasil é um país que investe pouco em Ciências&Técnologia.Justifique sua resposta com exemplos:
É, o Brasil ainda investe pouco em ciência e tecnologia,temos 1,3% do PIB destinado à ciência, ter passado de 1 por cento já foi um grande passo, entretanto os países desenvolvidos foi uma média de 2,5%
5- Como se encontra o Brasil na atualidade em relação aos investimentos diretos estrangeiros?
A participação dos investidores estrangeiros representa 1/3 dos negócios na bovespa e BMF. Portanto o fluxo de recursos estrangeiros, apresentado entre comprados e vendidos nos contratos futuro do ibovespa e do dólar, tende a ditar o uma boa fatia do movimento do mercado entre os investidores.

Anônimo disse...

Cicero Weber 2o B 06

1.Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matéria-prima em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados.

2.Fatores importantes para criação de industrias são muitos, entre eles:Fontes de energia, mão-de-obra qualificada, matéria-prima de boa qualidade, um mercado consumidor de seus produtos, o governo colabora com incentivos fiscais, que é uma das maiores ajuda a industrias.

3.Industrias de bem de produção ou base: Transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Por isso elas se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias, onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção. Ex: as siderúrgicas, as metalúrgicas e as petroquímicas.

Indústria de bens de consumo:
produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc).

Indústria de bens de capital:
esse tipo de indústria produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.

4."A ciência e a tecnologia do Brasil conseguiram nas últimas décadas uma posição significativa no cenário internacional.
O Brasil tem o mais avançado programa espacial da América Latina, com recursos significativos para veículos de lançamento, e fabricação de satélites. Em 14 de Outubro de 1997, a Agência Espacial Brasileira assinou um acordo com a NASA para fornecer peças para a ISS. Este acordo possibilitou ao Brasil treinar seu primeiro astronauta. Em 30 de março de 2006 o Cel. Marcos Pontes a bordo do veículo Soyuz se transformou no primeiro astronauta brasileiro e o terceiro latino-americano a orbitar nosso planeta. (Fonte wikipédia)
Para mim o Brasil vem se desenvolvendo muito nas questões de tecnologia, porem, em comparação com países desenvolvidos como Estados Unidos, o país que sempre usamos como base de comparação, estamos muito atras... Mas acho q estamos melhorando dia a dia.

5.O total de investimento estrangeiro direto (na forma de participação de capital) passou de US$ 162,8 bilhões em 2005 para US$ 579,6 bilhões em 2010, crescimento de 256%. O montante de 2010 é equivalente a 30,8% do PIB (Produto Interno Bruto, soma de tudo que é produzido em um país em determinado período). (fonte Folha.com) O Brasil está muito bem situado nesse quesito, diversos países de primeiro mundo veem muito lucro em investimentos por aqui, Petrobras é um claro exemplo.

Anônimo disse...

Nome: Mariana Busarello
Série: 2°C
Número: 41

1- É um conjunto de atividades produtoras que se caracteriza pela transformação de matérias-primas, manualmente ou com o auxílio de máquinas e ferramentas, com o objetivo de fabricar mercadorias. De uma maneira bem ampla, entende-se como indústria desde o artesanato voltado para o autoconsumismo até a moderna produção de computadores e instrumentos eletrônicos.

2- Para o desenvolvimento de uma insdustrial, fatores necessários estão presentes, como a existencia de rede de transporte, rodovias, ferrovias, aeroportos, portos. Regiões aonde oferecem menores custos de produção; onde a infra-estrutura é melhor; onde as matérias-primas e as fontes de energia estão mais próximas; esses fatores acabam fazendo com que algumas indústrias prefiram cidades menores. Outro fator que tem bastante importância na hora de decidir implantar uma fábrica são os incentivos fiscais, pois em qualquer país, quando alguma empresa anuncia a construção de uma nova fábrica, começam as guerras fiscais entre as cidades, para atraí-la.

3-
a) As indústrias de bens de produção, também chamadas de indústrias de base ou pesadas, são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais.
b) As insústrias de bens de capital produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
c)As indústrias de bens de consumo têm sua produção direcionada diretamente para o mercado consumidor, ou seja, para a população em geral.

->Indústrias de bens duráveis – são as que fabricam mercadorias não perecíveis.

->Indústrias de bens não duráveis – produzem mercadorias de primeira necessidade e de consumo generalizado, ou seja, produtos perecíveis.

4- O Brasil investe somente cerca de 1% de seu PIB em ciência e tecnologia. Países de primeiro mundo aplicam, geralmente, entre 4% a 6%.

5- O total de investimento estrangeiro direto passou de US$ 162,8 bilhões em 2005 para US$ 579,6 bilhões em 2010, crescimento de 256%. O montante de 2010 é equivalente a 30,8% do PIB.Os dados são preliminares e constam do Censo de Capitais Estrangeiros 2011, cujo ano-base é 2010 e comparado com o resultado de 2005.

O BC explica que houve um crescimento de fato, mas a grande diferença deveu-se, fundamentalmente, à mudança no critério de valoração dos investimentos, que passou de valor histórico para valor de mercado. A medida, informa a autoridade monetária, foi necessária para entrar em conformidade com o padrão estatístico internacional.
Fonte: www1.folha.uol.com.br

Anônimo disse...

Nome : Pedro B. Ern
Número: 31
Série: 2B

1- Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matéria-prima em outros produtos.

2- Fontes de energia

- Mão-de-obra

- Matéria-prima

- Mercado consumidor

- Infra-estrutura de transporte

- Rede de comunicação

- Incentivos fiscais
- Disponibilidades de água.

3-
Bens de produção:
transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Por isso elas se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias, onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção.

Bens de capitais:
esse tipo de indústria produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.

Bens de consumo:
produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc). Não-duráveis (alimentos, bebidas, etc). Essas indústrias abrigam a maior parte dos trabalhadores, e atinge um amplo mercado consumidor. Portanto, encontra-se nas cidades médias, ou em centros urbanos. A produção destina-se a população em geral.

4- ''Brasil precisa investir mais em pesquisa e tecnologia''. A idéia, defendida por especialistas do 9º Congresso Agrobusiness, é considerada fundamental para consolidar e expandir presença dos nossos produtos.
Qualidade é indispensável para que um produto possa permanecer no mercado e o Brasil precisa atuar em várias frentes para manter a posição conquistada e expandir sua presença.

Esta foi a advertência unânime dos especialistas que participaram dos primeiros painéis apresentados nesta quarta-feira (5), no 9º Congresso Agribusiness, que acontece no Rio de Janeiro.

O investimento pesado em ciência e tecnologia aparece como a condição mais importante na percepção dos debatedores. Representantes de instituições e de vários segmentos como carne, café, biodiesel (onde o Brasil tem posição de destaque), até orgânicos, em fase de consolidação e expansão, concordam que as demandas são cada vez maiores e mais específicas.

5- O total de investimento estrangeiro direto (na forma de participação de capital) passou de US$ 162,8 bilhões em 2005 para US$ 579,6 bilhões em 2010, crescimento de 256%. O montante de 2010 é equivalente a 30,8% do PIB (Produto Interno Bruto, soma de tudo que é produzido em um país em determinado período).

Anônimo disse...

Mariana Scharf - 26 - 2º B

1.Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matéria-prima em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados.

2. Para a criação de um complexo industrial em um determinado local, é preciso que este ofereça fontes de energia, matéria-prima, mão-de-obra, mercado consumidor, infra-estrutura de transporte, disponibilidade de água, incentivos fiscais e rede de comunicação. Há indústrias que procuram também jazidas - anteriormente as jazidas de carvão mineral contavam muito, hoje as de petróleo são extremamente favoráveis, já que além de matéria-prima são fonte de energia.

3.
a) Bens de Produção: Também conhecidas como indústria de base, são aquelas que fornecem energia e produtos a serem utilizados pelas indústrias de bens de capital, como as siderúrgicas, metalúrgicas e petroquímicas por exemplo. Localizam-se perto de portos, ferrovias ou fontes fornecedoras para melhor locomoção da produção.

b) Bens de Capital: Localizando-se principalmente nos centros industriais e perto de seus consumidores, é produtora de máquinas e equipamentos utilizados por indústrias leves ou pesadas.

c) Bens de Consumo: São as que mais tem contato com o mercado consumidor, abrigando grande parte dos trabalhadores, produzindo para a população. Elas podem ser divididas em bens de consumo duráveis e não-duráveis. Nos duráveis se encontram eletrodomésticos, móveis e automóveis por exemplo. No não-duráveis estão os produtos alimentícios e bebidas.

4. A Ciência&Tecnologia são essenciais atualmente, e o Brasil vem investindo cada vez mais nesse setor."O Brasil tem hoje uma organização bem desenvolvida da ciência e da tecnologia. A pesquisa básica é realizada pela maior parte em universidades, centros e institutos públicos de pesquisa, e em alguma em instituições particulares, particularmente em ONGs. Os agradecimentos aos regulamentos governamentais e os incentivos, de qualquer forma, desde os anos 1990 têm crescido também nas universidades e nas companhias particulares. Consequentemente, mais de 90% dos financiamentos para a pesquisa básica vem das fontes governamentais.(...) O Brasil tem o mais avançado programa espacial da América Latina, com recursos significativos para veículos de lançamento, e fabricação de satélites. Em 14 de Outubro de 1997, a Agência Espacial Brasileira assinou um acordo com a NASA para fornecer peças para a ISS.Este acordo possibilitou ao Brasil treinar seu primeiro astronauta. Em 30 de março de 2006 o Cel. Marcos Pontes a bordo do veículo Soyuz se transformou no primeiro astronauta brasileiro e o terceiro latino-americano a orbitar nosso planeta."

5. Os investimentos estrangeiros diretos no Brasil registraram uma entrada líquida de US$ 3,7 bilhões em maio deste ano, segundo os dados da nota do Setor Externo divulgada nesta sexta-feira (22 de junho) pelo Banco Central. Estes investimentos externos foram compostos por US$ 3,1 bilhões referentes à modalidade participação no capital e US$ 661 milhões em desembolsos líquidos de empréstimos intercompanhias. Em 12 meses, os ingressos líquidos somaram US$ 63 bilhões, equivalente a 2,61% do PIB. Em 2011 os investimentos também foram altos, o que os estrangeiros investiram aqui menos o que os brasileiros investiram no exterior, bateu recorde de R$ 116,7 bilhões (US$ 66,6 bilhões). Os investimentos superaram, inclusive, a expectativa do Banco Central, que previa que o total liquido fosse de R$ 113,8 bilhões (US$ 65 bilhões). Representando o crescimento cada vez maior do Brasil e o quanto está valorizando.

Anônimo disse...

CAMILA Nº4 SÉRIE: 2ºB EM

RESPOSTAS DAS QUESTÕES:

1)Indústria é toda atividade humana que transforma matérias-primas em outros produtos (através do trabalho) e que em seguida, pode ser ou não, comercializada.

2)Alem de as indústrias precisarem de um mercado consumidor e de infra-estrutura para se desenvolverem, há outros fatores que influenciam diretamente o seu crescimento, como por exemplo: possuir fontes de energia, mão-de-obra, matéria-prima, ter uma rede de comunicação e outros. Esses fatores determinam a instalação de indústrias em determinado local e cada tipo precisa de alguns fatores mais intensamente do que de outros, assim, estes fatores variam ao longo da história.

3)a) As indústrias de bens de produção (ou indústrias de base ou pesadas) são a base para outras industriais pois se responsabilizam pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas (são tambem divididas em mais duas partes: as extrativas e as de bens de capital)
* se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias
b) Bens de capital são bens que geram riqueza e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas (como por exemplo: temos as máquinas compradas por empresas ou indústrias, que fabricam outros bens com uso dessa máquina comprada).
* se localizam principalmente perto de seus consumidores
c) As indústrias de bens de consumo têm sua produção direcionada diretamente para o mercado consumidor (são divididas em indústrias de bens duráveis e de bens não duráveis), possuindo produtos duráveis.

4)Sim, e isto ocorre desde o período colonial onde foi decidido que nenhuma atividade industrial poderia ter lugar no Brasil (devido às regras da teoria econômica do mercantilismo). Durante o reinado de Dom Pedro II, até houve algum investimento nesse lado, mas a política externa brasileira favoreceu a agricultura, isso significava que a concorrência estrangeira desestimularia investimentos contínuos no processo de industrialização. Por falta de recursos e especialistas (alem de grandes nomes e concorrência no mercado internacional), o Brasil não investe muito na tecnologia. Isso tambem é pelo fato de que se pode usufruir e lucrar muito mais com o que já temos em abundância (recursos naturais e matérias primas), assim, ocultando e de certa forma ‘’excluindo’’ a possibilidade de o país se especializar em outras áreas.

5)‘’Segundo o diretor-presidente da Sociedade Brasileira de Estudos de Empresas Transnacionais e da Globalização Econômica (Sobeet), Luís Afonso Lima, nos últimos anos a economia mundial registrou uma tendência de desconcentração do fluxo de Investimento Direto Estrangeiro (IDE) para economias emergentes, com destaque para o Brasil. Em sua avaliação, o crescimento da classe C, as reservas de Pré-Sal e a organização dos eventos esportivos – Copa do Mundo, em 2014, e os Jogos Olímpicos, em 2016 – serviram como chamariz para os investidores internacionais.

Apesar do otimismo, o especialista alertou que o volume das transações correntes tende a diminuir nos próximos anos. "Até 2013, o Brasil continuará sendo um dos maiores destinos de IDE, porém, nossa expectativa é que haja uma baixa nas receitas. Nos últimos meses registramos uma queda nos anúncios de IDE. Se não houver alterações neste cenário, no final de 2012 teremos uma surpresa desagradável", alertou.’’ – fonte: http://www.fiesp.com.br/agencianoticias/2012/03/23/investimento_direto_estrangeiro_brasil_cair.ntc

(outro site interessante que tambem contem informações sobre essa questão é http://www.brasileconomico.ig.com.br/noticias/estrangeiros-freiam-investimentos-no-pais_117043.html)

Anônimo disse...

Aluna: Iara Rosa n°14 2°ano.B

1- Industria é o meio de transformar uma matéria prima em bens de consumo e de produção.

2- - Fontes de energia, para o funcionamento das maquinas.
- Mão-de-obra: trabalhadores para cuidar do processo industrial
- Matéria-prima: para a criação do produto final.
- Mercado consumidor: para a venda dos produtos industrializados.
- Infra-estrutura de transporte: transporte do produto para vários lugares
- Rede de comunicação: para vendas,e para manter contato com o mercado consumidor.
- Incentivos fiscais:isenção de impostos as empresas interessadas a se instalar em uma área, terreno sem custo, algumas vezes com infra-estrutura básica já implantada.

3- - Indústria de bens de produção:
transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo.
- Indústria de bens de capital:
produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas.
- Indústria de bens de consumo:
produzem produtos duráveis(móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc)e não duráveis (alimentos, bebidas, etc).

4- Os principais motivo do Basil investir pouco em C&T são:

Faltam rodovias de boa qualidade; faltam portos bem estruturados; faltam (inexistem) ferrovias que barateiam enormemente o custo do frete;
A falta educação para o povo;
A falta segurança para que o patrimônio do investidor não seja depredado;
A falta segurança jurídica, pois os nossos tribunais, por muitas vezes, desrespeitam as leis que eles deveriam fazer cumprir, tanto leis trabalhistas como tributárias;

5-Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.

Tuany disse...

Tuany Martins Boldo N°34 2°A

1-Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matérias-primas em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados e que possuem, normalmente, maior valor agregado. De acordo com a tecnologia empregada na produção e a quantidade de capital necessária, a atividade industrial pode ser artesanal, manufatureira ou fabril.

2- Hoje tudo é muito mais dinâmico, o transporte de mercadorias é muito mais rápido. As indústrias são atraidas por áreas que cobram baixos impostos,incentivos fiscais onde a infra-estrutura é melhor; onde as matérias-primas e as fontes de energia estão mais próximas. Por isso as indústrias tende irem a cidades menores.

3-
A)Nesse tipo de indústria a atividade desenvolvida transforma a matéria-prima que foi retirada da natureza de forma bruta, além de fornecer máquinas, equipamentos e outros instrumentos a diferentes tipos de indústrias, como aquelas do ramo da siderúrgica, mineração, química entre outras.

B) Bens de capital são bens que geram riqueza, daí nome "de capital". Um exemplo são as máquinas compradas por empresas ou indústrias, que fabricam outros bens com uso dessa máquina comprada. Se uma pessoa física comprar uma máquina, esta não será bem de capital e, sim, bem de consumo final, pois não gerará riqueza.

C) Estão mais ligadas ao mercado consumidor e à oferta de mão-de-obra, por isto estão mais dispersas espacialmente. O destino de sua produção é o grande mercado consumidor (população em geral). Temos indústrias de bens de consumo duráveis (eletrodomésticos, aparelhos eletrônicos, móveis e automóveis) e de bens de consumo não-duráveis (alimentos, bebidas, vestuário, calçados).

4- O Brasil é um país que investe muito pouco em tecnologia. Só exportamos produtos primários e a industria não se desenvolveu. Daí vem a nossa dependência tecnológica em países desenvolvidos, como China, EUA, Japão etc.

5- Os investimentos estrangeiros diretos caíram 15% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado.

Anônimo disse...

Nome: Maria Eduarda Lima Nº:25 Série:2ºB
1-É um tipo de trabalho que inclui varias atividade de produção. “Indústria é uma atividade econômica surgida na Primeira Revolução Industrial.”
2-Clientela, dinheiro e inclusão no mercado de trabalho. Para um complexo industrial se desenvolver é necessário alguém que saiba lidar com a empresa, que não acabe estragando ela, hoje em dia o marketing é muito importante para o desenvolvimento da empresa, pois através dele o consumidor conhece o produto em que está querendo comprar.
3- a) Produzem máquinas e equipamentos utilizados em todas as indústrias: de base, de outras indústrias de bens de produção e de indústrias bens de consumo.
b) São conhecidos como bens de produção ou bens de capital, os equipamentos e instalações ou seja: bens ou serviços necessários à produção de outros bens ou serviços. Uma determinada tecnologia utiliza uma determinada combinação dos factores produtivos para a produção de bens e serviços.
c) Transformam matéria-prima fabricada pela indústria de base em itens para o consumidor final. São divididas em: duráveis como móveis, eletrodomésticos e automóveis. Não duráveis alimentos e bebidas.
4-O Brasil não é um país que investe em pesquisar, para tratamentos médicos, avanços tecnológicos, ou até mesmo uma descoberta histórica. Segunda nossa presidenta o que o Brasil quer mesmo é melhorar a educação e dar condições básicas de vida aqueles que não têm nada. Realmente isso é importante, porém no mundo de hoje é a tecnologia que está no age, para melhorar a condição de vida do povo brasileiro é melhor que haja mais empresas para dar mais empregos.
5-“Aqui no Brasil, ao longo de 20 anos, o país tem sofrido uma enorme transformação econômica. O calendário do progresso começou com a iniciativa de privatizações no princípio dos anos 1990. Por privatizar setores da economia anteriormente atracados a entidades governamentais, o governo do Brasil começou a se posicionar mais como um árbitro do que como um jogador no crescimento da economia. A economia continua no bom caminho para igualar ou ultrapassar este recorde em 2008. Para pôr o assunto em perspectiva, no final de setembro deste ano, a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento estabeleceu que o Brasil não só é o maior receptor de investimentos estrangeiros da região, mas também o quinto maior mercado de investimentos estrangeiros no mundo.”
Essa foto mostra o que o Brasil faz com o povo hehehe
http://www.consciencia.net/analise-de-materia-corrupcao-no-brasil-custa-ate-r-691-bilhoesano/

Anônimo disse...

Nome: Arthur Nivaldo da Silva nº 7
Série 2ºC

1- Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matérias-primas em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados e que possuem, normalmente, maior valor agregado.
2- Sempre é necessário se localizar em regiões que atingirá mais facilmente os consumidores os principais fatores favoráveis para a instalação industrial são: fontes de energia, mãe-de-obra, matéria-prima, mercado consumidor, infra-estrutura de transporte, rede de comunicação, incentivos fiscais e disponibilidade de água.
3- A) Produzem bens intermediários. Transformam matéria-prima bruta em matéria-prima processada, para a utilização por outras indústrias na produção debens de consumo ou de bens de produção.
B) Indústria de bens de capital: produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Se localizam perto do mercado consumidor. C) Industrias de bens de consumo: produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis...) ou não duráveis (alimentos, bebidas...). Localizam-se perto do mercado consumidor
C) Transformam matéria-prima fabricada pela indústria de base em itens para o consumidor final. Podem ser subdivididas em três subgrupos, de acordo com o que produzem:
bens duráveis;
bens semi-duráveis;
bens não-duráveis.
Encontram-se muito dispersas geograficamente, 5 situadas próximos ao centros urbanos, para proporcionar maior acesso pelos consumidores.
4- O Brasil investe somente cerca de 1% de seu PIB em ciência e tecnologia. Países de primeiro mundo aplicam, geralmente, entre 4% a 6%
5- Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores. Até 2006, o Ivestimento Direto Estrangeiro no Brasil atingiu 18,9 bilhões de dólares. O total registrado em 2007 foi ainda mais impressionante: 34,6 mil milhões de dólares.

Anônimo disse...

Aluno: Lucas Eduardo Azarias do Nascimento - Nº 20 - 2º B
1- Indústria é uma atividade econômica surgida na Primeira Revolução Industrial, no fim do século XVIII e início do século XIX, na Inglaterra, e que tem por finalidade transformar matéria-prima em produtos comercializáveis, utilizando para isto força humana, máquinas e energia
2- Fontes de energia

- Mão-de-obra

- Matéria-prima

- Mercado consumidor

- Infra-estrutura de transporte

- Rede de comunicação

- Incentivos fiscais

- Disponibilidades de água.

3- A – As indústrias de bem de produção ou de base (pesada) transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Por isso elas se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias, onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção. Ex: as siderúrgicas, as metalúrgicas e as petroquímicas.
3 – B – As indústrias de bens de capital produzem máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
3 – C – Indústrias de bens de consumo produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc) e não-duráveis (alimentos, bebidas, etc)
4 – O Brasil investe pouquíssimo em ciência e tecnologia, menos de 1% do produto interno bruto (PIB), sendo que países de primeiro mundo investem entre 4% e 6%
Para um país ter desenvolvimento é necessário construir infraestrutura e inteligência, e isso somente é possível com independência tecnológica.
O Brasil tem destaque em ciência, mas esta não é transformada em tecnologia, muitas máquinas e equipamentos são importados, sendo que poderiam ser produzidos aqui mesmo.
5 - O Brasil foi o principal receptor de investimento estrangeiro direto (IED, recursos que vão para o setor produtivo do país) na América Latina e no Caribe, segundo relatório da Comissão Econômica.
O relatório Investimento Estrangeiro na América Latina e Caribe mostra que o país recebeu US$ 66,7 bilhões, 43,8% do total de fluxos para a região
No Brasil, os setores de manufaturas e serviços receberam 46,4% e 44,3%, respectivamente, enquanto o de recursos naturais ficou com 9,2%.

Anônimo disse...

Lohan 17 2ºB



1- industria é o local onde é industrializada a matéria prima, e é aonde é transformado, para lucros, e superar as necessidades.


2- Meio de transporte perto, próximo as ferrovias, portos.
Fácil mão de obra, e mercado aos consumidores

3- Bens de produçao: são as que produzem a matéria prima, para outras do mesmo ramo. Ex.:
Bens de capital: é quem produz os maquinários, a serem utilizados pelas industrias.

Bens de consumo: produzem o produto final ao consumidor

4-o Brasil é considerado um pais de baixo investimento em CIENCIA&TECNOLOGIA, pois seu investimento é de cerca de 1% do PIB, onde nos paises de primeiro mundo aplicam cerca 6% do seu PIB.

5-Os investimentos estrangeiros diretos no Brasil atingiram o valor recorde de US$ 101,7 bilhões em 2011, segundo informou o Banco Central . O valor é 29% maior que o recorde anterior, registrado em 2010, quando US$ 78,6 bilhões ingressaram no Brasil em forma de investimentos. De acordo com o BC, é o maior resultado anual desde o início da série histórica em 1947.
Descontando o valor que o Brasil investiu em outros países em 2011 (US$ 35 bilhões), o saldo é positivo - ou seja, mais entrada de capital no País do que saída - em US$ 66,6 bilhões, valor 37,3% maior que o recorde anterior, em 2010. O resultado é superior à previsão do Banco Central, que estimava uma entrada líquida de US$ 65 bilhões em 2011.

Anônimo disse...

Aluno: Pedro Moreno de O. Pereira.
2ºC Nº 35



1- Indústria é toda atividade humana que transforma matérias - primas em outros produtos, seja para consumo próprio ou para o comércio.

2- Um complexo é formado por uma série de relações multideterminadas de encadeamento, de coordenação ou de controle entre seus vários elementos membros e/ou etapas do processo.

3- a) É toda indústria que trabalha com matéria-prima bruta transformando-a em matéria-prima para outras indústrias.
b) Chamada também de bens intermediários,transforma matéria-prima bruta em outro tipo de matéria-prima e são aquelas que produzem máquinas para outras indústrias.
c) É a indústria voltada para a produção de produtos voltados para a população geral.Dois exemplos dessa indústria é a indústria alimentícia e a têxtil.

4-O Brasil investe pouco em ciência e tecnologia, pois apenas 1% do PIB é investido nisso, enquanto países industrializados, no geral, investem 4% à 6%. Outros dados do Banco Mundial mostram o resultado de uma pesquisa feita com 150 países. Destes, 80 não tem expressão em desenvolvimento na área de Ciência Tecnologia. Apenas 22 são considerados avançados cientificamente, dentre os quais estão inseridos Estados Unidos, Japão e Alemanha. Outros 24 países estão no setor dos em desenvolvimento e mostram uma baixa média em produção tecnológica. O Brasil está na lista dos 24 países considerados proficientes, com base científica razoável, mas com pouca aplicação de seu conhecimento.

5- Primeiro façamos uma retrospectiva:
Em outubro de 2004, o governo brasileiro reduziu o capital mínimo exigido para a autorização de Investimento Estrangeiro Direto (IED) no Brasil de US$ 200.000,00 para US$ 50.000,00. O objetivo da política foi atrair os investidores estrangeiros que estavam interessados em trabalhar direitamente com pequenos negócios no Brasil, estimulando a base econômica e a criação de empregos.
Até 2006, o montante do fluxo de Investimento Direto Estrangeiro no Brasil atingiu um teto de 18,9 bilhões de dólares. O total registrado em 2007 foi ainda mais impressionante: 34,6 mil milhões de dólares, equivalentes a um montante quase 50 vezes maior do que era quando as primeiras reformas foram implementadas. A economia continua no bom caminho para igualar ou ultrapassar este recorde em 2008.
No final de 2009,a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento estabeleceu que o Brasil não só é o maior receptor de investimentos estrangeiros da região, mas também o quinto maior mercado de investimentos estrangeiros no mundo.
Finalizando, o Brasil tem sido reconhecido como um lugar seguro para os investidores, tanto nacionais como estrangeiros, depositarem seu dinheiro. Ele agora faz parte de um clube cujos membros são apenas as nações mais respeitadas do mundo.

Anônimo disse...

Nome: Bárbara Sandri Silvestre (04)
Série: 2 ano A

1- A indústria surgiu no final do século XVIII e ínicio do século XIX a partir da primeira revolução industrial na Inglaterra. Esta têm como finalidade transformar matéria-prima em produtos comercializáveis, utilizando assim força humana, máquinas e energia.Também se pode usar o termo indústria, genericamente, para qualquer grupo de empresas que compartilham um método comum de gerar dividendos, embora não sejam necessariamente do segundo setor, tais como a indústria de Marcos Malheiros, a indústria bancária ou mesmo a agroindústria.

2- Os fatores necessários para o desenvolvimento dos complexos indústriais são, fontes de energia, mão-de-obra barata, extrasão da matéria-prima próxima a fábrica, grande mercado consumidor, infra-estrutura de transporte, rede de comunicação, incentivos fiscais e uma grande disponibilidades de água. O petróleo, por exemplo, além de ser uma ótima fonte de energia, é também uma importante matéria-prima. Com isso, possibilitou-se o crescimente de diversos setores, como as indústriais petroquímicas. Também é de grande importância que, a proximidade de outras fontes de minério, floresta, também influência na localização das fábricas.

3- Possuí três tipos de industrias: a indústria de bens de produção transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados por outras fábricas para produzir o produto final. Por isso, localizam-se perto da fonte de matéria-prima, como portos ou ferrovias. Exemplo, as metarlúrgicas, siderúrgicas e as petroquímicas. Tem a indústria de bens de capitais, essas produzem máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas localizam-se perto dos consumidores. E por fim, temos as indústrias de bens de comsumo ou leves, essas originam produtos duráveis, como móveis, eletrodimésticos, automóveis, e também possui os produtos não-duráveis, como alimentos e bebidas. Elas abrigam o maior número de trabalhadores e atingem um amplo mercado consumidor.

4- O Brasil é um país que investe muito pouco em ciências e tecnologia, em 2010, investiu-se apenas 1,09% do PIB (Produto Interno Bruto) em produção e desenvolvimento. Se compararmos o desenolvimento tecnológico e ciêntífico do Brasil com os país desenvolvidos e até com os que estão em desenvolvimento, como China e Índia, teremos um índice bem inferior.

5- O Brasil em relação aos investimentos diretos, na década de 2000, continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.O estudo dos investimentos diretos estrangeiros, nas duas direções, assume importância cada vez maior na economia brasileira, mostrando que cada vez mais o país tende a crescer em todos os sentidos.

Anônimo disse...

Camila Silveira Medeiros – 08 – 2ºano A

1 - Indústria é uma atividade econômica surgida na Primeira Revolução Industrial, no fim do século XVIII e início do século XIX, na Inglaterra, e que tem por finalidade transformar matéria-prima em produtos comercializáveis, utilizando para isto força humana, máquinas e energia. A Revolução Industrial, por sua vez, surgiu da transição do capitalismo comercial para o capitalismo industrial da segunda metade do século XVIII. Esta Primeira foi baseada em vapor, carvão e ferro, mas a partir de 1860 surge a Segunda Revolução Industrial, empregando aço, energia elétrica e produtos químicos, e simultaneamente o capitalismo industrial se tornou capitalismo financeiro
.
2 - Disponibilidade de mão-de-obra e mercado consumidor.
Existência de redes de transporte
Reorganização geográfica industrial

3 –
Indústrias de Bens de Produção: são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais. As indústrias de bens de produção são divididas em duas vertentes: as extrativas e as de bens de capital.

Bens de Capital: produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.

Bens de Consumo:
Duráveis: fabricam mercadorias não perecíveis. São exemplos desse tipo de indústria: automobilística, móveis comerciais, material elétrico, eletroeletrônicos, etc.
Não Duráveis: produzem mercadorias de primeira necessidade e de consumo generalizado, ou seja, produtos perecíveis. Exemplos: indústria alimentícia, têxtil, de vestuário, remédios, cosméticos, etc.

4 - Embora produza ciência de qualidade, o Brasil tem dificuldades em transferir esse conhecimento àsociedade, pois a pesquisa tecnológica é feita predominantemente pelas universidades, com pouca participação do setor privado. Quando falamos do processo de criação de valor econômico, nossa experiência é bem clara: ela depende de um desempenho suficiente em pesquisa e desenvolvimento e depende do compromisso das empresas com esse esforço. No Brasil, assim como em muitos outros países que estão em nível intermediário de renda, há um esforço de pesquisa frágil em relação aos países mais desenvolvidos. Nesses países, a participação das empresas é fraca.

5- A despeito do recente desempenho exportador do Brasil, o ideal é que sejam atraídos
investimentos externos voltados para a constituição de bases exportadoras mais robustas e perenes a partir do território nacional, sedimentando o ajuste externo e minimizando o acréscimo no passivo externo que o IDE representa. A dificuldade recente decorre da apreciação cambial. Esse último fato já vem influenciando nas decisões de transnacionais no tocante a partir de onde exportar – se do Brasil ou se a partir de uma base em outro país – em detrimento das vendas para o Exterior a partir do território nacional. Como exemplo, há aexperiência recente da Nokia, que transferiu a produção de diversas linhas telefones celularespara o México, reduzindo seu poder de exportação para os EUA a partir da planta estabelecida em Manaus.

Anônimo disse...

Nome Lucas Orsi de Borba nª21 ANO 2B EM
1-indústria é onde se transforma uma matéria-prima em bens de consumo e produção.
2- Fontes de energia, Mão de obra, Matéria-prima, Mercado consumidor, Infraestrutura de transporte, Rede de comunicação, Incentivos fiscais e Disponibilidades de água.
3-a) bens de produção: é a indústria de base(ou pesada),industria que trabalha com a matéria prima transformando em produtos de uso de outras industrias.Localiza-se perto do porto ou de ferrovias
b) bens de capitais: produz maquinas e equipamentos. Localiza-se nos centros industriais
c) bens de consumo. A os duráveis moveis, eletrodomésticos, automóveis e os não duráveis que são indústrias que produzem alimento bebida(produtos com data de validade)
4-O Brasil é rico em recursos naturais e exporta esse produto para outros países transformar o produto. No Brasil falta boa educação, saúde e deixam por ultimo a Ciências Tecnologia.
5-No momento o Brasil vive uma ótima faze econômica e junto a isso vem os investimentos de outros países apostando no Brasil.

Anônimo disse...

Ana Paula Andrade n4 2C

1- Indústria é uma atividade econômica que surgiu na primeira revolução industrial, na Inglaterra.

2-Alguns fatores necessários seriam, o desenvolvimento industrial regional, foco em ações visando potencializar vocações regionais, dinamizar o emprego industrial em regiões de menor desenvolvimento ou em decadência industrial.

3- A partir do texto do blog podemos citar:
a) As de bem de produção como sendo as que transformam a matéria prima em produtos que vão ser usados em outro tipo de indústria.
b) As de bem de capitais que são as que produzem máquinas que serão utilizadas por outro tipo de industrias.
c) Produzem o que compramos, como produtos duráveis e não duráveis, o que chega até nós.
4- Tem capacidade para investir mais, pesquisando em alguns sites podemos perceber que uns dizem que o Brasil gasta menos de 1% do PIB em tecnologia, já outros falam que o Brasil tem investido pesado nisso, penso que se nosso governo usasse o dinheiro da maneira correta, estaríamos na frente de muitos países que investem bastante nisso.
5- Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros. ‘’Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.’’ Fonte: http://www.revistamarketing.com.br/materia.aspx?m=796

Anônimo disse...

Ana Paula Andrade n4 2C

1- Indústria é uma atividade econômica que surgiu na primeira revolução industrial, na Inglaterra.

2-Alguns fatores necessários seriam: ‘’O desenvolvimento industrial regional, foco em ações visando potencializar vocações regionais, dinamizar o emprego industrial em regiões de menor desenvolvimento ou em decadência industrial. ‘’

3- A partir do texto do blog podemos citar:
a) As de bem de produção como sendo as que transformam a matéria prima em produtos que vão ser usados em outro tipo de indústria.
b) As de bem de capitais que são as que produzem máquinas que serão utilizadas por outro tipo de industrias.
c) Produzem o que compramos, como produtos duráveis e não duráveis, o que chega até nós.
4- Tem capacidade para investir mais, pesquisando em alguns sites podemos perceber que uns dizem que o Brasil gasta menos de 1% do PIB em tecnologia, já outros falam que o Brasil tem investido pesado nisso, penso que se nosso governo usasse o dinheiro da maneira correta, estaríamos na frente de muitos países que investem bastante nisso.
5- Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros. ‘’Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.’’ Fonte: http://www.revistamarketing.com.br/materia.aspx?m=796

Anônimo disse...

Thaís Machado 39 2ºC

1- É uma atividade que transforma matéria prima em produto, através da atividade artesanal, manufatureira ou fabril. Geralmente funcionam em linhas de produção que agilizam o processo de execução das tarefas, gerando assim um comércio. É uma atividade que transforma um projeto em produto, através da mão-de-obra de pessoas, trabalhadores, etc. Geralmente funcionam em linhas de produção que agilizam o processo de execução das tarefas, gerando assim um comércio

2- A diversificação das atividades de um complexo industrial com seus vários segmentos de processo - Linha de montagem, Distribuição, Administração de demais serviços - exige resoluções específicas para os projetos, criteriosamente analisados de acordo com as necessidades do Cliente, a cada dia mais exigente com a qualidade e sua performance, a pontualidade dos cronogramas de execução dos projetos e a minimização dos efeitos nas tomadas de decisões de riscos e incertezas inerentes aos investimentos complexos.

3- As indústrias de bens de consumo têm sua produção direcionada diretamente para o mercado consumidor, ou seja, para a população em geral. Também ocorre a divisão desse tipo de indústria conforme sua atuação no mercado, elas são ramificadas em indústrias de bens duráveis e de bens não duráveis.
As indústrias de bens de produção, também chamadas de indústrias de base ou pesadas, são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais.
As industrias de capitais é constituído pelo capital fixo (bens de capital, tais como máquinas, estradas, computadores, meios de transporte, edifícios,etc., necessários à produção de outros bens) e pelo capital dinheiro.

4-O Brasil investe muito pouco, comparado ao que ele tem capacidade, pesquisando em alguns sites podemos perceber que uns dizem que o Brasil gasta menos de 1% do PIB em tecnologia, já outros falam que o Brasil tem investido pesado nisso, penso que se nosso governo usasse o dinheiro da maneira correta, estaríamos na frente de muitos países que investem bastante nisso, e obtem sucesso no desenvolvimento.

5-Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.

Anônimo disse...

Dhara Pickering Dalçoquio/ N: 15
2 Ano C

Questão 1: O que significa indústria ?

A indústria tem a capacidade através de muitos operários, de transformar uma matéria-prima em bens de consumo, facilitando o abastecimento no qual vem aumentando em todo o mundo. Se aperfeiçoando durante muitos anos, de mão de obra braçal á máquinas e robôs onde facilita as grandes demandas de produtos.

Questão 2: O principal fator é a localização que na qual a indústria irá ser instalada adequadamente com o seu tipo de produção, gerando assim facilidade em: Adquirir matéria-prima, mão de obra casualmente mais barata, próximo do mercado consumidor, uma boa infraestrutura no transporte dos funcionários e mercadorias circulantes na região, uma expandida rede de comunicação, incentivos fiscais e uma boa demanda de disponibilidade de água para a produção.

Questão 3: a) Indústria de bens de produção na qual pode ser denominada de Base, por ser quem transforma matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Localizada em uma área estratégica próxima a ferrovias e portos, para facilitar sua logística exportadora e importadora na área do transporte e próximas de fontes fornecedoras na área produção.

b) bens de capitais
Esse tipo de indústria tem como função produzir máquinas e equipamentos que nos quais serão
utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. A estratégica localização próxima de seus consumidores, nos centros industriais.

c) bens de consumo
Industrias de bens de consumo ou chamadas de Leve, tem como sua produção produtos Duráveis, tais como automóveis, móveis e eletrodoméstico ou os produtos Não-Duráveis como por exemplo, Comidas e bebidas.
Esses tipos de indústrias abrigam a maior parte dos trabalhadores, atingindo um amplo espaço no mercado consumidor, localizadas em cidades médias ou em centros urbanos, onde a circulação de pessoas é mais intenso.

Questão 4: 4- O Brasil é um país que investe pouco em Ciências&Técnologia.Justifique
sua resposta com exemplos:

Apesar de o país se esforçar ao realizar conferências nacionais e debater sobre Ciência e Tecnologia, o Brasil ainda é pouco competitivo nesse setor no cenário mundial. Onde Segundo o relatório “Os principais resultados e avanços do plano de ação em Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional – eríodo 2007-2009, realizado pelo MCT (Ministério da Ciência e Tecnologia) em 2010, mostra que o Brasil investe apenas 1,09% do PIB.

Site visitado (http://www.brasilinovacao.com.br/brain-news/blog/conferencia-ajuda-mas-brasil-investe-pouco-em-pesquisa/)


Questão 5: Os investimentos diretos estrangeiros assume uma importância cada vez maior na economia brasileira. Sobre este assunto, está se aperfeiçoando cada vez mais. Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo e ainda se encontra em uma posição destacada.
Fonte de pesquisa Revista Marketing (http://www.revistamarketing.com.br/materia.aspx?m=796)

Anônimo disse...

Amira 02 – 2B
1- Indústria é aquilo que pode transformar a matéria prima em um produto
2- Fontes de energia - Mão-de-obra - Matéria-prima - Mercado consumidor - Infra-estrutura de transporte - Rede de comunicação - Incentivos fiscais - Disponibilidades de água.
3- a) bens de produção - transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas outras indústrias. Localizam-se perto de ferrovias para facilitar a transportação do material.
b) bens de capitais - esse tipo de indústria produz máquinas e equipamentos que serão utilizadas pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
c) bens de consumo - produzem produtos duráveis(carros, aparelhos celulares, computadores) não-duráveis (alimentos, bebidas, etc). Encontra-se nas cidades médias, ou em centros urbanos.
4- O Brasil tem investido pesado, porem ele ainda não consegue chegar perto de outros países que tomam isso como uma prioridade, a china, por exemplo, investem em nano robôs, robôs, aparelhos tecnológicos para exames. Ou seja, ele investe mais não tanto quanto deveria.
5- O Brasil esta investindo em pesquisas dentro do país, porem ainda é comprado muita tecnologia que vem de fora, o Brasil não esta entre os piores em investimento, mais esta longe de ser os melhores.

Anônimo disse...

Nome: Pedro Cardoso de Sales Nº32 2ºB EM

1-Indústria é um ramo de produção de mercadorias que engloba a extração de produtos naturais até sua transformação em bens de consumo ou de produção, ou seja, é o que transforma matéria prima ou energia em produtos que servirão de algum modo ao consumo da população.

2- Para ocorrer o desenvolvimento industrial vários fatores devem ser levados em consideração. A região ocupada deve requerer fontes de energia, mão-de-obra, matéria prima, mercado consumidor, infra-estrutura de transporte como por exemplo(portos marítimos e fluviais, ou ferrovias) , incentivo fiscais e disponibilidade de água.

3ª- As indústrias de bem de produção transformam matéria prima em produtos que as indústrias de bens de capital ou de consumo irão usar. Sendo que as mesmas se localizam perto de fornecedores ou de meios fáceis de transporte já citados, portos e ferrovias.

3b—Indústria de bens de capital produz maquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves e pesados. Industria que envolve mais tecnologia, pois seus produtos são de grande importância na industrias.

3c—Indústrias que produzem produtos muito utilizados pela população, os chamados produtos duráveis como moveis, eletrodomésticos, automóveis e outros.¬
4-Hoje o Brasil investe em ciência e tecnologia, mas investe muito pouco. Atualmente é o setor que mais cresce no cenário mundial, grande exemplo presente no nosso dia-a-dia é a empresa Apple que abriu um mercado de 190.000.000 de pessoas, o Brasil, onde fatura muito com sua tecnologia.

5- O Brasil desde o ano de 2000 se tornou um dos principais receptores de investimentos estrangeiros, por ser um pais em crescimento e que tem uma população consumidora de grande escala. Se tornou alvo de investimentos também por causa do crescimento industrial.

Anônimo disse...

Aluno: Awandye Reinert N°08 2°C

1) Indústria é uma atividade que é capaz de transformar matéria prima em bens de consumo e de produção.
2) Uma indústria não pode ser colocada em qualquer lugar, tem de se analisar vários fatores, sendo alguns: fontes de energia, matéria prima, mão de obra, mercado consumidor, estrutura para transporte, rede de comunicação, entre outros.
3) Indústrias de base são aquelas que transformam matéria prima em produtos que vão ser utilizados por indústrias de bens de capital ou de consumo. Localizam-se próximas à ferrovias, portos e fontes de energia.
Indústrias de bens de capital se caracterizam pela produção de máquinas que serão usadas nas demais indútrias. Localizam-se principalmente perto de seus consumidores, em centros urbanos.
Indústrias de bens de consumo produzem produtos duráveis (móveis, automóveis) e produtos não duráveis (alimentos, bebidas). Caracterizam-se por ter a maior concentração de trabalhadores e localizam-se em cidades médias e centros urbanos.
4)O Brasil possui alguns centros de C&T, como o Instituto Nacional de Pesquisa Aeroespaciais, Universidade de Campinas, entre outros. O pouco investimentos que o Brasil faz em C&T é feito próximo às universidades, onde há a oportunidade de surgir novos negócios.
5)Após o fim da Segunda Guerra Mundial, o cenário político internacional muda completamente, os Estados Unidos tem um grande capital acumulado. Esse capital passou a ser investido em outros países, incluindo o Brasil. Os Estados Unidos lideram os investimentos estrangeiros no Brasil por meio de empresas transnacionais.

Anônimo disse...

1- Indústria resume-se na capacidadde de transformar uma matéria-prima em bens de consumo e produção.
2- As fontes de energia, a mão-de-obra, matéria-prima, o mercado consumidor, a infra-estrutura de transporte, as redes des comunicação, os incentivos fiscais e as disponibilidades de água contribuem muito para o desenvolvimento das indústrias.
3- As indústrias de bens de produção transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Por isso elas se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias, onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção. Ex: as siderúrgicas, as metalúrgicas e as petroquímicas.
- As indútrias de bens de capital produzem máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
- As indústria de bens de consumo produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc) e não-duráveis (alimentos, bebidas, etc). Essas indústrias abrigam a maior parte dos trabalhadores, e atinge um amplo mercado consumidor. Portanto, encontra-se nas cidades médias, ou em centros urbanos. A produção destina-se a população em geral.
4- O Brasil é um país que investe muito mais na importação de tecnologia, do que na produção da mesma. São poucos eletrodomésticos, eletroeletrônicos que tenham sido fabricados no Brasil. Hoje em dia encontra-se produtos de marca brasileira como por exemplo a Brastemp, carrendo um adesivo escrito 'Made in China'.
5- O Brasil está muito bem em relação aos investimentos estrangeiros. Diferentes países aproveitam a boa situação econômica, a queda da desigualdade e o avanço no desenvolvimento para relizarem os mesmos.

Nome: Isadora Wanderhec Nº: 24 Série: 2ºC

Anônimo disse...

Josué Baião 2ºB nº16

RESPOSTAS QUESTÕES : TIPOS DE INDUSTRIAS.

1ª)Industria é uma atividade econômica surgida na primeira revolução industrial, e que tem por finalidade transformar matéria-prima em produtos comercializáveis, utilizando manufatura e maquinofatura.

2ª)Os fatores favoráveis para o desenvolvimento industrial foi a grande quantidade de mão de obra, mercado consumidor,matéria prima, etc.

3ª)a- Bens de produção se concretiza através da manufatura de de instrumentos necessários a outras industrias, ou seja, são chamadas de industrias de maquinas-ferramentas ou de equipamento.

b- bens de capital, os equipamentos e instalações ou seja bens ou serviços necessários à produção de outros bens ou serviços.Uma determinada tecnologia utiliza uma determinada combinação dos fatores produtivos para a produção de bens e serviços. Quanto à intensidade da utilização dos fatores produtivos, a agricultura e a indústria podem ser de capital intensivo utilizam mais intensivamente o capital e trabalho intensivo, que utilizam intensivamente o trabalho ou mão-de-obra.

c- Indústrias de bens de consumo estão mais ligadas ao mercado consumidor e à oferta de mão-de-obra, por isto estão mais dispersas espacialmente. O destino de sua produção é o grande mercado consumidor (população em geral). Temos indústrias de bens de consumo duráveis (eletrodomésticos, aparelhos eletrônicos, móveis e automóveis) e de bens de consumo não-duráveis (alimentos, bebidas, vestuário, calçados).

4ª)O Brasil ainda investe pouco em ciência e tecnologia menos de 1% do produto interno bruto (PIB). Os países de primeiro mundo aplicam entre 4% e 6%. A necessidade de mais dinheiro está relacionada com o futuro na área.

5ª) Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.

Anônimo disse...

1 – Indústria é todo o trabalho que transforma matéria prima em outros produtos, quase sempre o valor agregado neste processo é grande.
2 – As indústrias se instalam em locais que há fonte de energia, mão de obra, mercado consumidor, fácil acesso a transporte, rede de comunicação, entre outros fatores, para poder facilitar o crescimento destas indústrias.
3 – a) Bens de produção: Transformam matéria prima ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Estas se localizam perto de lugares de extração e perto de onde a facilidade no transporte. Exemplos: Siderúrgica, mineração, entre outras.
b) Bens de capitais: Produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Se localizam perto de seus consumidores para facilitar o transporte destas maquinas e equipamentos. Exemplos: Mecânica e autopeças.
c) Bens de consumo: Produz diretamente para o mercado consumidor. Está localizada em centros urbanos perto do seu mercado consumidor. Possui uma divisão conforme sua atuação no mercado, são classificadas em bens duráveis (automobilística e eletroeletrônicos) e não duráveis (roupas, remédios e cosméticos).
4 – O Brasil aumentou seu investimento na tecnologia e ciência nos últimos anos, porém ainda não estamos no nível de países desenvolvidos, por exemplo no começo de 2010 o Brasil investiu 30 bilhões em ciência e tecnologia.

5 – Muitos investidores estrangeiros estão acreditando no Brasil para desenvolver na área da tecnologia. Como um investidor chinês que deu cerca de 18,9 bilhões de reais para a pesquisa e o desenvolvimento de tablets no Brasil.

Helena 21 2ºC

Anônimo disse...

Henrique Veber Nº15 2ºA

1-Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matéria-prima em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados.

2-

1- Fontes de energia

2- Mão-de-obra

3- Matéria-prima

4- Mercado consumidor

5- Infra-estrutura de transporte

6- Rede de comunicação

7- Incentivos fiscais

8- Disponibilidades de água.


3-
a, Bens de produção: Indústria de base é o tipo de indústria que produz matéria prima para outra empresa, ou seja, produzindo ou as máquinas, ou a própria matéria prima.

b, Constituído pelo capital fixo (bens de capital, tais como máquinas, estradas, computadores, meios de transporte, edifícios,etc., necessários à produção de outros bens) e pelo capital dinheiro.

c,Bem de consumo é um bem que destina-se a satisfazer as necessidades de consumo de um indivíduo.
Exemplificando, são bens de consumo alimentos, roupas, cadeiras, televisões etc


4- O Brasil ainda está atrasado no quesito investimento em ciência e tecnologia, em 2000 foram investidos apenas 0,76% do PIB, com isso o Brasil ocupa a 17ª posição no ranking investimento em relação ao PIB.

5- O Brasil é considerado um dos melhores países para se investir, uma tabela comparativa entre 1955 e 1959 nos mostra que o Brasil recebeu cerca de 350 milhões de dólares em investimentos diretos de todo o mundo, o maior investidor é os EUA que se estabelecem principalmente nos setores automotivo, farmacêutico e alimentício.

Anônimo disse...

1- Indústria é a atividade econômica que acontece no periodo da primeira revolução industrial, na Inglaterra.


2-Fatores: O desenvolvimento industrial regional, foco em ações visando potencializar vocações regionais, aumentar o emprego industrial em locais de menor desenvolvimento .

3- A partir do texto do blog podemos citar:
a) As de bem de produção sendo as que usam a matéria prima, transformando ela em produtos que vão ser usados em outra indústria.
b) As de bem de capitais que são as responsáveis pela produção das máquinas que serão utilizadas por outro tipo de industrias.
c) Produzem o que compramos, como produtos de uso de curto prazo, e duraveis, o que chega até nós.

4- Podem investir mais, pesquisando em alguns sites podemos perceber que existem opiniões e dados diferentes, porém eu acho que se nosso pais realmente investisse nisso, já estariamos muito mais avançados.

5- Desde do século XXI o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros. ‘’Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.’’ Fonte: http://www.revistamarketing.com.br/materia.aspx?m=796

Anônimo disse...

Daniel Zuliani 2ºC nº14

1- Indústria é a atividade econômica que acontece no periodo da primeira revolução industrial, na Inglaterra.


2-Fatores: O desenvolvimento industrial regional, foco em ações visando potencializar vocações regionais, aumentar o emprego industrial em locais de menor desenvolvimento .

3- A partir do texto do blog podemos citar:
a) As de bem de produção sendo as que usam a matéria prima, transformando ela em produtos que vão ser usados em outra indústria.
b) As de bem de capitais que são as responsáveis pela produção das máquinas que serão utilizadas por outro tipo de industrias.
c) Produzem o que compramos, como produtos de uso de curto prazo, e duraveis, o que chega até nós.

4- Podem investir mais, pesquisando em alguns sites podemos perceber que existem opiniões e dados diferentes, porém eu acho que se nosso pais realmente investisse nisso, já estariamos muito mais avançados.

5- Desde do século XXI o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros. ‘’Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.’’ Fonte: http://www.revistamarketing.com.br/materia.aspx?m=796

Anônimo disse...

1- A indústria é capaz de transformar uma matéria-prima em bens de consumo e produção. Sem a indústria, a nossa capacidade de transformação de matéria-prima seria limitada, e o abastecimento de grandes massas populacionais seria bem difícil e até inviável. A indústria, porém nem sempre teve as características que tem hoje em dia.
2- Fatores como, fontes de energia, mão-de-obra (qualificada ou barata) e matéria-prima. Rede de comunicação e infraestrutura, tanto para o transporte, quanto para a instalação da empresa (como disponibilidades de água).Incentivos fiscais e mercado consumidor também atraem as indústrias para certas regiões.
3- a) As Indústria de base, conhecidas também como bens de produção, são aquelas que transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Por isso elas se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias, onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção. Elas fazem o trabalho “pesado”.
b) Já as indústrias de bens de capital, produzem máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
c)c) A Indústria de bens de consumo, que fazem o “trabalho leve”, produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc) ou não duráveis (alimentos, bebidas, etc). Esse tipo de indústria são as que abrigam a maior parte dos trabalhadores, e atinge um amplo mercado consumidor. Portanto, encontra-se nas cidades médias, ou em centros urbanos. A produção destina-se a população em geral.
4- Perto de outros países, o Brasil investe muito pouco em ciências e tecnologias. O Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República, disse que os Estados Unidos aplicam 3% de US$ 15 trilhões em ciência e tecnologia, significando US$ 450 bilhões de investimento na área. Já o Brasil investe cerca de 2% de R$ 1,5 trilhão, ou seja, R$ 30 bilhões nesta área. Para o embaixador, o desenvolvimento econômico é basicamente a introdução de inovações no processo produtivo. Ele explicou que as inovações têm um papel fundamental na competitividade das empresas, sendo importante também lembrar que o desenvolvimento é uma questão relativa, pois ninguém é desenvolvido sozinho. "Você está sempre desenvolvido ou não em relação aos outros países, as outras sociedades. Isso depende naturalmente da competitividade das empresas estatais ou privadas, não importa. A competitividade depende da inovação e do volume de recursos aplicado no processo tecnológico", salientou.
5-Na década de noventa, até os dias de hoje, o Brasil se consagrou um dos mais importantes países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década seguinte, nosso país continuou com uma posição destacada entre os países que recebem investimentos, porém se tornou importante país emitente de investimentos diretos estrangeiros.
Jean Carlos Adriano Júnior nº 25
2º Em C

Anônimo disse...

Henrique Veloso Santiago nº13 2ºB

1- Indústria é uma atividade econômica surgida na Primeira Revolução Industrial, e que tem por finalidade transformar matéria-prima em produtos comercializáveis, utilizando para isto força humana, máquinas e energia.

2- Os fatores importantes para o desenvolvimento dos complexos industriais são, fonte de energia; mão de obra barata; matéria-prima; mercado consumidor; infra-estrutura de transporte; rede de comunicações, incentivos fiscais; disponibilidade de água. Esses fatores são levados em conta para a produção, onde o dinheiro é economizado para haver lucro na venda dos produtos.

3- As industrias de bens de produção, são as industrias que obtém lucros em cima da produção.
As industrias de bens de capitais, são as industrias que lucram em cima dos produtos vendidos.
As industrias de bens de consumo são aquelas que produzem produtos duráveis e consomem produtos desvalorizados por exemplo e vendem após serem valorizados obtendo lucro.

4- O brasil não investe muito em ciências&tecnologia por não ter muito interesse em obter tecnologia avançada em minha opinião.

5- O Brasil faz bons investimentos diretos estrangeiros e se encontra em bom estado econômico, pois esta ligado diretamente a países com interesse ao nosso produto e também estamos ligados à países com produtos de nosso interesse para investimento.

Anônimo disse...

Bruna Teixeira – 11 – 2C

1)Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matérias-primas em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados e que possuem, normalmente, maior valor agregado. De acordo com a tecnologia empregada na produção e a quantidade de capital necessária, a atividade industrial pode ser artesanal, manufatureira ou fabril. Ao conjunto de indústrias, deu-se o nome de setor secundário, em oposição à agricultura (setor primário) e ao comércio e serviços (setor terciário), de acordo com a posição que cada atividade normalmente está na cadeia de produção e consumo. Hoje em dia o processo industrial é capitaneado pelas multinacionais.
2) Os fatores necessarios para o desenvolvimento dos complexos industriais são investimentos financeiros, estudos e pesquisas, fontes energéticas, espaço e estudo das áres de cada indústria.
3) a)É toda indústria que trabalha com matéria-prima bruta transformando-a em matéria-prima para outras indústrias. Exemplo: indústria siderúrgica, indústria petroquímica.
b) Transforma matéria-prima bruta em outro tipo de matéria-prima e são aquelas que produzem máquinas e equipamentos utilizados em todas as indústrias. Exemplo: fabricas de tornos (equipa indústrias mecânicas)
c) É aquela que produz produtos, voltado ao grande mercado consumidor (população em geral). Exemplo: indústria têxtil, indústria alimentar.A indústria de bens de consumo aparece como indústria leve.
4) Pesquisando em alguns sites, pude perceber que a uma contradição. Em alguns sites pude perceber que eles falam que o investimento que o Brasil faz em tecnologia não chega nem a 1% do PIB e em outros eles falam que o Brasil tem investido pesado. Mais eu penso que se toda a verba destinada a isso fosse realmente utilizada para essa area, o Brasil estaria mais a frente de outros países.
5)Aos poucos o Brasil se tornou um dos principais países, recebendo e emitindo lucros com estrangeiros diretos de todo o mundo. A projeção do Brasil no exterior fez crescer o interesse até dos profissionais estrangeiros, que agora querem trabalhar por aqui. o país possui uma posição destacada entre os países receptores de investimentos estrangeiros diretos.

Anônimo disse...

Matheus Carvalho - 2º C - 32

1- Indústria pode ser considerada todo trabalho que através de matéria prima, transforma produtos para serem ou não comercializados
2- Grande produção, lucro maior que dívida, expansão em busca de mão de obra barata, exploração de matérias primas... Enfim, cada vez mais aumentar a produtividade. Fora
3- Bem de produção ou bem de capital é o bem(equipamentos e instalações de uma indústria, veículos e material de transporte) para a produção de outro bem, especialmente o de consumo.
4- O Brasil não investe na produção e sim na exportação dessas tecnologias(muitas vezes matéria prima)
5- Comparado aos outros países, o Brasil não é um grande investidor. Ao invés de investir em tecnologias, em indústria, exportamos grande parte de nossa matéria prima e após isso compramos o produto feito através de nossa matéria prima.

Anônimo disse...

1- Indústria é o ramo de trabalho que engloba as atividades de produção, ou seja: conjugação do
trabalho e do capital para transformar a matéria prima em bens de produção e consumo.
2- Visto que essas duas novas fontes de energia, petróleo (além de ser uma grande matéria-prima, possibilitou o crescimento da indústria petroquímica) e a eletricidade, são facilmente transportadas, houve uma dispersão na distribuição de geografia das fábricas, surgindo novas indústrias. Várias grandes cidades são entroncamento de ferrovias, rodovias, hidrovias e aerovias, e abrigam as sedes de vários bancos e empresas, se tornando um atrativo para a chegada de mais indústrias. Visto então que muitas cidades crescem em torno de centros industriais, que fazem com que elas cresçam ainda mais e acabem atraindo um número bem maior de indústrias.
3- a)transformam matérias primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas industrias de bens de capital ou de consumo. Sendo então localizadas nas proximidades das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias, tornando fácil a recepção das matérias e a saída da produção.
b) Produção de máquinas e equipamentos utilizados por industrias leves e pesadas. Localizadas nos centros industriais perto de seus consumidores.
c) Produzem produtos duráveis .E não-duráveis .Atingindo um amplo mercado consumidor e abrigando a maior parte dos trabalhadores, destinando sua produção a população em geral.
4- O Brasil investe somente cerca de 1% de seu PIB em ciência e tecnologia. Países de primeiro mundo aplicam, geralmente, entre 4% a 6%.

5- Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores. Até 2006, o Investimento Direto Estrangeiro no Brasil atingiu 18,9 bilhões de dólares. O total registrado em 2007 foi ainda mais impressionante: 34,6 mil milhões de dólares.

Nome: Nathália Bragatti
Nº:34
Série: 2ºc

Anônimo disse...

1 - O papel da indústria é transformar uma matéria-prima em bens de consumo e produção. Sem a indústria, a nossa capacidade de transformação de matéria-prima seria limitada, e o abastecimento de países e populações
seria comprometido e até poderia não existir.Por isso a indústria é indispensável no modo de vida moderno.
2-Para um complexo industrial se instalar em uma determinada área, alguns fatores são muito importantes, entre eles
Um bom sistema de transporte, para importações,exportações e para um fluente escoamento da produção.
Mão-de-obra, trabalhadora e de preferência barata.
Matéria-Prima , Fontes de energia entre outros fatores são denominantes para um bom desenvolvimento das indústrias.
3-Indústrias de base:transformam matérias-primas em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Por isso elas se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias,onde as importações,exportações e o escoamento da produção é facilitado.
Indústrias de bens de capital:esse tipo de indústria produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais, onde a distribuição aos seus compradores émais rápida e simples.
Indústrias de bens de consumo:Podem produzir bens duráveis ou não-duráveis, como automovéis ou alimentos.
4-Sim , nosso país poderia investir mais nesse aspecto,pois
a ciência e a tecnologia, são muito importantes para o estudo e o desenvolvimento de novas formas de produção,manipulação e distribuição da produção.
5-Apesar do Brasil estar em desenvolvimento, muitos países investem e instalam indústrias aqui.Alguns fatores que contribuem para esse situação são a mão-de- obra barata, incentivos fiscais, recursos energéticos, entre outros.

Bernardo Marucco 2ºC Nº1O

Anônimo disse...

CLAUDIO RICARDO JUNIOR Nº07 2ºB

1-atividade humana que transforma, através do trabalho, a matéria prima em outros produtos.

2-incentivos fiscais,fontes de energia, matéria prima,mão de obra barata,mercado consumidor.

3-bens de produção:um bem utilizado na fabricação de outros produtos.
a indústria de bens de produção se caracteriza através da manufatura de instrumentos necessários a outras indústrias.

bens de captais:bens ou serviços necessários à produção de outros bens ou serviços .

bens de consumo:podem ser duráveis ou não duráveis transformam matéria-prima fabricada pela indústria de base em itens para o consumidor final.

4-o brasil não investe em tecnologias pois importa maior parte desses bens e atribui aos mesmos grandes impostos.

5-segundo o site:http://www1.folha.uol.com.br/poder/1021690-investimento-estrangeiro-direto-no-brasil-cresce-256-aponta-bc.shtml

O total de investimento estrangeiro direto (na forma de participação de capital) passou de US$ 162,8 bilhões em 2005 para US$ 579,6 bilhões em 2010, crescimento de 256%. O montante de 2010 é equivalente a 30,8% do PIB (Produto Interno Bruto, soma de tudo que é produzido em um país em determinado período).

Anônimo disse...

Artur Murilo da Hora Coelho
Nº 7 2º ano C

1- É capaz de transformar uma matéria-prima em bens de consumo e produção, sempre buscando aliar os anseios do mercado consumidor com o lucro final.
2- Um complexo industrial se forma quando uma região atende todas as necessidades básicas da industria, sendo as principais: fontes energéticas, meio de transporte e mercado consumidor. Sem qualquer um desses fatores, nenhuma industria pode se fortalecer. Podemos observar o exemplo da cidade de São Paulo que, tendo meio de transporte, energia e mercado consumidor estabelecidos pela produção do café, se tornou logo no inicio da industrialização brasileira um complexo industrial complexo.
3- a) Transformam matérias-primas ou energia, em elementos utilizados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Localizada em pontos perto de onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção.
b) Produção de maquinario para as industrias leves ou pesadas.
c) podem produzir bens produtos duráveis como móveis, eletrodomésticos, automóveis ou não-duráveis como alimentos, bebidas, cosméticos.
4- O Brasil tem sua origem industrial em substituição de importação, onde ele produzia algo que já existia. Se acomodando com essa situação, o Brasil não sente a necessidade em investir em tecnologia pois tudo o que ele produz tem a tecnologia importada de seus criadores no exterior
5- Após a crise mundial de 2008,onde o grande império norte-americano se viu perante a uma grande dificuldade em se restabelecer, economias emergentes, como a do Brasil, foram sendo vistas como pólos econômicos mais seguros para investimento, atraindo investidores do mundo inteiro.

Anônimo disse...

Bruno Franco
Nº 13
2º ano C

1 - Um local onde pessoas trabalham pra transformar matéria prima em produtos que serão consumidos por outras pessoas ou usados por outra indústrias.

2 - Fontes energéticas, espaço e estudo das áres de cada indústria.

3 - a)Transformam matéria prima ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou consumo. São localizadas perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias.
b)Produzem máquinas e equipamentos que serão utilizadas pelas indústrias leves ou pesadas. Se localizam perto dos consumidores.
c)Produzem produtos duráveis e não-duráveis, tem um amplo mercado consumidor, e se localizam em cidades médias e centros urbanos.

4 - A importância das opções que venham a ser feitas em ciência e tecnologia para o desenvolvimento brasileiro é hoje evidente. A extensão deste artigo impõe a escolha de alguns aspectos num tema tão amplo. Optei por uma descrição quase sumária de alguns dos dilemas organizacionais, ao invés de tratar dos desafios internos à ciência e tecnologia. Um se refere ao equilíbrio entre a liberdade do cientista e a necessidade social do conhecimento, outro à tensão entre o prazer individual da criação e as condições objetivas da estrutura onde o cientista trabalha.

5 - Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores. Até 2006, o Investimento Direto Estrangeiro no Brasil atingiu 18,9 bilhões de dólares. O total registrado em 2007 foi ainda mais impressionante: 34,6 mil milhões de dólares.

Anônimo disse...

1- Conjunto das atividades que visam a manipulação e transformação de matérias-primas para a produção de bens de consumo.
2- Recursos, dinheiro, boa administração, foco no objetivo, traçar planos e seguir em frente.
3- a) bens de produção: As indústrias de bens de produção, chamadas também de indústrias de base ou pesadas, são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais. As indústrias de bens de produção são divididas em duas ‘’partes’’: as extrativas e as de bens de capital.
b) bens de capitais: As de bens de capitais produzem máquinas e equipamentos que serão utilizadas pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
c) bens de consumo: Já as de bens de consumo, também chamadas de leves, têm sua produção direcionada diretamente para o mercado consumidor, para a população em geral. Também ocorre a divisão desse tipo de indústria conforme sua atuação no mercado, elas são ramificadas em indústrias de bens duráveis e de bens não duráveis.
4- Brasil optou em ser apenas terreiro dos países desenvolvidos, e isso desde o final da segunda guerra. O Brasil retrocedeu muito nestes últimos 10 anos, a pesquisa de biocombustíveis foi acabada, e ainda quer ser país do futuro. Na Inglaterra todos os cursos de ponta têm indianos matriculados estudando muito, para voltar para a Índia e desenvolve-la... Brasil tá parado no tempo, vai perder feio a corrida pela tecnologia, conhecimento e informação, vai continuar vendendo produtos primários para a China e etc.
5- Brasil foi principal destino de investimentos estrangeiros diretos em 2011 na América Latina e no Caribe. O Brasil foi o principal receptor de investimento estrangeiro direto (IED, recursos que vão para o setor produtivo do país) na América Latina e no Caribe, em 2011, segundo relatório da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), divulgado hoje (3).

Gabriel Moreira Heusi - 10 - 2°B

Anônimo disse...

Lucas Zanoello Ardigó 2ºB N:22
1-Industria é praticamente uma atividade econômica onde tem o intuito de transformar matéria-prima em produtos comercializáveis, utilizando maquinas e partes feitas pelos humanos
2-Os principais fatores necessários para o desenvolvimento dos complexos industriais, são quando alguns governos estaduais oferecem vantagens, como isenção de impostos e mais infraestrutura as industrias de fora facilitando as suas instalações e tornando mais interesse delas por tais áreas, sendo que normalmente esses complexos se desenvolvem em volta de grandes cidades
3-
a-Os bens de produção são aquele que transformam matéria prima ou energia em produtos que podem ser utilizados pelas industrias de bens de capital ou bens de consumo
B - Bens de capitais, basicamente são bens que geram riquezas, que geram ‘’capital’’, como as maquinas de uma industria, que fabricam outros bens com o seu uso
c-Bens de consumo são os itens que tem a função de satisfazer as necessidades humanas, como alimentos, roupas, móveis ou eletrodomésticos

4- O Brasil é o 61º maior desenvolvedor mundial de ciências & tecnologia, mesmo tendo pouco investimento nessa área, aos poucos nosso pais tem se desenvolvido, possuindo o programa espacial mais avançado da América Latina
5- Em 2011 o Brasil bateu um recorde nessa área, nunca na historia os estrangeiros investiram tanto no Brasil, cerca de 116,7 bilhoes, liquido, superando as expectativas para o ano. (dado divulgado pelo Banco Central)

Anônimo disse...

Gabriela G. Hidalgo, 2ºB nº12

1- Indústria é uma atividade econômica que tem por finalidade transformar matéria-prima em produtos comercializáveis, ou não, utilizando para isto mão de obra humana, máquinas e energia.

2- O desenvolvimento das indústrias depende das matérias primas, que são transformadas em produtos para comércio, através da utilização da mão de obra humana e de máquinas. Incentivos fiscais também são importantes, para que possam acontecer os investimentos necessários para melhorias na infraestrutura de transporte, produção qualificada e rápida, e até na rede de comunicação. O mercado consumidor é um fator essencial também, ele é quem vai fazer com que a indústria cresça, pois compra e de certa forma influencia outros a comprarem também.

3- a) As indústrias de bens de produção, chamadas também de indústrias de base ou pesadas, são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais. As indústrias de bens de produção são divididas em duas ‘’partes’’: as extrativas e as de bens de capital.
b) As de bens de capitais produzem máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
c) Já as de bens de consumo, também chamadas de leves, têm sua produção direcionada diretamente para o mercado consumidor, para a população em geral. Também ocorre a divisão desse tipo de indústria conforme sua atuação no mercado, elas são ramificadas em indústrias de bens duráveis e de bens não duráveis.

4- O investimento do Brasil em ciência e tecnologia corresponde a menos de 1% do produto interno bruto (PIB), sendo que países de primeiro mundo investem entre 4% e 6%, o que torna o valor considerado baixo. Para um país desenvolver-se é necessário construir infraestrutura e inteligência, o que é possível com a independência tecnológica. O Brasil tem destaque em ciência, mas esta não é transformada em tecnologia, muitas máquinas e equipamentos são importados, porem poderiam ser feitos no próprio território brasileiro.

5- O Brasil foi o país que mais recebeu investimento estrangeiro direto (IED), que são recursos que vão para o setor produtivo do país, na América Latina e no Caribe, em 2011. O relatório Investimento Estrangeiro na América Latina e Caribe mostra que o país recebeu US$ 66,7 bilhões, 43,8% do total de fluxos para a região.

Anônimo disse...

Nome: Georgina Munaier
N: 20 2C E.M.

1: Indústria é uma atividade econômica surgida na Primeira Revolução Industrial, no fim do século XVIII e início do século XIX, na Inglaterra, e que tem por finalidade transformar matéria-prima em produtos comercializáveis, utilizando para isto força humana, máquinas e energia.

2: - Fontes de energia
- Mão-de-obra
- Matéria-prima
- Mercado consumidor
- Infra-estrutura de transporte
- Rede de comunicação
- Incentivos fiscais
- Disponibilidades de água.

3: A) As indústrias de bens de produção, também chamadas de indústrias de base ou pesadas, são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais. As indústrias de bens de produção são divididas em duas vertentes: as extrativas e as de bens de capital.

- Indústria de bens de capital:
esse tipo de indústria produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.


C) As indústrias de bens de consumo têm sua produção direcionada diretamente para o mercado consumidor, ou seja, para a população em geral. Também ocorre a divisão desse tipo de indústria conforme sua atuação no mercado, elas são ramificadas em indústrias de bens duráveis e de bens não duráveis.

4: O Brasil ainda investe pouco em ciência e tecnologia: menos de 1% do Produto Interno Bruto (PIB). Os países de primeiro mundo aplicam entre 4% e 6

5: Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.

Anônimo disse...

1- Indústria é o processo da transformação da matéria prima em produtos ou bens comercializáveis, que necessita de energia, máquinas e o por ultimo, mas não menos importante, o trabalho humano. Além de ser responsável pelo abastecimento da população.
2- As indústrias são concentradas em lugares, não espalhadas. Os fatores necessário para a expansão das indústrias são as fontes de energia, antigamente por exemplo as indústrias tinham de ser construídas ao redor de jazidas de carvão mineral, porém o petróleo e a eletricidade ganharam mais importância, e hoje em dia temos várias e várias fontes de energia. E o petróleo também é matéria prima, que é outro fator importante, assim como a mão de obra. Mercado consumidor, o lucro vem a partir desse fator. Lugares isolados onde as indústrias são construídas restaurantes, rodoviárias, o transporte que é outro fator importantíssimo pois facilita a mandado de produtos prontos e para receber matéria prima. A infraestrutura viária. Disponibilidade de água, de uso para a lavagem de máquinas. Obviamente incentivos fiscais e também as redes de comunicação. Matérias primas como minério e florestas influenciam os lugares das indústrias.
3- A) Indústrias de bens de produção, são responsáveis por transformar a matéria prima em produtos ou também energia que as indústrias de capital e consumo necessitam. São próximas de portos e de ferrovias para facilitar a entrada de matéria prima e a saída dos produtos prontos.
B) Indústrias de bens de capital são as responsáveis por produzirem as máquinas que serão utilizadas pelas indústrias leves e pesadas, e se localizam perto de suas indústrias consumidoras.
C) Indústrias de bens de consumo leve são responsáveis pela fabricação de produtos duráveis e não duráveis. Os duráveis seriam automóveis, eletrodomésticos, e os não duráveis alimentos e bebidas.
4- O Brasil tem alguns pontos importantes de ciências e tecnologia, Instituto Nacional de Pesquisas Aeroespaciais de são José dos Campos, que se localizam perto de universidades. O Brasil tem o mais avançado programa espacial da América Latina, com recursos significativos para veículos de lançamento, e fabricação de satélites, porém o Brasil não foi nenhum dos primeiros a iniciar o investimento nessa área, e ainda se for analisar o Brasil utiliza a maioria de máquinas vindo de fora.
5- O Brasileiro usa diariamente produtos vindo de fora, principalmente roupas, iphone, ipad, e várias outras coisas, os produtos são vendidos aqui porém o lucro é estrangeiro. E além do mais é um país menos desenvolvido comparado a outras grandes potências tecnológicas e econômicas.

Aluna Marianna Cristina Siqueira de Oliveira Nº:23 2ºA Grupo: As pampa Professora Conceição

Anônimo disse...

Amanda Chahm 2ºA nº2
1- 1-É o que consegue formar uma matéria-prima em produção
2- 2-Presença de fonte de energia, Presença de matérias primas, Mão de obra barata e qualificado, Incentivos fiscais, Presença de infra estrutura de transporte e telecomunicação, Presença de mercado consumidor.
3- 3-Produzem equipamentos utilizados em todas as indústrias e máquinas: de base, de outras indústrias de bens de produção e de indústrias bens de consumo. Bens de produção, ou bem de capital, é um bem usado na produção de outros bens, especialmente bens de consumo, mas não é diretamente incorporado ao produto final. São as máquinas, equipamentos e instalações de uma indústria, veículos e material de transporte.
4- 4-Porque a nossa economia esta em vender matéria prima para países desenvolvidos com o EUA, ao invés de começarmos a aproveitar as nossas várias opções de máterias primas para uso próprio investindo em tecnologia em ciência, porque o dinheiro vem mais fácil vendendo elas, não que vendamos por um preço justo vendemos barato demais se levar em conta a importância deles, e preferimos pagar impostos altos em produtos que poderíamos produzir.
5- 5-Os estrangeiros estão investindo no Brasil como nunca, em 2011 o total liquido do investimento, que é o que os estrangeiros investiram aqui subtraído pelo que os brasileiros investiram no exterior, bateu o recorde de 116,7 bilhões. Superou inclusive as expectativas do banco central que previa 113,8 bilhões do total líquido.

Letícia (20) 2ºA disse...

1. Toda atividade humana que através do trabalho transforma a matéria prima em outro produto que pode ser comercializado, pode ser compreendida como indústria. O produto do processo industrial recebe um valor maior do que quando matéria prima, fazendo assim o surgimento dos lucos.
2. Matéria prima, mão de obra & qualificada, fontes de energia, mercado consumidor e intra estrutura de transporte & telecomunicação.
3. a) Siderúrgicas, metalúrgicas e petroquímicas podem ser exemplos das indústrias de bens de produção que possuem como característica principal o fato de serem instrumentos usados para produzirem outros. Exemplos de bens de produção são as máquinas, equipamentos etc.
b)Localizadas em centros industriais, as indústrias de bens de capitais produzem máquinas que serão utilizadas na produção de bens de consumo leves ou pesados. c)Bens de consumos leves podem ser duráveis como são automóveis, móveis e eletrodomésticos, ou não duráveis como produtos alimentícios.
4. O investimento do Brasil quanto a tecnologia é considerado pouco pois, em média, é investido apenas 0,5% do Produto Interno Bruto do país nas ciências tecnológicas, o que é pouco comparado com o restante dos países.
5. Segundo dados portal R7, em 2011 os investimentos estrangeiros no Brasil bateram recorde. Superando as expectativas, o total no ano passado foi de R$ 178,2 bilhões (US$ 101,7 bilhões) contra R$ 61,3 bilhões (US$ 35 bilhões) valor investido pelos brasileiros no exterior.

Anônimo disse...

Nome: Alisson Fernando
Nº 01
Série: 2ºA EM

1-R:Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matérias-primas em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados e que possuem, normalmente, maior valor agregado.

2-R: Presença de matérias primas, a matéria prima deve permanecer perto das indústrias, fazendo com que o custo do transporte diminua, gerando um custo final menor e aumentando o lucro. Mão de obra barata e qualificada: elas estarão estabelecidas em centros urbanos que aglomeram um grande contingente populacional, pois quanto maior a oferta de proletariados menores são os salários. Já a mão de obra qualificada requer trabalhadores com qualificação profissional e são encontradas em menores quantidades. Presença de infra estrutura de transporte e telecomunicação: o sistema de transporte é de grande utilidade para a produção e distribuição industrial. É preciso uma grande infra estrutura para que haja uma grande escoação da produção. A presença de empresas de telecomunicações ajuda no dinamismo das indústrias.Presença de infra estrutura de transporte e telecomunicação: o sistema de transporte é de grande utilidade para a produção e distribuição industrial. É preciso uma grande infra estrutura para que haja uma grande escoação da produção. A presença de empresas de telecomunicações ajuda no dinamismo das indústrias e incentivos fiscais, o conjunto de políticas econômicas que facilitam a entrada de indústrias em uma determinada área através da cobrança de menores impostos ou de sua não cobrança é crucial na escolha do local de instalação da indústria.

3- a)R:As indústrias de bens de produção, também chamadas de indústrias de base ou pesadas, são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais. As indústrias de bens de produção são divididas em duas vertentes: as extrativas e as de bens de capital.
b)R: A industria de bens de capital responde pela produção de um complexo conjunto de máquinas e equipamentos utilizados na produção de outros bens, mantendo relação direta com a produção dos demais setores, além de desempenhar papel importante na difusão e geração de novas tecnologias. Esse setor é composto por diversos segmentos industriais, entre os quais se destacam os de máquinas e equipamentos; veículos automotores, reboques e carrocerias; máquinas, aparelhos e materiais elétricos; equipamentos de informática e periféricos e equipamentos de comunicação.
c)R: As indústrias de bens de consumo têm sua produção direcionada diretamente para o mercado consumidor, ou seja, para a população em geral. Também ocorre a divisão desse tipo de indústria conforme sua atuação no mercado, elas são ramificadas em indústrias de bens duráveis e de bens não duráveis.

4-R:Tecnologia esta aliada a pesquisa científica, e para termos bons pesquisadores precisamos de uma boa educação, desde o primário até o superior, o que não temos. E mesmo assim, os que conseguem passar por todas as dificuldades e conseguem produzir algo que preste, esbarram numa legislação antiquada que dificulta processos de licitação, patentes, etc..

5-R:Os estrangeiros nunca investiram tanto no Brasil como em 2011. O total líquido de investimento, ou seja, o que os estrangeiros investiram aqui menos o que os brasileiros investiram no exterior, bateu recorde de R$ 116,7 bilhões (US$ 66,6 bilhões). Os dados foram divulgados nesta terça-feira (24) pelo Banco Central.
O brasil ta investindo bem mais do que os outros paiser aqui.

Anônimo disse...

Thais Rosana C. Machado 2º ano A nº 27

1-“Conjunto das atividades, dos ofícios que produzem riquezas pela manipulação das matérias-primas” segundo o dicionário. Conjunto de trabalhadores em um determinado local ou organização, que realizam uma determinada tarefa tendo em vista maiores lucros e menores gastos.

2- Para que haja o desenvolvimento de uma indústria é necessário que outras áreas também para estejam desenvolvidas como: a infra-estrutura do transporte para que possam ser transportadas as matérias primas até a indústria e os produtos fabricados para a comercialização.
Fontes de energia, levando em conta que as indústrias hoje são mecanizadas, até mesmo as mais rudimentares tem uma dependência tecnológica, portanto necessitam de energia para entrarem em funcionamento.
Precisam de mercado consumidor pra que haja lucros, para que possam vender seus produtos. A mão de obra também é muito importante, Por que é preciso que alguém realize as atividades que algumas máquinas não podem realizar.
Entre outros fatores que são também responsáveis pelo desenvolvimento industrial de uma determinada área.

3- As industrias de bens de produção ou de base pesada são aquelas industrias que utilizam matérias primas como a petroquímica utiliza do petróleo como fonte, transformando em energia que posteriormente será usada pelas industrias de bens de capital ou de consumo. Elas instalam-se perto de lugares de transporte como portos e ferrovias, para um rápido fornecimento de matéria prima e então fornecimento de sua energia.
Industria de bens de capital são as que produzem as máquinas e equipamentos que serão usados nas industrias leves ou pesadas. Elas se localizam perto de seus consumidores ou seja nos centros industriais.
Industria de consumo leve são as que fabricam produtos duráveis como por exemplo, móveis, carros e eletrônicos.
Industria de consumo pesado são aquelas que fabricam produtos que não duram como por exemplo os alimentos. Ela atingi uma grande camada de consumidores, portanto instalam-se em centros urbanos, onde atingirá com maior facilidade o público consumidor.

4e 5- O Brasil hoje tem uma classificação melhor em relação ao mercado internacional, representa a 6ª maior economia mundial, porém sua participação no DIT (Divisão internacional do trabalho) tem a mesma participação, de fornecedor de matéria prima e consumidor dos países mais desenvolvidos.
Ou seja os países mais desenvolvidos compram os recursos naturais do Brasil, um país rico em nesse sentido. Então o Brasil por sua vez compra as mercadorias muito mais caro, devido os impostos.Dando lucros para esses países.

Anônimo disse...

Amanda Chahm 2ºA nº2 (refeito)
1- 1-É o que consegue formar uma matéria-prima em produção (mercadoria) através do trabalho humano e de forma cada vez mais comum utilizando as máquinas.
2- 2-Presença de fonte de energia, Presença de matérias primas, Mão de obra barata e qualificado, Incentivos fiscais, Presença de infra estrutura de transporte e telecomunicação, Presença de mercado consumidor.
3- 3- a) As indústrias de bens de produção, também chamadas de indústrias de base ou pesadas, são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais. As indústrias de bens de produção são divididas em duas vertentes: as extrativas e as de bens de capital. b)
São conhecidos como bens de produção ou bens de capital, os equipamentos e instalações — ou seja: bens ou serviços necessários à produção de outros bens ou serviços . c)As indústrias de bens de consumo têm sua produção direcionada diretamente para a população em geral. Também ocorre a divisão desse tipo de indústria conforme sua atuação no mercado, elas são ramificadas em indústrias de bens duráveis (de mercadoria não perecíveis como indústria: automobilística, móveis comerciais, material elétrico, eletroeletrônicos, etc.) é e de bens não duráveis (de produtos perecíveis e coisas do gênero um exemplo indústria alimentícia, têxtil, de vestuário, remédios, cosméticos).
4- 4-Porque a nossa economia esta em vender matéria prima para países desenvolvidos com o EUA, ao invés de começarmos a aproveitar as nossas várias opções de máterias primas para uso próprio investindo em tecnologia em ciência, porque o dinheiro vem mais fácil vendendo elas, não que vendamos por um preço justo vendemos barato demais se levar em conta a importância deles, e preferimos pagar impostos altos em produtos que poderíamos produzir.
5- 5-Os estrangeiros estão investindo no Brasil como nunca, em 2011 o total liquido do investimento, que é o que os estrangeiros investiram aqui subtraído pelo que os brasileiros investiram no exterior, bateu o recorde de 116,7 bilhões. Superou inclusive as expectativas do banco central que previa 113,8 bilhões do total líquido.

Anônimo disse...

Amanda Chahm 2ºA nº2 (reenviar)
1- 1-É o que consegue formar uma matéria-prima em produção (mercadoria) através do trabalho humano e de forma cada vez mais comum utilizando as máquinas.
2- 2-Presença de fonte de energia, Presença de matérias primas, Mão de obra barata e qualificado, Incentivos fiscais, Presença de infra estrutura de transporte e telecomunicação, Presença de mercado consumidor.
3- 3- a) As indústrias de bens de produção, também chamadas de indústrias de base ou pesadas, são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais. As indústrias de bens de produção são divididas em duas vertentes: as extrativas e as de bens de capital. b)
São conhecidos como bens de produção ou bens de capital, os equipamentos e instalações — ou seja: bens ou serviços necessários à produção de outros bens ou serviços . c)As indústrias de bens de consumo têm sua produção direcionada diretamente para a população em geral. Também ocorre a divisão desse tipo de indústria conforme sua atuação no mercado, elas são ramificadas em indústrias de bens duráveis (de mercadoria não perecíveis como indústria: automobilística, móveis comerciais, material elétrico, eletroeletrônicos, etc.) é e de bens não duráveis (de produtos perecíveis e coisas do gênero um exemplo indústria alimentícia, têxtil, de vestuário, remédios, cosméticos).
4- 4-Porque a nossa economia esta em vender matéria prima para países desenvolvidos com o EUA, ao invés de começarmos a aproveitar as nossas várias opções de máterias primas para uso próprio investindo em tecnologia em ciência, porque o dinheiro vem mais fácil vendendo elas, não que vendamos por um preço justo vendemos barato demais se levar em conta a importância deles, e preferimos pagar impostos altos em produtos que poderíamos produzir.
5- 5-Os estrangeiros estão investindo no Brasil como nunca, em 2011 o total liquido do investimento, que é o que os estrangeiros investiram aqui subtraído pelo que os brasileiros investiram no exterior, bateu o recorde de 116,7 bilhões. Superou inclusive as expectativas do banco central que previa 113,8 bilhões do total líquido.

Anônimo disse...

Amanda Chahm 2ºA nº2(reenviado)
1- 1-É o que consegue formar uma matéria-prima em produção (mercadoria) através do trabalho humano e de forma cada vez mais comum utilizando as máquinas.
2- 2-Presença de fonte de energia, Presença de matérias primas, Mão de obra barata e qualificado, Incentivos fiscais, Presença de infra estrutura de transporte e telecomunicação, Presença de mercado consumidor.
3- 3- a) As indústrias de bens de produção, também chamadas de indústrias de base ou pesadas, são responsáveis pela transformação de matérias-primas brutas em matérias-primas processadas, sendo a base para outros ramos industriais. As indústrias de bens de produção são divididas em duas vertentes: as extrativas e as de bens de capital. b)
São conhecidos como bens de produção ou bens de capital, os equipamentos e instalações — ou seja: bens ou serviços necessários à produção de outros bens ou serviços . c)As indústrias de bens de consumo têm sua produção direcionada diretamente para a população em geral. Também ocorre a divisão desse tipo de indústria conforme sua atuação no mercado, elas são ramificadas em indústrias de bens duráveis (de mercadoria não perecíveis como indústria: automobilística, móveis comerciais, material elétrico, eletroeletrônicos, etc.) é e de bens não duráveis (de produtos perecíveis e coisas do gênero um exemplo indústria alimentícia, têxtil, de vestuário, remédios, cosméticos).
4- 4-Porque a nossa economia esta em vender matéria prima para países desenvolvidos com o EUA, ao invés de começarmos a aproveitar as nossas várias opções de máterias primas para uso próprio investindo em tecnologia em ciência, porque o dinheiro vem mais fácil vendendo elas, não que vendamos por um preço justo vendemos barato demais se levar em conta a importância deles, e preferimos pagar impostos altos em produtos que poderíamos produzir.
5- 5-Os estrangeiros estão investindo no Brasil como nunca, em 2011 o total liquido do investimento, que é o que os estrangeiros investiram aqui subtraído pelo que os brasileiros investiram no exterior, bateu o recorde de 116,7 bilhões. Superou inclusive as expectativas do banco central que previa 113,8 bilhões do total líquido.

Anônimo disse...

1- A indústria transforma a matéria prima em bens de consumo e produção.

2- Fontes de energia,Mão-de-obra, Matéria-prima, Mercado consumidor, Infra-estrutura de transporte, Rede de comunicação, Incentivos fiscais, Disponibilidades de água.

3- a)transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo
b) esse tipo de indústria produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas.
c) bens de consumo produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc.

4-Pelo contrário, Brasil está investindo pesado em ciências e tecnologia como Embraer, Embrapa, Petrobras(que extrai petróleo do mar) são empresas que utilizam de alta tecnologia e ciência. Neste site http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=investimento-ciencia-tecnologia-brasil&id=020175100601 diz que Brasil investiu 30 bilhões de reais em ciência e tecnologia.

5- Com a crise nos Estados Unidos e Europa, os países do BRIC são os países com mais perspectivas de investimento. E o Brasil, está recebendo investimento em todas as áreas, pois tem uma grande capacidade.

Nome: David Sanmartin Martins nº9 2ºA

Anônimo disse...

Janaína Nespolo dos Santos nº16 2ºA
1-Indústria é o meio de transformar uma matéria prima em bens de consumo e de produção.

2- Fontes de energia:
- Mão-de-obra: a força de trabalho que movimenta a indústria.

- Matéria-prima: é o instrumento de trabalho da mão de obra.

- Mercado consumidor: o dinheiro do consumo do produto final faz com que a indústria possa continuar o ciclo de produção.

- Infraestrutura de transporte: Facilita o transporte das mercadorias para outros lugares, um fator importante para a localização das indústrias, por isso muitas delas se localizam perto de portos marítimos, ferroviários e fluviais.

- Rede de comunicação: perpetuar a qualidade de serviço da indústria.

- Incentivos fiscais: facilitação da instalação e manutenção das indústrias.

- Disponibilidades de água: através da disponibilidade dos materiais básicos que uma indústria pode fixar-se em determinada área.

3- a) bens de produção: transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo.
b) bens de capitais: produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesados.
c) bens de consumo: produzem produtos duráveis (móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc.) e não duráveis (alimentos, bebidas, etc.).

4-os níveis de educação são baixos, principalmente em ciências tecnológicas, é por esse motivo o Brasil tem que exportar mão de obra qualificada.

5- O Brasil, decorrente de seu alto crescimento econômico, tem recebido altos investimentos estrangeiros.

Anônimo disse...

Thainan – nº 26 / 2º A

1- A indústria é uma atividade econômica que tem como finalidade transformar matérias-primas em produtos comercializáveis, ou seja, bens de consumo e produção, utilizando para isso força humana, máquinas e energia.
2- As indústrias optam em regiões que tenham fatores favoráveis para a instalação de suas fábricas, tais como: fontes de energia local, mão-de-obra barata, matéria-prima (fonte), mercado consumidor, infra-estrutura de transporte, rede de comunicação, incentivos fiscais e disponibilidade de água, que juntas trabalhem de uma maneira mais fácil para o surgimento do produto final, gerando o lucro mais alto possível para os investidores.
3- A localização das indústrias também dependem do tipo de indústria a ser instalada para o consumo mais fácil por parte dos consumidores.
a) A indústria de bens de produção transformam matérias-primas ou energia em produtos que vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo. Por isso elas se localizam perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias, onde fica fácil a recepção das matérias e a saída da produção.
b) A indústria de bens de capital produz máquinas e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias leves ou pesadas. Essas indústrias se localizam principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
c) A indústria de bens de consumo produzem produtos duráveis como: móveis, eletrodomésticos, automóveis, entre outros; e não-duráveis como alimentos, bebidas e etc. Essas indústrias abrigam a maior parte dos trabalhadores, e atinge um amplo mercado consumidor. Portanto, encontra-se nas cidades médias, ou em centros urbanos tendo como destino a população em geral.
4- Os altos investimentos realizados pelas empresas no campo da ciência e da tecnologia se tornaram um dos principais diferenciadores na disputa pelo mercado mundial, ou seja, as empresas passaram a desenvolver seus próprios laboratórios de pesquisa e suas equipes de pesquisadores. Isso nos possibilita afirmar que a ciência e a tecnologia tornaram-se um importante instrumento de poder econômico para as empresas capitalistas, reorganizando a divisão internacional do trabalho. Porém, o Brasil apesar dos esforços em realizar conferências nacionais e debater sobre Ciência e Tecnologia, ainda é pouco competitivo nesse setor no cenário mundial.
Foi a partir da necessidade de democratizar a ciência brasileira que, em 1985, surgiu a Conferência Nacional de Ciência e Tecnologia. Segundo relatório feito em 2010, o Brasil investe apenas 1,09% do PIB (Produto Interno Bruto). O índice coloca o País bem distante das cinco nações que mais investem na área e dos países desenvolvidos que investem cerca de 2% a 3% dos seus PIB em ciência e desenvolvimento.
5- Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros. Porém, foi em 1994 quando o Plano Real foi lançado no Brasil, que a economia brasileira passou por profundas transformações, tanto na área produtivas como na financeira. Com isto intensificaram-se os processos de concentração e a desnacionalização de algumas empresas.
Os investimentos ocorridos nos últimos anos têm exercido um forte impacto na economia brasileira, o que é favorável sob a ótica da competitividade, principalmente para a indústria brasileira. Isso se dá devido à atualização e revitalização dos produtos, modernização dos processos, principalmente baseados nas tecnologias de informações e comunicações, a construção de novas instalações, a atualização de métodos de gestão, principalmente nos órgãos governamentais, e no surgimento de uma nova filosofia dos empresários, o que implica em uma estrutura empresarial mais concentrada em resultados, o que eleva a eficiência industrial, proporcionando assim um grande ganho para a sociedade como um todo.

Anônimo disse...

Gabriel dos Reis | Numero 12 | 2ªA

1> O significado de industria é um conjunto das atividades, dos ofícios que produzem riquezas pela manipulação das matérias-primas.

2> Mão de obra barata e qualificada ,Presença de fonte de energia , Presença de matérias primas.

3> a) A indústria de bens de produção se concretiza através da manufatura de instrumentos necessários a outras indústrias, ou seja, são chamadas de indústria de maquinas-ferramentas ou de equipamentos.
b)O setor de bens de capital responde pela produção de um complexo conjunto de máquinas e equipamentos utilizados na produção de outros bens, mantendo relação direta com a produção dos demais setores, além de desempenhar papel importante na difusão e geração de novas tecnologias.
c)Bem de consumo é um bem que destina-se a satisfazer as necessidades de consumo de um indivíduo.
Exemplificando, são bens de consumo alimentos, roupas, cadeiras, televisões etc. Não são bens de consumo maquinários destinados a auxiliar na produção de outros bens.

4>A nossa econômia está para vender matéria prima para países desenvolvidos com o EUA, ao inves de começarmos a aproveitar as nossas várias opções de máterias primas para uso próprio investindo em tecnologia em ciência, porque o dinheiro vem mais fácil vendendo elas, não que vendamos por um preço justo vendemos barato demais se levar em conta a importância deles, e preferimos pagar impostos altos em produtos que poderiamos produzir
Tecnologia esta aliada a pesquisa científica, e para termos bons pesquisadores precisamos de uma boa educação, desde o primário até o superior, o que não temos.

5>Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.

Anônimo disse...

Yasmim Benevides, n 33 - 2º A

1 - Indústria é toda atividade humana que através do trabalho, transforma matéria-prima em diferentes produtos, e pode ser ou não comercializados, por maiores valores. A atividade industrial pode ser manufaturada, artesanal ou fabril.
2 – Presença de matéria prima (diminuindo o custo do transporte), presença da fonte de energia (mover máquinas e equipamentos), presença da mão de obra barata e qualificada, presença do mercado consumidor, presença da infra estrutura de transporte e telecomunicação e incentivos fiscais.
3 – a) Bens de Produção: É toda indústria que trabalha com matéria-prima bruta, e a transforma em matéria-prima para outras indústrias (Indústria siderúrgica, indústria petroquímica.)
b) Bens de Capitais: Transforma matéria-prima bruta em outro tipo de matéria-prima e são aquelas que produzem máquinas para outras indústrias.
c) Bens de Consumo: É aquela que produz produtos, voltado ao grande mercado consumidor.
4 – A nossa economia está em vender matéria prima para os países mais industrializados. Se aproveitássemos nossa matéria prima poderíamos investir na ciência e na tecnologia para aumentar o lucro e a produção também.
5 – O Brasil está em uma posição importante em relação aos investimentos diretos estrangeiros, tanto como receptor e como emissor. O estudo desses investimentos é muito abordado em áreas de estratégia, marketing, etc.

Anônimo disse...

Maria Eduarda Moreira - 22 - 2ºA

1- Indústria é o ramo de trabalho que engloba as atividades de produção, ou seja: conjugação do trabalho e do capital para transformar a matéria prima em bens de produção e consumo.
2- Mão de obra barata e qualificada , presença de fonte de energia , presença de matérias primas, etc..
3- a)- Função/Produção: Transformam matérias-primas ou energia em produtos .
Localização: Perto das fontes fornecedoras ou dos portos e ferrovias.
Observação: A produção das indústrias de bens de produção vão ser usados pelas indústrias de bens de capital ou de consumo.
b) - bens de capital: Função/Produção: Produzem máquinas e equipamentos
Localização: principalmente perto de seus consumidores, nos centros industriais.
Observação: As maquinas e equipamentos produzidos nas industrias de bens de capital, posteriormente serão ultilizadas pelas indústrias leves ou pesadas.
c) - Função/Produção: Produzem produtos duráveis, tais como móveis, eletrodomésticos, automóveis, etc, e não-duravéis como alimentos, bebidas, etc.
Localização: cidades médias, ou em centros urbanos.
Observação: A produção dessas indúrias destina-se a população em geral e são essas indústias que empregam o maior número de trabalhadores.
4- Tecnologia esta aliada a pesquisa científica, e para termos bons pesquisadores precisamos de uma boa educação, desde o primário até o superior. É dificil encontrar produtos totalmente produzidos no Brasil, e também a nossa econômia esta em vender matéria prima para países desenvolvidos com o EUA, ao inves de começarmos a aproveitar as nossas várias opções de máterias primas para uso próprio investindo em tecnologia em ciência, porque o dinheiro vem mais fácil vendendo elas, não que vendamos por um preço justo vendemos barato demais se levar em conta a importância deles, e preferimos pagar impostos altos em produtos que o proprio país poderia produzir.
5- Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros. Com isto, o estudo dos investimentos diretos estrangeiros, nas duas direções, assume importância cada vez maior na economia brasileira. Sobre este assunto, formou-se uma ampla literatura internacional que foi aperfeiçoada nas últimas décadas. Estas teorias e abordagens estão se tornando cada vez mais importantes no debate acadêmico e profissional brasileiro, nas áreas de estratégia, de marketing, entre outras.

Anônimo disse...

(1)É um tipo de economia surgida na Primeira Revolução Industrial. Serve para criar produtos comercializáveis através de sua matéria prima, utilizando maquinas, energia, e até as vezes homens.
(2)Existem vários fatores como a presença de materia prima, fonte de energia, mãos de obra barata e qualificada, a infra estrutura de transporte e comunicação e um dos mais importantes, o mercado consumidor.
(3)A)Bens de Produção : Nesse tipo de industria a atividade desenvolvida transforma a matéria-prima que foi retirada da natureza de forma bruta. E têm como objetivo produzir materiais destinados à infra-estrutura, oferecendo suprimentos para o transporte, energia, saneamento e habitação. E esse tipo de produção acaba deixando a industria conhecida por indústria de base (fornece condições para a proliferação de outras indústrias). E são divididas em duas vertentes: as extrativas e as de bens de capital.
B)Bens de Capital: São responsáveis pela transformação de bens naturais ou semimanufaturados para a estruturação das indústrias de bens intermediários e de bens de consumo. Exemplos: siderurgia, petroquímica, etc.
C)Bens de Consumo: São as que procuram abastecer o mercado que atende o consumidor final, por isso se encontram próximo aos centros urbanos a fim de proporcionar maior acesso aos consumidores. E são classificadas de acordo com as mercadorias que produzem.
--> Indústrias de bens duráveis: atuam na produção de mercadorias de grande vida útil, nessa categoria está a indústria de automobilística e eletroeletrônica.
--> Indústria de bens não-duráveis: atua na produção de bens de consumo perecíveis, exemplo: a indústria alimentícia, vestuário e todos aqueles que envolvem extinção.
(4)Porque a nossa economia está vendendo praticamente toda nossa matéria prima para países desenvolvidos como os Estados Unidos (USA), ao inves de aproveitar as nossas várias opções de máterias primas para uso próprio, investindo em tecnologia e ciência. Pois por exemplo, vendemos 1kg de uma certa matéria prima por R$5,00 pros USA, e eles com essa matéria prima fazem um "IPod ou Câmera Digital" e vendem para nois (Brasil) por R$2000,00.
(5)Desde os anos noventa o Brasil se tornou um dos principais países receptores de investimentos estrangeiros diretos de todo o mundo. Na década de 2000, o país continuou com uma posição destacada entre os países receptores, mas se tornou, também, um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.


Thiago Dutra Lopes/N°29/2°A EM/

Anônimo disse...

Victoria Hostin Pezzini (31) – 2ºA

1-Indústria nada mais é do que uma atividade que transforma matéria prima em produtos, que podem ser artesanal, manufatureira ou fabril, através do trabalho humano ou tecnológico.
2-Os fatores necessários são muitos, mas os principais são: mão-de-obra barata e qualificada , presença de fonte de energia , presença de matérias primas e várias outras.
3- a)Bens de produção: Que produzem máquinas e equipamentos necessários para o funcionamento de todas os outros tipos de indústrias.
b)Bens de capital: Que produzem máquinas e equipamentos para a produção de outros bens ou prestações de serviços produtivos, como por exemplo: máquinas em geral, equipamentos de transporte, máquinas para a geração e transmissão de energia elétrica e calculadoras.
c)Bens de consumo: Empresas que produzem os produtos que saem do processo de fabricação na forma final na qual serão distribuídos para o consumidor, como por exemplo: Fábricas de fogões e geladeiras, carros, e indústria alimentícia.
4- O Brasil investe apenas 0,5% do produto interno bruto (PIB) anual do país em Ciências e Tecnologia, uma porcentagem muito baixa quando comparada aos investimentos de outros países. O Iraque, por exemplo, investe 8%.
5- Os investimentos diretos estrangeiros (IDE) realizados bateram recorde de US$ 1,8 trilhão, dos quais, US$ 500 bilhões foram investidos aos países em desenvolvimento. Entre eles, o Brasil, com um ingresso de US$ 34,6 bilhões. Estes investimentos são de extrema importância, não apenas para melhorar as condições de infra-estrutura brasileira, mas também para dar um “empurrão” na nossa economia e aumentar a capacidade produtiva do Brasil.

Thuany Karoline Stuart - 2ºA - 30 disse...

Nome: Thuany Karoline Stuart Série: 2ºEM Turma: A Nº: 30

1 – A indústria, ou setor secundário, é uma atividade humana responsável por transformar matéria-prima em bens de consumo, seja por trabalho humano, energia ou maquinário.
2- Os principais fatores que determinam a instalação de uma indústria são: incentivos fiscais, mão de obra barata e qualificada, fonte de energia, disponibilidade de água, matéria prima, infra-estrutura de transporte e telecomunicação e mercado consumidor.
3- a) Indústria de bens de produção: são as indústrias pesadas ou de base, aquelas que transformam matéria prima em bens que serão utilizados pelas indústrias de capitais ou de bens de consumo.
b)Indústria de bem de capitais: são aquelas que produzem equipamentos e máquinas que serão usadas nas industrias de bens de produção ou de consumo.
c) Indústria de bens de consumo: o produto final é destinado ao consumidor em geral. São subdivididas em bens duráveis e não duráveis.
4- O Brasil, segundo dados da Organização para a cooperação e Desenvolvimento econômico, investiu em 2010, 1,09% de seu PIB em pesquisa e desenvolvimento. Nos primeiros lugares se encontram respectivamente, Israel (4,8%), Suécia (3,7%) e Finlândia (3,4%). A indústria atualmente, é um setor que se renova constantemente, e o baixo investimento do Brasil nesta área, reflete na posição de consumidor tecnológico que o país ocupa, disponibilizando apenas seus recursos naturais para benefício de empresas multinacionais.
5- O Brasil foi em 2011, o país que mais recebeu investimentos diretos estrangeiros na América Latina e Caribe, segundo o CEPAL. Os investimentos foram de US$ 66,7 bilhões, com destaque para os setores de energia elétrica e bancos, e demonstram maior confiança na estabilidade da economia brasileira.

Anônimo disse...

1 - Transforma a matéria prima em novos produtos para comércio, com a mão de obra, tecnologia e máquinas. Que surge na primeira revuçuão industrial, na Inglaterra, como uma atividade econômica.
2 - É necessário, mão de obra, matéria prima, diferentes fontes de energia, mercado consumidor, rede de comunicação, infra estrutura e transporte.
3 - As indústrias de bens de produção, ou de base pesadas, transformam matérias primas ou enerdia em produtos. Sendo a base de outras indústrias, e são divididas em extrativas e bens de capital
Indústria de bens de capital, produz máquinas e equipamentos que ajudam outras indústrias leves, ou pesadas.
As indústrias de bens de consumo, com a finalidade em chegar no mercado cosumidor, ocorrendo a divisão, de acordo com o seu desempenho no mercado, podem direcionar em indústrias de bens duráveis e bens não duráveis.
4 - Ainda falta investimento em ciência e tecnologia como mostra os dados do PIB, o Brasil aplica menos de 1% enquanto países de primeiro mundo investe 4% a 6%.
5 - Desde 1990 o Brasil recebe vários investimentos do exterior. Em 2000 o país ainda se destaca entre os países receptores e além disso, é um importante país emissor de investimentos diretos estrangeiros.
Fabiana nº10 2ºA EM

Anônimo disse...

Ana Júlia Guimaraes 2A 03

1- Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matérias-primas em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados e que possuem, normalmente, maior valor agregado.

2- Presença de matérias primas: a matéria prima deve permanecer perto das indústrias. Presença de fonte de energia: é indispensável a utilização deste fator para mover as máquinas e equipamentos. Mão de obra barata e qualificada, presença de mercado consumidor,incentivos fiscais entre outros.

3- a) As industriais de bens de produção ou base, são aquelas que formarão o produto necessário para que as industrias de bens de capital funcionem. Como por exemplo podemos citar as siderúrgicas, as metalúrgicas e as petroquímicas.
b) As industrias de bens dee capitais são aquelas que formaram maquinas para que vão ser utilizada pelas industrias de bens de consumo.
c) As industrias de bens de consumo podem tanto fabricar produtos duráveis, como: moveis, eletrodomésticos, automóveis etc. Como produtos não duráveis, como por exemplo, alimentos, bebidas entre outros.

4- O Brasil é um pais rico em matéria prima, e ao invés de aproveitar todo esse recurso que temos para cada vez mais melhorar esse pais. Esses produtos são vendidos ao exterior por preços relativamente baixos, e são ‘’devolvidos’’ a nós, prontos e mais caros. E com esse dinheiro que é gasto onde não precisava, poderia estar sendo usado para o avanço tecnologico e cientifico. E o povo brasileiro é aquele que gosta de ver resultados rápidos, instantâneos, e o investimento nessa área requere tempo até se ‘’aproveitado’’.

5- Quando se trata de Investimentos Direto Estrangeiro, esse ano o Brasil ganhou quatro posições no ranking, com um ingresso de US$ 34,6 bilhões. Estes investimentos são um importante complemento para impulsionar a economia brasileira e melhorar as condições de infra-estrutura e de capacidade produtiva do país.

Anônimo disse...

Camilla Souza 2ºB EM
1 - ndústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matérias-primas em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados e que possuem, normalmente, maior valor agregado. De acordo com a tecnologia empregada na produção e a quantidade de capital necessária, a atividade industrial pode ser artesanal, manufatureira ou fabril. Ao conjunto de indústrias, deu-se o nome de setor secundário, em oposição à agricultura (setor primário) e ao comércio e serviços (setor terciário), de acordo com a posição que cada atividade normalmente está na cadeia de produção e consumo. Hoje em dia o processo industrial é capitaneado pelas multinacionais.
2- Demanda do produto: produto destinado a organizações públicas que visam oferecer benefícios para a implantação de complexos empresariais nas diversas regiões do país. Neste caso, o Instituto Max Weber viabiliza desde os projetos até a prospecção de empresas interessadas em instalar-se no país. Esse produto possui a característica de trabalhar de maneira compreensiva com várias soluções em conjunto. Relação com o produto: O Instituto Max Weber, neste caso, trabalha com um pacote de soluções, de forma integrada e com o objetivo de oferecer ao proponente o alcance do seguinte objetivo: instalar-se com rapidez em local adequado e logisticamente viável obtendo os incentivos necessários para o alcance de uma maior competitividade, promovendo, dessa forma, a perenidade da empresa, fruto da geração de melhor liquidez e lucratividade.
3 - Industrias de Bens de produção: Transformam. Industria ciderurgica, produz aço e manda bens de capital.
Industrias de bens de capital: Produzem maquinas e equipamentos que serão usadas pelas industrias leves e pesadas.
Industrias de bens de consumo: Produzem produtos duraveis ( móveis ) e não duraveis que são aqueles que possuem prazo de validade como por exemplo o chocolate.
4- Embora produza ciência de qualidade, o Brasil tem dificuldades em transferir esse conhecimento à sociedade, pois a pesquisa tecnológica é feita predominantemente pelas universidades, com pouca participação do setor privado. Mas esse não é um problema exclusivo do Brasil, de acordo com o economista da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Jean Guinet. O especialista em inovação, que apresentou na sede da FAPESP, em São Paulo, a conferência Boosting innovation in the business sector: some lessons from the experience of OECD countries, afirma que incentivar as empresas a investir em pesquisa e desenvolvimento é uma preocupação de grande parte dos países.
5-Investimento estrangeiro direto no Brasil cresce 256%, aponta BC.O total de investimento estrangeiro direto (na forma de participação de capital) passou de US$ 162,8 bilhões em 2005 para US$ 579,6 bilhões em 2010, crescimento de 256%. O montante de 2010 é equivalente a 30,8% do PIB (Produto Interno Bruto, soma de tudo que é produzido em um país em determinado período).

gilberto gonçalves disse...

muito bom este artigo sobre a indústria.Eu como engenheiro metalurgista sempre trabalhei na Industria e vejo que temos que ter no Brasil mais Industrias brasileiras,pois é um fator para que consigamos investir no Brasil.A partir que a Industria seja brasileira conseguiremos exportar mais e ter menos gastos com importação e menos envio de dolares ao exterior atraves das industrias estrangeiras no Brasil,pois quanto mais dolares enviamos,mais dolares temos que ter em reservas e consequentemente mais reais temos que cobrar de impostos e mais reais temos que deixar retidos no banco central,para não gerar desequilibrio na economia de uma grande quantidade de dolar versus pequena quantidade de real.